skip to Main Content
15 de janeiro de 2021 | 11:22 pm

SERVIÇO DA COELBA INTERROMPERÁ CAPTAÇÃO DE ÁGUA EM ITABUNA

Captação de água em Rio do Braço, em Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma manutenção programada pela Coelba nesta quinta (7) suspenderá por, pelo menos, seis horas a captação de água em Rio do Braço, afetando o abastecimento para cerca de 70% da população itabunense.

O comunicado da Emasa, nesta manhã de quarta (6), informa que o serviço de captação em Rio do Braço e Mutuns será retomado assim que a Coelba concluir a manutenção programada na rede do distrito de Banco do Pedro, em Ilhéus.

A maioria da população itabunense é abastecida com a água do Rio Almada, captada em Rio do Braço, Ilhéus.

FALTA DE ENERGIA ELÉTRICA EM ESTAÇÕES DA EMASA DEIXA ITABUNA SEM ÁGUA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Itabuna está há mais de 30 horas sem água devido à falta de energia elétrica nas estações de captação e de tratamento de água, segundo informou a direção da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa). Na nota, a direção da empresa diz que os serviços estão paralisados em todo o município e a situação preocupa a todos e pode comprometer o abastecimento até de hospitais.

A Emasa ressalta que, “mesmo com a COELBA  trabalhando para resolver os problemas, seus técnicos  até este momento  não regularizaram a situação. “Já são mais de trinta horas sem fazer o bombeamento da água, o abastecimento está paralisado em todo o município o que deixa todos altamente preocupados, inclusive com os Hospitais  de Itabuna”, informa a empresa em nota oficial.

ILHÉUS: MANUTENÇÃO DEIXARÁ 15 LOCALIDADES DA ZONA NORTE SEM ÁGUA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Devido a serviços de manutenção numa das estações de Tratamento de Água (ETA) em Ilhéus, localidades da zona norte do município terão o abastecimento interrompido na próxima sexta. Conforme a Embasa, a manutenção será iniciada às 8h e tem previsão de conclusão até o final da tarde de sexta (25).

Imóveis situados em pontos mais distantes da rede distribuidora, como distritos, podem levar até 48h para ter o abastecimento totalmente regularizado. A Embasa ainda ressalta a importância de o usuário possuir reservatório domiciliar adequado às necessidades diárias de consumo do imóvel, minimizando o impacto de interrupções programadas ou emergenciais no fornecimento de água tratada.

LOCALIDADES AFETADAS

As localidades afetadas pelo interrupção no abastecimento são o Alto Nerival; Alto Soledade; Aritaguá; Barra/CSU; Centro Industrial, Iguape, Jardim Savóia, Novo Ilhéus, São Domingos, São João, São José, São Miguel, Sambaituba e Urucutuca.

MANUTENÇÃO DEIXARÁ 27 BAIRROS DE ILHÉUS SEM ÁGUA NESTA TERÇA (25)

Tempo de leitura: < 1 minuto

Devido a serviços de manutenção na Estação de Tratamento de Água (ETA) da região central, 27 localidades de Ilhéus terão o fornecimento de água suspenso por até 24 horas nesta terça (25). A medida afetará o abastecimento no Centro e bairros (confira lista abaixo).

A previsão é de que o reparo em trecho da rede adutora que leva água bruta até a estação seja concluído na tarde do mesmo dia, quando o serviço será gradativamente normalizado. Pontos elevados e mais distantes da rede de distribuição, como Banco da Vitória e Salobrinho, podem levar até 36 horas para ter o serviço completamente regularizado.

LOCALIDADES AFETADAS

Alto Carvalho, Alto da Esperança, Alto do Amparo, Alto do Aureliano, Alto do Cacau, Alto do Coqueiro, Alto Legião, Alto São Francisco, Avenida Itabuna, Banco da Vitória, Basílio, Conquista, Esperança, Frei Vantuy, Malhado, Morada do Bosque, Morada do Porto, Pacheco, Princesa Isabel, Salobrinho/Uesc, Tapera, Teotônio Vilela, Teresópolis, Vila Cachoeira, Vila Freitas, Vila Queiroz eVila Nazaré.

