skip to Main Content
15 de julho de 2020 | 03:13 pm

ILHÉUS: PRÉ-CANDIDATURA DE VALDERICO JÚNIOR É PRIORIDADE ABSOLUTA DO DEM, AFIRMA AZI

Valderico e o presidente estadual do DEM, Paulo Azi: prioridade
Tempo de leitura: < 1 minuto

Presidente do Diretório do DEM na Bahia, o deputado federal Paulo Azi apontou a pré-candidatura de Valderico Júnior como uma prioridade absoluta do partido. Valderico Júnior é um dos nomes que disputam a Prefeitura de Ilhéus em 2020. Segundo Azi, Valderico Júnior “se encaixa perfeitamente” dentre as prioridades do DEM. “Valderico é um jovem empreendedor de sucesso na sua carreira”.

Segundo Azi, o nome do Democratas na corrida sucessória em Ilhéus “se consolida a cada dia” e o município sul-baiano, “por sua importância histórica, terá toda a atenção dos democratas”. O dirigente estadual do DEM disse que a Valderico Júnior “não vai faltar apoio” para que “possa vencer as eleição. “Nós temos absoluta confiança de que ele fará em Ilhéus tudo aquilo que ACM Neto está fazendo em Salvador”, disse Azi.

ILHÉUS: PTC FECHA COM VALDERICO JÚNIOR

Jorge Farias e Valderico Júnior selam aliança eleitoral
Tempo de leitura: < 1 minuto

O PTC deixou a base de apoio ao prefeito Mário Alexandre (PSD) para apoiar a pré-candidatura do empresário Valderico Júnior (DEM) na sucessão municipal ilheense. A aliança foi fechada nesta segunda (6).

Ao deixar a base e fechar com a oposição, o presidente do PTC, Jorge Farias dos Santos, disse que o governo municipal não prestigiou o partido. “O PTC não estava sendo respeitado, não tinha voz”, explicou.

Valderico Júnior comemorou a aliança com mais um partido para o arco de alianças. “A chegada do PTC motiva ainda mais todo o nosso grupo”, afirmou. O novo partido, porém tem pouca expressão no cenário nacional. No sul da Bahia, o partido tem como principal nome o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes.

CONGRESSO PROMULGA, NESTA TERÇA, EMENDA QUE ADIA ELEIÇÕES DE 2020

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Congresso Nacional promulgará, nesta quinta (2), emenda constitucional que adiará para novembro as eleições municipais de 2020. Com a mudança no calendário, o primeiro turno ocorrerá no dia 15 e o segundo turno no dia 29 de novembro. A PEC do Adiamento das Eleições foi aprovada pela Câmara dos Deputados nesta quarta (1º), após ter sido votada no Senado Federal.

O presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre, anunciou para as 10h desta quinta a promulgação da emenda que adia as eleições municipais devido à pandemia da covid-19. Originalmente, o pleito ocorreria em 4 de outubro.

Segundo o texto aprovado, até 16 de setembro, os partidos devem escolher os candidatos por meio das convenções e, até 26 de setembro, serão aceitos os registros dos candidatos. Também em 26 de setembro, está autorizado o início da propaganda eleitoral, inclusive na internet. Até 27 de outubro, as legendas deverão detalhar os gastos com o Fundo Partidário e, até 15 de dezembro, prestar contas ao TSE.

O texto aprovado permite ainda a realização, no segundo semestre deste ano, de propagandas institucionais relacionadas ao enfrentamento da pandemia de coronavírus, resguardada a possibilidade de apuração de eventual conduta abusiva, nos termos da legislação eleitoral.

ACORDO PARA ADIAR ELEIÇÕES DE 2020 AINDA ESTÁ DISTANTE, AFIRMA RODRIGO MAIA

Rodrigo Maia diz que acordo sobre eleições está ainda distante
Tempo de leitura: 2 minutos

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (29) que ainda está longe de um acordo para votar na Casa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20, que adia as eleições municipais deste ano, previstas para outubro, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

O texto, aprovado na semana passada no Senado, prevê que o pleito seja realizado nos dias 15 e 29 de novembro, em vez das datas oficiais de 4 e 25 de outubro.

Rodrigo Maia disse que está trabalhando para que haja consenso para votar a matéria até quarta-feira (1°). “É importante que a Câmara tome a sua decisão. Estamos dialogando para construir o apoio necessário, até a unanimidade, para que a gente possa votar, mas ainda estamos longe disso. A nossa intenção é, com diálogo, chegar até quarta-feira (1º) a uma solução para esse problema”, disse durante coletiva ao lado do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, e do deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), depois de uma reunião reservada.

