skip to Main Content
24 de janeiro de 2021 | 09:48 pm

ADVOGADO SOFRE AGRESSÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Chaves (direita), ao lado do presidente da OAB/Itabuna, Andirlei Nascimento

O advogado José Henrique Chaves foi agredido fisicamente nesta quinta-feira, 29, quando se encontrava no Fórum Epaminondas Berbert de Castro, em Ilhéus. A violência foi cometida por um homem que move ação contra a administradora dos cartões Hipercard. Chaves é advogado da empresa.

O agressor do advogado foi detido no local por um soldado da Polícia Militar e levado para a sede da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Corpin). O caso foi comunicado à Ordem dos Advogados do Brasil.

Em novembro do ano passado, José Henrique Chaves disputou o comando da subseção da OAB de Itabuna, perdendo para Andirlei Nascimento, que foi reeleito para a presidência da entidade.

VÍDEO MOSTRA IRMÃO DE “GURITA” AGREDINDO ESTUDANTE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um vídeo divulgado pelo site Ilhéus 24h mostra que a agressão contra o estudante Thiago Pacheco, na Câmara de Vereadores de Ilhéus, não partiu do vereador Alzimário Belmonte, o “Gurita”, mas sim do irmão deste, identificado como “Bereta”.

A confusão no plenário do legislativo ilheense ocorreu durante a votação do pedido de abertura de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar possíveis irregularidades no sistema de transporte coletivo. Gurita votou contra a CEI e foi hostilizado por militantes do Reúne Ilhéus, movimento que luta pela redução do valor da passagem de ônibus.

Houve gritaria, vaias e empurra-empurra. As imagens mostram Gurita ao lado de um rapaz de camisa de listras azuis e brancas. Segundo o site, trata-se de Bereta. Não há muita nitidez no vídeo, mas a impressão é de que foi o irmão do vereador quem desferiu o soco que derrubou Thiago Pacheco. O caso foi parar na delegacia.

Assista ao vídeo, gravado pelo repórter Fábio Bomfim:

FOTÓGRAFO QUER INDENIZAÇÃO DO ESTADO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Sérgio Silva pedirá R$ 700 mil de indenização (foto Arquivo Pessoal)

Sérgio Silva pedirá R$ 700 mil de indenização (foto Arquivo Pessoal)são,

Do Portal Comunique-se
O fotógrafo da Futura Press, Sérgio Silva, de 31 anos, entrará com pedido de indenização de R$ 700 mil contra o governo do estado de São Paulo, em resposta à atuação da Polícia Militar. Na noite mais violenta dos protestos contra a elevação da tarifa do transporte público, em 13 de junho, o profissional foi atingido por uma bala de borracha no olho esquerdo enquanto fazia a cobertura do evento na capital paulista. Silva sofreu lesões oculares e fratura de órbita, por isso, pode ficar cego.
Em depoimento concedido ao G1, seu advogado, Paulo Sérgio Fernandes, avaliou que não será preciso provar quem foi o policial responsável pelos disparos ou se havia intenção de acertá-lo. “Precisamos mostrar apenas que alguém disparou e feriu um fotógrafo no exercício legítimo da profissão”, explicou o defensor de Silva.
Fernandes também ingressará com ação cautelar cobrando tratamento de qualidade para o profissional, que, na melhor das hipóteses, perderá 70% da visão, de acordo com os médicos. Informações divulgadas no dia que sucedeu a agressão apontavam que as chances de recuperação não ultrapassavam 5%.
Leia mais

ZAGUEIRO DO VITÓRIA AGRIDE FOTÓGRAFO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Victor Ramos (fazendo sinal negativo) não gostou de ser fotografado bebendo uísque (foto Gilberto Jr./Bocão News)

Victor Ramos (fazendo sinal negativo) não gostou de ser fotografado bebendo uísque (foto Gilberto Jr./Bocão News)

Em tour pelos festejos juninos que acontecem no interior da Bahia, o zagueiro Victor Ramos, do Vitória, não gostou de ser fotografado na noite deste domingo, 23, em um evento na cidade de Santo Antônio de Jesus.
O jogador tomava uns goles de uísque, quando teve sua imagem registrada pelo fotógrafo Gilberto Júnior, do site Bocão News. Indignado, Ramos agarrou o profissional de imprensa pelo pescoço, ordenando que ele apagasse as fotos.
“Ele me mandou apagar as fotos, mas eu me recusei e ele partiu pra cima, me segurando pelo pescoço com a ajuda de um amigo”, contou Gilberto.
A produção do evento teve que intervir e levou jogador e repórter para conversar em uma sala reservada, onde Ramos e seus amigos teriam feito ameaças a Gilberto Júnior. Depois, o jogador saiu do local e retornou em seguida, afirmando que o fotógrafo poderia publicar as imagens. Com informações do Correio.

