skip to Main Content
11 de maio de 2021 | 12:52 am

ITABUNA: MULHER QUE TEVE CONTATO COM MÉDICO INFECTADO COM CORONAVÍRUS TESTA POSITIVO

Itabuna agora tem 178 casos de covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Itabuna confirmou, no início da noite desta sexta-feira (3), o sexto caso de novo coronavírus no município. Trata-se de uma enfermeira de 37 anos que, provavelmente, contraiu a doença de um médico de Ilhéus, que testou positivo.

A profissional passou a sentir os sintomas da doença dias depois de ter contato com o médico, que segue em isolamento domiciliar e passa bem. A mulher também está em isolamento sendo acompanhada pela Vigilância Epidemiológica do Município.

Também nesta sexta-feira (3) foi coletado material do marido da bancária que teve o caso confirmado na noite de ontem. O resultado do exame deve sair na próxima semana.

Além dos seis pacientes que deram positivo, Itabuna conta com outros 127 em isolamento social. O município tem ainda 13 casos aguardando resultado do Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) e outros 86 já foram descartados.

BAHIA TEM 290 CASOS CONFIRMADOS E 6 MORTES CAUSADAS PELA COVID-19

Tempo de leitura: < 1 minuto

Subiu para 290 o número de casos confirmados da covid-19 na Bahia e saltou para 6 a quantidade de óbitos causados pela doença, conforme boletim divulgado há pouco pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Dos óbitos, cinco ocorreram na capital, Salvador, e um em Utinga. A sexta vítima era um homem de 80 anos, com doença cardíaca preexistente.

Até o momento, foram descartados 1.913 casos. Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17h desta sexta-feira (3). Ao todo, 63 pessoas estão recuperadas e 35 encontram-se internadas, conforme a Secretaria.

Dentre os casos confirmados, 50,51% são do sexo masculino. A mediana de idade é 40 anos, variando de 6 meses a 95 anos.

Quadro detalha número de casos da doença na Bahia

A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 23,88% do total. Porém, o coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 70 a 79 anos (3,66/100.000 hab.), indicando o maior risco de adoecer entre os idosos.

SOBEM PARA 10 OS CASOS DE CORONAVÍRUS EM ILHÉUS; NOVOS PACIENTES SÃO DO MALHADO

Ilhéus registra mais dois casos de coronavírus nesta sexta
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Ilhéus confirmou, na tarde desta sexta-feira (3), mais dois casos de infecção pelo novo coronavírus. Com isso, subiu de oito para 10 o número de moradores do município do sul da Bahia infectados pela doença.

Trata-se de uma senhora de 66 anos e de um homem de 33 anos, ambos residentes no Malhado, zona norte de Ilhéus. A mulher retornou de viagem de outro Estado já com os sintomas. Quando chegou a Ilhéus, a mulher entrou em contato com a Central Covid-19. Os dois pacientes se encontram em isolamento social.

“A população precisa entender que o vírus é perigosíssimo, e mais ainda, iremos conviver por algum tempo com essa doença. Por isso, é importante que as pessoas permaneçam em casa para evitar o aumento do contágio”, reforça o secretário municipal de saúde, Geraldo Magela.

SECRETARIA DE SAÚDE DA BAHIA RECOMENDA O USO DE MÁSCARA AO SAIR DE CASA

Secretaria de Saúde recomenda uso de máscara
Tempo de leitura: 2 minutos

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, e o governador Rui Costa destacam a importância do uso de máscaras para sair de casa, como forma de prevenção à transmissão do novo coronavírus. Quem não encontrar o produto nas farmácias ou casas especializadas pode confeccioná-lo, em casa, seguindo as instruções no vídeo no final do texto.

No mesmo vídeo, estão contidas informações de segurança sobre a forma correta de se utilizar a máscara artesanal. Segundo o governador Rui Costa, detentos de presídios baianos já produziram mais de 10 mil máscaras, para serem distribuídas gratuitamente e utilizadas em serviços essenciais, como a segurança pública.

