skip to Main Content
29 de setembro de 2020 | 06:20 pm

CORAL DA UESC PARTICIPA DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE COROS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Coral da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) será uma das atrações do Festival Virtual Canta Brasil 2020 – Festival Internacional Virtual de Coros, que começa na próxima quarta-feira (23) e vai até sábado (26). A apresentação do Coral da Uesc será no dia 26, a partir das 20 horas.

O primeiro dia do festival terá como atração as apresentações de corais do Brasil, México, Argentina, Guatemala e Equador que poderão ser assistidas pelo canal do festival no YouTube.

O Festival Internacional de Corais Canta Brasil, devido à pandemia do novo coronavírus, será virtual neste ano, com transmissão pelo canal oficial do evento no YouTube. Mais de dez países da América do Sul e Europa já se inscreveram no evento. O Canta Brasil, realizado na cidade de Caxambu, foi remarcado para agosto de 2021

De acordo com a maestrina Solange Skromov, em consequência da pandemia e das recomendações de distanciamento social, grande parte dos eventos presenciais migraram para a alternativa virtual. “Isso possibilitou ao Coral da Uesc participar do evento de amplitude internacional como o Festival de Corais Internacional Canta Brasil 2020, e do 1º Festival Brasil Online de Coros, previsto para outubro”.

ROTARY CLUB DE ITABUNA PLANEJA EDIÇÃO 2020 DO CONCURSO LITERÁRIO ADELINDO KFOURY

Reunião para discutir planejamento do concurso literário organizado pelo Rotary Club Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Rotary Club de Itabuna realizou a primeira reunião presencial de planejamento do Concurso Literário Adelindo Kfoury Silveira, evento que conta com o apoio da Secretaria de Educação do Município. Com a participação da secretária de Educação, Nilmecy Santos Gonçalves, da assessora de Direção, Shirlene Silva Alves, e dos representantes do Rotary Club de Itabuna, Elias Veloso, coordenador da Comissão de Projetos Humanitários, e Gersolita Dagorete, coordenadora responsável pela Comissão da Juventude, o encontro ocorreu na Prefeitura de Itabuna.

Em virtude da suspensão das aulas devido à pandemia da Covid-19, houve atraso no calendário e a realização do concurso foi adiada. Essa semana, com o retorno das aulas para os alunos do 9º ano, público que participa do concurso, foi retomado o planejamento do projeto, cujo lançamento será feito em breve.

Segundo a rotariana Gersolita Dagorete, o encontro presencial teve o objetivo de verificar qual a melhor forma, diante do atual cenário, de realizar todo o projeto. “Estamos discutindo como será feito o lançamento, as orientações que serão passadas aos jovens e qual será o formato do projeto, tendo que se adaptar ao novo contexto, para que possamos em breve publicar o regulamento e revelar o tema das redações”, explicou.

De acordo com o calendário rotário, setembro é o mês que simboliza a educação básica e alfabetização, e o projeto, que tem o objetivo de estimular a leitura e produção literária entre o público jovem, consiste na elaboração de redações por estudantes do ensino público municipal, que são escolhidas por uma comissão e as três melhores são premiadas em noite festiva com participação das famílias e professores dos alunos que se destacam.

SUL DA BAHIA PROMOVE FESTIVAL LITERÁRIO COM PROGRAMAÇÃO ONLINE

Tempo de leitura: 3 minutos

Começa no próximo dia 24 o Festival Literário Sul-Bahia (Flisba), com o tema Primavera Literária e totalmente online. O evento, que se propõe a ser um espaço de intercâmbio para a promoção da literatura e dos processos criativos dos escritores regionais do sul da Bahia, é uma ação cultural que busca a difusão das artes literárias a partir de uma homenagem a Clarisse Lispector e João Cabral de Melo Neto pelo centenários de nascimento, além de resgate das obras Jorge Amado e Adonias Filho, pilares da literatura cacaueira.

“O Flisba busca vistas a estimular a leitura, difundir os escritores regionais, desenvolver a aproximação dos agentes culturais do campo da literatura e promover atividades que exercitem reflexões sobre a cultura, questões ambientais, questões ligadas à à diversidade de gênero, uso das redes sociais e tecnologias”, afirma Efson Lima.

