skip to Main Content
18 de abril de 2021 | 11:20 am

COM FLEXIBILIZAÇÃO DO ISOLAMENTO, ALBA REABRE GABINETES DOS 63 DEPUTADOS ESTADUAIS HOJE (5)

Adolfo Menezes confirma reabertura de gabinetes da Alba
Tempo de leitura: < 1 minuto

Com a flexibilização das medidas de isolamento, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Adolfo Menezes (PSD), anunciou para hoje a reabertura dos 63 gabinetes do parlamento estadual. Segundo ele, a reabertura será com a manutenção dos protocolos de combate à disseminação da Covid-19. O serviço de transporte dos servidores não funcionará, assim como os restaurantes da Alba.

Nos setores administrativos da Casa, os servidores trabalharão presencialmente em regime de rodízio, sistema adotado desde março do ano passado. Os funcionários com idade acima de 60 anos ou que apresentem comorbidades permanecerão em home oficce.

“Em todo esse tempo de pandemia, as atividades essenciais na Assembleia Legislativa da Bahia não sofreram solução de continuidade: todos os projetos de lei foram apreciados e votados em sessões remotas – sistema que ainda prevalecerá. A situação é muito grave, o pico da contaminação não passou ainda, por isso a reabertura será gradual, realizada de forma muito segura”, disse Adolfo Menezes.

EMPRÉSTIMO REPÕE INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA NA BAHIA, AFIRMA LÍDER DO GOVERNO

Rosemberg: maturidade do parlamento baiano
Tempo de leitura: < 1 minuto

O líder do Governo Rui Costa na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Rosemberg Pinto (PT), defendeu, nesta segunda-feira (15), maior rapidez na tramitação do Projeto de Lei 24.104/21 que autoriza o Governo do Estado a contratar empréstimo de R$ 1,5 bilhão para investimentos em infraestrutura na Bahia.

Rosemberg defendeu que as bancadas de Governo e Oposição na Casa Legislativa devem permanecer unidas, assim como estiveram em decisões importantes tomadas anteriormente pelo Parlamento baiano no combate à pandemia.

– O empréstimo garantirá os investimentos necessários, que serão totalmente paralisados no estado, porque todo os recursos estão sendo redirecionados para salvar vidas, para combater a Covid-19 – explicou o líder governista.

O deputado diz que a maioria das obras privadas no país está paralisada e também na Bahia. “O Estado é capaz de motivar e garantir investimentos para gerar renda a uma população que depende dessas obras”, defendeu Rosemberg durante a sessão virtual.

Segundo ele, esse empréstimo repõe a área de investimentos em diversos setores, como a infraestrutura, com a Ponte Salvador-Itaparica. Os parlamentares voltam a se reunir na próxima quinta-feira (18), às 10h, para apreciar a proposição.

EDUARDO SALLES É MANTIDO NA LIDERANÇA DO PP NA AL-BA; JÚNIOR MUNIZ VAI PARA A MESA

Salles é mantido na liderança da bancada do PP na AL-BA
Tempo de leitura: < 1 minuto

Por unanimidade, o deputado estadual Eduardo Salles foi mantido na liderança do PP na Assembleia Legislativa e decidiu indicar Júnior Muniz para compor a Mesa Diretora da AL-BA que será eleita nesta segunda-feira (1º).

Eduardo Salles agradeceu os companheiros e dirigentes do partido e também falou da nova composição da Mesa Diretora. “Posso garantir que vamos trabalhar com o novo presidente da Casa, Adolfo Menezes, assim como fizemos nestes últimos dois anos com Nelson Leal, para votar projetos que ajudem nosso Estado a superar este momento de grande dificuldade imposta pela pandemia do novo coronavírus”, disse.

O parlamentar faz questão de ressaltar o trabalho de Júnior Muniz na Assembleia Legislativa e acredita que o colega de bancada está pronto para colaborar com Adolfo Menezes na mesa diretora. “Júnior Muniz é uma liderança política que tem feito um grande trabalho na Assembleia Legislativa e tem uma ótima relação com os deputados da Casa. Não tenho dúvida que será de fundamental importância no próximo biênio”, destaca o líder do Progressistas.

