skip to Main Content
4 de abril de 2020 | 01:24 pm

MINISTRO DO STF NEGA PEDIDO DE PRISÃO DOMICILIAR PARA GEDDEL

Geddel teve pedido negado pelo ministro Fachin, do STF || Foto Pedro Ladeira/Folhapress
Tempo de leitura: < 1 minuto

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou hoje (30) pedido de prisão domiciliar ao ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira Lima, que possui doenças crônicas, como alegou a defesa, fazendo parte de grupo de alto risco para o novo coronavírus. Geddel foi condenado por lavagem de dinheiro e associação criminosa com a apreensão de R$ 51 milhões encontrados em caixas e malas em um apartamento emprestado a ele.

O ministro Fachin disse ter recebido informações da prisão onde Geddel cumpre pena e que o ex-ministro encontra-se em cela individualizada e o juiz responsável pela execução da condenação informou que medidas foram tomadas para evitar transmissão local de coronavírus na prisão.

Fachin também ordenou que sejam intimadas as partes interessadas para se manifestarem em relação ao destino dos R$ 51 milhões. A Procuradoria-Geral da República defende que o valor seja empregado no combate ao novo coronavírus. Redação com informações do Poder360.

ILHÉUS: PROFESSORES APONTAM CONTRADIÇÃO DE MARÃO, QUE DEMITIU 268 SERVIDORES

Dirigentes da APPI apontam contradição de Marão, que demitiu 268 servidores
Tempo de leitura: 2 minutos

Numa nota pública dura, a Associação dos Professores Profissionais de Ilhéus (APPI) diz que o prefeito Mário Alexandre, Marão, ao falar de seu empenho para assegurar o emprego de rodoviários demitidos pela ViaMetro, comete contradição e esquece o que fez com 268 servidores públicos em 2019.

A direção da APPI reforça ser entidade defensora do emprego. “Mas de TODOS os empregos”, acrescenta. Os dirigentes da Associação dos Professores também lembra que assinou nota de repúdio às demissões de trabalhadores da ViaMetro, do Grupo Brasileiro. “O que defendemos é que os nossos representantes políticos não usem o critério de dois pesos e duas medidas, priorizando a defesa dos interesses pessoais, em detrimento ao coletivo”, ressaltam.

E acrescentam:

– O prefeito que luta pela segurança e proteção de trabalhadores de empresas privadas, não teve o mínimo receio, nem tampouco nenhum tipo de solidariedade, com servidores que hoje vivem da ajuda sincera do povo de Ilhéus, recebendo cestas básicas mensais que garantem o prato na mesa de sua família.

Marão é criticado por demitir 268 servidores em 2019|| Foto Pimenta

Abaixo, a íntegra da nota.

Ao tornar público seu empenho para garantir o emprego dos 30 trabalhadores do sistema de transporte, recém-demitidos pelas empresas concessionárias do serviço, o prefeito de Ilhéus comete uma lamentável contradição. O discurso de hoje é um contrassenso ao gesto de ontem.

Quem hoje defende o emprego como uma importante conquista do trabalhador e como instituição mantenedora da sobrevivência da família, é o mesmo que, em janeiro de 2019, decretou um afastamento em massa na Prefeitura de Ilhéus, deixando 268 pais e mães de família, todos com mais de 30 anos de serviço público, sem chão, abandonados e sem direito a absolutamente nada, após dedicarem parte da vida ao serviço público.

Importante salientar: Somos defensores do emprego. Mas de TODOS os empregos. A APPI/APLB, inclusive, assinou a nota de repúdio da CTB contra as demissões dos trabalhadores da empresa Viametro, concessionária do serviço público de transporte coletivo municipal que promoveu a demissão de 100 trabahadores (as) no dia 24 de março. O que defendemos é que os nossos representantes políticos não usem o critério de dois pesos e duas medidas, priorizando a defesa dos interesses pessoais, em detrimento ao coletivo.

Lamentável que o prefeito Mário Alexandre, neste momento tão delicado da vida de todos os ilheenses, utilize-se do discurso eleitoreiro e esqueça que lá atrás não se comportou como um gestor preocupado com os seus próprios servidores.

