FG 'VETA' ALCÂNTARA NO GOVERNO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Amigos mais próximos a Fernando Gomes e Capitão Azevedo dizem que não há nenhum tipo de mistério sobre a situação de Alcântara Pellegrini na secretaria de esporte.
O que há é um veto de Fernando ao nome de Pellegrini no comando do esporte. Enquanto esse veto nao cai, o desportista fica como interino no cargo.

FEBRE DA SOLIDÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Para aquele fogo que dizem subir no prefeito Azevedo, quando está na cadeira oficial, Agulhão Afiado emite competente diagnóstico e prescreve tratamento.
Para abrandar o calor
que da cadeira lhe emana
não serve ventilador
nem técnica palaciana…
Essa quentura abrasante,
por falta de acompanhante,
só Maria Alice abana!…

GUARNIERI PEDE EXONERAÇÃO DA SAÚDE

Tempo de leitura: 2 minutos
Guarnieri pede exoneração por divergência de métodos (Foto Ascom)

Guarnieri: divergências.

O advogado Luiz Fernando Guarnieri pediu exoneração da secretaria municipal de saúde. Ele era considerado uma espécie de subsecretário da pasta comandada pelo vice-prefeito Antônio Vieira.
Segundo fontes da prefeitura, Guarnieri havia demonstrado descontentamento com os rumos tomados pelo governo na área de saúde, principalmente no que se refere a uma auditoria das contas das gestões dos ex-secretários Jesuíno Oliveira e José Henrique Carvalho.

Conhecido por sua seriedade e integridade, Guarnieri defendia uma auditoria completa. Com a resistência do governo, ele decidiu pedir exoneração. Mas o próprio prefeito Capitão Azevedo apela para que ele reconsidere a decisão.
Cardoso: briga com Gilson

Cardoso: briga com Gilson

Esta é a segunda exoneração na secretaria de saúde de Itabuna em menos de uma semana. Na sexta passada, quem pediu o ‘boné’ foi o médico José Carlos Cardoso, diretor interino da Vigilância Sanitária.
Ele teria brigado com o secretário de administração, Gilson Nascimento. Quem substitui José Carlos é Valdemar da Fonseca, que coordenava o departamento de Vigilância à Saúde da prefeitura no governo de Fernando Gomes.
Pelo visto, o clima de carnaval não fez bem ao governo de Azevedo, que ainda enfrenta uma epidemia de dengue.

EDUCAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ibicaraí está entre os municípios com o menor Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) no sul da Bahia. Nas séries iniciais, leva nota 3, quando a meta pretendida pelo MEC é 6.
Para mudar essa situação, o prefeito Lenildo Santana (PT) aposta em projetos de incentivo cultural e de estímulo ao esporte, ligando tudo à educação. Ele acredita que essa estratégia poderá fazer com que as crianças e os adolescentes se empolguem mais na sala de aula.

SÉRGIO NAYA E OS VIANA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O médico ilheense Jorge Viana não era apenas mui amigo do ex-deputado federal Sérgio Naya, encontrado morto há cinco dias em uma suíte do hotel Jardim Atlântico, zona sul de Ilhéus.
Viana tinha a pretensão de vender a área onde Naya construiria seu shopping center na terra da Gabriela. O terreno, avaliado em R$ 5 milhões, pertence aos irmãos Jorge e Carlos Viana, em sociedade com a construtora Mendes Júnior.
É aí que mora o problema.
Na desarmoniosa família Viana, correm rumores de que Jorge pretendia dar um “tombo” em Carlos, o que acabou não se concretizando porque Sérgio Naya, por assim dizer, “tombou” antes.
O assunto é o mais novo motivo de discórdia na família. E, provavalmente, razão para mais um dos numerosos processos que  os parentes –  até o filho! – de Jorge Viana movem contra ele.
Detalhe: todos os processos estão baseados em questionamentos sobre a administração dos bens da familia.

