EM 24 HORAS, ITABUNA REGISTRA 175 NOVOS CASOS DE COVID-19

Itabuna registra mais de 2,3 mil casos positivos de covid-19 e 66 óbitos
Tempo de leitura: < 1 minuto

Itabuna registrou aumento recorde de casos do novo coronavírus em apenas 24 horas desde o início da pandemia. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram 175 novos casos da doença de ontem para hoje (27).

Saiu de 2.162 para 2.337 o número de casos confirmados no mais populoso município do sul da Bahia. Nas últimas 24 horas, parte destes novos casos positivos é de trabalhadores de supermercados. A testagem neste segmento do comércio segue até a próxima semana.

Segundo a SMS, há 1.034 curados da covid-19 em Itabuna. A boa notícia é de que não houve registro de óbitos provocados pela doença nas últimas horas. São 66 óbitos até aqui. O município tem 9.417 notificações, das quais 6.695 foram descartadas.

O município ainda registra 298 pessoas aguardando resultado do exame para covid-19 e outras 296 pessoa ainda esperam a coleta de material para análise.

OCUPAÇÃO DE UTI

O município tem 21 pacientes em leitos de unidades de Terapia Intensiva (UTI) e apenas 2 leitos estão disponíveis. Dos leitos clínicos, 43 estão ocupados e há 35 disponíveis, de acordo com a SMS.

ILHÉUS SUPERA 1.300 INFECTADOS PELA COVID-19, SEM ÓBITOS HÁ 3 DIAS

Ilhéus registra 65 mortes pela Covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

Na véspera de completar 486 anos, Ilhéus superou os 1.300 casos confirmados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus (Covid-19) neste sábado (27). No acumulado desde o início da pandemia, são 1.330 infectados, com 54 óbitos e 892 curados da doença. Ontem, eram 1.296 infectado e 860 curados.

Os números da Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau) também revelam que o município possui 384 pessoas em recuperação (casos ativos) e ocorreram 9.849 notificações, dos quais 7.394 foram descartados (negativo).

Dos 55 leitos de unidades de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes vítimas da covid-19, 50 estão com pacientes internados, ultrapassando os 90% de ocupação. Ontem, eram 47 leitos ocupados.

JEQUIÉ REGISTRA 21 NOVOS CASOS DE COVID-19 E DOIS ÓBITOS EM 24H

Jequié, no sudoeste do estado, registra mais dois óbitos pela covid-19 || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

O município de Jequié confirmou 21 novos casos de covid-19 e dois óbitos provocados pela doença nas últimas 24 horas, informou a Secretaria Municipal de Saúde nesta noite de sábado (27). As duas pessoas que morreram em decorrência da Covid-19 possuíam outras doenças.

Uma das vítimas, de 69 anos, residia no Jequiezinho, tinha doenças cardíacas crônicas e diabetes e estava internada na UTI do Hospital Santa Helena. A outra vítima, também mulher, estava com 57 anos e possuía doença renal crônica e diabetes. Ela morava no Km 3 e estava internada na UTI do Hospital Geral Prado Valadares.

Com os 21 novos casos da covid-19, Jequié atinge total de 851 pacientes infectados pela doença. Destes, 337 foram diagnosticados por meio do exame RT-PCR, considerado padrão ouro. São 518 pacientes já recuperados da doença. Ainda há 1.599 pessoas em quarentena.

A Secretaria de Saúde de Jequié informou que, até o meio-dia de hoje, 89,5% dos leitos de UTI Covid-19 do Prado Valadares estavam com pacientes. Dos casos notificados, 1.116 foram descartados (deram negativo) e ainda há 37 aguardando resultado de exame.

SOBE PARA 65,2 MIL TOTAL DE INFECTADOS PELA COVID-19 NA BAHIA, COM 39,8 MIL CURADOS

Mais de 90% dos municípios da Bahia já registraram casos de covid-19
Tempo de leitura: 7 minutos

A Bahia registrou total de 65.244 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 39.993 estão curados e 23.554 ainda estão em recuperação, além de 1.697 óbitos no período, informa a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Nas últimas horas, houve registro de 884 casos, 55 óbitos e 8.801 curas.

A Sesab fez um alerta aos municípios. A partir de hoje, validará todas as fichas de notificação no sistema e-SUS, do Ministério da Saúde com resultados positivos, mesmo que o campo “classificação final” não tenha sido preenchido pelos municípios, reiterando “compromisso com a transparência e precisão nas informações”.

A Sesab explicou que a incorporação de novos 7.938 casos no boletim epidemiológico de hoje, se deve exclusivamente a decisão da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) de não aguardar mais a validação dos municípios, que estava demorando demasiado, com casos acumulados por mais de 30 dias, constando apenas como “notificados”. Reiteramos que esses casos não ocorreram nas últimas 24 horas e que refletem até mais de 30 dias de represamento nos sistemas.

