skip to Main Content
7 de março de 2021 | 06:56 pm

AÇÃO INTEGRA EQUIPES DE FARMÁCIA E DE UTI DO HOSPITAL COSTA DO CACAU

Tempo de leitura: 2 minutos

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, adotou como prática ação semanal de integração da coordenação Farmacêutica e das equipes das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para administração de medicamentos na unidade. Durante os encontros é escolhido um fármaco para discussão de seu uso com o objetivo de capacitar e atualizar médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que prestam assistência aos pacientes.

De acordo com Vivica Karoline, coordenadora farmacêutica do HRCC, a farmácia clínica consiste em otimizar tratamentos e diminuir os riscos causados por medicamentos, promovendo seu uso racional. “O farmacêutico clínico promove o cuidado ao paciente, atuando no rastreio, na análise das prescrições e elabora estratégias para interagir e capacitar a equipe multidisciplinar, orientando a prática da administração dos medicamentos”, explicou.

Vivica Karoline relatou que a unidade já desenvolvia o programa de farmácia clínica, porém com a prática das reuniões de rotina, houve um avanço em busca de um cuidado maior nas práticas adotadas nas UTIs. “Fizemos um acordo com as coordenações de enfermagem das UTIs, a partir desse momento, estamos promovendo a integração de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, com informações sobre as drogas de maior relevância, selecionando as categorias das substâncias vasoativas, sedativas e os antibióticos, informações que vão desde o mecanismo de ação até o estabelecimento de solução padrão da droga”, destacou.

Leia Mais

CAMPANHA DIVULGA INFORMAÇÕES SEGURAS SOBRE AS DOENÇAS RARAS

Campanha vai alertar sobre doenças raras
Tempo de leitura: 4 minutos

Promovida pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), Uma campanha nas redes sociais vai esclarecer à população e à classe médica a importância da divulgação de informação segura sobre as doenças raras, cujo Dia Mundial é comemorado no último dia do mês de fevereiro que, este ano, cai neste domingo (28). Doenças raras são doenças que acometem um número muito pequeno da população global.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, para ser caracterizada como doença rara, ela afeta 1,3 pessoa para cada 2 mil indivíduos. “Na verdade, são 65 pessoas a cada 100 mil habitantes, que dá mais ou menos 1,3 por 2 mil”, disse a endocrinologista Mariana Guerra, presidente da Comissão de Campanhas da SBEM.

A médica informou que existe em torno de 6 mil a 8 mil tipos de doenças descritas como raras na literatura, que estão presentes em várias especialidades médicas. A maioria delas aparece na infância e 80% são genéticas.

Alguns exames são fundamentais para detectar a possibilidade de desenvolvimento de uma doença rara. Mariana Guerra destacou, nesse item, o teste do pezinho, realizado em bebês. Em sua modalidade básica, ele consegue identificar seis doenças, enquanto o teste do pezinho ampliado pode levar ao diagnóstico precoce de 45 doenças.

“É muito pouco, mas já é o primeiro passo”, comentou a médica. Indicou também o ultrassom para percepção de alguma anormalidade que leve a uma investigação mais aprofundada. Outro fator que deve ser considerado são as doenças familiares.

Leia Mais

ITACARÉ: MUNICÍPIO INICIA REFORMA DE POSTOS DE SAÚDE

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Itacaré anunciou, hoje (25), a reforma de postos médicos na sede e na zona rural do município. As obras são executadas com recursos próprios, segundo o prefeito Antônio de Anízio. Segundo ele, o objetivo é melhorar o atendimento nas unidades de saúde, garantir instalações mais adequadas para os pacientes e oferecer melhores condições de trabalho aos profissionais da área de saúde.

Um dos locais que está sendo beneficiado é o Posto de Saúde Lia Nascimento, na comunidade rural do Pau Grande, com o retelhamento e também a colocação do forro. A proposta é de fazer uma reforma geral nesta unidade de saúde. Já no Posto de Saúde Otto Alencar 2, na Rua da Linha, está sendo feita a colocação de revestimento nas salas e também será feita a pintura.

O prefeito Antônio de Anízio também já autorizou o início das obras de conclusão do Posto de Saúde na comunidade quilombola do Fojo. De acordo com ele, a saúde é uma das prioridades da administração municipal e além de todas as medidas que vem sendo tomadas para o combate ao Covid-19, tanto no atendimento como nas ações educativas de prevenção, também vem sendo feitas as melhorias nas unidades de saúde, para que a comunidade tenha um atendimento cada vez melhor.

