skip to Main Content
19 de janeiro de 2021 | 09:11 pm

NÚMERO DE DESEMPREGADOS NO BRASIL CHEGA A 14,1 MILHÕES NO 3º TRIMESTRE

14,1 milhões estão desempregados, segundo IBGE || José Cruz/Agência Brasil
Tempo de leitura: 3 minutos

O número de pessoas desempregadas chegou a 14,1 milhões no trimestre encerrado em outubro. É um aumento de 7,1% em relação ao trimestre terminado em julho, o que representa 931 mil pessoas a mais à procura de emprego no país. Com isso, a taxa de desocupação ficou em 14,3%, um crescimento de 0,5% em relação ao trimestre anterior. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada nesta terça-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Além do aumento no número de pessoas à procura de emprego, houve alta de 2,8% na população ocupada, que chegou a 84,3 milhões de pessoas. “Esse cenário pode estar relacionado a uma recomposição, ao retorno das pessoas que estavam em afastamento. Nesse trimestre percebemos uma redução da população fora da força de trabalho e isso pode ter refletido no aumento de pessoas sendo absorvidas pelo mercado de trabalho e também no crescimento da procura por trabalho”, explica a analista da pesquisa Adriana Beringuy.

Apesar do aumento no número de pessoas ocupadas frente ao trimestre anterior, ainda há queda na ocupação e aumento na população fora da força quando a comparação é feita com o mesmo período de 2019.

“Se compararmos com o mesmo trimestre do ano anterior, temos uma população ocupada que é menor em quase 10 milhões de pessoas e um aumento de 12 milhões na população fora da força. Então esse pode ser um início de uma recomposição, mas as perdas acumuladas na ocupação durante o ano ainda são muito significativas”, afirma.

A analista acrescenta que a maior parte do aumento no número de ocupados veio do trabalho informal, que soma os profissionais sem carteira assinada (empregados do setor privado e trabalhadores domésticos), sem CNPJ (empregadores e por conta própria) ou sem remuneração (auxiliam em trabalhos para a família).

Leia Mais

TRABALHADOR PODE SOLICITAR SAQUE DE R$ 1.045 DO FGTS ATÉ QUINTA-FEIRA

Prazo para saque termina na quinta-feira
Tempo de leitura: 2 minutos

O prazo para saque emergencial de até R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) termina nesta quinta-feira (31). O valor do saque considera a soma dos saldos de todas as contas ativas e inativas no FGTS.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, cerca de R$ 7,9 bilhões do saque emergencial, creditados nas contas poupança social digital e que não foram movimentados, retornaram no dia 30 de novembro para as contas vinculadas dos trabalhadores, com correção dos valores.

Entretanto, caso o trabalhador ainda queira ter acesso aos recursos deve fazer pedido pelo aplicativo do FGTS até esta quinta-feira, para que a Caixa transfira novamente o valor para a conta digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. O saque emergencial poderá ser utilizado em transações eletrônicas, saque em espécie ou transferência, sem custo, para outras contas.

DADOS ATUALIZADOS

A Caixa informa que é preciso estar com os dados cadastrais atualizados para receber o saque emergencial FGTS. Por isso, é preciso acessar o aplicativo FGTS, complementar os dados cadastrais e solicitar o saque dos valores, que serão creditados na poupança social.

O Saque Emergencial FGTS foi criado pela Medida Provisória 946/20 para auxiliar os brasileiros no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. O calendário de pagamentos foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador, com crédito na poupança social a partir do final de junho deste ano e posterior saque dos recursos pelo trabalhador.

Desde o início do calendário de saques, foram disponibilizados R$ 37,8 bilhões para mais de 60 milhões de trabalhadores. As dúvidas podem ser esclarecidas pelo aplicativo FGTS, pelo site, pela Central de Atendimento Caixa 111, opção 2; e por meio do internet banking Caixa.

O banco alerta que não envia mensagens com solicitação de senhas, dados ou informações pessoais. A Caixa também não envia links ou pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp. Da Agência Brasil.

MERCADO PREVÊ QUE INFLAÇÃO PELO IPCA SERÁ DE 4,39% NESTE ANO

Sede do Banco Central || Foto Marcello Casal Júnior
Tempo de leitura: 2 minutos

O Banco Central (BC) manteve a estimativa do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA – a inflação oficial do país) em 4,39%, em relação à semana passada, de acordo com informações do Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (28). Com periodicidade semanal, o documento reúne as projeções para os principais indicadores da economia.

O indicador ultrapassa o centro da meta de inflação, definida pelo Conselho Monetário Nacional para este ano, de 4%. Se considerada a margem de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo, o índice, porém, permanece dentro da meta, já que pode variar de 2,5% a 5,5%.