ILHÉUS: ABASTECIMENTO DE ÁGUA SERÁ SUSPENSO EM 25 LOCALIDADES DA ZONA SUL NA 5ª

Tempo de leitura: < 1 minuto

O fornecimento de água será suspenso na próxima quinta (2) em mais de vinte localidades da zona sul de Ilhéus, informou a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). A suspensão se deve às obras de entroncamento de nova rede de água tratada ao sistema de abastecimento da empresa (confira a lista abaixo).

Segundo a empresa, a previsão é de que o serviço seja concluído ainda na tarde da próxima quinta e de regularização do abastecimento em até 24 horas após. Com o entroncamento, a empresa utilizará nova rede adutora de 10 quilômetros de extensão da Estação de Tratamento de Água (ETA), no Pontal, para bairros centrais de Ilhéus hoje atendidos pela estação da Barragem do Iguape.

– Como a Barragem do Iguape teve sua capacidade de acumulação e de recuperação alteradas ao longo dos últimos anos, consequência de mudanças no regime de chuvas e intervenções humanas, vamos usar água do Rio Santana para suprir parte da demanda de bairros centrais de Ilhéus. A partir do funcionamento desse equipamento, deixaremos de captar aproximadamente 2,5 milhões de litros de água do Iguape diariamente”, explicou o gerente do Escritório Local da Embasa em Ilhéus, José Lavigne.

Segundo a empresa, a mudança não afetará o abastecimento de água da zona sul, pois a ETA do Pontal possui mais capacidade de produção do que a atualmente utilizada.

LOCALIDADES AFETADAS

A relação de localidades afetadas com as obras, na próxima quinta, é composta por BR-415, Barreira, Ceplus, Couto, Cururupe, Hernane Sá I e II, Ilhéus II, Jardim Atlântico, Loteamento São Caetano, Mar a Vista, Mar de Ilhéus I, Nossa Senhora da Vitória, Nelson Costa, Pérola do Mar, Pontal, Parque Olivença, Praia Dourada, Rodovia Ilhéus-Olivença, Santo Antônio de Pádua, São João, Sapetinga, Sol e Mar I e II e a Urbis.

MINISTÉRIO PÚBLICO QUER A SUSPENSÃO DO CORTE DE ÁGUA E LUZ NO EXTREMO-SUL DA BAHIA

MP recomenda que empresa não corte água e luz de consumidores de quatro municípios
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) recomendou às concessionárias dos serviços públicos de água, luz e gás dos municípios de Eunápolis, Guaratinga, Itagimirim e Itapebi, no extremo-sul da Bahia, que não suspendam o fornecimento a consumidores com contas atrasadas enquanto durar a situação de emergência decorrente dos riscos da contaminação por coronavírus.

O MP-BA pediu também que as empresas suspendam, temporariamente, a cobrança de faturas e dívidas passadas daqueles usuários beneficiados com as tarifas sociais de água e energia elétrica, possibilitando o parcelamento do débito quando passar o período de emergência. A recomendação foi expedida pela promotora de Justiça Catharine de Oliveira Mattos.

A promotora de justiça solicitou ainda aos fornecedores, distribuidores e revendedores dos quatro municípios que assegurem o oferecimento para venda ao consumidor de produtos de primeira necessidade.

NÃO AUMENTAR PREÇOS

Além disso, orientou que água mineral, alimentos, combustíveis, gás, remédios, álcool, máscaras cirúrgicas descartáveis e produtos de saneamento sanitário domiciliar sejam vendidos pelos mesmos preços praticados antes da pandemia e que eventuais alterações de valor sejam fundamentadas na comprovação de alteração dos custos empresariais logísticos ou funcionais, que devem ser divulgados ao consumidor e aplicados respeitando os estoques disponíveis.

Segundo as recomendações, restrições quantitativas de compra podem ser adotadas com o objetivo de garantir o equilíbrio e a harmonia social, para assegurar o atendimento ao maior número possível de consumidores até que a situação se normalize.

Foi recomendado ainda que os farmacêuticos, ou profissionais responsáveis, orientem o consumidor quanto às medidas de autopreservação e de uso de itens de higiene pessoal, máscaras de proteção, antissépticos e congêneres, informando eventuais itens similares equivalentes aos buscados pelos consumidores.

EMASA: ABASTECIMENTO É INTERROMPIDO EM 13 LOCALIDADES

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) informou, há pouco, a interrupção no abastecimento de água em, pelo menos, 13 localidades nesta segunda, dentre elas o Centro. De acordo com a empresa, um “problema que surgiu em um registro de manobra” provocou a interrupção.