COM COVID-19, FÁBIO VILAS-BOAS É NOVAMENTE TRANSFERIDO PARA UTI

Vilas-Boas foi novamente transferido para UTI
Tempo de leitura: < 1 minuto

Apesar de apresentar quadro estável, o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, foi novamente transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Aliança, em Salvador. O secretário está internado desde a última sexta (19). Ele havia retornado para leito clínico e a transferência para UTI visa melhorar a respiração.

Em comunicado da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), há pouco, informa-se que Vilas-boas “segue estável, sem febre, com oxigênio em baixo fluxo, mas foi transferido nesta quinta-feira (25) para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), a fim de proporcionar fisioterapia respiratória mais intensa”.

Vilas-Boas é assistido pelo pneumologista Sérgio Jezler e pelo infectologista Roberto Badaró. O secretário, que também é médico, permanece em uso de medicamentos e ainda não há previsão de alta.

SECRETÁRIO ESTADUAL DA SAÚDE É TRANSFERIDO PARA UTI, MAS EVOLUI BEM

Tempo de leitura: < 1 minuto

Internado desde a semana passada no Hospital Aliança, em Salvador, o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, teve uma piora no quadro clínico e precisou ser transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19 ontem à noite (22). A informação é da Assessoria de Comunicação da Sesab. Vilas-Boas teve boa evolução no período de terapia intensiva e deverá retornar ao leito clínico ainda nesta terça (23).

O secretário está sendo assistido pelo pneumologista Sérgio Jezler e pelo infectologista Roberto Badaró no Hospital Aliança. “Permanece em uso de medicamentos e segue dependente de oxigênio por cateter nasal. Ainda não há previsão de alta”, informa boletim da Sesab.

MUTIRÃO DO DIABETES DE ITABUNA É DESTAQUE NACIONAL EM PORTAL DE NOTÍCIAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Com o título Consultório a Céu Aberto – Ao criar mutirões pelo diabetes em comunidades carentes, este oftalmologista transformou vidas, a reportagem, publicada em parceria do UOL com a Central Nacional Unimed, narra a trajetória do médico Rafael Andrade que desde cedo despertou sua paixão pela profissão. Rafael é filho do também oftalmologista Vável Andrade, um dos diretores do Hospital Beira Rio (HBR), um dos parceiros do mutirão,

Formado pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), com especialização em retina e vítreo, Rafael oftalmologista optou por exercer a profissão no sul da Bahia. Aqui, além das atividades do HBR, o filho de médico sentiu a necessidade de transformar e melhorar a qualidade de vida dos portadores de diabetes. Nascia em 2004, o Mutirão do Olho Diabético, que 15 anos depois, já como Mutirão do Diabetes, se tornaria o maior evento do gênero do Brasil, com ações de prevenção na Praça Rio Cachoeira e atendimento médico no Hospital Beira Rio.

O projeto cresceu e, em 2016, nasceu a organização não governamental batizada de “Unidos pelo Diabetes”, que realiza inúmeras ações de prevenção, conscientização e educação em torno do diabetes durante o ano. Em 2019 foram cerca de 20 mil procedimentos e em 2020, por conta da pandemia, o atendimento foi limitado aos casos mais graves com medidas preventivas e utilização de telemedicina, com cerca de 500 pacientes.

Já em 2020, a ONG também participou de uma versão online, totalmente educativa, transmitida através da Sociedade Brasileira de Diabetes. O modelo itabunense, reconhecido pela Federação Internacional do Diabetes, já foi aplicado em cerca de 30 cidades brasileiras.

“Mergulhei nesse universo que enxerga além da medicina e que compreende o contexto socioeconômico e cultural dos pacientes. Me ressignificou. Afinal, de que adianta ter a melhor medicina, se 70% da população não tem acesso? Levar tudo isso para a comunidade me fez ter certeza que escolhi a profissão certa”, reflete Andrade em vídeo publicado no site.

“Fico muito honrado e quero fazer um agradecimento a CNU (Central Nacional Unimed) e ao UOL por fazer esta reportagem sobre nosso projeto dos Mutirões do Diabetes aqui de Itabuna, contando um pouco da minha história, da luta de nossos pacientes, e de todos nós que vivemos este sonho juntos de luta contra o diabetes”, afirmou o oftalmologista.