“Fica aí a nossa sugestão, o nosso pedido. Vocês que são empresários, comprem máscaras e entreguem para todos os seus atendentes. Fica aí a recomendação para todos os supermercados, grandes ou pequenos, que estão abertos”, disse Rui Costa.

“Os bancos, por exemplo, podem e devem disponibilizar máscaras para todos que entrarem nos estabelecimentos. Fica também a nossa solicitação para as empresas públicas e privadas, que tomem as medidas de segurança”, sugeriu o governador.

Rui destacou ainda, que produzir as próprias máscaras não é difícil, e as pessoas podem seguir as instruções. “Quando eu estou falando aqui, às vezes a gente não vê, mas a gente expele gotículas de saliva que vão a até dois metros de distância. Então, se eu uso a máscara, essa gotícula já não sai e não contamina quem está na minha frente”, explicou. Outra vantagem das máscaras feitas em casa é que podem ser reutilizadas. “Após usar, tire a máscara, coloque de molho com água e bastante sabão, e lave bem as mãos”, ressaltou Rui Costa.

O secretário Fábio Vilas-Boas destacou que , nos hospitais, a função da máscara é proteger o campo cirúrgico. “Quem está usando a máscara está evitando emitir gotículas e secreção respiratória no próximo e, se o próximo também estiver de máscara, ele também está te protegendo”.

Também segundo Vilas-Boas, um bom exemplo são os transportes públicos. “Se você está de máscara, no metrô, ou no ônibus, e outra pessoa tosse, você tem pelo menos 50% a mais de garantia, com o nariz e a boca protegidos. Quem usa lentes de contato, é melhor optar por óculos, para proteger os olhos”.

HRCC REFORÇA AS AÇÕES CONTRA A DISSEMINAÇÃO DO NOVO CORONAVÍRUS

Hospital Costa do Cacau tem 57 funcionários infectados pela Covid-19
Tempo de leitura: 2 minutos

Com o objetivo de detalhar o atual panorama do novo coronavírus (COVID-19) no estado e repassar informações sobre cuidados e prevenção contra a doença, o Núcleo Hospitalar Epidemiologia (NHE) do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus,  intensificou as atividades periódicas para pacientes e acompanhantes, no Setor de Emergência.

Durante os encontros, os profissionais reforçam a importância da adoção das medidas de isolamento social e da manutenção do hábitos de higiene para reduzir a velocidade da disseminação do vírus. Além disso, são repassadas informações atualizadas sobre o número de casos confirmados na Bahia e os municípios que apresentam registros positivos para o novo coronavírus.

Os especialistas do NHE também aproveitam os encontros para explicar que a família do coronavírus já era conhecida dos cientistas, a exemplo do SARS-CoV e MERS-CoV. Eles lembram,  porém, que  o COVID-19 é uma nova variação notificada em 31 de dezembro passado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) na China.

Outra informação repassada é que ninguém tem imunidade ao COVID-19 e todos devem tomar os devidos cuidados. Os profissionais de saúde destacam que os estudos de uma vacina para imunização contra a doença ainda está em fase de pesquisa pela área científica, em diversos países do mundo.

MEDIDAS PARA DIMINUIR O RISCO DE CONTÁGIO

De acordo com a enfermeira Indira Borges, coordenadora do NHE, orientações sobre uso de máscaras e quem deve usá-las são repassadas para as pessoas. “Explico que um dos usos mais adequados é colocar a máscara no paciente suspeito, assim diminuímos o risco de contágio gerado por gotículas”, conta.

Outra questão evidenciada por Indira Borges é o uso racional dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). “Pelo aumento da procura desses insumos, existe a dificuldade para a aquisição. Uma máscara de fundamental proteção para profissionais de saúde, como a N95, não pode faltar, porque protege aquele que vai entubar um paciente em estado grave”, destaca.