As mesas literárias vão ocorrer pelas tardes e noites. A transmissão das mesas do evento será pelo Youtube, que será retransmitida para o Facebook. Já as Oficinas Literárias vão ocorrer no turno da manhã pela plataforma Zoom e terão suas inscrições realizadas de forma antecipada pelo Sympla com datas a serem divulgadas nas redes sociais do evento.

As pessoas que vão acompanhar as mesas online e possuem interesse em receber certificação poderão fazer a inscrição pela plataforma Sympla pelo link https://www.sympla.com.br/festival-literario-sul-bahia—-flisba__969831

O Festival Literário Sul-Bahia terá um Slam, Slam Sul Bahia, que também vai receber inscrições. O Edital e o link para as inscrições podem ser conferidos na página https://www.sympla.com.br/slam-sul-bahia—flisba__969859. Os vencedores vão receber brindes. As inscrições são gratuitas. Os participantes serão certificados pela participação no Slam.

Leia Mais

MORRE O PROFESSOR E POETA BAIANO JORGE PORTUGAL

A Bahia perde um de seus grandes talentos, o professor e poeta Jorge Portugal
Tempo de leitura: 2 minutos

A Bahia encerra esta segunda-feira (3) de período pandêmico ainda mais triste com a perda do professor, poeta e ex-secretário estadual de Cultura Jorge Portugal. O educador faleceu há pouco, por falência cardíaca aguda, no Hospital Roberto Santos, em Salvador.

Jorge Portugal deu entrada no Hospital com quadro de insuficiência respiratória, encaminhado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Segundo a equipe médica, o professor sofreu parada cardiorrespiratória durante o trajeto para o HGE. O quadro foi estabilizado, mas, por volta das 20h15min, o professor e poeta faleceu.

Poeta, compositor, professor e apresentador de TV, Jorge Portugal era dos grandes mestre da língua-mãe no estado onde nasceu o Brasil. No primeiro mandato do governador Rui Costa, foi secretário estadual da Cultura, no período de 2015 a 2017, quando pediu exoneração em setembro daquele ano, alegado questões pessoais e profissionais.

Jorge Portugal nasceu em Santo Amaro da Purificação, no recôncavo baiano. Fez parcerias com grandes nomes da música baiana e ajudou na formação de milhares não apenas em sala de aula, mas por meio da telinha, apresentando Aprovado, programa semanal transmitido pela TV Bahia e afiliadas da Rede Bahia.

LUTO OFICIAL NA BAHIA

Há pouco, o governador Rui Costa lamentou a perda para a Bahia, principalmente nos setores educacional e cultural. O mandatário baiano também decretou luto oficial no estado nesta terça (4). “Imensamente entristecidos, lamentamos a morte do ex-secretário de Cultura do Estado Jorge Portugal. Educador, poeta, compositor, Jorge era um homem de múltiplos talentos, exercidos com a energia e a simpatia que inspirava todos à sua volta”, expressou.

E continuou:

– Era, antes de tudo, um homem apaixonado pela Bahia e pelo seu povo, que estiveram sempre no centro do seu trabalho, fosse como administrador público, professor e artista. Como diz um dos seus versos: ‘Uma nação diferente, toda prosa e poesia, tudo isso finalmente, só se vê, só se vê na Bahia’. Nossos sentimentos para seus amigos e familiares por essa grande perda.

ROSEMBERG: “A CULTURA ESTÁ DE LUTO”

Amigo do poeta e escritor, o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) disse que havia conversado com outro grande amigo de Portugal, o músico Roberto Mendes, para um encontro. “Não deu tempo. Muito triste. Como ele falava em momentos difíceis: “a Cultura está de luto”. Realmente está!”, escreveu Rosemberg.

O presidente da Assembleia Legislativa baiana, deputado Nelson Leal (PP), lembrou que o poeta e escritor completaria 64 anos na próxima quarta (5) e foi um professor que encantou gerações estudantis com as suas aulas lúdicas e animadas. “Estou muito abalado com a notícia que acabo de receber e, nesse momento, só posso externar o meu abraço solidário aos familiares, nas pessoas de seus filhos, Thiago, Caetano Ignácio e Bárbara Bela”, afirmou. Atualizado às 22h50min.