As confirmações ocorreram em 386 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (47,91%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.415,26), Gandu (1.404,19), Ipiaú (1.351,56), Uruçuca (1.169,65) e Salvador (1.084,17).

O boletim epidemiológico contabiliza 65.224 casos confirmados, 154.293 casos descartados e 67.470 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h deste sábado.

Na Bahia, 7.944 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

TAXA DE OCUPAÇÃO

Na Bahia, dos 2.259 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.425 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 64%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 901 leitos exclusivos para o coronavírus, 716 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.

ÓBITOS

A Sesab contabiliza 1.697 mortes pelo novo coronavírus, dos quais 55 foram registradas neste sábado (27). Abaixo, confira o histórico de todas as 55 vítimas confirmadas com a covid-19 e que não resistiram à doença.

Leia Mais

SUPERMERCADOS LIDERARAM RECEITA E GERAÇÃO DE EMPREGOS EM 2018

Setor de supermercados liderou geração de empregos|| Foto Eduardo Peret/Agência IBGE
Tempo de leitura: 2 minutos

O setor de hiper e supermercados foi o que gerou mais empregos em 2018, ocupando 45,7 mil pessoas a mais em relação a 2017, totalizando 1,4 milhão de trabalhadores, além de liderar com 13,2% a participação na receita operacional líquida do comércio no ano.

O segmento de comércio por atacado de combustíveis foi para a segunda posição no ranking de participação. Os dados são da Pesquisa Anual do Comércio (PAC), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A gerente de análise e disseminação do IBGE, Synthia Santana, explica que o aumento da ocupação nos hipermercados se destaca no contexto em que o varejo se manteve estável. “O volume de pessoas ocupadas nessa atividade aumentou apenas 3,5%, mas é uma característica dos hipermercados ter um porte elevado de pessoas por empresa, então mesmo pequenos ganhos tornam-se grandes diante das demais atividades”, analisa.

Leia Mais

BRASIL FECHA ACORDO COM REINO UNIDO PARA PRODUZIR VACINA CONTRA A COVID-19

Acordo resultará na produção de vacina contra a covid-19 || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

O Brasil fechou acordo para disponibilização no futuro de doses de uma vacina que está sendo testada para o tratamento da covid-19. O medicamento está sendo desenvolvido em uma iniciativa conjunta da Universidade de Oxford e de um laboratório no Reino Unido e já está sendo testado no país.

O acordo prevê a produção de 100 milhões de doses de vacina por meio da aquisição de insumos e transferência de tecnologia para produção no país.

Caso seja comprovada a eficácia deste tratamento, dois lotes, de 15,2 milhões de unidades cada, serão disponibilizados em dezembro de 2020 e janeiro de 2021, totalizando cerca de 30 milhões de doses, ao custo de US$ 127 milhões. Os primeiros lotes serão destinados aos grupos de risco, como idosos e pessoas com comorbidades, além de profissionais de saúde e trabalhadores da segurança pública. O Brasil poderá ainda contar com mais 70 milhões de doses, por cerca de US$ 160 milhões.

Em entrevista coletiva em Brasília, o secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, justificou a opção por assumir o risco da pesquisa, mesmo sem a comprovação da eficácia do medicamento. “O risco é necessário devido à urgência de busca de solução efetiva para as demandas de saúde pública. Consideramos um avanço para a tecnologia nacional e uma amostra do esforço do governo de encontrar soluções para a população brasileira.”

O secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo de Medeiros, destacou a situação promissora deste tratamento. “A vacina já está na fase 3, em fase clínica. O Brasil é representante do conjunto de nações que estão testando a vacina. A gente tem uma oportunidade de produzirmos e avançarmos com a oferta desta parceria e encomenda tecnológica. É óbvio que toda e qualquer entrega à população será feita com respeito aos critérios farmacológicos e clínicos e da segurança à população”, declarou.

Caso não seja comprovada a eficácia, o secretário de Vigilância em Saúde informou que não haverá aplicação da vacina, mas que permanece a transferência de tecnologia prevista no acordo para continuar avaliando soluções de tratamento.

De acordo com o Ministério da Saúde, há 460 projetos de pesquisa aprovados sobre diferentes aspectos relacionados à covid-19, de tratamentos ao entendimento da doença. Há também 114 ensaios clínicos e 44.262 participantes dessas iniciativas.

TESTE

Os testes da vacina ChAdOx1 nCoV-19 no Brasil foram anunciados no início do mês e deverão contar, de acordo com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), com 2 mil voluntários em São Paulo e com 1 mil no Rio de Janeiro, onde serão realizados pela Rede D’Or. Com informações da Agência Brasil.

