skip to Main Content
14 de julho de 2020 | 02:39 pm

ILHÉUS: SEBRAE RETOMA ATIVIDADES COM EVENTOS ONLINE GRATUITOS

Atividades online gratuitas marcam retomada do Sebrae
Tempo de leitura: < 1 minuto

No mês de julho, os empresários da região sul voltam a contar com as atividades mensais oferecidas pelo Sebrae em Ilhéus. Para a retomada, está prevista uma programação inteiramente gratuita e 100% on-line, através da plataforma Zoom. As inscrições poderão serão ser feitas pelo Sympla.

Para dar início, na quinta-feira (9) acontece palestra exclusiva para o setor de turismo para apresentação e detalhamento do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), nova linha de crédito oferecida pela Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia).

As atividades da Sexta da Oportunidade retornam na próxima sexta (10), voltada para quem deseja abrir um novo negócio. Também serão dadas dicas e orientações de como planejar um novo empreendimento. Já no dia 16, ocorrerá a palestra “Controles Financeiros Básicos para Pequenos Negócios”.

Para os que ainda pretendem empreender, no dia 22, será realizada a palestra “Como Formalizar o Meu Negócio”. A programação encerra no dia 30 e o encontro será sobre “Como Preparar a sua Empresa para o Crédito”.

As vagas oferecidas pelo Sebrae em Ilhéus são limitadas. Mais informações e inscrições podem ser adquiridas através dos telefones (73) 99974-2262 ou (73) 99974-2263.

SEMANA SEBRAE

Além dessa programação, de 27 a 31/07 acontece a Semana Sebrae de Capacitação Empresarial com vagas para todo o estado e totalmente gratuita. Para se inscrever, basta acessar o site www.semanasebrae.com.br.

AZUL VOLTA A OPERAR EM ILHÉUS E VITÓRIA DA CONQUISTA EM AGOSTO

Azul volta a operar em Ilhéus e Conquista em agosto || Foto Pimenta/Arquivo
Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Jornal Bahia Online

A Azul deve operar 303 voos diários em agosto. Com o incremento de frequências, oito cidades no país voltarão a receber voos da companhia, duas delas estão na Bahia (Vitória da Conquista e Ilhéus). A venda de passagens já começou nos canais oficiais da companhia.

A partir do dia 3 de agosto, Vitória da Conquista terá voos diretos para Campinas, em São Paulo, com frequências às segundas, quartas, sextas e domingos. Já Ilhéus terá voos às terças, quintas, sextas e sábados para Belo Horizonte, Minas Gerais, a partir de 18 de agosto. Essas operações serão cumpridas com aeronaves modelo Embraer E1, com capacidade para até 118 clientes.

Além das duas cidades baianas, outras seis bases serão reabertas, as de Dourados (MS), Presidente Prudente (SP), Campina Grande (PB) e Governador Valadares (MG), no dia 3, Juiz de Fora (MG), dia 17, e Joinville (SC), no dia 18 de agosto. Clique e confira a íntegra no JBO.

FUNDADOR DA RICARDO ELETRO, FILHA E IRMÃO SÃO PRESOS POR SONEGAÇÃO FISCAL

Ricardo Nunes foi preso em operação nesta quarta || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 3 minutos

Policiais civis, auditores-fiscais da Receita e três promotores de Justiça de Minas Gerais saíram às ruas de quatro cidades mineiras e de São Paulo nas primeiras horas da manhã de hoje (8) para cumprir três mandados judiciais de prisão e 14 mandados de busca e apreensão expedidos contra empresários investigados por sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Entre os principais alvos da investigação está o fundador da rede varejista Ricardo Eletro, Ricardo Nunes, detido em São Paulo. A filha mais velha do empresário, Laura Nunes, e um irmão também são alvo da Operação Direto com o Dono. Um segurança que tentou impedir a ação policial também foi detido pelo crime de desobediência.

