NOVAMENTE, ITABUNA FICARÁ SOB TOQUE DE RECOLHER

Itabuna ficará novamente sob toque de recolher, a partir de sexta (3) || Foto Oyama Brugni
Tempo de leitura: < 1 minuto

Pouco mais de 20 dia após a Justiça suspender o toque de recolher, o governador Rui Costa anunciou em uma transmissão ao vivo (live) nesta noite de quinta (2) que o município vai, novamente restringir a circulação de veículos e pessoas à noite. O toque de recolher começará nesta sexta (3).

O governador disse ter conversado com o prefeito Fernando Gomes para a adoção da medida em conjunto. Ainda não está definido se a restrição será a partir das 18h ou das 20h até as 5h da manhã. A medida é vista como tentativa de conter o avanço do novo coronavírus. Segundo Rui, o decreto será publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta.

Até o último dia 12 de junho, Itabuna ficou sob toque de recolher por 30 dias consecutivos. A medida acabou suspensa por decisão do juiz da Vara Criminal de Itabuna, Murilo Staut, em 12 de junho. Ele concedeu habeas corpus coletivo a dois advogados. Três dias depois, o prefeito Fernando Gomes anunciou que não iria recorrer da decisão judicial (relembre aqui).

ITABUNA TEM 100% DOS LEITOS DE UTI ADULTOS OCUPADOS; NÚMERO DE MORTOS CHEGA A 69

Itabuna registra 69 mortes pela Covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

Com mais duas mortes confirmadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), nesta quinta-feira (2), subiu de 67 para 69 o número óbitos pelo novo coronavírus em Itabuna. Não foram divulgados os detalhes sobre os pacientes que não resistiram a doença, mas a família de um deles informou que o homem faleceu enquanto esperava o transporte aéreo para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) num hospital em Salvador.

Do total de óbitos em Itabuna, 13 ocorreram em domicílio. De acordo com dados da SMS, todos os leitos de UTI para adultos no município estão ocupados. Na noite de hoje só existia uma UTI pediátrica disponível. Do total de leitos clínicos, 46 estão ocupados e 32 disponíveis.

Itabuna tem 10.696 notificações, com 7.484 casos descartados e 2.751 testados positivos para o novo coronavírus. Existem 361 pessoas aguardando o resultado de exame e outras 261 esperando a coleta de material para a realização de exame. São 1.111 pessoas recuperadas.

ILHÉUS CONFIRMOU NESTA QUINTA-FEIRA MAIS 9 MORTES PELO NOVO CORONAVÍRUS

Ilhéus registra 65 mortes pela Covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou, nesta quinta-feira (2), mais nove mortes causadas pelo novo coronavírus em Ilhéus. Com isso, o número de óbitos subiu de 56 , ontem, para 65 no boletim epidemiológico de hoje. Outra notícia muito ruim é que todos os 50 leitos da Unidade Terapia Intensiva (UTI) estão ocupados no município do sul da Bahia.

Ilhéus tem 10.316 notificações, dos quais 7.823 casos descartados, 359 aguardando o resultado de exame e 1.512 infectados. Ontem, eram 1.476. Existem 148 pessoas com os sintomas da doença monitoradas. Além disso, 1.037 pessoas estão curadas da Covid-19.

MPF PEDE A MANUTENÇÃO DAS PRISÕES DE DESEMBARGADORA E JUIZ BAIANOS

Desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago continua presa
Tempo de leitura: 2 minutos

O Ministério Público Federal (MPF) pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a manutenção da prisão preventiva de seis denunciados na Operação Faroeste. Os acusados são Adailton Maturino dos Santos, Antônio Roque do Nascimento Neves, Geciane Souza Maturino dos Santos e Márcio Duarte Miranda; a desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago e o juiz Sérgio Humberto de Quadro Sampaio.

Os seis são acusados de praticar crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, e de integrar organização criminosa. De acordo com a subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, o objetivo da peça ora encaminhada ao relator da AP 940, ministro Og Fernandes, é evitar qualquer alegação superveniente de excesso de prazo ou ilegalidade da prisão provisória dos acusados.

