skip to Main Content
7 de junho de 2020 | 05:53 am

CONCURSOS PÚBLICOS OFERECEM 23,9 MIL VAGAS

Tempo de leitura: 8 minutos

empregoPelo menos 125 concursos estão com período de inscrição aberto nesta segunda-feira (5) em todo o País. Somando as oportunidades para todos os níveis, são 23.925 vagas com salários que chegam a R$ 22.854,46.

O salário acima é oferecido para juiz federal substituto do Tribunal Regional Federal (1ª Região). São 81 vagas.

Salvador é um dos polos definidos para realização de prova do concurso do TRF1  (confira mais no link abaixo).

Levantamento feito pela Folha Dirigida revela que o maior número das mais de 23 mil vagas é destinado a quem possui  nível superior (10.381).

As demais são para nível médio (6.093), técnico (2.487) e fundamental (4.964). Confira os editais no “leia mais”, abaixo.

Leia Mais

SEM MANUTENÇÃO, LOTÉRICAS ACUMULAM PREJUÍZOS E RECLAMAM DA CAIXA ECONÔMICA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Lotéricos agendam reunião em Brasília com a direção da Caixa em busca de solução.

Lotéricos agendam reunião em Brasília com a direção da Caixa em busca de solução.

Lotéricos ligados ao Escritório de Negócios da Caixa em Itabuna se reuniram no sábado (3) para discutir a falta de manutenção dos equipamentos no sul da Bahia. De acordo com os empresários, os chamados para consertos das máquinas não vêm sendo atendidos há três meses, quando a Caixa Econômica mudou as empresas terceirizadas que executam este tipo de serviço.

O longo período sem manutenção de máquinas tem causado apreensão e prejuízos aos lotéricos. Diante da “impossibilidade de o problema ser resolvido” pelo escritório de negócios do banco na região, os empresários irão à Brasília. Para isso, vão agendar, nos próximos dias, uma reunião com o vice-presidente Pessoa Jurídica da Caixa, Geddel Vieira Lima.

Os problemas afetam, diretamente, 60 lotéricas do sul da Bahia.

MICHEL TELÓ E CALCINHA PRETA ENCERRAM FESTA DO CAFÉ EM ITABELA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Michel Teló encerra Festa do Café, em Itabela, neste domingo (Foto Divulgação).

Michel Teló encerra Festa do Café, em Itabela, neste domingo (Foto Divulgação).

Michel Teló e Calcinha Preta encerram a nona edição da Festa do Café de Itabela, neste domingo (4). O evento reúne produtores e agroindústrias em três dias de eventos no município do Extremo-Sul da Bahia. Cerca de 50 expositores participam da Feira de Negócios, aberta das 9h às 18h neste domingo.

No espaço, produtores têm contato com as mais modernas tecnologias para o cultivo e industrialização do café. O destaque do evento deste ano foi a apresentação de novos clonais do produto.

SHOWS

Os shows começam às 20h, na Praça de Eventos. Além de Michel Teló e Calcinha Preta, haverá apresentação da banda Chave de Cadeia. Harmonia do Samba, Leonardo e Arriba Saia foram algumas das atrações que já se apresentaram na festa.

UNACAFÉ CONDENADA A PAGAR R$ 1,1 MILHÃO DE INDENIZAÇÃO POR TRABALHO ESCRAVO

Tempo de leitura: 2 minutos

A 4ª turma do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5) condenou a Unacafé Agrícola Ltda a pagar R$ 1,178 milhão de indenização por submeter trabalhadores rurais a situações análogas à de escravidão na propriedade situada no município de Una, sul da Bahia. A ação foi movida após investigação feita pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e Ministério do Trabalho e Emprego em 2008.

Cláudia Soares, procuradora do Trabalho, diz que o julgamento do recurso ocorreu no dia 9 deste mês. O valor total refere-se a R$ 500 mil por danos morais coletivos por trabalho escravo e dez salários mínimos a cada um dos trabalhadores escravizados. O julgamento do recurso é desdobramento de ação movida na 3ª Vara do Trabalho em Ilhéus.

– Essa decisão restabelece a justiça neste caso, já que não se pode admitir que jovens, pais, mães e crianças sejam confinados em alojamentos imundos, sem alimentação e locais adequados para a realização de necessidades básicas, entregando sua força de trabalho em troca de alguns trocados – afirma a procuradora Cláudia Soares.

A decisão, explica, reforma sentença inicial que negou os pedidos do MPT por entender que a Unacafé e seus sócios tinham apenas contrato de comodato com um ex-funcionário da empresa, responsável pelas contratações e que havia contrato de parceria agrícola familiar. A investigação teria comprovado que “os contratos apenas tentavam mascarar a verdadeira relação de emprego dos trabalhadores explorados com a Unacafé”.

TRABALHADORES SEM SALÁRIO E EM CONDIÇÕES DEGRADANTES

Na investigação em 2008, procuradores do MPT e fiscais do Ministério do Trabalho encontraram 59 trabalhadores vivendo em situação degradante, “semelhante à de escravos”. Os trabalhadores rurais eram obrigados a viver em alojamento sem água, alimentação e transporte. Ganhavam apenas por produção e sem garantia de salário e sem carteira assinada.