A solidariedade de hoje não sensibilizou a atitude de ontem. O prefeito que luta pela segurança e proteção de trabalhadores de empresas privadas, não teve o mínimo receio, nem tampouco nenhum tipo de solidariedade, com servidores que hoje vivem da ajuda sincera do povo de Ilhéus, recebendo cestas básicas mensais que garantem o prato na mesa de sua família.

É como disse o advogado e jurista baiano Rui Barbosa: “Eu não troco a justiça pela soberba. Eu não deixo o direito pela força. Eu não esqueço a fraternidade pela tolerância. Eu não substituo a fé pela superstição, a realidade pelo ídolo”.

NELSON LEAL: BOLSONARO NEGA A CIÊNCIA E “BRINCA COM A VIDA DAS PESSOAS”

Nelson Leal ainda elogiou trabalho conjunto de Prefeitura e Estado em Salvador || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

Presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Nelson Leal (PP), exaltou, na manhã deste domingo (29), o que classificou como ‘maturidade e união’ de governo do Estado e Prefeitura de Salvador na adoção de medidas de combate ao novo coronavírus na capital. Para ele, Salvador “vai ganhar a guerra contra a Covid-19, com a participação da sociedade e o respeito à ciência que os governantes têm demonstrado.

O parlamentar estadual ressaltou que a pandemia da Covid-19 é a maior crise sanitária já enfrentada pelo planeta nos últimos 100 anos. “Somente comparada à gripe espanhola, que devastou o mundo pós Primeira Grande Guerra (1914 – 1918), especialmente a Europa, deixando um rastro de quase 90 milhões de mortes, com 30 mil vidas ceifadas apenas no Brasil”, disse Leal.

Nelson Leal exaltou a postura dos governos de Salvador e da Bahia e lamentou o que ocorre em Brasília. “É inaceitável que o governo de Brasília negue a ciência e as orientações da Organização Mundial da Saúde. É como brincar com a morte. Não se brinca com a vida das pessoas, sobretudo o chefe da Nação”, comentou.

GOVERNO ISOLADO

Nelson Leal elogiou a postura dos governadores em defender a vida dos brasileiros, destacando a firmeza do Consórcio do Nordeste, formado pelos governadores da região, comandado pelo baiano Rui Costa. Ele ressalta o papel da Assembleia Legislativa, da qual é presidente, “que aprovou em tempo recorde, por videoconferência, as medidas adotadas pelo Palácio de Ondina e a Prefeitura”.

E, novamente, critica o mandatário da Nação. “O presidente Bolsonaro troca o necessário isolamento do povo brasileiro contra o vírus, pelo do seu governo. Abre mão da relevante unidade do país nesse instante difícil para o mundo, e prefere governar com alguns assessores que ainda o cercam. Sem o alicerce das instituições, dos Estados e municípios, bem como da cooperação de organismos internacionais, pondo em risco a democracia no país”, criticou, Leal.

QUADRO DE AUGUSTO CASTRO É DE MELHORA, AFIRMA SECRETÁRIO; RUI CRITICA FAKE NEWS

Rui Costa e Fábio Vilas-Boas comentam fake news e quadro de Augusto
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Rui Costa e o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, fizeram críticas à profusão de fake news em tempos de novo coronavírus. Numa delas, a vítima foi o ex-deputado estadual Augusto Castro. 

Diagnosticado com o novo coronavírus, Augusto está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna. Mas ontem foi vítima de fake news. Por ela, o deputado não estaria mais entre nós.

“O ex-deputado tem melhorado nas últimas 24, 48 horas”, disse Fabio Vilas-Boas ao falar sobre a disponibilidade de leitos de UTI para vítimas graves do coronavírus no sul da Bahia, inclusive na Santa Casa de Misericórdia de Itabuna. 

O governador Rui Costa reagiu e disse que notícias falsas não ajudam:

– Soltaram fake news com o ex-deputado e isso não ajuda. Fico imaginando a natureza de um ser humano que cria até notícia falsa sobre a vida das pessoas. É muito triste isso – afirmou, alertando internautas para que tomem cuidado com notícias falsas e que deixe grupos de WhatsApp onde fake news são propagadas.