Para o médico Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC, o momento é de mobilização de forças contra o novo coronavírus. “Aqui no hospital, além de organizarmos estratégias, reforçamos higienização e adotarmos outros procedimentos para combater o COVID-19, cumprimos a missão de orientar pessoas para cuidados e prevenção contra a doença”, conclui.

BAHIA CONFIRMA 282 PACIENTES INFECTADOS PELO NOVO CORONAVÍRUS, AGORA COM 63 CURADOS

Número de casos salta de 267 para 282 em 24 horas na Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia registra 282 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) até as 12h desta sexta (3). Até o momento, 17.63 casos foram descartados e houve cinco óbitos, todos de pessoas residentes em Salvador que apresentavam comorbidades associadas. Dentre os novos casos registrados, está o quinto ocorrido em Itabuna, uma bancária de 51 anos de idade. Ela passa bem, conforme a Secretaria de Saúde de Itabuna.

Ao todo, 63 pessoas estão curadas e 35 encontram-se internadas, sendo 17 em UTIs. Não houve registro de casos positivos em novos municípios na data de hoje. Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Os novos casos serão detalhados somente às 17h de hoje com a divulgação do boletim epidemiológico pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

SALVADOR REGISTRA QUINTA MORTE POR COVID-19

Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma mulher de 41 anos faleceu em Salvador em decorrência do novo coronavírus, informou há pouco a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). A mulher era hipertensa, asmática e tinha obesidade, conforme a secretaria, e estava internada em um hospital público há 10 dias.

Ainda segundo a Sesab, a mulher estava internada desde 24 de março. Trata-se da quinta morte provocada pela doença na Bahia, a segunda confirmada nesta sexta (3).

BAHIA REGISTRA QUARTA MORTE CAUSADA PELO NOVO CORONAVÍRUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Há poucos minutos, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) informou o registro da quarta morte causada pelo novo coronavírus (Covid-19) na Bahia.

Segundo a Sesab, o homem tinha 79 anos de idade e apresentava outras doenças associadas (comorbidades). O paciente estava internado desde o dia 15 em Salvador. A Secretaria não informou o hospital, apenas que ele pertence à rede privada.

ITABUNA CONFIRMA PRIMEIRO CASO DE TRANSMISSÃO COMUNITÁRIA DA COVID-19

Tempo de leitura: < 1 minuto

Itabuna deverá intensificar ainda mais as medidas de proteção contra o novo coronavírus após a confirmação do primeiro caso de transmissão comunitária da doença. Segundo o secretário municipal de Saúde, Uildson Nascimento, trata-se de uma paciente de 52 anos. O resultado do teste foi informado na noite de ontem (2) e divulgado há pouco pelo secretário.

A mulher passa bem, de acordo com a autoridade em saúde, apresenta sintomas leves e encontra-se em isolamento domiciliar. “A população deve manter o isolamento social, sair de casa quando realmente necessário, evitando, de todo modo, ambiente com aglomerações e se proteger fazendo uso de máscaras”, afirmou o secretário de Saúde.

TRANSMISSÃO COMUNITÁRIA

Transmissão comunitária é quando não se pode identificar a origem da transmissão da doença, o que reforça, ainda mais, a necessidade de a população da localidade adotar medidas de proteção. Até aqui, as mais eficazes, além daquelas de higiene – como lavar as mãos sempre -, é o isolamento social, manter-se a, pelo menos, 1 metro e meio de outras pessoas, evitar aglomerações e idas à rua sem maior necessidade.

O isolamento social, o popular “fique em casa”, é medida para evitar que várias pessoas sejam contaminadas ao mesmo tempo e várias necessitem de internamento, principalmente se necessitar de internamento em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Até agora, Itabuna somente conta com leitos do Hospital de Base (SUS) e Calixto Midlej Filho (planos particulares de saúde). O município é referência para o sul da Bahia e deve levar, ainda, mais 20 dias para abertura de leitos específicos para casos mais graves da doença.