Veja também o vídeo com doutor Rafael Andrade e os desafios do Mutirão:

GOVERNADOR BAIANO DIZ QUE “MOMENTO NÃO ESTÁ FÁCIL” PARA RETORNO DAS AULAS

Governo da Bahia publicou prorrogação neste sábado
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia registrou, em 24 horas, 47 óbitos causados pela covid-19, conforme o boletim epidemiológico desta quinta (11), recorde de mortes causadas pelo vírus nos últimos quatro meses. Também nesta quinta, o governador Rui Costa se reuniu com prefeitos e equipes técnicas para discutir critérios para o retorno das aulas presenciais nas redes pública e privada.

O governador voltou defender que as taxas de ocupação de leitos e de mortalidade pela covid-19 serão determinantes para a escolha de um momento de reinício das atividades escolares. “Queremos o retorno das aulas, entendemos que é fundamental para o desenvolvimento de nossos jovens, mas o momento não está fácil e, infelizmente, estamos constatando pelo número de leitos ocupados, óbitos e de crescente demandas nas UPAs é que a doença não está diminuindo, pelo contrário. É um problema grave que requer todo o nosso foco antes que possamos pensar num retorno” afirmou.

A reunião deu continuidade a duas outras que foram realizadas nos dias 5 e 8 de fevereiro, nas quais ficou previsto que, em um primeiro momento, o retorno irá ocorrer seguindo um modelo híbrido, em que as turmas serão divididas em 50%, com aulas em dias alternados. No dia em que o estudante não estiver na escola, ele terá material pedagógico digital e impresso para utilizar em casa.

Uma nova reunião será marcada na próxima semana com representantes do Ministério Público Estadual, da Defensoria Pública e do Tribunal de Justiça da Bahia para apresentar os dados que já foram discutidos.

HOSPITAL COSTA DO CACAU UTILIZA SISTEMA AVANÇADO DE PRONTUÁRIO ELETRÔNICO

Hospital Costa do Cacau estava com 100% dos leitos de UTI Covid-19 com pacientes
Tempo de leitura: 2 minutos

Os pacientes que chegam ao Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, sejam regulados ou casos emergenciais, contam com equipes assistenciais de saúde para atendê-los na unidade. Todo o fluxo de circulação do usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) possui o suporte do setor de Tecnologia e Informática (TI).

Quando o paciente entra no HRRC e pega uma senha, chega regulado ou vem para urgência, seus dados são lançados no Vision, sistema virtual avançado de prontuário médico eletrônico. Com o avanço da tecnologia, muitas unidades de saúde comprometidas em agilizar o atendimento adotaram os seus sistemas digitais para acompanhamento do fluxo de clientes.

De acordo com Julierme Chaves, analista de TI do HRCC, o sistema funciona com padrão de qualidade ISO, normas produzidas da rede e comunicação de internet de intranet, através de cabeamento de sistema Wi-Fi. “É através desse cabeamento de rede, que nós, da equipe de TI, fazemos as ligações entre a emergência até chegar nas alas, todos os setores integrados são gerenciados pelo nosso sistema Vision”, disse.

O analista relata que, por meio desse prontuário eletrônico são cadastrados todos os pacientes desde sua chegada, com lançamento de informações no sistema, até sua saída. “Temos equipamentos de ponta, trabalhamos para garantir a manutenção desse serviço 24 horas por dia, sete dias por semana. Ele é fundamental para os profissionais de saúde que trabalham na assistência hospitalar do HRCC”, destacou.

Além disso, Julierme Chaves disse que o hospital tem um banco de dados para arquivar e proteger todas as informações sobre os pacientes. “O fluxo do sistema e sua tecnologia aplicada para atendimento, preserva com segurança, todas as informações necessárias para o suporte da assistência ao paciente. Hoje, com essa rede digital os processos e preenchimentos de documentos acontecem mais rápido e de forma mais prática, refletindo na agilidade do atendimento”, concluiu.

ITABUNA: BANCO DE LEITE HUMANO TEM QUEDA DE 70% NO NÚMERO DE DOADORAS

Banco de Leite Humano de Itabuna está com estoque muito baixo
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Banco de Leite Humano de Itabuna enfrenta grande dificuldade para assegurar leite para os bebês prematuros internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTI-Neo) do Hospital Manoel Novaes nos últimos meses. De acordo com a coordenadora do Banco de Leite, Bianca Baleeiro, a queda no número de doadoras chega a 70%.