O HINO AO 2 DE JULHO

Bahia comemora sua independência || Foto Marisa Vianna
Tempo de leitura: < 1 minuto

O hino da nossa maior data, o Hino ao 2 de Julho. A gravação é de 2010, com Tatau (ex-Araketu) e a Orquestra Sinfônica Juvenil 2 de Julho (J2J), formada pelo Neojibá (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia).

LÍLIAN CASAS E ALEX FÉLIX FAZEM LIVE SOLIDÁRIA NO DIA DAS MÃES

Lílian Casas e Alex fazem live solidária neste domingo (10)
Tempo de leitura: < 1 minuto

Lílian Casas e Alex Félix farão, neste domingo (10), a partir das 12h, uma live solidária em comemoração ao Dia das Mães com o melhor da música. A live conta com o apoio do Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Litoral Sul, que será a instituição beneficiada com alimentos para doação a 1,2 mil famílias de 26 municípios da região.

Durante a apresentação, os cantores contarão com o cachê solidário de internautas que acompanham o evento para ajudar o trabalho que desenvolvem no campo da música e da cultura em Itabuna, no sul do estado e na Bahia.

Em todo o Brasil, artistas como Lílian e Félix estão precisando se reinventar em meio aos efeitos provocados pela pandemia covid-19 para garantirem sua caminhada no entretenimento e manter a cultura viva.

Inscreva-se já no canal do YouTube da dupla de cantores pelo link https://www.youtube.com/user/alexfelix10. A live que promete agitar o domingo especial de Dia das Mães.

LITORAL SUL SOLIDÁRIO

Iniciada no último dia 28, a campanha #litoralsulsolidario é liderada pelo Cesol e toda a arrecadação é direcionada a famílias que fazem parte da economia solidária e da agricultura familiar na região sul da Bahia e que já enfrentam dificuldades para o sustento em decorrência do distanciamento social.

No Dia do Trabalho (1°), a instituição entregou cestas básicas a famílias do bairro Maria Pinheiro, em Itabuna. A expectativa do Cesol é de que a população contribua para que outros 25 municípios da região também sejam contemplados.

BRASIL PERDE O COMPOSITOR ALDIR BLANC, AOS 73 ANOS, VÍTIMA DA COVID-19

Blanc faleceu na madrugada desta segunda-feira, por covid-19 || Foto Reprodução
Tempo de leitura: < 1 minuto

A música brasileira perdeu, nesta segunda-feira (4), um dos seus maiores nomes. Nesta madrugada, aos 73 anos, faleceu o compositor e escritor brasileiro Aldir Blanc. Ele havia sido diagnosticado há quase um mês com o novo coronavírus e estava há mais de duas semanas internado na UTI do Hospital Universitário Pedro Ernesto (Hupe). A morte foi confirmada pela assessoria de Blanc.

Ele havia sido hospitalizado em 10 de abril, com um quadro de pneumonia, pressão alta e infecção urinária. Uma semana depois, foi confirmada a infecção pelo novo coronavírus.

Nos anos 1960, Aldir dividia seu tempo entre a música e a medicina, curso em que se formaria com especialidade em psiquiatria. Foi nesta década que ele participou de diversos festivais da canção, compondo músicas interpretadas por Clara Nunes, Taiguara e Maria Creuza.

No início dos anos 1970, abandonou a medicina para se dedicar exclusivamente às artes. E foi nesta década que ele compôs o seu maior sucesso. Com a parceria de João Bosco e na voz de Elis Regina, o mundo conheceu O bêbado e o equilibrista.

Em 1978, publicou as crônicas Rua dos Artistas e arredores. Em 1981, Porta de tinturaria (1981). As duas obras foram reunidas, posteriormente, em 2006 na edição Rua dos Artistas e transversais, que ainda trouxe 14 crônicas escritas para a revista Bundas e para o Jornal do Brasil.

MÚSICO BAIANO REPRESENTA O BRASIL NO INTERNATIONAL CLARINET ANTIVÍRUS

Juvino Filho representa a Bahia em concerto internacional || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

O clarinetista baiano Juvino Alves Filho foi escolhido para representar o Brasil na Campanha International Clarinet AntiVírus. A ação em solidariedade às vítimas da Covid-19 reúne 26 clarinetistas de 19 países, nos seis continentes, formando a Orquestra Internacional de Clarinete.