Maia, que defende o adiamento do pleito, lembrou que pelo atual calendário eleitoral, o dia 4 de julho já impõe uma série de restrições nas condutas de agentes públicos e servidores que podem afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais.

“A decisão de votar a PEC precisa acontecer essa semana, até porque temos o prazo de 4 de julho, que é muito importante. São milhares de servidores públicos que pretendem disputar a eleição, certamente muitos na área da saúde, que precisam da informação para tomar a sua decisão”, disse.

Leia Mais

IBICARAÍ: AVANTE FAZ EVENTO VIRTUAL PARA INAUGURAR ESCRITÓRIO E APRESENTAR PRÉ-CANDIDATOS

Joadson, do Avante: palestras e apresentação de pré-candidatos em inauguração virtual
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Avante vai inaugurar sede do partido em Ibicaraí, no sul da Bahia, nesta quarta (10). O presidente da sigla no município, Joadson Evangelista, ex-secretário de Agricultura de Ibicaraí, a inauguração será virtual, às 16h, por videoconferência.

– O ato da inauguração seguirá as orientações da OMS e as recomendações das autoridades do nosso país de não aglomerar público devido a pandemia do Covid19 – disse ele.

O ato será transmitido em videoconferência pela plataforma Zoom. Dela, vão participar o advogado do Avante em Salvador, David Lucas, e o contador Sóstenes Teles da Silva. Ambos vão debater legislação eleitoral.

O partido aproveitará o ato para apresentar os seus pré-candidatos ao legislativo. “Vamos discutir ideias e trabalhar em consonância com os anseios da população”, afirma Joadson.

ITAPÉ: EMPRESÁRIO CONSEGUE R$ 125,5 MIL PARA O COMBATE À COVID-19

Prefeito Naeliton com André da Pedreira União e a emenda para combate à covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

O empresário André Jatobá, da Pedreira União, conseguiu articular emenda que garantiu ao município de Itapé, no sul da Bahia, R$ 121.545,35 para o combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O recursos foi garantido pelo deputado federal Bacelar, presidente estadual do Podemos. O dinheiro já caiu na conta do município em maio.

Em abril, André da Pedreira União, como é mais conhecido, filiou-se ao Podemos e assumiu a direção do partido em Itapé, após aceitar convite do deputado Bacelar e do vereador Elinho de Buerarema.

Com a filiação ao Podemos e a articulação que garantiu dinheiro ao município, o empresário se fortaleceu politicamente. Agora, é apontado como dos principais nomes para compor a chapa do prefeito Naeliton Rosa Pinto (PP), que é candidato à reeleição.

André diz que, independente de integrar ou não a chapa, poderá colaborar ainda mais por Itapé. Outros nomes cogitados para a vice de Naeliton são, por enquanto, o ex-prefeito Pedrão e Geraldo da Granja.

PROPOSTA FLEXIBILIZA DESINCOMPATIBILIZAÇÃO DE CANDIDATOS DURANTE A PANDEMIA

Félix propõe flexibilizar exigência de desincompatibilização para profissionais da saúde
Tempo de leitura: < 1 minuto

O deputado federal e presidente do PDT na Bahia, Félix Jr, apresentou projeto de lei complementar (PLC 149/2020) que autoriza, no período de enfrentamento à pandemia da Covid-19, que agentes políticos e servidores públicos da área da saúde não precisem se desincompatibilizar das funções públicas até o dia das eleições se desejarem concorrer a cargos de vereador, prefeito e vice-prefeito. A proposta apresentada pelo pedetista flexibiliza excepcionalmente as exigências da Lei Complementar 64/1990, que estabelece os prazos para que candidatos deixem os cargos antes de disputarem as eleições.

– A desincompatibilização afastaria os profissionais da saúde dos seus locais de trabalho, em plena pandemia, o que geraria indubitável potencial de agravar a saúde pública brasileira, atualmente marcada pela escassez de tais profissionais e pela pandemia, conforme amplamente divulgado pela imprensa – justificou Félix.

A flexibilização valeria somente para as eleições municipais deste ano, observa, ressaltando a necessidade de “considerar a importância dos profissionais da saúde, servidores do Ministério e das Secretarias de Saúde, bem como dos agentes políticos que atuam diretamente no enfrentamento à pandemia”.