A Ação Penal 940 apura a prática dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, numa dinâmica organizada, em que gravitaram três núcleos de investigados, integrados por desembargadores, advogados e produtores rurais, com a intenção de negociar decisões judiciais, em especial para a legitimação de terras no Oeste baiano.

Os seis acusados estão presos desde novembro do ano passado. Para a subprocuradora-geral, é imprescindível a manutenção das prisões para a coleta de provas, garantia da ordem pública e aplicação da lei penal. Na manifestação, Lindôra Araújo detalha os motivos pelos quais cada um dos denunciados deve permanecer em prisão preventiva para garantir a instrução criminal.

“A força da organização criminosa é de tamanha magnitude que sequer comissões de magistrados para apuração dos fatos conseguem ser formadas para atender determinação do Conselho Nacional de Justiça, ou seja, 13 desembargadores, sequencialmente, dão-se por suspeitos, positivando, assim, que a prisão dos réus é inevitável para a manutenção da ordem pública, a normal coleta de provas e aplicação da lei penal”, afirma.

Leia Mais

MP-BA QUER A SUSPENSÃO DE DECRETO DE REABERTURA DO COMÉRCIO DE VALENÇA

MP-BA emite parecer contra decreto que autorizou a reabertura de comércio
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério Público da Bahia emitiu parecer favorável à suspensão de decreto municipal que flexibilizou o isolamento social no município de Valença e permitiu o funcionamento dos estabelecimentos comerciais, de serviços e similares não essenciais . A manifestação foi pela promotora de Justiça Andréa Ariadna em razão de pedido de liminar em ação civil pública da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

Na ação, foi solicitado à Justiça também que o município não autorize o retorno de atividades não essenciais durante o estado de emergência de saúde pública decorrente da pandemia, sem prévia apresentação de justificativa técnica fundamentada. O decreto municipal foi editado no dia 25 de junho.

No parecer favorável à concessão da liminar, a promotora de Justiça Andréa Ariadna afirma que o distanciamento ou isolamento social, com a suspensão de atividades não essenciais, apresenta-se indispensável não apenas para proteger a saúde dos valencianos, mas também preservar e possibilitar que a rede de saúde, em quantidade e qualidade.

Ela destacou também que a Superintendência de Vigilância e Proteção de Saúde (Suvisa), da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), apontou, em resposta ao MP-BA, que a flexibilização das atividades comerciais não essenciais poderia levar a um aumento de casos da Covid-19 no município, com base nos dados epidemiológicos locais.

COM 2,8 MIL NOVOS CASOS, BAHIA TEM 79,3 MIL INFECTADOS, 53,3 MIL CURADOS E 1.947 ÓBITOS

Comércio de Gandu, município que registrou 3 óbitos pela covid-19 nos últimos dias
Tempo de leitura: 6 minutos

Mais de 2,8 mil casos do novo coronavírus (covid-19) foram registrados nas últimas 24 horas na Bahia, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Foram 2.864 casos no período de ontem até as 17h desta quinta (2), com 2.410 curados e 45 óbitos.

No acumulado desde o início da pandemia, o estado possui 79.349 casos confirmados, 53.334 já são considerados curados e 24.068 encontram-se ativos. Segundo a Sesab, 1.947 morreram por causa da covid-19, a maioria diabética.

As confirmações ocorreram em 388 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (46,09%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.986,24), Gandu (1.897,97), Ipiaú (1.569,55), Uruçuca (1.447,44) e Itabuna (1.291,61), todos do sul da Bahia.

O boletim epidemiológico contabiliza 79.349 casos confirmados, 171.924 casos descartados e 80.085 em investigação. Na Bahia, 9.236 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

TAXA DE OCUPAÇÃO

Na Bahia, dos 2.254 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.476 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 65%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 906 leitos exclusivos para o coronavírus, 715 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.

ÓBITOS

A Sesab contabiliza 1.947 mortes pelo novo coronavírus, 45 registrados nesta quinta (2). Destas mais de 40 vítimas que constam no boletim de hoje, a maioria é de Salvador, além de Itabuna, Gandu, Valença, Lauro de Freitas, Juazeiro, Itamaraju e Teixeira de Freitas. Confira o histórico de cada uma delas no “leia mais”, abaixo.