Eduardo Salles destacou o trabalho feito por Nelson Leal à frente da presidência da Assembleia Legislativa conseguindo votar importantes projetos que foram preponderantes para minimizar os efeitos da pandemia no Estado. “Nelson Leal provou na presidência da Casa sua capacidade de líder político e de gestão e agora parte para uma missão importante no Executivo”, concluiu Eduardo Salles.

AL-BA APROVA ORÇAMENTO DE R$ 49,3 BILHÕES DO ESTADO PARA 2021

Presidente da AL-BA durante sessão virtual nesta segunda (18)
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Assembleia Legislativa da Bahia não entrará em recesso legislativo, por acordo entre as bancadas da maioria e da minoria, a partir de sugestão do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Nelson Leal. A decisão foi tomada oficialmente hoje (18), durante sessão virtual que votou e aprovou, em segundo turno, o orçamento estadual para 2021, com os votos contrários da bancada de oposição e do deputado Hilton Coelho (PSOL).

O Projeto de Lei nº 23.995/2020 estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2021 no montante de R$ 49 bilhões 303 milhões e 56 mil. “Mais uma vez, os 63 deputados da ALBA demonstram o seu espírito republicano ao dispensar o recesso legislativo, para que a Casa esteja aberta para qualquer ação emergencial – projetos de lei e decretos legislativos – de combate à pandemia da Covid-19″.

Na sessão virtual também foram aprovados quatro decretos legislativos municipais requerendo o reconhecimento do “estado de calamidade pública” em razão da pandemia da Covid-19: um de solicitação do Governo do Estado; um da Prefeitura de Salvador e dois dos municípios de Jucuruçu e Nova Viçosa.

A sessão de encerramento do mandato do deputado Nelson Leal na presidência da ALBA está inicialmente prevista para o próximo dia 28, quando serão votados os novos decretos legislativos para os demais municípios da Bahia.

“Quero lembrar que não se trata de revalidação dos decretos anteriores, até porque muitos municípios têm novos prefeitos desde o dia primeiro de janeiro. As Prefeituras têm que se movimentar, porque elas precisam apresentar novos pedidos municipais de reconhecimento do estado de calamidade, que serão apreciados pela ALBA o mais rápido possível”, explica o chefe do Legislativo estadual.

NELSON LEAL PROMULGA LEI QUE REDUZ MENSALIDADES NO ENSINO DURANTE A PANDEMIA

Nelson Leal diz que debate intenso beneficiará baianos e brasileiros
Tempo de leitura: 2 minutos

O presidente Nelson Leal (PP) promulgou seis leis que foram aprovados pelo plenário virtual da Assembleia Legislativa. O governador Rui Costa optou pela sanção tácita das matérias, pois não exerceu o direito de veto (total ou parcial) das proposições – todas de iniciativa parlamentar – que ao final do prazo constitucional de 15 dias foram remetidas ao Parlamento para a promulgação.

Essas leis foram votadas através do Sistema de Deliberação Remota e a aprovação se deu por acordo de lideranças, destacando-se entre as proposições, pela repercussão obtida na mídia, o projeto do deputado Alan Sanches (DEM) que reduz as mensalidades escolares e universitárias em 30% durante o período da pandemia, quando as aulas passaram a ser virtuais.

Nelson Leal assinalou o empenho de todas as bancadas e de todos os parlamentares, sem exceção, de continuar a trabalhar em prol da Bahia e dos baianos apesar das limitações do isolamento social. “Nunca o Legislativo atuou com tanta agilidade, oferecendo as respostas ansiadas por todos num momento tão sombrio da vida nacional”.

Leia Mais

AOS 92 ANOS, MORRE OSMAR RAMOS, EX-DEPUTADO E EX-PREFEITO DE SÃO FRANCISCO DO CONDE

Osmar Ramos, 92 anos, foi vereador e prefeito e deputado estadual
Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de São Francisco do Conde Osmar Ramos faleceu na manhã desta segunda-feira (11), aos 92 anos. A causa da morte não foi informada pela família de Osmar Ramos, que também foi vereador por sete mandatos consecutivos do município do recôncavo baiano.

A morte foi lamentada em pesar do prefeito, Evandro Almeida, e do vice, Nem do Caípe, além do deputado estadual e líder do Governo Rui Costa na Assembleia Legislativa, Rosemberg Pinto.