O deputado ainda complementou: “Há necessidade crescente de mais profissionais em decorrência dos altos índices de contaminação e afastamento destes, demandando do sistema de saúde pública brasileiro, em todas as esferas a suspensão de abonos, licenças e férias”.

Félix apontou como exemplo negativo as duas trocas de ministros da Saúde em menos de 40 dias realizados durante a pandemia. “A troca de Henrique Mandetta por Nelson Teich e depois a saída deste e a colocação de um ministro interino prejudicaram muito a adoção das medidas de combate à pandemia. Não é razoável admitir que secretários também sejam afastados, bem como médicos e outros profissionais de saúde, quando necessitamos de uma atuação contínua desses profissionais e agentes políticos”, ponderou.

SECRETÁRIOS CIBELE CARVALHO E BRUNO DAUSTER DEIXAM GOVERNO BAIANO

Cibele Carvalho e Bruno Dauster deixam Governo Rui Costa
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os secretários Cibele Carvalho (Relações Institucionais) e Bruno Dauster (Casa Civil) deixaram o governo baiano nesta quinta (4). Cibele vai disputar a Prefeitura de Rafael Jambeiro, razão pela qual pediu exoneração. Hoje é o último prazo para desincompatibilização de secretários que desejem disputar governos municipais em 2020.

Bruno Dauster alegou motivos pessoas, de acordo com o governo. Na carta de exoneração, Dauster agradece a oportunidade e afirma sempre ter lutado pela construção de uma sociedade mais igual e democrática. Dauster finaliza a carta colocando-se à disposição do Governo da Bahia para defender projetos que gerem emprego e desenvolvimento para o estado.

O governador Rui Costa ainda não anunciou os nomes que substituirão Cibele e Dauster.

ITABUNA: SON GOMES DEIXA GOVERNO PARA DISPUTAR PREFEITURA

Son deixa governo para disputar sucessão de Fernando
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um dia após ter sido anunciado pelo tio Fernando Gomes como pré-candidato a prefeito de Itabuna, o secretário Dinailson Oliveira deixou a Secretaria de Administração. Ele disputará a sucessão municipal pelo PRB. A exoneração do cargo foi publicada no Diário Oficial do Município.

Segundo o secretário, a desincompatibilização ocorre para cumprir os prazos da justiça eleitoral, que determina a saída de cargos públicos quatro meses antes do pleito. Por meio de sua assessoria, ele reafirmou que, “no momento as atenções não estão voltadas para a sucessão municipal, mas sim para o combate a Covid-19”.

A saída de Son Gomes já era esperada, assim como a do policial militar Valci Serpa, que deixou a Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito (Sesttran).

RODRIGO CARDOSO RETIRA PRÉ-CANDIDATURA A PREFEITO; PC DO B PODE APOIAR MARÃO

Rodrigo Cardoso retira pré-candidatura a prefeito de Ilhéus
Tempo de leitura: 3 minutos

Um dos principais nomes do PCdoB de Ilhéus e do sindicalismo regional, Rodrigo Cardoso retirou a sua pré-candidatura a prefeito de Ilhéus. A decisão foi informada por meio de nota pública, nesta manhã de quinta (4). A pré-candidatura à sucessão do prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), havia sido aprovada em conferência do partido no final de outubro do ano passado.

Rodrigo diz que dialogava com os seus pares há algumas semanas quanto à necessidade de reavaliar a tática eleitoral. “Penso que é necessário concentrar esforços na organização de ações de solidariedade, no debate sobre as políticas públicas e na luta por unidade da resistência democrática, tarefas que, particularmente, posso exercer melhor enquanto cidadão, militante social e político do que como pré-candidato a prefeito”, justificou.

PCdoB E O APOIO A MARÃO

O caminho mais natural do partido depois da desistência de Rodrigo será o apoio à reeleição do prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), que é da base do governador Rui Costa, disse ao PIMENTA o presidente do diretório ilheense do PCdoB, Josenaldo Cerqueira, Jô. “Estamos conversando com quem apoia a base do governador Rui Costa e é contra a política de Bolsonaro”.

Jô afirmou que não está descartado o apoio do PCdoB ao prefeito Mário Alexandre. “Não descartamos. Estamos saindo da oposição ao governo do município. Agora é importante ajudar a salvar vidas com esta pandemia no município. Temos de ter responsabilidade [diante da crise de saúde provocada pela pandemia]. Se os partidos não ajudarem na crise de saúde, o governo sozinho não sai”, disse Jô. Abaixo, confira a íntegra da nota de desistência de Rodrigo Cardoso.

Leia Mais
Back To Top