OPERAÇÃO APREENDE 4 ÔNIBUS CLANDESTINOS NA BAHIA

Ônibus clandestinos são apreendidos em operação da ANTT
Tempo de leitura: < 1 minuto

Fiscais da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) apreenderam quatro veículos fazendo transporte interestadual clandestino de passageiros. As apreensões foram feitas no município de Guanambi, sudoeste baiano, nesta sexta-feira (26), em ação conjunta com a Polícia Militar e a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba).

Dois dos veículos vinham de São Paulo e dois se dirigiam para o estado do Sudeste brasileiro. No total, 111 passageiros foram transbordados para ônibus regulares, segundo a ANTT. Foram constatadas diversas irregularidades nos veículos, a exemplo de ausência de itens obrigatórios de segurança e itens com defeitos, como pneus carecas e para-brisas trincados.

A Agência reforça o alerta sobre os riscos de embarcar em transporte clandestino e ainda do perigo maior neste momento, de contágio pelo Covid-19, pois esses veículos não cumprem os protocolos sanitários adotados pelas empresas regulares.

DENÚNCIAS

A fiscalização da Agência segue mobilizada e intensificando o trabalho na região. Em caso de dúvidas o usuário pode entrar em contato com a ANTT por meio do número 166 ou do e-mail ouvidoria@antt.gov.br

CAIXA PAGA AUXÍLIO EMERGENCIAL A 6,5 MILHÕES DE PESSOAS HOJE

Tempo de leitura: 2 minutos

Cerca de 6,5 milhões de pessoas nascidas em janeiro e fevereiro recebem hoje (27) uma nova parcela de R$ 600 (R$ 1.200 para famílias chefiadas por mulheres) do auxílio emergencial do governo federal. O calendário de pagamento é escalonado de acordo com o mês de aniversário do beneficiário e, até o próximo sábado (4), mais de 40 milhões de pessoas devem receber os recursos.

Como os pagamentos são feitos nas poupanças digitais da Caixa, o banco não abrirá as agências.

Durante o dia de hoje e ao longo da próxima semana, a Caixa Econômica Federal fará o crédito da terceira parcela para os beneficiários do lote 1, que receberam a primeira parcela até 30 de abril. Já os beneficiários do lote 2, que tiveram o crédito da primeira parcela entre 16 e 29 de maio, receberão a segunda parcela. E os novos beneficiários do lote 4 receberão a primeira parcela.

O auxílio é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, como forma de fornecer proteção emergencial durante a crise causada pela pandemia de covid-19. Esses lotes de pagamento são para os beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família, ou seja, para aqueles que fizeram o cadastro no site ou aplicativo da Caixa ou que já estavam inscrito no Cadastro Único do governo federal.

CONTAS DIGITAIS

Todos os beneficiários vão receber o dinheiro em uma conta poupança digital, mesmo aqueles que indicaram conta de outro banco no cadastro. De acordo com a Caixa, a prioridade é manter o atendimento digital, para evitar aglomeração de pessoas nos pontos de atendimento, seguindo os protocolos de prevenção do período de pandemia.

Os beneficiários poderão utilizar os recursos por meio do cartão de débito virtual, disponibilizado no aplicativo Caixa Tem, para compras pela internet ou por meio de maquininhas em lojas físicas. Também é possível realizar o pagamento de boletos e de contas de água, luz, gás e telefone.

Para aqueles beneficiários que quiserem realizar o saque em dinheiro, o calendário de pagamento vai de 18 de julho a 19 de setembro, também de acordo com o mês de nascimento. Nas respectivas datas, havendo saldo remanescente na poupança digital, o valor será transferido automaticamente para a conta que o beneficiário indicou no cadastro, sendo da Caixa ou conta em outro banco.

OUTROS PAGAMENTOS

Sobre o pagamento da segunda parcela para os aprovados no lote 3, que receberam a primeira parcela entre os dias 16 e 17 de junho, a Caixa informou que ainda não tem data definida. Os beneficiários desse grupo poderão fazer o saque em dinheiro da primeira parcela entre 6 e 18 de julho, também de acordo com o mês de nascimento.

Já os beneficiários do auxílio emergencial que estão no programa Bolsa Família, recebem os recursos de acordo com o calendário do programa, sempre nos últimos dez dias de cada mês. Na segunda (29) e terça-feira (30), o banco faz o crédito da terceira parcela para aqueles que tem o Número de Identificação Social (NIS) final 9 e 0, respectivamente.

Para este público, o recebimento do auxílio emergencial é feito da mesma forma que o benefício regular, utilizando o cartão do Bolsa Família ou por crédito na conta da Caixa

NA BAHIA, 310 MUNICÍPIOS TÊM TRANSPORTE SUSPENSO ATÉ 6 DE JULHO; CONFIRA QUAIS

Tempo de leitura: 3 minutos

O transporte intermunicipal será suspenso em Chorrochó, Coribe, Elísio Medrado, Nova Itarana e Rodelas a partir deste domingo (28). A decisão, que foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (27), tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana.