– Meus sentimentos à família e amigos do ex-prefeito de São Francisco do Conde, Osmar Ramos. Durante a sua gestão criou um bordão que ficou conhecido em todo o Recôncavo e Região Metropolitana de Salvador: “sábado que vem tem mai”, dizia ele todas as vezes que inaugurava uma obra – manifestou-se Rosemberg, por meio de conta no Twitter.

NELSON LEAL ALERTA OS MUNICÍPIOS PARA IMPORTÂNCIA DO ISOLAMENTO SOCIAL

Deputado destaca importância das ações de enfrentamento ao coronavírus
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Nelson Leal, afirmou, nesta quarta-feira (22), que os municípios não podem estar em situação de calamidade pública e, ao mesmo tempo, quebrarem o isolamento social. Ele reafirmou que as ações para os baianos continuem em casa têm ajudado a manter sob controle a curva de infectados pelo novo coronavírus.

O assunto foi debatido durante reunião virtual com o governador Rui Costa, presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargador Lourival Trindade, e a chefe do Ministério Público Estadual, Norma Cavalcanti.

Nelson Leal destacou que a Alba tem a prerrogativa de aprovar os decretos de calamidade pública dos municípios, mas os prefeitos não podem decretá-la e, ao mesmo tempo, determinar uma volta à ‘normalidade’, quebrando o isolamento social e permitindo, por exemplo, que o comércio seja reaberto, mesmo apresentando casos diários de contaminação pelo Covid-19. Como pode coexistir calamidade pública e situação normal?”, questionou.

“É necessário que os municípios baianos mantenham o isolamento social e as medidas rígidas de higiene pública. Sem isso, a curva de contaminação irá se agravar e viveremos dias mais dolorosos. A Bahia é a quarta população do Brasil, com um dos maiores índices de pobreza do país, mas mantém um dos menores índices de contaminação pelo Covid-19.

O deputado ressaltou também que o Governo da Bahia fez um planejamento com zelo e competência para combater o Covid-19. “E estamos conseguindo evitar o colapso no sistema de saúde pública, mas a nossa taxa diária de crescimento da doença é de 9%, enquanto a de curados é de 7%. Portanto, ainda temos que fazer esse sacrifício e manter as medidas da quarentena”, afirmou o parlamentar.

NELSON LEAL CRITICA BOLSONARO POR APOIO AO FECHAMENTO DO CONGRESSO NACIONAL

Nelson Leal critica postura antidemocrática de Bolsonaro por apoio a fechamento do Congresso
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Nelson Leal, criticou hoje (26) a tentativa de setores da República de emparedar o Congresso Nacional. “Estamos vivendo uma crise política, econômica e institucional há cinco anos. Quando se tem a chance de realizarmos uma distensão, vem o presidente da República e apoia um ato convocado para emparedar, com ameaças de fechamento, o Congresso Nacional”, critica Nelson Leal.

“Francamente, precisamos de bombeiros e não de gente com gasolina na mão. Pela nossa Constituição, é o chefe do Executivo que tem a missão de manter a harmonia entre os poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário”, completa.

Para o presidente da Alba, ameaçar fechar o Congresso Nacional “é pretender instalar uma ditadura” no país. “Os parlamentos federais, estaduais e municipais representam o povo brasileiro. Se não gosta, muda-se a cada quatro anos. É com o voto que podemos reprovar nossos representantes, não no grito e na força”.

Indiretamente, Leal chama Bolsonaro, por este comportamento, de ditador. “E por que um ditador vai saber fazer melhor as escolhas que um parlamento? Quem já viveu sob a ditadura, sabe que todo mundo perde. Então, é hora de defendermos intransigentemente a democracia. Churchill já disse que ‘a democracia é a pior forma de governo, com exceção de todas as demais’. Então, é hora de distender e não de açular”, adverte.

BOLSONARO

Neste feriadão de Carnaval, o presidente Jair Bolsonaro decidiu compartilhar vídeo que chama para ato em todo o país. O evento, de apoio ao governo federal, defende o fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF). Houve reação de juristas e de políticos ao comportamento do presidente da República.

NELSON LEAL EXALTA VALOR DAS TROPAS DE VOLUNTÁRIOS BAIANOS NO 2 DE JULHO

Tempo de leitura: 3 minutos

Nelson Leal destaca a força dos voluntários para a vitória no 2 de Julho

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Nelson Leal (PP), exaltou a coragem de tropas formadas por voluntários baianos, de vários pontos do Estado, para a consolidação da vitória do Exército e da Marinha Brasileiros contra a Coroa portuguesa na Bahia, há 196 anos. O destaque à luta dos guerreiros se deu em moção na qual lembra a Independência da Bahia no Brasil.