PREFEITURA DE ITABUNA DECRETA CALAMIDADE PÚBLICA E DISTRIBUI LEITE EM CRECHES

Município registra 33 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura decretou estado de calamidade pública em Itabuna. O decreto é assinado pelo prefeito em exercício, Fernando Gomes Vita, em razão do avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Publicado no Diário Oficial nesta quinta (2), o ato é datado de 1º de abril.

O prefeito em exercício converteu a situação de emergência em calamidade pública por causa de medidas restritivas e de outras adotadas para atender à demanda de investimentos públicos, principalmente na rede de saúde.

O decreto tem validade de 180 dias, mas ainda precisa ser votado e aprovado pela Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). Na última quarta (1º), o legislativo baiano aprovou estado de calamidade em 20 municípios.

DISTRIBUIÇÃO DE LEITE

A Prefeitura também anunciou a distribuição de leite em creches e escolas da rede municipal. A entrega será feita semanalmente, segundo a diretora do Departamento de Combate à Pobreza, Carol Suzart.

Haverá rodízio entre 32 escolas e creches da rede e a distribuição beneficiará famílias que tenham crianças com até 6 anos de idade, desde que estejam cadastradas e matriculadas na rede.

Cada família recebe de 3 a 5 litros de leite. A distribuição do produto é garantida pelo Infoleite, programa federal de segurança alimentar e nutricional para o público infantil.

EM ILHÉUS, DUAS VÍTIMAS DO NOVO CORONAVÍRUS RECEBEM ALTA MÉDICA

Tempo de leitura: 2 minutos

Um paciente de 26 anos é a segunda pessoa infectada pelo novo coronavírus (Covid-19) a receber alta médica em Ilhéus, no sul da Bahia. O jovem recebeu alta nesta quinta (2). Ele contraiu o vírus durante viagem ao sul do País, com escalas em São Paulo e Salvador e desembarque em Ilhéus, no último dia 10 de março.

Após uma semana de chegada da viagem, no dia 17, ele começou a apresentar sintomas da doença. “A garganta inflamou um pouco, tive um pouco de tosse e coriza, mas não senti falta de ar e nem tive febre”, contou. O contato com o serviço da Vigilância Epidemiológica, criado pelo município, ocorreu no dia 18.

Logo depois da ligação para a Central do Covid, o jovem recebeu a visita de 3 profissionais. A coleta de material para exame foi feita. “Eu também estava de máscara, lavei bastante as mãos e fiz uso de álcool gel. A equipe deixou o contato para assistência ou caso eu precisasse ligar”, disse.

Os profissionais de saúde, além da coleta de material para exame, também informaram os procedimentos a serem adotados caso houvesse agravamento dos sintomas, como a evolução para falta de ar. “Deveria ligar para o Samu [caso apresentasse sintomas graves]”, relembra. O resultado do exame saiu três dias depois. “Eles foram muito cuidadosos ao realizar o anúncio do resultado positivo de Covid-19”, afirma.

Nesta quinta, o jovem recebeu recebeu nova visita da equipe médica e, com ela, o anúncio do fim da quarentena e alta médica ao perceber que, passadas mais de duas semanas, ele estava fora do quadro de sintomas.

O paciente disse que respeitou a recomendação da quarentena e que os sintomas duraram em torno de uma semana. “De todas as doenças que eu tive, essa foi a que eu quase não senti nada, o que não quer dizer que o coronavírus não mereça a atenção que está tendo em todo o mundo, sobretudo em relação ao grupo de risco”, destacou.

POR QUE O ISOLAMENTO?

O jovem de 26 anos não faz parte do que vem sendo chamado grupo de risco, que são pessoas acima dos 60 anos e aquelas que apresentem doenças crônicas, a exemplo de hipertensão, diabetes e cardiopatias. O isolamento impediu que o jovem transmitisse a doença para dezenas de pessoas, já que ele não esteve circulando quando infectado.

