skip to Main Content
31 de maio de 2020 | 12:03 am

FUNCIONÁRIOS DA EMASA OCUPAM A CÂMARA EM PROTESTO CONTRA PRIVATIZAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
ocupaçao camara

Funcionários da Emasa temem perder seus empregos com a privatização da empresa

Um número entre 40 e 50 funcionários da Emasa (Empresa Municipal de Saneamento de Itabuna) ocupa desde ontem (13) as dependências da Câmara de Vereadores. Eles tentam impedir a tramitação do projeto de lei que autoriza o Executivo a promover a concessão da empresa à iniciativa privada.

O projeto deu entrada ontem no legislativo e a expectativa é de que seja lido na sessão desta quarta-feira (15). Na manhã de hoje, vereadores foram impedidos de entrar na Câmara pelos representantes do Sindae (Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgoto da Bahia). Funcionários que estão no interior da sede do legislativo também não podem sair.

Segundo informações, o presidente da Câmara, Aldenes Meira (PCdoB), entrou com ação na justiça, pedindo a desocupação do prédio. O chefe do legislativo diz que haverá ampla discussão em torno do projeto de concessão, estando prevista a realização de audiência pública sobre a matéria. O PCdoB, partido do presidente, defende a proposta.

Os funcionários da Emasa temem que a privatização resulte na perda de seus empregos. Eles também sustentam que a transferência da empresa para a iniciativa privada não resolve o maior problema de Itabuna hoje, que é a falta de água.

CEI FINGE QUE MIRA EM ROBERTO JOSÉ

Tempo de leitura: < 1 minuto
Aldenes e Jairo colhem assinaturas para instalar CEI

Aldenes e Jairo colhem assinaturas para instalar CEI

A dupla de vereadores comunistas na Câmara de Itabuna – Aldenes Meira e Jairo Araújo – coletava assinaturas na tarde de hoje (24) para abrir uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) com o objetivo de apurar supostas irregularidades na gestão de Roberto José na Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc).

Comenta-se que o ex-presidente da fundação possa ter exagerado nos gastos e tais suspeitas deverão ser apuradas pela CEI, que já teria assinaturas suficientes para ser instalada. Nos bastidores, também se diz que os comunistas jogam por tabela e o verdadeiro alvo não seria Roberto José, ou pelo menos não somente ele.

No Centro Administrativo Firmino Alves, tem gente que vai precisar tomar cuidado para não perder o controle.

CERB VAI PERFURAR POÇOS ARTESIANOS EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Cerb vai perfurar 13 poços nos bairros de Itabuna

Cerb vai perfurar 13 poços nos bairros de Itabuna

A Prefeitura de Itabuna utilizará recursos fornecidos pela Defesa Civil do Estado para perfurar 13 poços artesianos em bairros da cidade. De acordo com o prefeito Claudevane Leite, um convênio foi firmado com a Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), que ficou responsável pelos estudos geológicos e perfuração dos poços.

A captação de água no subsolo se tornou uma das alternativas dos itabunenses, diante do agravamento da crise hídrica. Com a captação em suas estações comprometida, a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) há muito tempo não consegue nem de longe atender à demanda. A Defesa Civil já colabora com o município, desde a decretação de estado de emergência pelo Estado, viabilizando carros-pipa que trazem água de estações da Embasa em Ubaitaba e São José da Vitória.

Alguns moradores também têm contratado empresas particulares para perfurar poços, um serviço que chega a custar entre 12 e 13 mil reais. Como o valor é proibitivo para famílias de baixa renda, a expectativa é de que os poços perfurados pela Cerb aliviem o sofrimento dessas famílias.

Ligado ao Movimento de Luta pela Terra (MLT), o vereador Aldenes Meira (PCdoB) solicitou à Cerb que também perfure poços artesianos em áreas da zona rural de Itabuna. Segundo ele, três já foram perfurados e a companhia irá viabilizar outros quatro.