A projeção para 2021 foi reduzida, de 3,37% para 3,34%. Já o índice esperado para 2022 e 2023 permaneceu inalterado, de 3,50% e 3,25%, respectivamente.

Outro parâmetro adotado pelo mercado financeiro é a taxa básica de juros, a Selic, que consiste no principal instrumento usado pelo BC para alcançar a meta de inflação. Nesta edição, a taxa prevista para 2021 foi elevada de 3% para 3,13% ao ano. Quanto a 2022 e 2023, a expectativa é de que seja de 4,5% ao ano e 6% ao ano.

BARATEAMENTO

No último dia 9, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC anunciou a decisão, tomada em unanimidade, de manter a Selic em 2% ao ano. A redução da Selic favorece o barateamento do crédito e leva a um menor controle da inflação, o que estimula a produção e o consumo. Apesar disso, os bancos consideram também outros fatores na hora de definir os juros cobrados dos consumidores, como o risco de inadimplência, a margem de lucro e despesas administrativas.

Leia Mais

PREFEITO ELEITO DE SALVADOR ANUNCIA SECRETÁRIOS

Prefeito eleito de Salvador anuncia secretariado
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito eleito de Salvador, Bruno Reis (DEM), anunciou, nesta segunda-feira (28), os nomes dos secretários municipais, dirigentes de fundações, autarquias, empresas e agência que serão empossados no dia primeiro de janeiro de 2021.

Entre os secretários estão Ana Paula Matos (Governo), Giovanna Victer (Fazenda), Ivete Sacramento (Reparação), Mila Paes (Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda), Renata Vidal (Comunicação), Marise Chastinet (Ordem Pública), Fernanda Lordelo, (Políticas para Mulheres, Infância e Juventude), Luiz Carreira (Casa Civil), Leo Prates (Saúde), Edna França (Sustentabilidade e Resiliência) e Fábio Mota (Cultura e Turismo).

A lista inclui ainda Thiago Dantas (Gestão), Marcelo Oliveira (Educação), Luiz Carlos de Souza (Infraestrutura e Obras Públicas), Kiki Bispo (Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer), Fabrizzio Müller (Mobilidade), João Xavier (Desenvolvimento Urbano), Samuel Araújo (Inovação e Tecnologia), Alberto Pimentel (Gabinete), Luiz Galvão (Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro) e Luciano Sandes (Manutenção da Cidade)

Apesar da crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, o prefeito eleito Bruno Reis criou as secretarias de Governo, de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), além da Secretaria de Inovação e Tecnologia (Semit).

CAIXA LIBERA AUXÍLIO EMERGENCIAL PARA 3,2 MILHÕES DE NASCIDOS EM NOVEMBRO

Nascidos em novembro recebem auxílio emergencial nesta segunda-feira
Tempo de leitura: 2 minutos

A Caixa Econônimica Federal realiza, nesta segunda-feira (28), mais uma etapa de pagamento do Auxílio Emergencial e do Auxílio Emergencial Extensão para 3,2 milhões de brasileiros do ciclo 6 nascidos em novembro. Os beneficiários receberão R$ 1,1 bilhão em suas contas Poupança Social Digital.

Desse total, 49,1 mil receberão R$ 60,7 milhões referentes às parcelas do Auxílio Emergencial. Os demais, 3,2 milhões, receberão as parcelas do Auxílio Emergencial Extensão, em um montante de R$ 1 bilhão.

A partir desta data, os valores já podem ser movimentados pelo aplicativo  Caixa Tem para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas em mais de um milhão de estabelecimentos comerciais.

O benefício, criado em abril pelo Governo Federal, foi estendido até 31 de dezembro por meio da Medida Provisória. O Auxílio Emergencial Extensão será pago em até quatro parcelas de R$ 300 cada e, no caso das mães chefes de família monoparental, o valor é de R$ 600.

Leia Mais

107 APOSTAS LEVERAM R$ 2,6 BILHÕES DA MEGA DA VIRADA EM 12 ANOS

Mega sorteia R$ 12 milhões na quarta
Tempo de leitura: < 1 minuto

Em 12 anos de história, a Mega da Virada pagou o total de R$ 2,6 bilhões a 107 apostas. Cerca de um terço desse valor foi distribuído nos três últimos anos, quando a premiação superou R$ 300 milhões.

A Mega da Virada é o sorteio das loterias mais popular entre os brasileiros por envolver grandes prêmios, sempre acima de três dígitos em milhões de reais. Não é à toa que na relação dos 10 maiores prêmios da história da Mega-Sena, oito são do último concurso do ano.