LEONELLI DIZ QUE NÃO AGREDIU, SÓ FOI “RÍSPIDO”

Tempo de leitura: < 1 minuto

Indicação para Leonelli: toma “Paquetá”

O secretário de Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, divulgou nota na qual admite ter sido ríspido com a jornalista Bruna Santana, chefe do Departamento de Comunicação da Bahiatursa. Mas nega tê-la agredido.

O fato ocorreu durante o Congresso da Abav, no Rio de Janeiro. Segundo a nota de Leonelli, o que houve foi “uma discussão, ríspida, entre nós dois, por conta da necessidade do trabalho cotidiano de uma feira de grande porte, como é o caso do Congresso da Abav”.

O secretário diz ter pedido desculpas à funcionária, primeiro reservadamente, e  depois em público, durante reunião de avaliação do evento. Esse episódio atiçou a oposição, sendo que o deputado estadual Carlos Geilson (PTN) chegou a cobrar posicionamento da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (confira).

Constrangimento geral no governo.

PROCURADORIA INVESTIGA AGRESSÃO DE JUÍZA POR PROMOTOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do G1
Está prevista para terça-feira (28) a chegada em Salvador de uma juíza que foi agredida por um promotor durante o carnaval prolongado de Porto Seguro, na região sul da Bahia, na noite de quinta-feira (23).
Segundo o Boletim de Ocorrência, registrado na delegacia de Porto Seguro, a juíza disse que foi agredida com socos, chutes e pontapés por um promotor de Justiça. O motivo da agressão não foi divulgado. A juíza passou por exame de corpo e delito no Instituto Médico Legal de Porto Seguro.
O delegado Ricardo Feitosa, que encaminhou todas as informações iniciais e as guias de corpo e delito para a Procuradoria Geral da Justiça, responsável por apurar o caso, disse que não estava autorizado a falar sobre o assunto.

PREFEITO AFASTA AGENTES DE TRÂNSITO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os agentes de trânsito Maxwel de Almeida Pinto e outro de prenome Lucas foram afastados de suas funções pelo prefeito de Itabuna, José Nilton Azevedo. No último sábado, 30, a dupla se envolveu no espancamento de um suspeito de arrombamento.
Além do afastamento, o prefeito solicitou “completa apuração do caso” pela Corregedoria do Município. Em depoimento numa sindicância instaurada pela Secretaria de Transportes e Trânsito, à qual estão vinculados, os agentes alegaram ter agido em “legítima defesa”.
Clique aqui para ver a notícia e vídeo sobre a agressão.

SINDICÂNCIA PARA AGENTES ACUSADOS DE AGRESSÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Dois agentes de trânsito que participaram de perseguição e espancamento de Antônio Souza dos Santos, 36, devem responder a sindicância da Secretaria de Trânsito de Itabuna (Settran). Um dos agentes foi identificado como Maxwel de Almeida Pinto e o segundo, apenas pelo prenome Lucas.
Antônio Souza foi perseguido por ser suspeito de arrombar casa comercial na região do Pontalzinho, área central de Itabuna. Os agentes alcançaram o suspeito mais de 500 metros depois. A perseguição foi gravada por um mototaxista.
Quando alcançado, Antônio leva uma sessão de socos e murros. Um morador pede ao agente de trânsito que atire na perna do suposto arrombador e logo depois dá chutes e pula sobre as pernas dele, mesmo depois do suspeito ter sido algemado e dominado (leia artigo sobre o caso). Os agentes dizem que usaram de força apenas para dominar o arrombador. Confira no vídeo abaixo.

EX-DEPUTADO TUCANO DÁ SOCO EM ADVERSÁRIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Guirra exibe "bicada" (Foto RF Notícias).

Sérgio Passos, ex-deputado estadual e hoje presidente do PSDB baiano, é acusado de agredir fisicamente um funcionário público do município de Caldeirão Grande.
O tucano deu fortes “bicadas” no rosto de Carlos Alberto Guirra do Carmo, logo depois que o servidor público deixou um salão de beleza e foi tomar uma loura gelada. O deputado estava no mesmo bar, na avenida Lomanto Júnior.

Sérgio "Popó" Passos

Segundo o RF Notícias, o nível baixou e Sérgio Passos desferiu um soco no rosto de Carlos Alberto, que é funcionário público concursado e ligado à oposição.
A cidade é governada pela esposa do ex-deputado. Carlos Guirra correu à delegacia de polícia mais próxima e deu queixa contra o “tucano nervoso”.
O ex-deputado e atual dirigente do PSDB da Bahia não foi encontrado para apresentar a sua versão do caso.

QUE POLÍCIA É ESSA?

Tempo de leitura: < 1 minuto

Cenas chocantes da agressão de dois policiais contra um adolescente, em Feira de Santana. O fato ocorreu nesta quinta-feira, 10, e os dois marginais (digo, policiais) foram afastados das atividades de rua.

Back To Top