Nelson Leal reforça a importância das chamadas batalhas secretas. Ele cita, por exemplo, a participação dos Vaqueiros de Pedrão, município localizado no Território de Identidade Litoral Norte e Agreste Baiano, a cerca de 130 quilômetros da capital.

– Com o mesmo vulto histórico, cabe pontuar a bravura dos Vaqueiros de Pedrão que, ensejados por um forte espírito cívico, transformaram armas de caça utilizadas na Caatinga em utensílios de guerra para enfrentar, voluntariamente, os portugueses – cita em documento apresentado à Secretaria Geral da Mesa, na manhã da última sexta-feira (28).

O parlamentar ainda sublinha a presença das fileiras integradas por Pescadores da Ilha de Itaparica nos confrontos que notabilizaram anônimos combatentes baianos, essenciais para a libertação e emancipação do País como Nação.

– Esses pescadores também têm enorme mérito para a vitória final das tropas do Coronel José Joaquim de Lima e Silva. Armados de garruchas e ferramentas laborais, como facão, peixeira e outros, além de uma frota de saveiros, deixaram seus afazeres para defender, com brios, a Pátria brasileira – elogiou.

Nelson Leal coloca em posição de relevo, o que classificou como um dos mais duros golpes nas pretensões de Portugal, o papel da então Vila de Cachoeira, que rompe com a Coroa portuguesa e se torna quartel-general das tropas libertadoras, passando a recrutar combatentes voluntários de vários pontos do Estado.

“Por esse motivo, o Poder Executivo da Bahia, há 12 anos consecutivos, em 25 de junho, transfere a sede do Governo baiano para a histórica cidade de Cachoeira, quando ocorrem as solenidades de Hasteamento da Bandeira, a cerimônia religiosa do Te Deum na paróquia local, e a Sessão Especial da Câmara de Vereadores local”, explicou, na moção de louvor.

Leia Mais

DEPUTADOS APROVAM PLDO; BAHIA DEVERÁ TER RECEITAS DE R$ 48,9 BILHÕES EM 2020

Tempo de leitura: 2 minutos

Deputados estaduais ao final da votação da PLDO|| Foto Carlos Amilton/Alba

Aprovado na terça-feira (18), pela Assembleia Legislativa da Bahia (Alba),  o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) do Estado para 2020. O texto apresenta uma previsão de receitas de R$ 48,9 bilhões, o que representa um crescimento superior a 5,1%, quando comparado a 2019.

A estimativa é de que o Produto Interno Bruto (PIB) baiano alcance taxa de crescimento de 2,5%. A aprovação foi realizada durante votação em dois turnos. O documento estabelece as diretrizes orçamentárias do Governo do Estado para o próximo ano. Constam no documento as metas e prioridades a serem alcançadas pela gestão estadual.

O presidente da Alba, deputado Nelson Leal, recebeu o Projeto de Lei no dia 10 de maio, diretamente das mãos do secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, e do vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão.

Leia Mais

GOVERNO ENVIA À ALBA PROJETO DE REESTRUTURAÇÃO DE CARREIRA NAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS

Tempo de leitura: 2 minutos

Projeto de Lei assegura progressão para técnicos e analistas universitários

Já tramita na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) o Projeto de Lei Nº 23.332/2019, do Executivo, publicado neste último final de semana, que altera a estrutura remuneratória da carreira de Técnico Universitário e o quantitativo de cargos, por grau e instituição, das carreiras de Técnico e Analista das Universidades Estaduais. A proposição é fruto do acordo firmado, na última semana, entre o Governo e o Fórum dos Sindicatos dos Servidores Técnico Administrativos das Universidades Estaduais, com apoio do Legislativo no processo de negociação.

O acordo assinado entre as partes prevê a reestruturação da tabela de vencimentos dos técnicos administrativos das quatro universidades estaduais. Aceito pelos servidores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), o acordo também estabelece o ajuste do quadro de vagas para permitir a promoção na carreira de 244 servidores destas duas instituições, sendo 184 da Uneb e 60 da Uesc, entre técnicos administrativos e analistas.