A música escolhida para campanha que está sendo veiculada em todo o mundo é A Chegada da Rainha do Sabá , do compositor Georg Friedrich Händel.

Natural do distrito de Algodão, município de Ibirataia, Juvino Filho morou em Ipiaú, onde participou ativamente do movimento cultural local, tendo convivido e atuado com artistas como Jorginho Costa, Fauzi Maron, dentre muitos outros músicos, poetas e promotores da cultura nesta cidade e região.

O convite para a participação de Juvino Filho na Campanha International Clarinete AntiVírus, foi feito pelo clarinetista polonês Roman Widaszek, que assistiu a uma apresentação do instrumentista brasileiro no Festival de Clarinete de Loures, em Portugal. Juvino é professor, doutor em música da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e presidente do Clube do Choro da Bahia.

Atuou como clarinetista e solista em diversas óperas, concertos, recitais e shows no Brasil e no exterior. Participou de espetáculos e gravações com importantes artistas, a exemplo de Paulo Sérgio Santos, Mário Ulloa, Antônio Carrasqueira, Cacau do Pandeiro, Luiz Melodia, e Luiz Caldas.

Foi laureado com o Prêmio Braskem Arte e Cultura e Prêmio Rumos Música Itaú Cultural e é autor do livro A Clarineta Pelas Bandas da Bahia: O Legado de Manuel Tranquillino Bastos, além de fundador-coordenador da Banda de Câmara Passo Doble, da Escola de Choro Cacau do Pandeiro.

Leia Mais

AOS 98 ANOS, SAMBISTA RIACHÃO FOI MORAR COM O PAI

Sambista Riachão faleceu na madrugada desta segunda, em Salvador || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

O cantor e compositor baiano Clementino Rodrigues, Riachão, dono de grandes sucessos como Vá morar com o diabo e Cada macaco no seu galho, faleceu na madrugada desta segunda-feira (30), em Brotas, Salvador. Ele teria morrido de causas naturais, conforme familiares.

Riachão era nome reverenciado nacionalmente como um dos principais compositores e sambistas do país. Ainda ativo intelectual e fisicamente, deixou este mundo quando dormia em sua residência. Planejava lançar Se Deus quiser eu vou chegar aos 100, numa referência aos anos de estrada.

O músico começou a carreira aos 15 anos e tem em Mundão de Ouro seu último álbum. Ainda na noite de ontem (29), o cantor se queixou de dores abdominais. Medicou-se e foi dormir. Não mais acordou. Deixou-nos.

Riachão foi morar com o Pai!

REPERCUSSÃO

Rosemberg: Bahia perde uma figura ilustre

Além do meio artístico e cultural, a morte de Riachão repercutiu entre políticos. O deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa, Rosemberg Pinto (PT), disse que a “Bahia perde uma figura ilustre, que agora vai fazer samba no céu! Vá em paz, mestre Riachão. Sua contribuição foi fundamental para o samba no Brasil e no mundo”, escreveu no Twitter.

O secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães, também lamentou, também por meio do Twitter. “Bahia e samba do Brasil perdem uma das suas vozes mais importantes e vibrantes. Tristeza!!”.

O jornalista e crítico musical Hagamenon Brito usou uma das letras de Riachão para homenagear o compositor: “O teu galho é em qualquer lugar que tenha alegria, ritmo, talento e sabedoria popular. Descanse em paz”. Abaixo, confira Riachão entoando uma de suas maiores composições, Cada macaco no seu galho.

RAIOS SOBRE O MAR (DE ILHÉUS)

No final de noite de sábado (21) em Ilhéus, registro do fotógrafo Agner Couto
Tempo de leitura: < 1 minuto

Era finalzinho de noite de sábado (21) de um final de semana chuvoso e de isolamento imposto pelo novo coronavírus. De um belo ponto da bela Ilhéus e com olhar privilegiado, o fotógrafo Agner Couto produziu obra de arte com a sua lente.

Raios sobre o mar (de Ilhéus).

Noutro registro, Agner Couto capta parte da região central e os raios sobre o mar ao fundo

Back To Top