ILHÉUS: MARÃO DECRETA ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA POR CAUSA DE PANDEMIA

Marão diz que a ponte é a maior obra da história de Ilhéus || Foto Pimenta
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, decretou estado de calamidade pública pelo prazo de 180 dias em razão da pandemia do novo coronavírus. O ato foi publicado no Diário Oficial. “O decreto simplifica o processo de compra e contratações de serviços, tira a burocracia e dá mais agilidade ao governo nesse enfrentamento”, afirmou o prefeito Mário Alexandre.

Conforme a medida, ficam mantidas as determinações previstas no Decreto nº 020/2020, que se refere às ações de prevenção e controle do vírus, à contratação para fins específicos de enfrentamento da doença por parte do município.

Secretarias e órgãos têm a responsabilidade de cumprir as medidas de prevenção e controle, “bem como apresentar com urgência informações ao Gabinete de Crise sobre as ações que estão sendo adotadas e em relação aos efeitos das medidas de combate à pandemia para avaliação da necessidade de revisão das normas já editadas”.

Conforme a determinação, caberá à Procuradoria-Geral do Município a adoção de medidas junto aos órgãos competentes, como o Poder Judiciário, com o objetivo de assegurar as condições de acordo com a realidade financeira do município ao enfrentamento do atual cenário, e, por fim, garantir a continuidade dos serviços essenciais aos cidadãos impactados pelos efeitos da pandemia na economia local.

EX-DEPUTADO AUGUSTO CASTRO É O 2º CASO CONFIRMADO DE CORONAVÍRUS EM ITABUNA

Ex-deputado Augusto Castro é dos 14 pacientes hospitalizados, mas com quadro de melhora
Tempo de leitura: < 1 minuto

Internado no Hospital Calixto Midlej Filho desde a última terça (24) após sentir desconforto abdominal, o ex-deputado estadual Augusto Castro testou positivo para o novo coronavírus (Covid-19). O resultado foi divulgado nesta quinta (26).

O quadro de saúde do ex-parlamentar se agravou no final da manhã de ontem (25), sendo entubado e internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Calixto Midlej. Até o final da manhã de quarta, suspeitava-se que o ex-deputado estivesse com Síndrome do Pânico.

CASO IMPORTADO

O ex-deputado fez viagens internacionais recentemente, uma delas aos Estados Unidos, e estava em Salvador, onde já foram registrados 47 casos da doença até as 17h de ontem (25).

Há pouco, a Vigilância Epidemiológica emitiu nota oficial em que trata o caso como importado. Ou seja, o ex-parlamentar não foi infectado em Itabuna. Confira o teor no “Leia Mais”, abaixo.

NOTA OFICIAL

A Prefeitura Municipal de Itabuna, por meio da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde confirma o segundo caso de coronavírus (COVID 19) na cidade.

· Trata-se do ex-deputado estadual Augusto Castro, que havia chegado de Salvador há poucos dias sentindo desconforto respiratório;

· Ele buscou atendimento na Santa Casa de Misericórdia de Itabuna logo após chegar à cidade, onde permanece internado e mantido em isolamento;

· Coube a Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde coletar o material e enviar para o Laboratório Central da Bahia (LACEN), tendo o resultado sido divulgado nesta quinta-feira (26), com positivo para a COVID-19;

· Vale salientar que este caso não foi uma transmissão na cidade de Itabuna, o ex-deputado chegou de Salvador já apresentando os sintomas da doença;

· E reforça a necessidade da população se manter em isolamento social em suas casas, para que o avanço do coronavírus seja controlado.

“DEVEMOS APOIAR O MINISTRO DA SAÚDE”, DIZ SECRETÁRIO VILAS-BOAS EM REAÇÃO A BOLSONARO

Vilas-Boas diz que crescimento na Bahia se mantém na média de 23%
Tempo de leitura: < 1 minuto

O pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, em rede de televisão deixou sequelas. Até já se fala em risco de demissão do ministro da Saúde, a quase-unanimidade Luiz Henrique Mandetta.

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, usou a própria conta no Twitter para criticar o pronunciamento de Bolsonaro e, ao mesmo tempo, defender que se forme uma rede de apoio à equipe de Mandetta.

– Em meio à grave situação epidemiológica que vivemos, devemos apoiar o ministro da Saúde e seus secretários que mostram sensatez e se conduzem com tecnicidade – escreveu Vilas-Boas.