Saiba quais os 10 maiores sorteios da Mega da Virada

Nos concursos especiais o prêmio não acumula, e caso não haja acertador na faixa principal de seis dezenas da Mega da Virada, o valor é pago aos ganhadores de 5 acertos, e assim por diante, conforme as faixas de premiação. Porém, devido ao aumento de apostas para tentar a chance no grande prêmio, sempre pelo menos dois acertadores das seis dezenas.

Em 2017 e 2018 o número de ganhadores da faixa principal foi inédito na história da Mega-Sena. Em 2017, o maior prêmio registrado, de R$ 306,7 milhões, foi dividido entre 17 apostas de sete estados diferentes. Em 2018 a sorte da Mega da Virada chegou a todas as regiões do país, alcançando 16 estados.

COMPRAS DE ANO NOVO CONCORREM AO SORTEIO DA NOTA PREMIADA DE JANEIRO

Compras de final de ano concorrem ao sorteio da Nota Premiada de janeiro
Tempo de leitura: 2 minutos

Os participantes da Nota Premiada Bahia podem aproveitar as compras de final de ano para incluir o CPF na nota e concorrer a um prêmio de R$ 100 mil e a 90 de R$ 10 mil no próximo sorteio da campanha do Governo do Estado.

Na hora de comprar a roupa nova, os itens da ceia, os presentes para amigos ou os enfeites para decorar a casa, quem já está inscrito no site da Nota Premiada só precisa se lembrar de solicitar ao estabelecimento comercial que o CPF cadastrado na campanha seja inserido na nota fiscal.

Quem compra neste mês de dezembro concorre no sorteio de janeiro. Os sorteios sempre levam em conta bilhetes gerados no mês imediatamente anterior.

CADASTRAMENTO

Para quem não está cadastrado na campanha, ainda dá tempo de participar. Para isso, é necessário cadastrar-se no site e preencher um formulário simples, no qual também é preciso escolher até duas entidades filantrópicas, uma da área de saúde e outra da social, com as quais serão compartilhadas todas as notas eletrônicas que forem associadas ao CPF cadastrado.

Leia Mais

BAHIA CRIA 13.800 EMPREGOS COM CARTEIRA ASSINADA EM NOVEMBRO

Setor de supermercados registra saldos de empregos|| Foto Eduardo Peret
Tempo de leitura: 2 minutos

A Bahia gerou 13.881 postos de trabalho com carteira assinada em novembro. No mês passado, foram registradas 53.506 contratações e 39.625 demissões. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados na quarta-feira (23).

No acumulado de janeiro a novembro deste ano, ainda em função da influência do coronavírus, o saldo é negativo de 4.798 postos. A maioria dos setores gerou postos de trabalho com carteira em novembro de 2020.

Os maiores saldos são do Comércio (+8.529 postos), Alojamento e alimentação (+2.298 postos), Informação, comunicação e outras atividades (2.200 postos), Construção (+1.047 postos), Transporte, armazenagem e correio (+973 postos), Outros serviços (+443 postos).

Os segmentos que apresentaram saldo negativo foram agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (-1.393 postos) e Administração pública (-263 postos). Não houve registro de perdas ou criação de novos postos em Serviços domésticos.

Leia Mais

PREVISTO PARA JANEIRO, RECOLHIMENTO DO FGTS VIA PIX É ADIADO

Pix é o pagamento instantâneo brasileiro. O meio de pagamento criado pelo Banco Central (BC) em que os recursos são transferidos entre contas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia. É prático, rápido e seguro.
Tempo de leitura: 2 minutos

O recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por meio do Pix previsto para janeiro foi adiado. A informação foi dada nesta quarta-feira (23) pela chefia da Divisão de Fiscalização do FGTS do Ministério da Economia.

Segundo o órgão, a implementação do novo sistema FGTS Digital, que traria o recolhimento por meio do sistema instantâneo de pagamentos do Banco Central (BC), não se concretizou.

O Ministério da Economia não informou uma nova data para a novidade entrar em vigor.

Na última reunião plenária do Fórum Pix, o diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do Banco Central (BC), João Manoel Pinho de Mello, havia apresentado a previsão para o recolhimento do FGTS via Pix a partir de janeiro.

Na ocasião, foi anunciado um acordo de cooperação técnica com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho para o lançamento FGTS Digital. A nova plataforma pretende centralizar a apuração, a cobrança, o recolhimento e o lançamento das contribuições para o Fundo de Garantia.

Segundo a Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, quando entrar em vigor, o novo sistema reduzirá custos para as empresas. Isso porque os empregadores deixarão de emitir cerca de 70 milhões de guias de recolhimento por ano e poderão acompanhar digitalmente o pagamento e a destinação das contribuições.