DAVIDSON, GERALDO E O PT

Tempo de leitura: 3 minutos

marco wense1Marco Wense

 

PT e PCdoB é uma velha história de amor e ódio. Não tenho nenhuma dúvida de que estarão de mãos dadas na sucessão de 2016. A união dos vermelhinhos é imprescindível para a sobrevivência política do petismo e do comunismo.

 

 

A exoneração do coordenador do Detran em Itabuna, subtenente Gilson Nascimento, indicado pelo PCdoB, me fez lembrar da música “Pode vir quente que estou fervendo”, composta por Carlos Imperial e interpretada pelo rei Roberto Carlos e o tremendão Erasmo Carlos.

O suplente de deputado federal Davidson Magalhães, líder inconteste do comunismo no sul da Bahia, pré-candidato à sucessão do prefeito Claudevane Leite, abriu o verbo contra o PT e sua articulação política.

Davidson Magalhães parecia aquele de priscas eras, do saudoso tempo agitado da política estudantil, gesticulando e bradando em voz alta: “Isso é um absurdo, vai ter troco”.

Já fui o alvo preferencial dos seus inflamados e frenéticos discursos na então FESPI, hoje Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), quando candidato à presidência do Diretório Central dos Estudantes (DCE) e do DA de Direito. Perdi no primeiro embate, mas sair vitorioso no segundo. Não foi fácil enfrentar os aguerridos meninos do PCdoB. Eu era do PDT, brizolista convicto, mas os danados diziam que eu era da “direitona”. Ser de direita naquele tempo, no ambiente estudantil, era suicídio político.

Sobre o deputado estadual petista Rosemberg Pinto, responsável pela indicação do novo diretor do cobiçado órgão, Davidson disse que “o rapaz não tem nenhuma representatividade, não teve nem três mil votos entre Itabuna e Ilhéus”.

E mais: 1) “… não vamos fazer a transferência do cargo, isso é uma agressão ao resultado da eleição de Itabuna, Ilhéus e Região, uma agressão aos 17 mil votos que tivemos”. 2) “… é por este tipo de coisa que o PT está isolado. É esse tipo de atitude que dificulta aliança com o PT”. 3) “… vai ter troco, vai ter troco”. 4) “… não tenho medo de ameaça nenhuma ao meu mandato”.

O “vai ter troco” foi o desabafo que mais pontuou no duro discurso do prefeiturável. Tiririca da vida, um pouco nervoso, Davidson lembrava um ACM versus Waldir Pires.

Qual seria o “troco” de Davidson Magalhães? Foi o questionamento mais ouvido do pós-descarrego. No início, todos pensavam que o “troco” seria o fim do diálogo com o também pré-candidato Geraldo Simões.

Davidson, no entanto, sabendo que o PCdoB precisa do PT e vice-versa, tratou logo de isentar o PT de Geraldo Simões: “O PT fez um absurdo em Itabuna, não digo que é o PT de Itabuna”.

Como uma espécie de advogado de Geraldo Simões, Davidson foi mais além: “Tem gente querendo ocupar o espaço do ex-deputado, não vão nos jogar contra Geraldo Simões aqui em Itabuna”.

Leia Mais

ALDENES QUER AMPLIAR DIREITO À MEIA PASSAGEM

Tempo de leitura: < 1 minuto

Aldenes-Meira-em-Brumado-Noticias-41O vereador Aldenes Meira (PCdoB), presidente da Câmara de Itabuna, estuda apresentar emenda à lei municipal que regulamenta o direito à meia-passagem no transporte coletivo.

A ideia é assegurar o benefício a todos os estudantes, e não apenas àqueles que moram a mais de um quilômetro do local onde estudam.

Para o vereador, a restrição não leva em conta outros deslocamentos dos alunos, além do trajeto entre a casa e a escola. “Os estudantes também têm direito ao lazer, e a meia-passagem deve atender a essa necessidade”, defende Aldenes.