Segundo o Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG), os investigados são suspeitos de sonegar, ao longo de mais de cinco anos, cerca de R$ 400 milhões em impostos estaduais, como o ICMS. De acordo com promotores que participam da operação conjunta, além dos valores sonegados aos cofres públicos mineiros, a Ricardo Eletro tem “dívidas vultosas em praticamente todos os estados onde possui filiais [lojas]”.

De acordo com o Ministério Público, “o inquérito corre sob sigilo, mas as provas já colhidas denotam a participação efetiva deste alvo na administração da empresa. Há inúmeros indícios de que esta administração fática ainda é realizada pelo alvo principal da operação”.

Expedidos pela Vara de Inquéritos de Contagem, os mandados de prisão e de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Belo Horizonte, Contagem, Nova Lima, em Minas Gerais, e nas cidades de São Paulo e Santo André (SP).

A fim de garantir o ressarcimento dos prejuízos aos cofres mineiros, a Justiça também determinou o sequestro ao equivalente a R$ 60 milhões em bens imóveis atribuídos a Ricardo Nunes – ainda que muitos deles, segundo os promotores responsáveis pelo caso, estejam registrados em nome de parentes do empresário. De acordo com o Ministério Público, a medida é necessária pois a Ricardo Eletro encontra-se em situação de recuperação extrajudicial, “sem condições de arcar com suas dívidas, já tendo fechado diversas unidades e demitido dezenas de trabalhadores”.

No total, a Operação Direto com o Dono mobiliza três promotores de Justiça, 60 auditores-fiscais da Receita estadual, quatro delegados e 55 investigadores da Polícia Civil.

RICARDO ELETRO

Em nota, a Ricardo Eletro informou que Ricardo Nunes e familiares não fazem parte do seu quadro de acionistas e nem mesmo da administração da companhia desde 2019.

“A Ricardo Eletro pertence a um fundo de investimento em participação, que vem trabalhando para superar as crises financeiras que assolam a companhia desde 2017, sendo inclusive objeto de recuperação extrajudicial devidamente homologada perante a Justiça, em 2019”, diz a nota.

A Ricardo Eletro esclareceu que “a operação realizada hoje (8) pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), pela Receita Estadual e pela Polícia Civil, faz parte de processos anteriores a gestão atual da companhia e dizem respeito a supostos atos praticados por Ricardo Nunes e familiares, não tendo ligação com a companhia”.

Leia Mais

PANDEMIA: MICRO E PEQUENAS EMPRESAS RECLAMAM QUE CRÉDITO NÃO TEM CHEGADO

Tempo de leitura: 3 minutos

As dificuldades de micro e pequenas empresas em conseguir acesso ao crédito oferecido pelos bancos, a partir da pandemia do novo coronavírus, foi exposta nesta terça-feira (7) por entidades à comissão mista do Congresso que analisa as ações do governo no enfrentamento da covid-19.

Segundo presidente da Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e dos Empreendedores individuais (Conampe), Ercílio Santinone, cerca de 50% desse público não têm conta bancária em nome da entidade ou da empresa. “Eles trabalham com a sua conta bancária pessoal. E outros nem pessoalmente têm conta bancária porque, em função de qualquer contratempo, perderam o seu crédito, foram negativados e ficaram sem condições de operar qualquer atividade bancária – às vezes, uma caderneta de poupança, e, às vezes, ainda, essa poupança está em nome da esposa ou de um filho para que não seja bloqueado o pouco de recursos que consegue colocar nessa conta bancária em função de tributos que nem sempre conseguiram pagar.”

Ainda segundo presidente da Conampe, a pandemia do novo coronavírus mostrou “as mazelas do segmento, como a evidência de que falta tradição em operações bancárias”. “Estamos vendo ainda que toda essa linha de crédito não conseguiu chegar à microempresa ou ao MEI [microempreendedor individual]”, disse Santinoni.

Segundo ele, o crédito tem chegado à pequena empresa ou a que tem “um pouco mais de faturamento” e possui tradição bancária e não tem sócios no negativo. “Então, foi feita uma seleção de pequenas empresas que já operavam com o banco e essas conseguiram acessar o crédito. Aquelas que não operavam com o banco ou que não tinham tradição, não tinham feito empréstimos, não tinham limite pré-aprovado, essas não têm conseguido os recursos”, afirmou Santinoni.