As localidades afetadas, conforme a empresa, são Centro, Conceição, Pedro Jerônimo (parte baixa), Zildolândia, Banco Raso, Mangabinha, São Caetano, Sarinha Alcântara, Jardim Primavera, Vila Anália, Novo São Caetano, Jaçanã e Novo Jaçanã.

A previsão é de que os trabalhos de correção sejam concluídos por volta das 16h desta segunda (2), quando o abastecimento será retomado.

TÉCNICOS MONITORAM OBRAS DE RECUPERAÇÃO DA BARRAGEM DO ALMADA EM ITAJUÍPE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Obras de barragem são fiscalizadas por equipe de consórcio || Foto Divulgação

Técnicos do Consórcio do Território Litoral Sul fiscalizaram as obras de recuperação da Barragem do Almada, em Itajuípe, no sul da Bahia, nesta segunda (19). A ação busca prevenir e minimizar os riscos de acidentes ambientais durante a execução da obra. A barragem abastece a população de Itajuípe e, no local, também há estação de tratamento da água.

O engenheiro Lucius Flavius Ouries, do Consórcio Litoral Sul, liderou a equipe de fiscalização. O Consórcio foi ao local a convite da Secretaria de Meio Ambiente de Itajuípe. Segundo o secretário de Meio Ambiente, Vinícyus Guimarães, a fiscalização busca reduzir a possibilidade de acidentes neste tipo de construção.

– Os técnicos do consórcio colaboram diretamente no acompanhamento, na análise do parecer técnico e para a estruturação, observando a real situação ambiental e de risco da construção para o município e a população – explicou Guimarães.

Lucius Flavius, do Consórcio Litoral Sul, diz que o acompanhamento “permanente e sistemático da situação da estrutura” vai no sentido de “coibir desmates ilegais e outras infrações e crimes ambientais”.

UBAITABA: AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE CONTRATO COM A EMBASA É ADIADA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ubaitaba adia debate sobre contrato com a Embasa || Foto Humberto Hugo

A Prefeitura de Ubaitaba e a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) adiaram para a próxima quinta (23), às 20h, na Câmara Municipal de Vereadores, a audiência pública para apresentação da minuta de contrato de programa a ser assinado para a gestão associada dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no município. O adiamento se deu em razão do falecimento de Maria de Lurdes Oliveira Santos, dona Miúda, 83 anos, mãe do vereador Uilson de Gói.

A sessão, em nova data, será aberta à sociedade e contará com a participação de representantes da Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), Ministério Público estadual, Poder Judiciário e de instituições ambientais. Os participantes da audiência pública poderão apresentar sugestões, por escrito, em formulário próprio, sobre o tema da audiência pública.

ITABUNA, ILHÉUS E OUTROS 25 MUNICÍPIOS DO SUL DA BAHIA TÊM ÁGUA CONTAMINADA

Tempo de leitura: 2 minutos

Agrotóxico contamina água de 27 cidades do sul da Bahia, segundo estudo

Um coquetel que mistura diferentes agrotóxicos foi encontrado na água de 1 em cada 4 cidades do Brasil entre 2014 e 2017, segundo estudo realizado em conjunto pela ONG Repórter Brasil, Agência Pública e organização suíça Public Eye. Nesse período, as empresas de abastecimento de 1.396 municípios detectaram todos os 27 pesticidas que são obrigados por lei a testar.

Desses, 16 são classificados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como extremamente ou altamente tóxicos e 11 estão associados ao desenvolvimento de doenças crônicas como câncer, malformação fetal, disfunções hormonais e reprodutivas. De acordo com o estudo, entre as cidades com água contaminada com agrotóxico estão Almadina, Arataca, Aurelino Leal, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Dário Meira e Floresta Azul.

O estudo aponta ainda contaminação em fontes que abastecem Gandu, Gongogi, Ibirapitanga, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itaju do Colônia, Itapé, Itapitanga, Ipiaú, Mascote, Pau Brasil, Santa Luzia, São José da Vitória, Ubaitaba, Ubatã, Una e Uruçuca.

No extremo-sul do estado, estão na lista as cidades de Alcobaça, Belmonte, Eunápolis, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itapebi,  Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Prado. Na Bahia, são 271 cidades com problemas, segundo o estudo.

Leia Mais
Back To Top