skip to Main Content
25 de janeiro de 2021 | 12:47 am

FUNCIONÁRIOS DA UNIDADE COVID-19 DO HRCC RECEBEM NOVOS TREINAMENTOS

Funcionários da unidade Covid-19 recebem novos treinamentos
Tempo de leitura: 2 minutos

Com a abertura, nesta semana, da unidade Covid-19, exclusiva para tratamento da doença no Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, funcionários receberam treinamento e instruções específicas para a atuação profissional dentro do ambiente hospitalar de cuidados com os enfermos infectados.

Embora a maioria desses profissionais contratados para atuar na ala Covid-19, tenha vivência em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e conhecer seu funcionamento, a equipe especializada de Enfermagem do HRCC realizou treinamento para reforçar sobre a importância do uso correto de equipamentos e repassou orientações de fluxo interno de assistência ao paciente.

Outras orientações técnicas específicas também foram repassadas como a utilização da cápsula para transportar pacientes Covid-19, que protege o colaborador de aerossóis gerados. Para a equipe de técnicos de enfermagem foi orientado o funcionamento da bomba de infusão usada para drogas vasoativo, administração de medicações e uso contínuo como as sedações.

Instrutores do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT),do HRCC, repassaram orientações sobre higienização das mãos, retirada de adornos, utilização de avental descartável, roupa privativa, óculos de segurança, protetor facial, luva de procedimento, máscara PFF2/N95 e respirador facial com filtro químico.

TREINAMENTO

Como parte do treinamento teórico-prático também foram abordados: distância segura, cuidados com a retirada de vestimenta, máscara cirúrgica, colocação de retirada de equipamentos de proteção individual – EPIs (paramentação e desparamentação) e manual preventivo de propagação.

 

O diretor assistencial do HRCC, o médico Almir Gonçalves,explica que a unidade Covid-19 do hospital segue um planejamento já adotado pela administração, com treinamentos que capacitam profissionais. “Sempre esteve em nossa rotina, a aplicação de treinamentos. “Buscamos qualificar e melhorar os serviços em saúde para os pacientes, também, em especial, devemos resguardar a saúde dos nossos colaboradores”explica.

Funcionários do HRCC também avaliaram de forma positiva a abertura da unidade Covid-19, sua estrutura e seus cuidados para prevenção, como o túnel de desinfecção. Para Iza Reis, auxiliar administrativa, a iniciativa é essencial e eficaz para conter a disseminaçãodo vírus, em um momento como este. “Nosso agradecimentoao governo do Estado, assim como a direção do Hospital Regional Costa do Cacau, por estarem juntos e trabalhando alinhados visando nossa prevenção e de todos os pacientes. Temos o Costa do Cacau como exemplo, essa iniciativa é aplausível”, diz.

O enfermeiro Ronaldo Pereira destaca as ações importantes para o enfrentamento do novo novo coronavírus. “Essa nova estrutura dentro do HRCC foi uma resposta eficiente frente ao problema que enfrentamos, os investimentos vieram para agregar aos cuidados que ofertamos aos usuários do SUS.Nosso agradecimento ao governador Rui Costa e toda direção do IBDAH que faz a gestão do Hospital  Costa do Cacau” .

HRCC REFORÇA AS AÇÕES CONTRA A DISSEMINAÇÃO DO NOVO CORONAVÍRUS

Hospital Costa do Cacau tem 57 funcionários infectados pela Covid-19
Tempo de leitura: 2 minutos

Com o objetivo de detalhar o atual panorama do novo coronavírus (COVID-19) no estado e repassar informações sobre cuidados e prevenção contra a doença, o Núcleo Hospitalar Epidemiologia (NHE) do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus,  intensificou as atividades periódicas para pacientes e acompanhantes, no Setor de Emergência.

Durante os encontros, os profissionais reforçam a importância da adoção das medidas de isolamento social e da manutenção do hábitos de higiene para reduzir a velocidade da disseminação do vírus. Além disso, são repassadas informações atualizadas sobre o número de casos confirmados na Bahia e os municípios que apresentam registros positivos para o novo coronavírus.

Os especialistas do NHE também aproveitam os encontros para explicar que a família do coronavírus já era conhecida dos cientistas, a exemplo do SARS-CoV e MERS-CoV. Eles lembram,  porém, que  o COVID-19 é uma nova variação notificada em 31 de dezembro passado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) na China.

Outra informação repassada é que ninguém tem imunidade ao COVID-19 e todos devem tomar os devidos cuidados. Os profissionais de saúde destacam que os estudos de uma vacina para imunização contra a doença ainda está em fase de pesquisa pela área científica, em diversos países do mundo.

MEDIDAS PARA DIMINUIR O RISCO DE CONTÁGIO

De acordo com a enfermeira Indira Borges, coordenadora do NHE, orientações sobre uso de máscaras e quem deve usá-las são repassadas para as pessoas. “Explico que um dos usos mais adequados é colocar a máscara no paciente suspeito, assim diminuímos o risco de contágio gerado por gotículas”, conta.

Outra questão evidenciada por Indira Borges é o uso racional dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). “Pelo aumento da procura desses insumos, existe a dificuldade para a aquisição. Uma máscara de fundamental proteção para profissionais de saúde, como a N95, não pode faltar, porque protege aquele que vai entubar um paciente em estado grave”, destaca.