A intenção do comunista é apresentar a proposta de emenda logo no início dos trabalhos da Câmara, em fevereiro.

ALDENES TOMA POSSE HOJE NA CÂMARA DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Comunista inicia segundo mandato com a missão de realizar concurso público (Foto Pedro Augusto).

Comunista inicia segundo mandato com a missão de realizar concurso público (Foto Pedro Augusto).

O vereador Aldenes Meira (PCdoB) toma posse na tarde desta sexta-feira (2) para mais um mandato à frente da Câmara de Itabuna. A solenidade está marcada para começar às 16 horas, no plenário Raimundo Lima.
Juntamente com o vereador do PCdoB, serão empossados na mesma cerimônia os outros cinco integrantes da Mesa

Diretora: José Silva, do PSDB (vice-presidente); Antônio Cavalcante, do PMDB (1º secretário); Ailson Sousa, do PRTB (2º secretário); Glaby Carvalho – “Glebão”, do PV (1º vice-presidente) e Ronaldo Geraldo – “Ronaldão”, do DEM (2º vice-presidente).

Aldenes venceu a eleição para a presidência da Mesa após disputa acirrada com o vereador Ruy Machado (PTB), que perdeu por um voto de diferença e chegou a recorrer à Justiça na tentativa de anular a eleição realizada no dia 30 de novembro. O pedido, apresentado à 2ª Vara da Fazenda Pública, foi negado pelo juiz Ulisses Maynard Salgado.

O vereador comunista tem como principal tarefa nesse início de seu segundo mandato a realização do concurso público para servidores da Câmara. A casa jamais teve um processo seletivo, o que sempre permitiu farras de indicações políticas na formação de seu quadro de pessoal.

A empresa que organizará o concurso já foi escolhida e a previsão é de que o certame aconteça até o mês de abril.

RUY MACHADO REAPARECE NA CÂMARA

Tempo de leitura: < 1 minuto

ruy-machadoDesde que foi derrotado na disputa pela presidência da Mesa Diretora da Câmara de Itabuna, o vereador Ruy Machado (PTB) não aparecia na sede do legislativo. O retorno ocorreu ontem, vinte e três dias após a eleição.
Ruy, que está de licença médica, correu para a Câmara quando soube da adesão da bancada do Pros ao grupo do presidente Aldenes Meira (PCdoB). Ele ficou irado quando soube do discurso do vereador Carlos Coelho, que fazia parte de seu grupo e agora está ao lado do comunista.
O vereador do PTB não foi ao plenário, onde acontecia a votação do orçamento. No gabinete, recebeu a visita do colega Ronaldo Geraldo (Ronaldão), do DEM, que lhe cobrou o pagamento de R$ 2 mil, fruto de uma aposta em torno do resultado da eleição da Mesa.
Ruy se esquivou da dívida, alegando que houve fraude na eleição. Ele afirmou que só paga a aposta se perder no STF, até onde pretende chegar na tentativa de reverter sua derrota.

CÂMARA DISCUTE CRISE DA SAÚDE EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
São Lucas deixa de atender pacientes do SUS no fim deste mês

São Lucas deixa de atender pacientes do SUS no fim deste mês

Autoridades da área da saúde, trabalhadores do setor e representantes do governo municipal se reúnem logo mais, às 17 horas, no plenário da Câmara de Vereadores. Em pauta, a crise da saúde e as dificuldades da Santa Casa de Misericórdia, que anunciou o fechamento do Hospital São Lucas para atendimentos via SUS.
A reunião foi convocada pelo vereador Aldenes Meira (PCdoB), presidente da Câmara Municipal, que também convidou o Ministério Público para o debate. Representando o governo municipal, foram convidados o secretário municipal da Saúde, Eric Ettinger, e o vice-prefeito Wenceslau Júnior, que também responde pela Secretaria de Planejamento e Tecnologia.
Além de promover a reunião, Aldenes Meira enviou ofício para o governador Jaques Wagner, alertando para os problemas que poderão surgir com o fechamento do São Lucas. “Estamos muito preocupados com o agravamento dessa situação, que implica em desassistência e no risco da perda de vidas humanas”, afirma o vereador.
As dificuldades para a saúde no município se aprofundaram com o retorno da gestão plena, que teriam resultado em prejuízo de R$ 15 milhões para o município, desde novembro de 2013.