Leia também: Médicos ilheenses depõem no Caso Naya

SALVADOR TEM CARNAVAL MAIS TRANQUILO EM 2009

Tempo de leitura: < 1 minuto

Salvador não registrou homicídio na festa que atraiu mais de dois milhões de foliões, segundo organizadores. Hoje, o governo estadual apresentou dados que confirmam queda no número de ocorrências policiais relacionadas ao carnaval. Foi o segundo ano consecutivo sem registro de morte nos circuitos da folia.
A queda ficou em cerca de 8%, no período, com 1.379 registros ante 1.495 contabilizados no ano passado. O secretário de segurança pública, César Nunes, destacou o esforço das polícias civil e militar e o aparato tecnológico utilizado nos três circuitos do carnaval soteropolitano como responsáveis pela queda nas estatísticas policiais.

ANO COMEÇA (SÓ) APÓS RESSACA DO CARNAVAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Quem disse que o ano só começa no Brasil depois do carnaval?
Por aqui, assembléias legislativas, câmaras municipais e prefeituras só vão engrenar (e olhe lá!) na próxima segunda-feira, dia 2.
Até lá, vereadores, prefeitos, secretários, deputados vão empurrando com a barriga. E nem fale em Brasília. Na verdade, o ano só começa depois da ressaca do carnaval.
Pobre Brasil!

CRISE ESVAZIA CAMAROTES EM SALVADOR E NO RIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Não foi só o Carnaval baiano que se ressentiu de celebridades, entre as quais, políticos, dinheiro farto e glamour nos camarotes. No Rio, estrelas como Sharon Stone, Sylvester Stallone e Jean Claude Van Damme não deram as caras, apesar das inúmeros benefícios ofertados por cervejarias como a Brahma, que não incluíram, entretanto, cachês. “Imagina se eu vou pagar cachê! Se o Carnaval do Rio não for suficiente para atrair alguém, eu paro tudo e vou fazer futebol”, disse à Folha o organizador do camarote da Brahma, José Victor Oliva.
Aliás, no ano passado, sob o mesmo princípio, o Política Livre criticou o fato de o publicitário Nizan Guanaes ter pago cachê à modelo britânica Naomi Campbell para que ela fizesse circular no Carnaval baiano toda a sua formosura. A crise econômica, apontada pelo esvaziamento da festa tanto lá quanto em Salvador, assombrou a todos. O publicitário Roberto Justus, da Nova Schin, diz que “se a situação piorar, as companhias terão que rever o patrocínio” em 2010.
Do Política Livre

RECORD FAZ REPORTAGENS SOBRE O CACAU

Tempo de leitura: < 1 minuto

Segundo o blog Sport News, a partir de hoje e até o sábado, o Jornal da Record apresentará uma série de reportagnes sobre a lavoura cacaueira sul-baiana.
As TVs Itapoan e Cabrália são as responsáveis pela produção que vai retratar o cacau da vassoura-de-bruxa ao renascimento, do fruto ao chocolate. O jornal vai ao ar às 20h na Record e às 22h na Record News.

DESEMPREGO VOLTA A PREOCUPAR ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos
.

Itabuna começou o ano no vermelho quando o assunto é geração de empregos, revela levantamento feito pelo Pimenta na Muqueca. Indústria, comércio e serviços puxaram as demissões em janeiro e Itabuna fechou o mês com o corte de 130 vagas com carteira assinada.
O comércio eliminou 93 postos de trabalho, a indústria cortou 81 e o setor de serviços, 41. A construção civil continua com boas notícias, mas num nível menor. Em janeiro, o setor gerou 67 postos de trabalho.
O ano de 2009 começou com a geração de 780 empregos de carteira assinada e o registro de 910 demissões ou desligamentos no município. Os números fazem parte do levantamento mensal do Ministério do Trabalho e Emprego.
Como comparativo, no mesmo período de 2008, a cidade havia cortado três postos de trabalho. A diferença é que no ano passado não havia a crise  econômica mundial.
A notícia alentadora é que, no comparativo com dezembro, o ritmo de demissões caiu. Se agora foram 130, em dezembro do ano passado bateu em 410 desligamentos.