Para o médico Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC, o momento é de mobilização de forças contra o novo coronavírus. “Aqui no hospital, além de organizarmos estratégias, reforçamos higienização e adotarmos outros procedimentos para combater o COVID-19, cumprimos a missão de orientar pessoas para cuidados e prevenção contra a doença”, conclui.

G20 VAI INJETAR US$ 5 TRILHÕES NA ECONOMIA PARA MINIMIZAR EFEITOS DO CORONAVÍRUS

Remessa recorde de dólares para o Brasil
Tempo de leitura: 2 minutos

Nesta quinta-feira (26), os líderes do G20 discutiram, por videoconferência, ações para atenuar os impactos sociais e econômicos causados da pandemia de covid-19. De acordo com comunicado conjunto, os países estão injetando mais de US$ 5 trilhões na economia global, em políticas fiscais direcionadas, medidas econômicas e esquemas de garantia.

A reunião foi organizada pela Arábia Saudita, que está na presidência rotativa do grupo dos 20 países mais ricos do mundo. O governo brasileiro também participou do debate.

O grupo informou que vai continuar realizando um apoio fiscal ousado e em larga escala. “Estamos adotando medidas imediatas e vigorosas para apoiar nossas economias; proteger trabalhadores, empresas – especialmente micro, pequenas e médias empresas – e os setores mais afetados; e amparar os vulneráveis por meio de uma proteção social adequada”, diz o comunicado.

Entre outras ações, os países do G20 vão acompanhar os riscos de dívida em países de baixa renda devido à pandemia e pedir que seus ministros de Finanças e os bancos centrais trabalhem com as organizações internacionais para fornecer a assistência financeira internacional apropriada. “Apoiamos as medidas extraordinárias adotadas pelos bancos centrais. Os bancos centrais agiram para apoiar o fluxo de crédito para as famílias e empresas, promover a estabilidade financeira e aumentar a liquidez nos mercados globais”, afirmam os líderes.

Os líderes do G20 lamentaram as mortes ocorridas, expressaram sua gratidão aos profissionais de saúde e comprometeram-se coletivamente no esforço de proteger vidas, os empregos e a renda das pessoas; restaurar a confiança, preservar a estabilidade do mercado e retomar o crescimento; minimizar as interrupções no comércio e nas cadeias de suprimentos globais; prestar ajuda a todos os países que precisam de assistência, e coordenar medidas financeiras e de saúde pública.

Leia Mais

STJ SUSPENDE AÇÕES QUE CONTESTAM CORREÇÃO DO FGTS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da Agência Brasil
O ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou hoje (26) a suspensão de todas as ações em tramitação na Justiça Federal que contestam a correção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS pela Taxa Referencial (TR). Segundo o STJ, a decisão terá impacto em mais de 50 mil ações em todo o país.
Gonçalves determinou que os processos sobre o tema fiquem parados até que o tribunal resolva a controvérsia sobre o assunto. A questão sobre o índice de correção que a Caixa Econômica Federal deve aplicar na correção do FGTS tem gerado decisões conflitantes em todo o Judiciário. Em algumas decisões, juízes de primeira instância têm entendido que a TR não pode ser usada para correção e determinam que a Caixa adote o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador oficial da inflação, com cotação superior.
Com o FGTS, criado na década de 1990, o empregador deposita todo mês o valor correspondente a 8% do salário do empregado. O valor pode ser sacado pelo empregado em caso de demissão sem justa causa ou para comprar a casa própria, por exemplo.

DEZ MIL AÇÕES CONTRA INADIMPLENTES EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Prefeitura tentará receber créditos tributários na Justiça (foto Mary Melgaço)

A Prefeitura de Ilhéus se prepara para ingressar na Justiça com nada menos que 10 mil ações de execução fiscal contra contribuintes em débito com o erário. O anúncio da medida foi feito na manhã de hoje (10),  em entrevista ao programa de rádio “O Tabuleiro”, pelo procurador tributário do município, o advogado Lélio Furtado.
Segundo o procurador, a execução fiscal será o último recurso do governo na tentativa de obter os créditos. Furtado disse que a maior parte da inadimplência – cerca de 80% –  corresponde a dívidas com o IPTU. Aproximadamente 2 mil ações, que somam um valor total de R$ 6 milhões, já teriam sido preparadas pela Procuradoria.
Além dos débitos tributários, a Prefeitura também pretende resgatar valores referentes a alvarás, licenças e multas previstas no Código de Posturas do Município.

FIM DA PICADA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Itabuna detém o maior índice de infestação predial pelo mosquito Aedes aegypti no país (10,7% das residências). Mesmo assim, em matéria da Agência Brasil, não figura entre os municípios brasileiros que estão sendo louvados por estarem capacitando agentes para combater a epidemia que se avizinha.

Até Ilhéus tem algo a mostrar. Segundo o governo federal, o município, que tem infestação de 4,7% está treinando médicos, enfermeiros e técnicos, assim como profissionais de saúde com nível médio.

O destaque, diz o texto, está na mobilização de agentes do Programa Saúde da Família, que se juntam aos demais para um trabalho de conscientização da população.

Itabuna nem é citada, embora todos os outros municípios da lista apresentem índices bem menores (quase três vezes menores, diga-se), o que não os impede de se esforçarem para evitar o pior. Itabuna, aliás, deu férias a um grupo de agentes. É pedir pra ser alvo.

Back To Top