Por decisão do governador Rui Costa, aponta Rosemberg, também terão direito ao ganho salarial os servidores das universidades estaduais de Feira de Santana (Uefs) e do Sudoeste da Bahia (Uesb), cujos representantes ainda não assinaram o acordo. Já as promoções e progressões de carreira ainda não estão asseguradas até que um acordo entre as duas universidades e o Estado seja efetivado.

O deputado estadual e interlocutor do Governo na Alba, deputado Rosemberg Pinto (PT), ressalta a importância do PL não só para o destravamento das promoções e das progressões da categoria, mas para a melhoria da qualidade de ensino no estado. Antes de ir à votação em Plenário, a proposição deve ser debatida nas Comissões de Constituição e Justiça (CCJ); de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público; e na de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle.

MARCELO NILO SE QUEIXA DE RUI E WAGNER: “MINHA LEALDADE CANINA NÃO FOI RETRIBUÍDA”

Tempo de leitura: < 1 minuto

Marcelo Nilo: lealdade canina não retribuída

Ganhou repercussão em Salvador e no interior do Estado as declarações de Marcelo Nilo (PSB-BA), deputado federal e ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), em entrevista à Rádio Metrópole, de Salvador. Nilo se mostrou arrependido pelo que chama de “lealdade canina” ao então governador Jaques Wagner e a Rui Costa quando ainda estava no comando da Alba.

– Na Assembleia, o projeto chegava em dois minutos e já estávamos votando. Lá eu conhecia. Apesar de ser presidente e ter o apoio da oposição, eu era de uma lealdade canina aos governadores Jaques Wagner e Rui Costa. Uma coisa que hoje me arrependi. Minha lealdade canina não foi retribuída.

O queixume aumenta quando se refere ao governador Rui Costa, agora no segundo mandato:

– O governador Wagner só me apoiou uma vez. Minha lealdade, quando saí, fui tratado como deputado do baixo clero. Passei oito meses sem uma audiência com o governador Rui Costa. Passei quatro horas para ser recebido pelo governador Rui Costa e não fui recebido. O governador não me ajudou em nada. Fui eleito pelo povo da Bahia. Não tenho nenhuma intimidade. Só vou no palácio quando vou com outros deputados”, disse o deputado.

ACORDO ASSEGURA "RODÍZIO" GOVERNISTA NA PRESIDÊNCIA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Adolfo, Alex Lima, Nelson Leal e Rosemberg || Reprodução Twitter

O deputado Nelson Leal (PP) deverá ser o presidente da Assembleia Legislativa em fevereiro de 2019, após acordo selado entre candidatos ao comando da Mesa Diretora da Alba. No esquema de rodízio, Adolfo Menezes (PSD) deverá comandar a casa no biênio 2021-2022.
Alex Lima (PSB) deverá ser o vice-presidente da Mesa Diretora em 2019, conforme o acordo que também definiu Rosemberg Pinto (PT) como o líder do governo em 2019 (reveja aqui).
O governador Rui Costa usou a conta pessoal no Twitter para dizer que o acordo na base é “histórico”. Para ele, a posição adotada pelos dois maiores partidos aliados “reflete o amadurecimento político” dos parlamentares.

CONFIRA QUAIS FORAM OS ELEITOS E REELEITOS PARA DEPUTADO ESTADUAL NA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos

