skip to Main Content
7 de agosto de 2020 | 11:44 pm

HOMEM É EXECUTADO QUASE EM FRENTE À DELEGACIA DE ITAJUÍPE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Jovem foi assassinado na noite de sábado

Um homem foi assassinado, na noite de sábado (8), em Itajuípe, quase em frente à delegacia da Polícia Civil, no centro da cidade. José Antônio Santos, o Zé Antônio, foi atingido a tiros quando trafegava pelo centro, numa moto de placa PJO 8023, por volta das 20h.

Ex-de mulher é o principal suspeito do crime|| Foto Verdinho

De acordo com o Verdinho, entre os suspeitos do crime está o ex-marido da atual companheira de Zé Antônio, que seria uma pessoa boa, sem envolvimento com crime. Na manhã deste domingo (9), a reportagem do PIMENTA tentou ouvir, por telefone, a Polícia Civil de Itajuípe, mas ninguém atendeu as ligações.

CANADENSE É ENCONTRADA MORTA DENTRO DE CABANA DE PRAIA NA ZONA NORTE DE ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Corpo de Ramona foi encontrado dentro da cabana da qual era dona

A polícia investiga a morte de uma mulher canadense em Ilhéus. O corpo da canadense Ramona Dawe foi encontrado com marca de asfixia na cabana da qual era dona, no São Miguel, zona norte do município, no final da tarde desta quinta-feira (11).

As circunstâncias da morte serão investigadas. Quando chegaram ao local, policiais militares encontraram o corpo jogado ao chão. O Samu 192 constatou a morte de Ramona. Atualizado às 16h54min.

ASSASSINO DO ESTILISTA MAR RAMOS É CONDENADO A 23 ANOS DE PRISÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Réu confesso de matar estilista é condenado a 23 anos de prisão

O réu confesso do assassinato do estilista Marivaldo Ramos foi condenado pela justiça de Itabuna a 23 anos e quatro meses de prisão em regime fechado. O criminoso Jerry Vitor Rocha dos Santos, o “Bryan Vitor”, de 19 anos, vai seguir no Conjunto Penal de Itabuna, onde está preso desde agosto do ano passado. O estilista Mar Ramos, como era conhecido, foi morto em agosto do ano passado.

Jerry Vitor foi preso por policiais militares e civis na rodoviária de Itabuna, no dia 10 de agosto, quando tentava fugir para São Paulo. Ele tentava escapar do cerco policial dois dias depois do assassinato do estilista, que foi morto com requinte de crueldade, no interior de uma residência no centro de Itabuna.

Na época, Jerry Vitor contou que aplicou, pelo menos, quatro golpes de pá na vítima, que estava dormindo no momento do ataque. O condenado pela justiça e a vítima teriam se conhecido pelas redes sociais e estavam morando na mesma casa  fazia pouco tempo. O criminoso era de Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia, mas morou uma temporada em São Paulo.

JOVEM É ASSASSINADO EM FESTA NO SÍTIO DO GURU, EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Daldevan foi morto a facadas || Reprodução redes sociais

Um jovem de 21 anos foi assassinado a golpes de faca, no início da madrugada desta segunda-feira (1º), no Bairro Novo São Caetano, em Itabuna.
Daldevan Péricles da Rocha Pinho, de 21 anos, foi atingido por golpes desferidos por dois homens com os quais ele teria se envolvido em confusão.
De acordo com o comando da Polícia Militar no município, os golpes atingiram o tórax e o abdome da vítima. Os autores do homicídio estão sendo procurados. A autoridade policial não divulgou a causa do crime.

ESTILISTA É ASSASSINADO COM REQUINTES DE CRUELDADE EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Estilista foi morto com requintes de crueldade em Itabuna

Na manhã desta quarta-feira (8), o estilista Mar Ramos foi encontrado morto na sua residência, localizada no Centro de Itabuna. A secretária do profissional, ao chegar à residência, encontrou o corpo bastante machucado.
Segundo o repórter Wadson Santos, da Rádio Difusora, Mar Ramos teria sido morto com golpes de pá. O corpo estava bastante machucado. A polícia foi acionada e já se encontra no local. O corpo continua na residência, aguardando a equipe da polícia técnica. Com Politicos do Sul da Bahia.

PRESO, ACUSADO DE MATAR CASAL DE COLOMBIANOS EM ILHÉUS CONFESSA CRIME

Tempo de leitura: 2 minutos

Magno Rodrigues se apresentou à polícia nesta quarta (6)

O comerciante Magno Rodrigues Silva se entregou à Polícia Civil em Ilhéus, hoje (6), e confessou participação no assassinato dos colombianos Diana Paola Zuluaga Grisales e Yorleth Andres Alban Tenório. O crime foi cometido em 18 de maio, em Aritaguá, zona norte de Ilhéus, quando Diana e Andres foram mortos e enterrados em cova rasa.