CRÉDITO NAS COOPERATIVAS

Pelas cooperativas, Ênio Meinen, da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), destacou que na comparação do intervalo de abril a junho deste ano, período agudo da pandemia, com o mesmo intervalo de 2019, a carteira de crédito das cooperativas para esse público teve uma expansão próxima de 30%. “A explicação basicamente tem a ver com o fato de os empresários reunirem uma dupla condição: eles são clientes e donos ao mesmo tempo das cooperativas. Essa circunstância, além de facilitar o acesso ao crédito – conforme eu já falei –, também desonera substancialmente esses associados, donos dos empreendimentos, com relação a custos de abertura de crédito, custos com seguros e tarifas”, destacou.

Apesar disso, o representante da OCB lamentou que apenas 10% dos empreendedores têm batido às portas das cooperativas para procurar crédito nesse período. As cooperativas, afirmou, respondem hoje por 10% do crédito total destinado ao pequeno negócio no Brasil e há um potencial evidentemente de expandir essa representatividade.

“É fundamental, dado especialmente o tempo que as instituições levaram para colocar no ar, enfim, fazer adaptação dos seus sistemas operacionais e seus sistemas tecnológicos, que haja prorrogação do Pese [Programa Emergencial de Suporte a Empregos], é uma proposta que já está em discussão no âmbito da conversão em lei da Medida Provisória”, lembrou Menien.

OUTRO LADO

O diretor de Fiscalização do Banco Central, Paulo Sérgio Neves de Souza, garantiu que o crédito vai começar a chegar para as micro e pequenas empresas brasileiras a partir da segunda quinzena de julho. “Os bancos privados têm todo o interesse em emprestar. Com os programas de risco compartilhado, a sociedade vai perceber o crédito chegando a partir da segunda quinzena de julho”.

Souza disse ainda que os bancos demonstraram “aversão” à concessão de empréstimos para microempresas a partir do mês de maio e, por isso, o incentivo ao crédito passou a depender da atuação do estado. “Esse arrefecimento é natural e decorre da ampliação da aversão ao risco por parte das instituições financeiras. Diante desse quadro, o novo impulso ao crédito passa a depender de um esforço fiscal por parte do estado, assumindo ou compartilhando o risco com as instituições financeiras”, destacou.

O diretor do Banco Central avaliou que a partir deste mês os Programas Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) e o Emergencial de Acesso ao Crédito – conhecido como FGI – devem ganhar força e começar a trazer mais resultados.

O diretor também comparou a crise econômica provocada pela covid-19 à enfrentada pelo mundo em 2008. De acordo com ele, todas as medidas tomadas pelo Banco Central para garantir a liquidez já impulsionaram em R$ 175 bilhões o mercado de crédito. “Os esforços das medidas de liquidez e de crédito são compatíveis com a severidade da atual crise. Em três meses já implementamos o total do realizado na crise financeira internacional de 2008. Nosso esforço monetário e fiscal é incomparável com o de outros países emergentes e supera grande parte do de países avançados”, disse.

COMÉRCIO DE ITABUNA SERÁ REABERTO NA QUINTA, MAS SEM CIRCULAÇÃO DE ÔNIBUS

Comércio de Itabuna será reaberto na quinta
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Fernando Gomes confirmou, na noite desta terça-feira (7), que o comércio de Itabuna será reaberto na quinta-feira (9), como tinha anunciado na semana passada. De acordo com o prefeito, a manutenção dos estabelecimentos abertos dependerá do comportamento dos lojistas, que precisarão seguir uma série de medidas para tentar evitar a contaminação comunitária pelo novo coronavírus.

Fernando Gomes adiantou que as normas para a reabertura do comércio local serão duras. Segundo ele, caso as medidas, que ainda serão publicadas no Diário Oficial do município, não sejam seguidas pelos empresários,  as lojas serão novamente fechadas.  “Espero que os comerciantes cumpram o decreto que estamos fazendo para que o povo tenha tranquilidade e possa voltar a sua vida normal (sic)”, disse em vídeo gravado na noite de hoje.