Leia Mais

GOVERNO BAIANO CONSTRUIRÁ UPA NA ESPERANÇA, EM ILHÉUS

UPA será construída na Esperança, de acordo com projeto || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

Saiu na edição desta quinta (2) do Diário Oficial do Estado, o edital de licitação para construção de Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na Esperança, em Ilhéus. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o investimento está estimado em R$ 5,5 milhões.

A UPA 24h tipo 3 é formada por mais de 150 profissionais. A estrutura conta com raio-X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação. Além disso, a unidade presta o primeiro atendimento aos casos de natureza cirúrgica e de trauma, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial, de modo a definir, em todos os casos, a necessidade ou não de encaminhamento aos serviços hospitalares de maior complexidade. Nas localidades que contam com uma UPA, 97% dos casos são solucionados na própria unidade.

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, disse que “esta é uma janela de oportunidade única para reverter a deficiência crônica do sistema de saúde do município e esta estrutura será a responsável pelo atendimento de até 350 pacientes por dia”.

FERNANDO DIZ QUE FOI MAL INTERPRETADO: “O POVO DE ITABUNA ME CONHECE”

Fernando diz que foi mal interpretado sobre reabertura do comércio
Tempo de leitura: < 1 minuto

Por meio de nota, o prefeito Fernando Gomes disse que tem sua história pautada na preservação das vidas e sua frase (“morra quem morrer”) dita ao confirmar a reabertura do comércio no próximo dia 9 foi mal interpretada (confira aqui). Fernando anunciava, na última terça (30), as razões para adiar a medida, prevista para ontem (1º).

Ainda na nota, o prefeito cita que falava que primeiro era preciso lutar pela vida (“a vida é uma só”) e, se a pessoa morrer, não há fortuna, pobreza, falência. “Não posso abrir uma coisa que não tenho cobertura [de leitos de UTI]. Com a dúvida, com os nossos morrendo por causa de um leito em Itabuna, vou transferir essa abertura”.

Fernando considera que sua fala ganhou repercussão nacional porque houve ênfase à “última frase dita”, interpretando (“de moro errado e sensacionalista”) o que foi dito na entrevista.

– Nossos atos, como cidade com maior testagem e uma das que há mais tempo permanece com o comércio fechado, só reforçam o nosso compromisso pela vida da nossa população. Tenho cinco mandatos como prefeito. O povo de Itabuna me conhece – concluiu.

FERNANDO NO “ENCONTRO COM FÁTIMA BERNARDES”; CONFIRA VÍDEO

Fala de Fernando foi assunto do “Encontro com Fátima Bernardes” || Reprodução
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Fernando Gomes foi parar no programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo, por causa da frase que emitiu ao dizer que reabriria o comércio de Itabuna no próximo dia 9. A apresentadora exibiu o vídeo, leu nota enviada pelo município e fez críticas ao prefeito. Por meio de nota, prefeito diz ter sido mal interpretado. Confira, abaixo.

“MORRA QUEM MORRER”: GERALDO CRITICA FERNANDO POR FALA “DESASTROSA”

Geraldo critica Fernando por “fala desastrosa” e lembra 67 mortes pela covid-19 em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-prefeito de Itabuna e ex-deputado federal Geraldo Simões criticou Fernando Gomes pela “fala desastrosa” ao anunciar que o comércio de Itabuna reabriria, de qualquer forma, no próximo dia 9.

“Não é surpresa a repercussão negativa, em todo o País, da fala desastrosa do prefeito Fernando Gomes”, observou, acrescentando que o gestor “coloca Itabuna no cenário nacional, de forma extremamente negativa”.

Geraldo também lembrou que Itabuna é o segundo município da Bahia em número de mortes pela Covid-19. “São 67 famílias chorando a perda de seus entes”.

Fernando emitiu a frase ao comentar que adiaria a abertura do comércio do dia 1º para o próximo dia 9 (relembre aqui). Até o momento, ele não se pronunciou sobre a repercussão do que foi dito.