8 MIL CAMINHAM COM DAVIDSON E ALDENES

Tempo de leitura: 2 minutos

Caminhada foi puxada pelos candidatos e o prefeito Claudevane Leite (foto Marcos Japu)

Caminhada foi puxada pelos candidatos e o prefeito Claudevane Leite (foto Marcos Japu)

Os candidatos a deputado federal Davidson Magalhães e a estadual Aldenes Meira, ambos do PCdoB, reuniram cerca de 8 mil pessoas em uma caminhada que parou Itabuna na tarde desta quinta-feira (2). A mobilização começou no Jardim do Ó, percorreu toda a Avenida do Cinquentenário e a Juracy Magalhães, terminando com um ato público na praça do bairro de Fátima.
O prefeito Claudevane Leite (Vane) acompanhou os candidatos ao longo da caminhada, que teve ainda a participação de um pequeno grupo de apoiadores do professor e sindicalista Rui Oliveira, também do PCdoB e candidato a deputado estadual.
No ato realizado no bairro de Fátima, Vane não deixou de mencionar a chapa majoritária e defendeu a continuidade. Segundo o prefeito, “2014 foi um ano histórico para Itabuna, por conta da instalação da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB)”. Ele também citou o anúncio da retomada das obras da barragem do Rio Colônia e afirmou que “os recursos para a duplicação da rodovia Ilhéus – Itabuna já estão assegurados”.
Evento empolgou a militância (foto Marcos Japu)

Evento empolgou a militância (foto Marcos Japu)

Davidson e Aldenes bateram na tecla da necessidade de fortalecer a representação sul-baiana na Assembleia e na Câmara Federal. Segundo os dois candidatos, a região já perdeu diversas oportunidades por ser “sub-representada”.
A caminhada chamou atenção pela quantidade de participantes, que superou de longe o número que em setembro compareceu a evento semelhante promovido pela chapa da oposição em Itabuna. Na mobilização oposicionista, mesmo com a presença dos candidatos a presidente, Aécio Neves, e ao governo do estado, Paulo Souto, o número de pessoas não chegou a 2 mil.

ALDENES DEFENDE REVITALIZAÇÃO DO POLO DE INFORMÁTICA

Tempo de leitura: < 1 minuto
aldenes no polo

Candidato se reuniu com trabalhadores do Polo (foto Divulgação)

O candidato a deputado estadual Aldenes Meira, do PCdoB, reuniu-se ontem (29) com 120 funcionários da montadora de computadores Innov, instalada no Polo de Informática de Ilhéus. Ele defendeu investimentos do Estado na recuperação do Distrito Industrial e incentivos para atração de novas empresas e geração de empregos.
Para o comunista, o Polo foi prejudicado principalmente por um fator: a falta de reivindicações dos deputados que atualmente representam o sul da Bahia. “Faltou cobrança, não houve uma atuação efetiva dos parlamentares exigindo mais atenção ao Distrito Industrial de Ilhéus”, afirma Aldenes.
O comunista assegura que a revitalização do setor industrial em Ilhéus será uma de suas principais bandeiras na Assembleia, caso eleito. Ele acredita que os investimentos projetados para a região, com o Porto Sul e a Zona de Processamento de Exportação (ZPE), favorecem uma nova guinada do segmento, mas considera essencial uma representação política eficiente para que Ilhéus e o Sul da Bahia não percam as oportunidades.

Back To Top