O prefeito informou ainda que, numa tentativa de evitar aglomerações no centro da cidade, ônibus do transporte coletivo não voltam a funcionar  nesse primeiro momento.  O comércio de Itabuna está fechado desde março, quando foram confirmados os primeiros casos de novo coronavírus no municípios  que, por causa da crise gerada pela pandemia, perdeu dezenas de empresas.

CAIXA DEPOSITA SAQUE EMERGENCIAL DO FGTS PARA NASCIDOS EM FEVEREIRO

Caixa antecipa data de saque de auxílio para cadastro tardio
Tempo de leitura: 2 minutos

A Caixa inicia, nesta segunda-feira (29), o pagamento do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores nascidos em fevereiro. O novo saque tem como objetivo enfrentar o estado de calamidade pública em razão da pandemia da covid-19. No total, serão liberados, de acordo com todo o calendário, mais de R$ 37,8 bilhões para aproximadamente 60 milhões de trabalhadores.

O pagamento do saque emergencial será realizado por meio de crédito na Conta Poupança Social Digital, aberta automaticamente pela Caixa em nome dos trabalhadores. O valor do saque emergencial vai até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas as contas ativas ou inativas com saldo no FGTS.

O pagamento será realizado conforme calendário a seguir:

Mês de nascimento Dia do crédito na conta poupança social digital data para saque em espécie
fevereiro 06 de julho 08 de agosto
março 13 de julho 22 de agosto
abril 20 de julho 05 de setembro
maio 27 de julho 19 de setembro
junho 03 de agosto 03 de outubro
julho 10 de agosto 17 de outubro
agosto 24 de agosto 17 de outubro
setembro 31 de agosto 31 de outubro
outubro 08 de setembro 31 de outubro
novembro 14 de setembro 14 de novembro
dezembro 21 de setembro 14 de novembro

O calendário foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador e contém dados que correspondem a valores de crédito na conta de armazenamento digital social, quando os recursos podem ser usados ​​em estatísticas eletrônicas, além de dados a partir de quando os recursos disponíveis estão disponíveis para saque em espécie ou transferência para outras contas.

Caso não haja movimentação na conta de economia social digital até 30 de novembro deste ano, o valor será devolvido à conta do FGTS com devida remuneração do período, sem prejuízo para o trabalhador. Se após esse prazo, o trabalhador decidir fazer a emergência, poderá solicitar pelo Aplicativo FGTS até 31 de dezembro de 2020.

A Caixa disponibiliza os seguintes canais de atendimento para informações sobre o saque emergencial do FGTS – site fgts.caixa.gov.br -, Telefone 111 – opção 2, Internet Banking Caixa e APP FGTS.

CVC APONTA BAHIA ENTRE OS DESTINOS MAIS PROCURADOS NO PÓS-PANDEMIA

Opção pelo turismo doméstico beneficiará municípios como Itacaré, no sul do estado || Foto José Martins
Tempo de leitura: < 1 minuto

Executivos da CVC apontaram a Bahia como um dos destinos mais procurados no Brasil no período que acreditam ser o pós-pandemia de covid-19. A avaliação foi divulgada durante reunião, organizada pela empresa, para avaliação da retomada do turismo nacional.

Para a agência,  a Bahia oferece diversidade de atrativos e este é o momento de potencializar essa vocação turística, considerando que a retomada se dará a partir do contato com a natureza, que, na “Bahia, sobra”. Das procuras por viagens na CVC, observam, 85% é pelo turismo doméstico.

O secretário de Turismo da Bahia, Fausto Franco, ressaltou a importância de uma retomada com segurança, com cuidado e gradativamente, “para não precisarmos voltar atrás, como está acontecendo em alguns lugares”. Ele acrescentou que “a Bahia é um estado muito grande, com uma diversidade e especificidade muito variada nas suas 13 zonas turísticas, que tem que ser levado em consideração”.