O conjunto agrícola entrou com recurso no TRT. Propriedade voltada à produção de café e cacau, a Unacafé tem como sócios Cláudio Abel Ribeiro, Ivo Alves da Cunha, José Álvaro da Silva, Cimob Companhia Imobiliária e Cimob Participações S.A. Independente do recurso contra a indenização, eles estão obrigados a cumprir a lei trabalhista e normas de saúde, segurança e medicina do trabalho.

“MÁXXIMO” DESRESPEITO

Tempo de leitura: 2 minutos
Área onde está sendo instalado o Maxxi, na Rodovia Ilhéus-Itabuna (Foto Pimenta).

Área onde está sendo instalado o Maxxi é lado oposto ao da pista de desaceleração (Foto Pimenta).

As comunidades do entorno do Atacadão Maxxi, na Rodovia Ilhéus-Itabuna, estão revoltadas com a falta de respeito dos responsáveis pelas obras do empreendimento. No último final de semana, homens e máquinas aterraram a entrada de vários imóveis às margens da rodovia, causando prejuízos e transtornos aos proprietários.

As máquinas pesadas afetaram estrutura de casas, causando rachaduras. Quem foi reclamar da falta de comunicação e do desrespeito, ouviu da equipe de engenharia que “tinha ordem do Derba e do Dnitt” para passar o trator.

A ordem incluía aterrar os acessos aos imóveis e destruir passeios, dentre eles o de uma fábrica de gelo, onde o estrago só não foi maior devido à reação rápida do proprietário do estabelecimento.

Frente de imóvel é totalmente aterrada pelo Maxxi com consentimento do "Derba e do Dnit" (Foto Pimenta).

Frente de imóvel é totalmente aterrada pelo Maxxi com consentimento do “Derba e do Dnit” (Foto Pimenta).

As máquinas pesadas foram usadas para construir pista de desaceleração à esquerda de quem sai de Itabuna para Ilhéus, cerca de 200 metros após o viaduto. Apesar de ser rodovia federal, as intervenções estão sendo feitas pela iniciativa privada, via equipes contratadas pelo Walmart, detentor da bandeira Maxxi.

Os moradores atingidos pelas obras dizem não ser contra o empreendimento, mas à falta de respeito do Maxxi. “Quebraram a rede de água, aterraram a entrada de nossas casas e tudo sem diálogo, com desrespeito. Não se deram ao trabalho de ouvir a gente”, diz uma das vítimas”. A falta de diálogo talvez esteja relacionada à pressa para concluir a obra viária em menos de uma semana, já que o Maxxi será inaugurado na sexta (2).

Sem diálogo, Maxxi-Walmart aterra faixa de mais de 300 metros que inclui a Assembleia de Deus (Foto Pimenta).

Sem diálogo, Maxxi-Walmart aterra faixa de 300 metros e a Assembleia de Deus (Foto Pimenta).

ADEUM SAUER E INVESTIDORES ADMINISTRARÃO MATADOURO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Adeum Sauer, ex-secretário de Educação da Bahia e de Itabuna, se uniu a investidores gaúchos para assumir a administração do Matadouro Municipal. A Justiça já havia determinado a interdição do abatedouro itabunense (relembre aqui), antes sob administração de um grupo do sudoeste baiano, o Frigocentro.

Os novos investidores devem assumir a concessão do matadouro por até 20 anos, mas farão investimentos para modernizá-lo, adequando-o à portaria 304/1996, do Ministério da Agricultura. Além de Adeum, o irmão Cleto Sauer também participa da empreitada.

IDH DE ITABUNA EVOLUI, MAS FICA ABAIXO DA MÉDIA NACIONAL

Tempo de leitura: 2 minutos
Índice de desenvolvimento de Itabuna apresenta evolução, mas fica abaixo da média nacional (Foto José Nazal).

Índice de Itabuna apresenta evolução, mas fica abaixo da média nacional (Foto José Nazal).

– IDH REVELA QUE ILHEENSE VIVE MAIS QUE ITABUNENSE

– ITABUNENSES TÊM MELHOR EDUCAÇÃO E MAIOR RENDA

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de Itabuna apresentou evolução de mais de 57,17% entre 1991 e 2010, segundo o Atlas do Desenvolvimento Humano Brasil 2013, divulgado nesta segunda (29). No período, o índice que afere longevidade, educação e renda saltou de 0,453 para 0,712, situando-se na faixa dos municípios com IDH alto. A média nacional é 0,727.

A evolução ocorre mesmo o município estando, por vários anos consecutivos, entre os mais violentos do país, o que afeta um dos fatores do IDH (longevidade). Itabuna apresenta o 5º melhor índice dentre os 417 municípios baianos. No Brasil é o 1456º.

