EX-PREFEITO MORRE NO FERRY IVETE SANGALO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-prefeito da cidade de Taperoá,  Paulo Roberto Viana, morreu a bordo do Ferry Boat Ivete Sangalo no final da manhã desta quinta (19). Ele vinha da Ilha de Itaparica em direção a Salvador dentro de uma ambulância que o trouxe do município que fica próximo a Valença, mas durante a viagem sofreu um ataque cardíaco e não resistiu até chegar a um hospital da capital.

Viana sofria de diabetes e precisou de atendimento médico por complicações cardíacas decorrentes da doença. O corpo do ex-prefeito está sendo velado na Câmara de Vereadores de Taperoá e será enterrado na sexta. Ele governou o município por dois mandatos entre os anos de 1996 e 2004.
Do Bahia Notícias

O VELHO GOLPE DO CELULAR

Tempo de leitura: < 1 minuto

É impressionante como ainda tem gente que cai no manjadíssimo golpe da mensagem que informa, via celular, que o cidadão ganhou um carro zero quilômetro. Tais mensagens são normalmente enviadas por marginais, muitas vezes do interior de presídios, com o objetivo de clonar números de telefone ou simplesmente tirar dinheiro de ingênuos.
Parece lenda urbana, mas não é. Somente hoje, em Ilhéus, três vítimas registraram ocorrência de casos do tipo na delegacia.

PETROBRAS FAZ NOVAS PERFURAÇÕES EM UNA E CANES

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Petrobras e a Statoil Hydro vão realizar uma segunda perfuração marítima exploratória na Bacia do Jequitinhonha, a 44 quilômetros da costa dos municípios de Canavieiras e Una.
O trabalho será feito a uma profundidade de 1.064 metros, com duração prevista de 95 dias. O trabalho começa em março, segundo o gerente de interpretação e avaliação das bacias da Costa Leste, José Antônio Cupertino. O comunicado foi feito à superintendência baiana da Ceplac.

UESC CONSEGUE REINTEGRAÇÃO DE RESTAURANTE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Estudantes cercaram reitor, que não cumpriu promessas (Foto Arquivo)

Estudantes cercaram reitor, que não cumpriu promessas (Foto Arquivo)

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) obteve, judicialmente, a reintegração de posse sobre o Restaurante Universitário. A ordem de reintegração foi cumprida no final da manhã de hoje pela polícia militar e um oficial de Justiça.
O cumprimento da ordem foi acompanhado pelos coronéis Ivo e Júlio. Nenhum aluno foi encontrado no local no momento da reintegração. Colchonetes, fogão, liquificadores e objetos pessoais foram retirados no prédio.
O Diretório Central dos Estudantes (DCE) ainda não se posicionou sobre a reintegração de posse, que ocorre a pouco mais de dez dias do início do ano letivo na universidade. As aulas começam no dia 2 de março.
O prédio foi ocupado na segunda quinzena de setembro do ano passado por cerca de 200 estudantes, que protestavam contra a falta de unidade de saúde, creche e residência universitária, além de reclamar do preço da refeição que era servida no restaurante.
A ocupação se deu após manifestação que reuniu mais de mil estudantes na porta da instituição e devido à resistência do reitor Joaquim Bastos (sempre ele!) em atender os alunos.

AGENTE DA DENGUE PODE FORÇAR ENTRADA EM IMÓVEIS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O juiz auxiliar da 1ª Vara Cível de Itabuna, Eros Cavalcanti, renovou o alvará que permite aos agentes de combate à dengue adentrar em qualquer imóvel para a aplicação do larvicida em potenciais focos do mosquito transmissor da dengue. A autorização foi concedida em resposta a requerimento do promotor Clodoaldo da Anunciação.
No ano passado, o promotor Márcio Fahel obteve pela primeira vez o instrumento judicial, já que havia grande quantidade de reclamações de agentes que eram impedidos de ter acesso a alguns imóveis na cidade.  O alvará concedido  em 2008 já tinha caducado, mas um outro foi emitido hoje (dia 19), com validade até 10 de maio de 2010.
Além dos agentes de combate a endemias, o documento permite que  agentes da Vigilância Epidemiológica, bombeiros, agentes comunitários de saúde e prepostos das secretarias municipal e estadual de Saúde  tenham acesso a qualquer imóvel no município, para cumprir as atividades de campo do combate à dengue.
Conforme o alvará, quando “documentada a circunstância” de ausência ou recusa de morador, fica autorizada utilização de força pública, com acionamento da Polícia Civil ou Militar, quando necessário.
Clique aqui para ler o documento.

