skip to Main Content
29 de maio de 2020 | 08:49 pm

MÉDICOS RECOMENDAM ATIVIDADE FÍSICA NA PREVENÇÃO AO CÂNCER

Tempo de leitura: 2 minutos

Caminhadas são apontadas como método para prevenir câncer || Foto Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Da Agência Brasil

O hábito de realizar atividade física faz diferença na prevenção do câncer. Não é preciso frequentar academia ou procurar um esporte de impacto ou grande esforço físico. Vinte minutos de caminhada por dia, por exemplo, são recomendados pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC).

Hoje (4) é o Dia Mundial de Combate ao Câncer. A data foi instituída em 2008 pela União Internacional Contra o Câncer (UICC), para aumentar a conscientização sobre a doença e estimular a preservação.

“A prática de atividade física melhora a imunidade do corpo e reduz a produção de mediadores inflamatórios, fenômenos que minimizam as mudanças celulares e, consequentemente, os riscos de desenvolvimento da doença. Estudos mostram que a atividade física regular reduz de fato o risco de desenvolvimento de câncer de mama, cólon e endométrio”, explica o oncologista Duílio Rocha Filho, ligado à SBOC.

Segundo nota distribuída pela sociedade médica à imprensa, 30% a 50% dos casos de câncer podem ser prevenidos a partir de mudanças no estilo de vida: além de praticar atividade física, “não fumar, preferir alimentos naturais, manter uma dieta equilibrada, se vacinar e reduzir o consumo de bebidas alcoólicas.”

Apesar de recomendações simples, a SBOC encontra dificuldade para que as pessoas mudem suas rotinas e adotem comportamentos mais saudáveis. “Ao contrário do caso do cigarro, em que a relação com o câncer de pulmão é direta, os impactos do estilo de vida na saúde são pouco palpáveis para a maioria das pessoas, pois é muito difícil dizer com precisão o que originou o tumor; se foi o consumo de álcool ou de carnes processadas.”

Em pesquisa feita pela SBOC em 2017, com 1.500 pessoas em todo o país, metade declarou que não faz exercício físico. Uma em cada quatro pessoas entrevistadas não vê a obesidade como problema relacionado ao câncer.

SHOPPING JEQUITIBÁ ABRE O “ESTAR BEM” NESTA TERÇA; ATIVIDADES SÃO GRATUITAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Shopping Jequitibá promove, nos dias 12 e 20 de fevereiro, o projeto Estar Bem, evento voltado para o mundo fitness. Já na quarta edição, a ação busca incentivar os clientes e visitantes do shopping a cuidar da saúde física, alimentação e estética.

A programação vai das 10h30min às 20h30min no Jequitibá, com crossfit, aulas de luta, dança e de zumba e pilates dance. O Estar Bem terá, ainda, acompanhamento com nutricionistas, aferição de pressão, teste de glicemia, massagem e outras atividades voltadas para uma vida saudável.

Nesta terça-feira (12), na abertura, o projeto Estar Bem começará às 10h30min com pilates dance, balé de rua, Andressa Dance, Studio S Dance (Zumba), Prime Dance, Academia Simetria, Academia W3, Alfa Team e Academia Performance. Também haverá a participação de alunos de Fisioterapia da Unime, profissionais da Farmácia Bompreço, nutricionistas da Clínica Mais, equipe do Day Horc, Bio Mundo e da Depyl Action. Todas as atividades do Estar Bem no Shopping Jequitibá são gratuitas.

PEDRAS (SOLTAS) NO CAMINHO

Tempo de leitura: 2 minutos
.

Alguns se arriscam na pista, outros encontram rotas alternativas...

Por ser segura e apresentar riscos de lesões relativamente baixos, a caminhada é uma das atividades físicas recomendados por profissionais de várias áreas, a exemplo de médicos e professores de educação física. Em Itabuna, porém, esse prazeroso exercício não deve ter o incentivo dos ortopedistas.

Quem decide fazer suas caminhadas pelas avenidas Mário Padre e Aziz Maron, na margem direita do rio Cachoeira, encontra, há muito tempo, uma calçada deteriorada em vários pontos, além de uma grande quantidade de pedras soltas. A pavimentação é composta pelas famosas pedras portuguesas – que se soltam com facilidade e piora ainda mais quando não há manutenção.

O risco de lesões é óbvio. Uma pena que, apesar de ter formação como professor de educação física, o prefeito Capitão Azevedo não atente para o risco a que expõe a população que busca aquele espaço para realizar seus exercícios diariamente ou mesmo os que apenas precisam chegar a locais como o shopping ou aos centros médicos daquelas redondezas. Imagine a situação de cadeirantes ou de portadores de deficiência visual ou cegos…

As imagens são do premiado repórter fotográfico Zeka.

... mas quem resolve enfrentar as crateras, pode ser vítima de uma contusão. Sem falar que, esteticamente, o local está horrível.

... mas quem resolve enfrentar as crateras, pode ser vítima de uma contusão. Sem falar que, esteticamente, o local está horrível.

Back To Top