Durante o evento, o diretor do Banco Central acrescentou que a utilização do Pix para recolher o FGTS aumenta a concorrência entre as instituições financeiras. Segundo Mello, não será necessário estabelecer convênios entre a empresa e um banco, como ocorre hoje.

EXPANSÃO

O recolhimento de obrigações tributárias e trabalhistas e o pagamento de impostos estão sendo gradualmente transferidos para o novo modelo. Em novembro, o Tesouro Nacional lançou o PagTesouro, plataforma digital de pagamentos integrada ao Pix.

No início de dezembro, a Receita Federal e o Banco do Brasil fecharam um convênio que permite a algumas empresas pagar tributos com um código QR (versão avançada do código de barras) para o sistema Pix.

A novidade foi lançada para as companhias obrigadas a entregar a Declaração de Débitos e de Créditos Tributários Federais, Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos (DCTFWeb).
Com o código QR, bastará o contribuinte abrir o aplicativo do banco, ativar o Pix e apontar o celular para o código, que será lido pela câmera do celular.

No início do próximo ano, a Receita Federal pretende estender a opção às guias de recolhimento do eSocial de empregadores domésticos e microempreendedores e de pagamento do Simples Nacional.

Ao longo de 2021, o Fisco quer incluir o código QR em todos os documentos de arrecadação, por meio dos quais são feitos 320 milhões de pagamentos de tributos por ano.

OPERADORAS SUSPENDEM TEMPORADA DE CRUZEIROS NA COSTA BRASILEIRA NO VERÃO

Tempo de leitura: 2 minutos

Um duro golpe para o trade turístico brasileiro. A operadora MSC decidiu, nesta quarta-feira (23), cancelar seus roteiros de viagens pela costa brasileira na temporada 2020/2021.

Segundo reportagem desta quarta do jornal Folha de São Paulo, a empresa apresenta como motivo para o cancelamento a demora para que os protocolos de segurança dos cruzeiros, que adaptavam o funcionamento do navio à pandemia, fossem aprovados pelas autoridades sanitárias brasileiras. A MSC enviou os protocolos para análise ainda em julho, mas até o momento não obteve resposta final.

Como a companhia aguardava essa aprovação para pôr em prática a logística necessária para a temporada (testes e embarque da tripulação, abastecimento e implementação de protocolos), não haveria tempo hábil para começar as viagens antes de meados de fevereiro — e a temporada da empresa no Brasil estava prevista para terminar em março.

O diretor-geral da MSC no Brasil, Adrian Ursilli, se disse tão desapontados quanto os hóspedes. “Fizemos o nosso melhor para retomar as operações no Brasil com segurança e responsabilidade, assim como fizemos na Europa. Infelizmente, o tempo está contra nós e não tivemos outra opção a não ser cancelar nosso programa de cruzeiros 2020/2021”, disse.

CARTA DE CRÉDITO

No início do mês, a empresa já havia anunciado que a temporada seria mais curta, com início apenas em 16 de janeiro, em vez do final de novembro, também por causa do atraso na aprovação dos protocolos.

Agora, as viagens que seriam realizadas entre 16 de janeiro e 31 de março também estão canceladas.
Passageiros afetados pelo cancelamento da temporada devem procurar a companhia.

Segundo comunicado da MSC, eles vão receber uma carta de crédito para fazer outro cruzeiro com a empresa, no valor da reserva original, que pode ser usada até o final de 2021, para viagens com saídas até 30 de abril de 2022.

Esses viajantes também vão ganhar um crédito que vai de US$ 50 a US$ 200 (ou euros). O valor varia conforme a duração da estadia cancelada e a categoria da cabine.

NAVIOS

Em setembro, a Costa Cruzeiros, outra companhia que atua na temporada brasileira, já havia cancelado todas as suas viagens em território nacional, também alegando dificuldades logísticas com a falta de aprovação dos protocolos sanitários.

“Vimos que não dava para operar navios aqui neste ano porque não tinha um posicionamento claro”, afirmou Dario Rustico, presidente-executivo da Costa para a América do Sul.

A Pullmantur, terceira empresa que operou na temporada 2019/2020, com navio fretado pela CVC, entrou em recuperação judicial e suas viagens já haviam sido canceladas no primeiro semestre.

A MSC confirmou a vinda de quatro navios ao país: Seaside, Prezioza, Splendida e Sinfonia, além de mais um, o Orchestra, que fará embarques em Buenos Aires e virá ao Brasil.

Os navios de cruzeiro devem voltar a fazer viagens pela costa brasileira apenas em novembro de 2021, quando se inicia a temporada 2021/2022.

A Costa trará dois navios, o Favolosa e o Toscana, que está em construção e fará sua viagem inaugural no país, no Réveillon de 2022.

Back To Top