STANDARD & POOR´S MANTÉM GRAU “A” DE INVESTIMENTO PARA O SHOPPING JEQUITIBÁ

Manoel Chaves Neto, diretor-geral do Shopping Jequitibá
Tempo de leitura: < 1 minuto

A agência de classificação de risco de crédito (rating) Standard & Poor´s, uma das mais conceituadas do mundo, anunciou a manutenção do grau BR A de investimento do Shopping Jequitibá, de Itabuna, no sul da Bahia. O grau BR A significa alta capacidade e credibilidade na captação de recursos para novos investimentos de longo prazo. O grau A de investimento havia sido obtido no ano passado (relembre aqui).

A manutenção do grau de investimento é vista como reconhecimento à eficiência da gestão do centro de compras, lazer e serviços do sul da Bahia. Embora com as atividades suspensas por causa da pandemia da Covid 19, o shopping se consolidou nos últimos anos como o principal centro comercial e de prestação de serviços/lazer do sul da Bahia. A gestão tem focado na eficiência administrativa, atração de novos negócios e diversificação do mix de lojas.

De acordo com o diretor do Shopping Jequitibá, Manoel Chaves Neto, “este rating tem um significado extremamente importante para todo nosso time de colaboradores e parceiros. “Porque credencia a competência da nossa administração, da estruturação das alternativas de novos canais de vendas, da sólida consolidação dos nossos lojistas e capacidade de pagamento de longo prazo”, disse Neto.

“Fico muito grato aos que acreditam e investem no Jequitibá e, principalmente, junto conosco, podermos mostrar para o Brasil e o mundo que Itabuna e o sul da Bahia tem na sua essência empreendedores, lojistas, bons pagadores, honestos e competentes”, disse Neto.

URUÇUCA: PREFEITURA DECRETA REABERTURA GRADUAL DO COMÉRCIO

Uruçuca decreta reabertura gradual do comércio a partir de hoje (3)
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Uruçuca decretou a reabertura gradual e retorno ao funcionamento das indústrias e parcialmente do comércio e estabelecimentos específicos a partir desta sexta-feira (3). O prefeito Moacyr Leite Júnior considerou a necessidade de buscar o retorno à normalidade após declaração de emergência de saúde pública e o dever de reduzir eventuais prejuízos socioeconômicos.

Foi considerado, também, a deliberação do comitê de enfrentamento à Covid-19 pela flexibilização dos serviços e comércio de forma organizada, sobretudo após o lockdown ocorrido no período de 11 a 16 de junho.

O decreto determina que cada segmento da atividade comercial deverá seguir a data específica para funcionamento, de acordo com a fase de reabertura em que estiver inserido, sendo cada fase avaliada a cada 15 dias após início da fase anterior.

Os estabelecimentos deverão assinar termo de responsabilidade, ficando cientes de que deverão cumprir protocolos específicos, sob pena de responsabilidade em caso de descumprimento de acordo com decretos anteriores.

A Prefeitura de Uruçuca deverá informar, em suas redes sociais, de como e quando cada segmento comercial poderá voltar a funcionar.

AUXÍLIO EMERGENCIAL TERÁ MAIS DUAS PARCELAS DE R$ 600,00

Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente Jair Bolsonaro assinou na tarde desta terça-feira (30) o decreto que prorroga, por mais dois meses, o auxílio emergencial de R$ 600, destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda durante a pandemia da covid-19. Com isso, cerca de 65 milhões de pessoas que tiveram o benefício aprovado receberão mais duas parcelas, no mesmo valor.

“Obviamente, isso tudo não é apenas para deixar a economia funcionando, viva, mas dar o sustento para essas pessoas. Nós aqui que estamos presentes sabemos que R$ 600 é muito pouco, mas para quem não tem nada é muito”, afirmou Bolsonaro em discurso no Palácio do Planalto.

A solenidade de prorrogação do programa foi acompanhada pelos presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado Federal, Davi Alcolumbre. Diversos ministros, além do vice-presidente, Hamilton Mourão, também participaram da cerimônia. Veja a íntegra do evento:

Back To Top