João Isidório, do Avante, foi o mais votado para deputado estadual em 2018

João Isidório (Avante), filho do deputado estadual Pastor Sargento Isidório, foi o mais bem votado para a Assembleia Legislativa baiana. Não surpreendeu. Já o segundo colocado, Rosemberg Pinto (PT), é nome dos mais cotados para presidir o parlamento estadual na próxima legislatura. Das surpresas, a não reeleição de nomes como Ângela Sousa (PSD) e Augusto Castro (PSDB), ambos do sul da Bahia.
Os deputados estaduais eleitos ou reeleitos neste domingo (7).
JOAO ISIDORIO AVANTE – 1,59% 110.540
ROSEMBERG PINTO PT – 1,46% 101.945
DIEGO CORONEL PSD – 1,44% 100.273
ZÉ RAIMUNDO PT – 1,35% 94.013
EDUARDO SALLES PP – 1,28% 89.123
ROGÉRIO ANDRADE FILHO PSD – 1,23% 85.968
ALEX DA PIATÃ PSD – 1,19% 83.209
ALEX LIMA PSB – 1,18% 82.037
ADOLFO MENEZES PSD – 1,16% 80.817
IVANA BASTOS PSD – 1,09% 75.938
DAL PCdoB – 1,07% 74.671
MARCELINHO VEIGA PSB – 1,01% 70.612
FÁTIMA NUNES PT – 1,00% 69.663
ROBERTO CARLOS PDT – 1,00% 69.429
TARGINO MACHADO DEM – 0,96% 67.164
ANTÔNIO HENRIQUE JR. PP – 0,96% 66.754
JUSMARI PSD – 0,95% 66.317
JOSÉ DE ARIMATEIA PRB – 0,95% 65.945
NELSON LEAL PP – 0,94% 65.333
ROBINSON ALMEIDA PT – 0,93% 64.506
PEDRO TAVARES DEM – 0,92% 64.272
SANDRO RÉGIS DEM – 0,92% 64.268
MARCELL MORAES PSDB – 0,92% 64.219
SAMUEL JUNIOR PDT – 0,92% 63.945
LUCIANO SIMÕES DEM – 0,91% 63.623
ALAN CASTRO PSD – 0,90% 62.500
VITOR BONFIM PR – 0,88% 61.151
EDUARDO ALENCAR PSD – 0,86% 59.891
ZÉ COCÁ PP – 0,85% 59.380
MARQUINHO VIANA PSB – 0,85% 59.006
OLIVIA SANTANA PCdoB – 0,83% 57.754
JURAILTON SANTOS PRB – 0,83% 57.735
BOBÔ PCdoB – 0,83% 57.716
TOM ARAUJO DEM – 0,83% 57.570
PAULO CÂMARA PSDB – 0,80% 55.881
LEO PRATES DEM – 0,79% 55.013
LAERTE DO VANDO PSC – 0,79% 55.007
FABIOLA MANSUR PSB – 0,78% 54.444
EUCLIDES PDT – 0,76% 53.086
SOLDADO PRISCO PSC – 0,76% 53.065
MARCELINO GALO PT – 0,75% 52.013
NEUSA CADORE PT – 0,74% 51.827
ROBINHO PP – 0,74% 51.715
FABRÍCIO PCdoB – 0,74% 51.586
ADERBAL CALDAS PP – 0,74% 51.480
MIRELA MACEDO PSD – 0,72% 50.355
JACÓ PT – 0,71% 49.745
DR. DAVID RIOS PSDB – 0,71% 49.504
JANIO NATAL PODE – 0,71% 49.497
ALAN SANCHES DEM – 0,70% 49.049
PAULO RANGEL PT – 0,69% 48.284
MARIA DEL CARMEN PT – 0,69% 48.147
JURANDY OLIVEIRA PRP – 0,68% 47.432
OSNI PT – 0,66% 46.211
NILTINHO PP – 0,66% 46.174
ZÓ PCdoB – 0,62% 43.347
TUM PSC – 0,58% 40.632
CAPITAO ALDEN PSL – 0,57% 39.728
HILTON COELHO PSOL – 0,51% 35.733
PASTOR TOM PATRIOTA – 0,42% 29.335
KATIA OLIVEIRA MDB – 0,39% 27.206
TALITA OLIVEIRA PSL – 0,37% 26.094
JUNIOR MUNIZ PHS – 0,30% 21.058

AUGUSTO QUESTIONA RANKING DO "CORREIO"

Tempo de leitura: < 1 minuto

Augusto questiona ranking do Correio24h

Apontado pelo Correio24h como campeão de faltas da Assembleia Legislativa em 2018, o deputado Augusto Castro (PSDB) questionou o ranking do jornal da Rede Bahia, também reproduzido neste site ontem (29). Ele acumula 11 faltas neste ano.
A atividade parlamentar, disse o tucano, não se restringe à presença em plenário e afirma ser dos últimos a deixar o legislativo, “de segunda a sexta”.
– Além disso, possuo uma base ampla, por diversos municípios baianos, que preciso dar atenção, afinal, frequentemente requerem a minha presença. O fato de nem sempre estar em plenário, não significa que não esteja trabalhando – afirmou, acrescentando que a sua atuação parlamentar “se dá de domingo a domingo”.

Back To Top