A unidade precisa de um estoque com, pelo menos, 70 litros. “Há muito tempo não conseguimos essa média. Por isso, estamos apelando para que as mães que estejam amamentando entrem em contato conosco e confirmem sua doação”, afirma Baleeiro.

A enfermeira Bianca Baleeiro destaca que o processo para torna-se uma doadora do Banco de Leite é muito simples. A doadora só precisa dirigir-se à unidade com carteira de identidade e exames pré-natal (sorologia). Mas quem prefere a comodidade, pode se cadastrar sem sair de casa, via telefone. “É muito rápido, sem burocracia. Se não tiver condições de deslocar-se, o Corpo de Bombeiros de Itabuna, que é o nosso parceiro, vai até a casa da doadora fazer a coleta nos dias agendados”, relata Baleeiro.

BANCO ATENDE MAIS DE 100 MUNICÍPIOS

O Banco de Leite da Santa Casa de Itabuna, que atende a mais de 120 municípios, é responsável pela coleta, processamento e distribuição do leite destinado aos bebês prematuros internados ou com patologias que não podem receber o produto diretamente das mães. A unidade tem a missão de assegurar o alimento para uma média diário de 45 bebês internados na UTI-Neo.

O leite humano é um alimento essencial nos primeiros meses de vida dos bebês. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda ser ideal que até os seis meses de idade as crianças sejam alimentadas com leite materno. O Banco de Leite funciona no anexo do Hospital Manoel Novaes e o telefone é (73) 3214-4346.

CARNAVAL SEM PONTO FACULTATIVO EM ILHÉUS

Prefeitura informa que objetivo da decisão é não estimular aglomerações
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), decidiu que os órgãos municipais não vão ter ponto facultativo nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro, período de Carnaval.

O propósito da decisão, explica o governo municipal, é não estimular aglomerações em Ilhéus. Nos hospitais da cidade, os leitos de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19 registram alta ocupação há, pelo menos, duas semanas.

LABORATÓRIO CENTRAL DA BAHIA IDENTIFICA 6 LINHAGENS DIFERENTES DO CORONAVÍRUS

Análise de novas amostras vai apontar se variante do vírus que circula em Manaus chegou à Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), que é a terceira maior unidade de vigilância laboratorial do país e classificado na categoria máxima de qualidade pelo Ministério da Saúde, realizou o sequenciamento de 48 genomas do SARS-CoV-2, identificando a circulação de seis linhagens diferentes do novo coronavírus.

Com o investimento superior a R$ 20 milhões nos último anos pelo Governo do Estado, a unidade agora se torna referência nacional para fazer o sequenciamento genético de amostras da Bahia e de outros cinco estados (Sergipe, Alagoas, Piauí, Pernambuco e Rio Grande do Norte).

De acordo com o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “nenhuma delas refere-se aos tipos encontrados em Manaus, África do Sul ou Reino Unido, que são cepas mais contagiosas. As análises contemplam amostras dos cinco últimos meses e demonstram que a vigilância estadual está ativa, possibilitando avaliar a dispersão do vírus no estado e investigar novas linhagens. Os seis diferentes tipos de coronavírus encontrados são subtipos do SARS-CoV-2 e não detectamos um risco aumentado para estas linhagens”, explica.

A diretora geral do Lacen-BA, Arabela Leal, destaca que as amostras foram baseadas na representatividade de todas as regiões geográficas do estado. “Os 48 genomas sequenciados são provenientes de 25 municípios da Bahia, sendo que todos os pacientes tinham sintomas clínicos característicos, como dificuldade de respirar, cansaço, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou pneumonia, bem como eram casos suspeitos de reinfecção e óbitos”.

O secretário ressalta que novos sequenciamentos genéticos estão em curso. “Amanhã (5) teremos o resultado de 32 novas amostras, sendo 11 de pacientes que estiveram em Manaus”, destaca o titular da pasta da Saúde da Bahia.

TÉCNICA

As amostras são encaminhadas ao departamento de biologia molecular do Lacen-BA. O sequenciamento genômico dura cerca de uma semana. Antes de passar pelo equipamento Ion GeneStudio S5 Plus, desenvolvido com tecnologia de sequenciamento NGS, de última geração, as amostras passam pelo processo de extração e são novamente testadas pelo método RT-PCR, para identificar se a preservação do vírus é satisfatória.