Andres e Diana foram mortos e enterrados em cova rasa

Diana e Andres, de acordo com investigação, teriam ido até Magno para cobrar dívida de R$ 50 mil. Acabaram mortos. Magno diz que os tiros foram disparados por Cosme Santana Nunes, funcionário do comerciante. Magno disse que Cosme reagiu ao ver que o casal estava armado.
Segundo depoimento à delegada Andréa Oliveira, Magno ligou para Diana e Andres. A intenção era sequestrar e matar as vítimas para saldar débito de R$ 50 mil com um cigano de prenome Aldo. Atraíram o casal dizendo que saldaria dívida de R$ 7 mil.
As vítimas deixaram a moto em que estavam e saíram em um carro de Magno, um Mitsubish. Em Aritaguá, conforme a Polícia, Magno entrou em um ramal e seguiu até a beira do Rio Almada, onde o casal foi assassinado a tiros.
Os corpos de Diana e Andres foram deixados no local, enquanto Cosme e Magno seguiam até o lava jato para pegar ferramentas para abrir covas. Os dois corpos foram lançados um em cima do outro no cemitério de Aritaguá.
Após denúncia anônima, policiais militares chegaram ao local, sendo recebidos a tiros. Magno e Cosme tentaram fugir no carro Mitsubishi ASX, placa OZM-5151, passando por cima de túmulos. Ao se aproximarem da mata, abandonaram o veículo e fugiram a pé pela vegetação.
A apresentação do acusado do crime ocorreu hoje pela manhã. O advogado de Magno pediu que o acusado fosse transferido para o Conjunto Penal de Itabuna, pois estava sendo ameaçado de morte. A transferência para o presídio itabunense foi autorizado pela Justiça. Segundo a delegada Andréa Oliveira, Magno já está no presídio da cidade vizinha.

CORPO DE MUNIZ É VELADO NO SAF; ONG COBRA APURAÇÃO RIGOROSA DE ASSASSINATO

Tempo de leitura: 2 minutos

Corpo de Muniz será enterrado em Itabuna nesta terça

O corpo do ex-assessor parlamentar Antônio Muniz está sendo velado no SAF, em Itabuna, e deverá ser enterrado nesta terça (5), às 10h, no Cemitério Campo Santo. Muniz tinha 49 anos e foi assassinado no final da noite deste domingo (3), no Semianel Rodoviário, próximo ao Condomínio Jardim América.
O corpo estava ao lado do carro da vítima e apresentava sinais de estrangulamento, de acordo com a Polícia Militar, que foi comunicada por volta das 22h50min de ontem, de acordo com o comandante do 15º Batalhão da PM, Daniel Riccio. Nenhum suspeito havia sido preso até esta noite de segunda.
De acordo com testemunhas, Muniz estava em um forró promovido por uma emissora de TV local, na Avenida Manoel Chaves (Kennedy), ontem à noite, de onde saiu com destino à residência, no Jardim América. O ex-assessor pode ter sido morto por uma pessoa a quem ele deu carona.
Muniz era figura querida tanto no meio político, quando assessorou por vários anos o ex-vereador Roberto de Souza (PSD) e continuou com ele, agora sendo produtor do Programa Resenha da Cidade, antes apresentado na Difusora e hoje na Rádio Nacional. Em 2016, Muniz também foi assessor da Prefeitura de Itabuna.
ONG COBRA APURAÇÃO RIGOROSA E JUSTIÇA
Antônio Muniz também foi fundador e era membro da ONG Acari. A instituição emitiu nota lamentando a morte do administrador de empresas. A ONG cobrou “apuração rigorosa” e informou que os seus membros estão “acompanhando o caso, para que os autores sejam devidamente punidos”.
Os dirigentes da ONG Acari também lembram do cidadão e do profissional Muniz. “Vítima da crescente onda violência urbana que grassa em nosso município, Muniz foi um cidadão que – como líder estudantil, assessor parlamentar, servidor municipal e produtor radiofônico – pregou a solidariedade, o valor da dignidade humana e o respeito ao semelhante; fez da atividade profissional instrumento de transformação social e lutou por uma Itabuna mais justa, igualitária e fraterna”, manifestou-se a diretoria da Acari, por meio de nota

EX-ASSESSOR PARLAMENTAR É ASSASSINADO EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Muniz foi morto por asfixia próximo à residência || Foto Álbum Familiar

A polícia investiga o assassinato do ex-assessor parlamentar Antônio Muniz, de 49 anos. O corpo foi encontrado com marcas de estrangulamento ao lado do carro da vítima, na via de acesso ao Condomínio Jardim América, em Itabuna, no final da noite deste domingo (4). A hipótese é de que tenha sido assassinado por estrangulamento por um carona.
Muniz era assessor de Roberto de Souza e trabalhava na produção do programa apresentado pelo ex-vereador itabunense na Rádio Nacional, o Resenha da Cidade. O corpo da vítima estava até há pouco no Departamento de Polícia Técnica (DPT) em Itabuna. Atualizado às 09h50min.

POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE MATAR SERVIDOR DA JUSTIÇA EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

“Caquinho” é acusado de matar o técnico judiciário Lindomar Casais

A Polícia Militar cumpriu mandado de prisão temporária contra Francisco Silva Santos, o Caquinho, de 37 anos. A prisão foi solicitada à Justiça pela titular da Delegacia de Homicídio, Magda Figueiredo, segundo o Plantão Itabuna.
“Caquinho” é acusado de matar, a golpes de faca, o servidor da Vara da Infância, Lindomar Casais dos Anjos, 52 anos. Lindomar foi assassinado em 6 de junho do ano passado, em sua residência, na Rua Santa Rita de Cássia, no Sarinha, após discussão com “Caquinho”. O técnico judiciário trabalhava na Vara da Infância e Juventude de Itabuna.

MOTOTAXISTA É EXECUTADO NA MANGABINHA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Mototaxista William foi executado a tiros na Mangabinha || Reprodução

O mototaxista William Xavier, de 19 anos, foi assassinado a tiros, nesta noite de terça-feira (17), na Mangabinha, em Itabuna. O crime ocorreu próximo às Casinhas e atraiu uma multidão ao local. A vítima sofreu, ao menos, seis tiros de pistola 380.
William trabalhava como mototaxista com o pai dele e participava de movimento da juventude católica. O corpo da vítima foi levado, há pouco, para o Departamento de Polícia Técnica.
Até agora, não há informações sobre os atiradores, mas as características do crime são de execução. Nada foi levado da vítima. A moto foi localizada a poucos metros do corpo.

Back To Top