Cortes também em Ilhéus

A situação também não é boa para Ilhéus. Por lá, a indústria demitiu ainda mais. O setor tem como âncora o pólo de informática. Foram 112 cortes de vagas, resultado direto da demissão de 163 trabalhadores e admissão de apenas 51.
O comércio ilheense foi mais generoso do que o de Itabuna em janeiro, com a contratação de 135 pessoas e demissão de 166. A construção civil registrou bons números também em Ilhéus. Foram 56 contratações e 28 desligamentos no período, saldo de 28 postos.
A cidade, porém, não gerou um novo emprego sequer nos últimos 12 meses. Pelo contrário. Foram cortadas 61 vagas (6.541 admissões ante 6.602 desligamentos).
Itabuna baixou o ‘estoque’ de empregos em igual período, mas gerou 1.289 novas vagas (11.414 contratações e 10.125 demissões).

COMÉRCIO REABRE EM HORÁRIO NORMAL; BANCOS, SÓ ÀS 12H

Tempo de leitura: < 1 minuto

As lojas de Itabuna reabrem em horário normal nesta Quarta de Cinzas. O funcionamento do Jequitibá Plaza Shopping também volta ao normal. Hoje, só abriram as salas de cinema. Assim como em todo o país, as agências bancárias em Itabuna começam a atender a partir das 12h.

TRÂNSITO LENTO NA ILHÉUS-ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Às 18h12min, tráfego era intenso na rodovia Ilhéus-Itabuna

Às 18h12min, tráfego era intenso na Ilhéus-Itabuna (foto Pimenta na Muqueca).

Quem curtiu o feriadão de carnaval em Itacaré, Ilhéus e Canavieiras enfrenta lentidão no retorno para casa pela rodovia Ilhéus-Itabuna (Jorge Amado). Segundo o sargento Marcos Araújo, a polícia ainda não fechou a estatística dos primeiros seis dias de festa, mas o número de acidentes é considerado alto.
A principal recomendação é que não bebam antes de dirigir e tomem bastante cuidado nas ultrapassagens na rodovia, “que está bastante movimentada”. Ao Pimenta, Araújo disse que uma média de 500 veículos deixam Ilhéus, por hora, usando a rodovia.
A polícia ainda orienta o motorista a só fazer ultrapassagem com segurança e evitar fazê-la em cima de curvas ou lombadas (que existem em grande número na rodovia). Até o final da manhã desta quarta-feira, 25, a polícia deve divulgar os números da operação carnaval.

MUDANÇA DO GARCIA CRITICA GEDDEL, JH E WAGNER

Tempo de leitura: < 1 minuto

Thiago Ferreira | Política Livre
Os já tradicionais protestos realizados na Mudança do Garcia, muito influenciada por partidos como o PT, focaram este ano três dos principais personagens da atual cena política baiana: o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB), o governador Jaques Wagner (PT) e o prefeito de Salvador João Henrique (PMDB).
Os manifestantes levavam faixas em que diziam “Geddel + Carneiro = Bode” em referência aos dois peemedebistas. Já o governador foi criticado pela situação de insegurança em Itaparica e foi cobrado mais uma vez pela Fetrab a pagar a URV aos servidores do Estado. A entidade já havia se manifestado em relação ao tema na Lavagem do Bonfim.
Fora isto, ainda houve a manifestação do bloco dos “Sem merenda e sem remédio” em alusão às declarações de João Henrique à Agência Brasil de que “teria desviado recursos” das duas áreas para bancar o Carnaval, posteriormente desmentidas pelo prefeito.

CARNAVAL TAMBÉM É… PROGRAMA DE ÍNDIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Em Ilhéus, a folia também teve a participação da comunidade indígena, que invadiu a Avenida Soares Lopes. A festa por lá termina nesta terça, 24. Neste ano, o governo correu atrás do apoio da Bahiatursa, que garantiu atrações como Tonho Matéria, e focou num carnaval de resgate.

Os tupinambás provaram que carnaval de Ilhéus também é programa de índio...

Os tupinambás provaram que carnaval de Ilhéus também é programa de índio...

Se atrás do trio só não vai quem já morreu, imagine quem ainda está mamando... (Foto Mary Melgaço).

Se atrás do trio só não vai quem já morreu, imagine o tupinambá que acaba de nascer... (Fotos Mary Melgaço/R2cpress).