Uma vez validada a amostra, elas seguem para a máquina de sequenciamento. Nas últimas análises, os genomas sequenciados apresentaram cobertura superior a 95% do genoma total. Por solicitação do Ministério da Saúde, a Bahia realizará 300 sequenciamentos genéticos em quatro meses.

FUNCIONÁRIOS DO COSTA DO CACAU APRENDEM TÉCNICA PARA MANUSEAR MÁQUINA DE HEMODIÁLISE

Treinamento capacita profissionais para uso de aparelho obrigatório em leitos de terapia intensiva
Tempo de leitura: < 1 minuto

Entre os dias 27 a 29 de janeiro, técnicos de enfermagem e enfermeiros que trabalham nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), geral e Covid, do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, participaram de treinamento básico sobre manejo da máquina de hemodiálise. A iniciativa da capacitação aconteceu por intermédio da Engenharia Clínica da unidade hospitalar.

Os participantes receberam informações atualizadas. A instrução serviu para reforçar a prática adotada no dia a dia, além de orientar os profissionais que estão iniciando a realização desse serviço. Atualmente, todas a UTIs de hospitais devem dispor de hemodiálise, com a operação da máquina realizada por técnicos de enfermagem e enfermeiros.

De acordo com a enfermeira Camila Rosário, mesmo que o profissional não trabalhe diretamente com o manejo da máquina de hemodiálise, todos precisam ter ao menos uma noção básica sobre seu funcionamento. “É preciso conhecer tudo que se tem no setor e tudo que acontece com os pacientes de cada técnico e de cada enfermeiro. Todos os nossos enfermeiros hoje tocam diálise, tem experiência. Nós temos também uma escala específica, com técnicos específicos que fazem o manejo da diálise”.

SANTA CASA ANUNCIA REABERTURA DO HOSPITAL SÃO LUCAS COM LEITOS 100% SUS

Instituição prevê reabertura do hospital ainda neste semestre
Tempo de leitura: < 1 minuto

Na noite de quinta-feira (28), durante a cerimônia de encerramento das celebrações dos 104 anos da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, o provedor Francisco Valdece apresentou o projeto do novo Hospital São Lucas, que já conta com recursos financeiros para a primeira etapa.

Com 100% dos leitos destinados a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), a unidade hospitalar deve entrar em funcionamento ainda neste semestre, prevê a direção da Santa Casa.

De acordo com o projeto, nesta primeira etapa, serão ofertados 62 leitos, sendo 50 clínicos (enfermaria) e 12 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No primeiro momento, os leitos serão destinados exclusivamente a pacientes com novo coronavírus.

Valdece explica que os investimentos serão feitos gradativamente para que o São Lucas seja estruturado e equipado. “Já foi acertado com o Estado e o Município de Itabuna que os serviços ofertados serão todos pelo Sistema Único de Saúde. Isso representa um grande ganho para população de Itabuna”, ressalta.

ESTADO E MUNICÍPIO GARANTEM APOIO

Francisco Valdece adianta que o projeto de reabertura do São Lucas já foi apresentado ao governador Rui Costa (PT), ao secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, ao prefeito de Itabuna Augusto Castro (PSD), e ao deputado federal Paulo Magalhães (PSD), que garantiu R$ 2 milhões em emenda parlamentar para hospital.

Na noite de quinta-feira, o projeto do novo São Lucas foi apresentado ao vice-governador da Bahia, João Leão, e demais autoridades que participaram do encerramento das comemorações dos 104 anos da Santa Casa de Itabuna. Realizada no Teatro Candinha Doria, a cerimônia foi marcada pela entrega da Comenda Monsenhor Moysés Gonçalves do Couto, o idealizador da instituição.

ENFERMEIROS DO HRCC PARTICIPAM DE CURSO SOBRE CUIDADOS COM PACIENTES UROLÓGICOS

Tempo de leitura: 2 minutos

Enfermeiros do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, participaram na manhã desta quarta-feira (27), do Curso de Manejo da Sondagem Vesical de Demora e Cuidados Pós-operatório de Cirurgia Urológica, ministrado pelo médico urologista Juliano Mota. A capacitação sobre o procedimento teve como objetivo atualizar as técnicas aplicadas, proporcionando um melhor conforto para o paciente.