PICADA NO BOLSO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um projeto do vereador Milton Gramacho (PRTB), de Itabuna, promete causar muita polêmica. Ele propõe a aplicação de multa aos proprietários de imóveis onde forem encontrados focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.
Para imóveis residenciais, o vereador defende uma multa de 50 Unidades Fiscais do Município (UFMs), algo em torno de R$ 1.700,00. Para os comerciais, o valor é o dobro.
O princípio é o de que essa história de conscientização funciona pouco. A coisa só se resolve mesmo quando o renitente no mau-costume é atingido no bolso.
Por outro lado, a falha do projeto é responsabilizar unicamente o cidadão, num momento em que boa parte da responsabilidade pelo avanço da dengue é atribuída à ausência do poder público.

CHIADEIRA DE CONCURSADOS EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Aprovados em concurso público feito pela Prefeitura de Ilhéus em 2007 reclamam que até agora não foram chamados. Newton Lima tem enfrentado protestos de aprovados para a guarda municipal e de outras áreas, como educação.

MP VAI ACOMPANHAR LICITAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Câmara de Vereadores de Itabuna quer dar um basta nos comentários sobre a lisura de suas licitações. Para dirimir questionamentos, convocou o Ministério Público para acompanhar as tomadas de preço que serão realizadas nesta sexta-feira (20), a partir das 9 horas.
De uma sentada, serão contratados serviços de publicidade, vigilância, limpeza e passagens.
A abertura e o julgamento das propostas serão acompanhados por um representante do MP. O convite foi  entregue na última terça-feira ao promotor Clodoaldo da Anunciação.

GREVE NA MALWEE EM CAMACAN

Tempo de leitura: < 1 minuto

Cerca de 360 dos 400 funcionários da fábrica da Malwee em Camacan cruzaram os braços na manhã desta quinta-feira (19). Os trabalhadores se encontram em campanha salarial, cobrando reajuste de 16,27%. O piso dos operários está em R$ 430,00 e eles querem aumento para R$ 500,00.
Mas a empresa não quer abrir a mão da maneira que os funcionários desejam e oferece reposição de 10,46%, o que elevaria os salários para R$ 475,00.
Por enquanto, nada feito. Hoje pela manhã, o sindicato da categoria, o Sintratec, promoveu assembléia em frente à fábrica, mas o ato terminou em pancadaria.
As vias de fato teriam sido comandadas por um preposto da Malwee, identificado como Maicon, que promoveu farta distribuição de tabefes. Uma das vítimas foi o presidente do Sindicato dos Comerciários de Itabuna, Jairo Araújo, que está em Camacan dando apoio aos operários, juntamente com outros sindicalistas.
Enquanto os ânimos não esfriam e as negociações não são retomadas, os grevistas permanecem concentrados na Praça do Bené, no centro de Camacan. Araújo e outras vítimas de agressão registraram ocorrência policial e logo mais serão submetido a exame no Complexo Policial de Itabuna.

CAOS NA URGÊNCIA DO HBLEM

Tempo de leitura: < 1 minuto

Apenas dois médicos estão atendendo no pronto-socorro do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem) em Itabuna.
A unidade é referência para os casos de urgência e emergência no município e para lá também são encaminhados, diariamente, centenas de pacientes vítimas da dengue.
Os médicos reclamam da carga de trabalho. Pior: o mês de fevereiro caminha para o final e o salário de janeiro ainda não pingou na conta.