JUSSARI VIRA DESTAQUE NACIONAL POR CAUSA DE CAMPANHA EM MURO DE CEMITÉRIO

Peça publicitária ganhou destaque em todo o país
Tempo de leitura: < 1 minuto

O pequeno município de Jussari, no sul da Bahia, ganhou destaque em sites, jornais e emissoras de TV e rádio em todo o país por causa de uma campanha lançada para pedir aos moradores que fiquem em casa para evitar a disseminação do coronavírus.

Lançada na segunda-feira (30), a campanha ganhou grande repercussão depois que caiu nas redes sociais. O muro do cemitério foi escolhido como um dos pontos para divulgação da peça publicitária, com o alerta: “Fique em casa. Não Queremos você aqui!”.

A sacada foi divulgada pelo PIMENTA na quarta-feira (1º) e, nesta quinta, rendeu notas em sites de notícias, jornais e emissoras de rádio e televisão em todo o país. Além disso, a peça publicitária segue gerando debates nas redes sociais.

ERRO? SESAB REPETE NÚMEROS DA COVID-19 EM NOVO BOLETIM

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) repetiu, às 17h28min , os números do novo coronavírus (covid-19) divulgados às 13h11min na Bahia.

No início da tarde, o estado tinha 267 casos positivos para a covid-19 e 1.763 descartados, conforme o boletim da Sesab.

Mais de quatro horas depois, o novo boletim epidemiológico apresentou os mesmos números: 267 testando positivo e 1.763 negativo (descartados).

O estado possui 4.429 em investigação (aguardando resultado).

IBGE VAI MONITORAR REGISTROS DE CASOS DO CORONAVÍRUS

Sul da Bahia tem 270 casos de coronavírus confirmados
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai iniciar um monitoramento nacional do novo coronavírus, que teve o primeiro paciente registrado no Brasil no dia 26 de fevereiro. Nesta terça-feira (2) os casos chegam 6,8 mil, com 241 mortes confirmadas em decorrência da doença no país.

Segundo o IBGE, a parceria fechada com o Ministério da Saúde vai implementar uma versão inédita da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua), com foco no monitoramento da covid-19.

O estudo formará um “painel longitudinal representativo da população brasileira”, de acordo com o instituto, aplicando o questionário para o mesmo grupo de pessoas, a fim de apresentar os resultados dos casos de síndrome gripal em dados agrupados para Brasil, grandes regiões e unidades da Federação.

Chamado de Pnad-Covid, o levantamento será feito pelo IBGE de forma remota, com pesquisa por meio do telefone com as mesmas pessoas por pelo menos três meses. As estatísticas oficiais obtidas serão divulgadas semanalmente. O detalhamento da pesquisa e o cronograma ainda não foram finalizados pelo IBGE. Da Agência Brasil.

BAIANOS COM CADASTRO SOCIAL NA EMBASA NÃO VÃO PAGAR ÁGUA POR 90 DIAS

Embasa dará isenção na conta de água para famílias pobres
Tempo de leitura: < 1 minuto

Cerca de 860 mil consumidores ficarão isentos do pagamento da conta de água, na Bahia, pelos próximos 90 dias, conforme cálculos do governo baiano. No início da tarde, Rui Costa anunciou que a isenção valerá para residências que consomem até 25 metros cúbicos de água por mês não pagarão e que seus moradores integrem o cadastro social da Embasa. Ontem (1º), o governador já havia anunciado isenção da conta de luz para famílias que consomem até 80 kw por mês.

– Nós vamos enviar para a Assembleia um projeto de lei garantindo o pagamento das famílias que estão no cadastro social e que têm esse consumo. Terão a conta paga pelo governo por 90 dias. Isso significa recurso imediato nas mãos das pessoas. Estamos falando de 860 mil pessoas beneficiadas – acrescentou.

O custo da medida será de R$ 50 milhões para o governo baiano. A isenção valerá apenas para consumidores que são abastecidos pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Vários municípios no Estado são abastecidos por empresas autônomas ou de sociedade mista, a exemplo da Emasa, em Itabuna. Nestas, quem deverá anunciar o “perdão” são os prefeitos.

Back To Top