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. Também continuam suspensas, até o dia 6 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais ao território baiano.

O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Tremedal, cidade com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19. Confira os municípios afetados no “leia mais”.

LISTA DE MUNICÍPIOS

A Bahia possui 310 municípios com transporte suspenso. São eles: Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Anguera, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Araci, Aramari, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Biritinga, Boa Nova, Bom Jesus da Lapa, Boninal, Brejões, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetité, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Soares, Cansanção, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caravelas, Casa Nova, Castro Alves, Catolândia, Catu, Chorrochó, Cícero Dantas, Coaraci, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Coribe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Feira de Santana, Filadélfia, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro e Glória.

A restrição também inclui Gongogi, Governador Mangabeira, Guanambi, Guaratinga, Iaçu, Ibicaraí, Ibicoara, Ibicuí, Ibipitanga, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Ibitiara, Ibotirama, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipecaetá, Ipiaú, Ipirá, Iraquara, Irará, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itaetê, Itagibá, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itamaraju, Itambé, Itanhém, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itarantim, Itatim, Itororó, Ituberá, Jacobina, Jaguaquara, Jaguarari, Jaguaripe, Jandaíra, Jequié, Jeremoabo, Jitaúna, João Dourado, Juazeiro, Jussari, Lafaiete Coutinho, Laje, Lajedão, Lamarão, Lapão, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Macarani, Macaúbas, Madre de Deus, Maiquinique, Mairi, Malhada, Malhada de Pedras, Manoel Vitorino, Mansidão, Maracás, Maragogipe, Maraú, Mascote, Mata de São João, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Mirante, Monte Santo, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucuri, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Muniz Ferreira, Muquém de São Francisco, Muritiba, Mutuípe, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Canaã e Nova Ibiá.

Estão com restrição no transporte ainda Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure, Nova Viçosa, Novo Triunfo, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Ourolândia, Paripiranga, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pedro Alexandre, Piatã, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piraí do Norte, Piripá, Planalto, Poções, Pojuca, Ponto Novo, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Presidente Tancredo Neves, Queimadas, Quijingue, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Retirolândia, Riachão das Neves, Riachão do Jacuípe, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo, Ribeira do Pombal, Rio do Pires, Rio Real, Rodelas, Ruy Barbosa, Salinas da Margarida, Salvador, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Inês, Santa Luzia, Santa Teresinha, Santaluz, Santanópolis, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Desidério, São Domingos, São Felipe, São Félix, São Francisco do Conde, São Gabriel, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São Sebastião do Passé, Sapeaçu, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Preta, Serrinha, Serrolândia, Simões Filho, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tabocas do Brejo Velho, Tanquinho, Taperoá, Tapiramutá, Teixeira de Freitas, Teodoro Sampaio, Teofilândia, Teolândia, Terra Nova, Tucano, Uauá, Ubaíra, Ubaitaba, Ubatã, Uibaí, Umburanas, Una, Urandi, Uruçuca, Utinga, Valença, Valente, Várzea da Roça, Várzea Nova, Varzedo, Vera Cruz, Vereda, Vitória da Conquista, Wenceslau Guimarães e Xique-Xique.

EX-PREFEITO DE ITABUNA FÉLIX MENDONÇA MORRE DE COVID-19

Félix Mendonça ( à esquerda) morreu nesta sexta-feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

Morreu nesta sexta-feira (26) o ex-deputado e ex-prefeito de Itabuna Félix Mendonça (PDT), aos 92 anos. Ele estava internado após ter sido diagnosticado com covid-19.

O anúncio do internamento de Mendonça  foi feito no dia 21 de junho pelo filho, o deputado federal Félix Mendonça Júnior (PDT). “Meu pai testou positivo para o coronavírus e está internado aos cuidados de uma equipe muito competente”, disse.

Júnior acrescentou que aos 92 anos, o pai era seu maior maior exemplo de coragem, ética, amor ao próximo e vontade de viver. “É um guerreiro, torçam e rezem por ele, afinal pedir a Deus é o que mais importa”. Félix Jr. também foi diagnosticado com covid-19 e está em quarentena.

Formado em engenharia, Félix Mendonça nasceu em Coração do Almeida, no Recôncavo Baiano, foi prefeito de Itabuna (1963–1966), deputado estadual (1967–1971) e deputado federal (1983–2011).

“Ele foi um político e um empresário muito importante para a Bahia e, durante toda a sua vida, manteve uma relação de amizade com a nossa família. Foi um dos melhores amigos do senador Antonio Carlos Magalhães”, lamentou o senador Antonio Carlos Magalhães Junior.

Félix deixa a esposa, Maria Helena Mendonça, e os filhos Andrea, Cristiana e Félix Júnior. Do Correio 24h.