A sondagem vesical de demora é um procedimento realizado pelo enfermeiro, no qual é introduzido uma sonda pela uretra do paciente, até a bexiga para realização de drenagem contínua de urina, utilizando o sistema fechado. Antes de sua aplicação, o paciente recebe informações sobre o procedimento, e em seguida, são adotadas todas as medidas de higienização, segurança, identificação, técnicas atualizadas e corretas para a sondagem, com os testes necessários e o manuseio adequado dos materiais, assim evitando contaminação.

Entre os cuidados que devem ser observados nos pacientes estão o aspecto e a quantidade da urina – qualquer alteração o médico deve ser comunicado; a manutenção de uma boa fixação da sonda, intercalando essas fixações em cada troca; realização de troca da fixação da sonda a cada 24 horas, também quando necessário; entre outras análises e aplicações adequadas.

De acordo com o médico Juliano Mota, urologista do HRCC, o curso foi solicitado pela direção do hospital, com a intenção de promover conhecimento e cuidados com relação a sondagem vesical. “O nosso curso tem o objetivo de elencar mais essa parte prática para evitar danos na sondagem e evitar as complicações relativas ao procedimento”, disse.

O urologista também informou que, com a instituição das cirurgias urológicas no HRCC, esse tipo de conhecimento, um pouco mais específico, deve ser abordado todos os cuidados com os pacientes urológicos e pós-operatórios. “São cuidados que devem se ter no pós-operatório, principalmente, com a manutenção de uma irrigação, de um cuidado de sonda, a não obstrução da sonda. Então essas técnicas, esses cuidados são importantes para a manutenção dos pacientes”, destacou.

ILHÉUS: FUNCIONÁRIOS DA SANTA CASA COBRAM SALÁRIO DE DEZEMBRO; PROVEDOR DIZ QUE DEPENDE DA SESAU

Tempo de leitura: 2 minutos

Funcionários do São José e da Maternidade cobram salário de dezembro

Os mais de 300 funcionários do Hospital São José e da Maternidade Santa Helena, mantidos pela Santa Casa de Ilhéus, ameaçam fazer paralisação devido ao atraso de salário. Os profissionais em saúde e trabalhadores de apoio da instituição ainda não receberam dezembro, que deveria ter sido pago até o último dia 8.

“A Santa Casa é o maior prestador de serviços da área de saúde do setor privado em Ilhéus. Até agora, o salário de dezembro não foi pago”, diz o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna e Região (Sintesi), Raimundo Santana.

O dirigente lembra que já houve intervenção do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Conselho Municipal de Saúde para dar solução aos atrasos de salário na instituição. “A situação não se resolveu. Os trabalhadores estão em situação de extrema dificuldade financeira”, reforça Raimundo.

O Sintesi, afirma Raimundo, tem adotado postura de responsabilidade para não paralisar o atendimento em saúde no período de pandemia, mas os atrasos têm sido constantes. “Pode ser que não tenhamos outra alternativa a não ser a paralisação, greve, caso não haja pagamento de salário”, emendou.

PROVEDOR: “PREVISÃO É A GENTE RECEBER ATÉ SEXTA”

Provedor da Santa Casa de Ilhéus, Eusínio Lavigne disse ao PIMENTA que honrar compromisso com os funcionários depende de a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) pagar pelos serviços prestados em novembro. “A previsão é a gente receber até sexta-feira. Recebendo [da Sesau], a gente paga [aos funcionários] imediatamente”, afirmou.

Eusínio reconhece as dificuldades dos funcionários da Santa Casa, mas ressalta que a instituição “não tem fábrica de dinheiro”. Segundo ele, os atrasos nos pagamentos à Santa Casa, por parte do município, tornaram-se recorrentes desde outubro do ano passado. Ele exemplifica que o pagamento pelos atendimentos e procedimentos prestados aos usuários do SUS  em novembro deveriam ter sido pagos pela Sesau, no máximo, até o final de dezembro. “Normalmente, seria dezembro”.

SESAU

O site tentou falar com o secretário de Saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, para que ele explicasse as razões do atraso no pagamento ao prestador de serviço do SUS. Por meio de mensagem, ele informou que não poderia atender naquele momento. O espaço está aberto para explicações.

Back To Top