No pronunciamento, Bolsonaro novamente classificou a covid-19 como gripezinha, apresentou-se como atleta e criticou as medidas de isolamento social adotadas por governadores e prefeitos em todo o país sob recomendação de especialistas no país e no mundo.

CORONAVÍRUS: “MAIS DO QUE NUNCA, É PRECISO FICAR EM CASA”, APELA GOVERNADOR

Rui Costa faz apelo aos baianos para que fiquem em casa
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador da Bahia, Rui Costa, fez um apelo em pronunciamento oficial neste início de semana: fiquem em casa. O isolamento social é a única maneira, até aqui, para evitar a grande propagação de casos do novo coronavírus (Covid-19). Até ontem ao final da tarde, a Bahia somava 63 casos confirmados da doença. Novo boletim deve ser divulgado nesta manhã de terça (24).

– Ficar em casa reduz o contato entre as pessoas, diminui a propagação do vírus. Se os casos acontecerem de forma acelerada, a nossa rede hospitalar não terá condições de atender a todos – observou.

O governador fez apelo especial de proteção aos idosos. “Proteja seus idosos e evite contato com eles. É duro, é difícil, mas é necessário”. Abaixo, confira o vídeo com o pronunciamento.

ILHÉUS: CACÁ DEFENDE USAR FUNDOS ELEITORAL E PARTIDÁRIO PARA COMBATER COVID-19

Cacá Colchões, do Progressistas, defende uso dos recursos dos fundos eleitoral e partidário na área da saúde
Tempo de leitura: < 1 minuto

Pré-candidato a prefeito e dirigente do PP de Ilhéus, Cacá Colchões se disse favorável a destinar os recursos do Fundo de Financiamento de Campanhas e do Fundo Partidário para o combate ao coronavírus no país. Artistas, políticos e cidadãos usam as redes sociais defendendo que os mais de R$ 3 bilhões, dos dois fundos, sejam usados nas ações de controle e prevenção da doença. O prefeiturável aderiu.

– Os recursos previstos para campanhas eleitorais precisam ser usados para o serviço público de saúde neste momento de pandemia. Não é uma atitude política e, sim, humanitária. Precisamos fazer nossa parte não só como representantes do povo, mas, também, como seres humanos – justificou.

APÓS ALERTA, MARÃO ANTECIPA FECHAMENTO DO COMÉRCIO E SUSPENSÃO DO TRANSPORTE

Prefeito anuncia antecipação de medidas contra o novo coronavírus || Reprodução
Tempo de leitura: < 1 minuto

O fechamento do comércio e a suspensão do serviço de transporte público em Ilhéus vai entrar em vigor a partir da zero hora desta terça-feira (24), conforme anunciou o prefeito Mário Alexandre, Marão. Segundo ele, a antecipação destas medidas, antes previstas para começar a valer só na quarta (25), se deve a um alerta do Ministério da Saúde de que esta semana será um dos períodos de grande pico de casos de coronavírus no país.

A decisão de fechamento do comércio e suspensão dos serviços de transporte público busca evitar um maior número de transmissão de casos da covid-19. O município ainda não tem casos confirmados da doença. Pelo decreto, o serviço de transporte pararia já na terça e o comércio, na quarta. Agora, a decisão afeta a ambos no mesmo dia (reveja aqui).

Segundo o prefeito, alguns setores do comércio – os considerados essenciais – vão funcionar, a exemplo de farmácias, supermercados e distribuidoras de água e de gás, mas serão fiscalizados para que se evite aglomerações, criando ambiente propício para transmissão do coronavírus.

ISOLAMENTO DÁ RESULTADO

Nesta segunda (23), o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, disse que ações de isolamento social e de barreiras sanitárias, impostas em vários municípios, explicariam o número de casos confirmados abaixo do esperado no Estado.

Ilhéus endurece agora as ações de isolamento para impedir o avanço da doença no município. Municípios como Itacaré já adotaram medidas semelhantes já na semana passada, apesar de não ter caso confirmado da doença. Abaixo, confira o vídeo em que Marão diz ser esta uma semana decisão contra a covid-19.

Back To Top