O que contribui para o alto IDH de Itabuna é o fator longevidade (0,807), seguido de renda (0,695) e educação (0,643). Na média, o itabunense vive 73 anos e 4 meses, de acordo com o estudo. Em 1991, a expectativa de vida era de 61 anos e 4 meses.

O estudo considera IDH muito baixo aquele situado entre 0 e 0,49. Já o baixo, situa-se entre 0,5 e 0,59. O médio, de 0,6 e 0,69. O alto varia entre 0,7 e 0,79. O muito alto vai de 0,8 a 1,0. Segundo o atlas, cinquenta municípios brasileiros possuem IDH muito alto.

ILHÉUS

Ilhéus aparece no estado com IDHM médio: 0,690 em 2010. No início da década de 90, o índice era 0,389. A evolução do IDH ilheense, no período, foi de 77,38%.

De acordo com o estudo feito pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Ilhéus tem o 13º melhor IDH da Bahia e o 2182º do país.

O fator longevidade apresenta índice 0,808. Já o educação, 0,590 e o renda, 0,688. Em 2010, de acordo com o estudo, o ilheense tinha expectativa de viver 73 anos e cinco meses.

COMPARATIVO

Quando destrinchados os números por áreas, os ilheenses vive mais que os itabunenses, mas possuem renda e educação inferiores aos vizinhos. As diferenças nos quesitos renda e expectativa de vida, porém, são pequenas. A distância é maior no índice educacional.

CONCURSOS PÚBLICOS OFERECEM 21,5 MIL VAGAS E ATÉ R$ 22,8 MIL DE SALÁRIO

Tempo de leitura: 7 minutos

Levantamento da Folha Dirigida mostra que existem hoje, pelo menos, 21.599 vagas em aberto em concursos públicos no Brasil. A maior remuneração é oferecida pelo Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região.

No total, são 118 concursos públicos pelo país. Das mais de 21 mil vagas, 9.419 são voltadas a quem possui nível superior. Outras 6.064 vagas são reservadas a quem possui nível médio. As demais são para nível técnico (2.399) e nível fundamental (3.717). Confira todas as vagas disponíveis e os respectivos editais no “leia mais”, abaixo.

Leia Mais

EMPREGO: ILHÉUS E ITABUNA FECHAM SEMESTRE “NO VERMELHO”

Tempo de leitura: < 1 minuto

.

Os números divulgados nesta terça (23) pelo Ministério do Trabalho e Emprego revelam um semestre perdido no quesito geração de emprego com carteira assinada em Ilhéus e Itabuna. Os dois municípios fecharam os primeiros 180 dias de 2013 cortando 457 empregos.

Pior para Ilhéus. Entre 1º de janeiro e 30 de junho, a economia ilheense cortou 291 empregos formais.

No período, o comércio eliminou 173 vagas, seguido por agropecuária (89 vagas a menos) e serviços (menos 71). Apenas o setor da construção civil apresentou saldo positivo: abriu 79 novas vagas.

Quando analisados os números por mês, junho revela-se o pior do semestre, quando foram eliminados 217 empregos. Os setores de serviços e comércio cortaram, respectivamente, 92 e 58 vagas.

ITABUNA

Itabuna fechou o semestre com 166 demissões. Ao contrário de Ilhéus, o setor da construção civil admitiu 523 trabalhadores nos seis primeiros meses do ano, mas registrou 661 desligamentos, resultando em corte de 138 vagas.

A indústria seguiu pelo mesmo caminho e cortou 134 postos de trabalho no período, sendo 102 deles somente em junho. O comércio eliminou outras 42 vagas.

O alívio veio de um dos principais setores da economia itabunense. O setor de serviços abriu 179 vagas, 36 delas em junho.

BAHIA

A Bahia conseguiu gerar mais de 26.640 empregos com carteira assinada no período, mas apenas 1.436 no mês passado. Com 10.751 vagas, o setor de serviços foi o destaque do semestre.

WAGNER: “FÁBRICA REVITALIZA REGIÃO DE ITORORÓ”

Tempo de leitura: < 1 minuto
Wagner confirma fábrica em Itororó (Foto Pimenta).

Wagner confirma fábrica em Itororó (Foto Pimenta).

A fábrica de calçados Lia Line vai revitalizar a região de Itororó, na opinião do governador Jaques Wagner, com a geração de aproximadamente mil empregos no município do centro sul da Bahia. Wagner visitará Itororó, na próxima sexta (19), para confirmar a instalação da empresa.

A unidade da Lia Line vai fabricar até 3 milhões de pares de calçados femininos por ano e será instalada em galpões antes utilizados pela Azaleia/Vulcabras, que reduziu sua atividade na região.

Como o PIMENTA anunciou com exclusividade, outras duas indústrias serão instaladas em Firmino Alves e Itapetinga. Sobre estas duas, Wagner disse ao programa Conversa com o Governador que espera fechar detalhes para o anúncio.

O programa editado pelo jornalista Edmundo Filho também aborda investimentos em rodovias, melhoria de vida e novos canais de comunicação dos baianos com a gestão estadual. Para ouvir o programa, clique aqui.

Back To Top