skip to Main Content
6 de julho de 2020 | 03:12 am

PRESSÃO POLÍTICA "SALVA" EXONERADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ainda na noite de quarta-feira (15), assim que pessoas influentes do governo Azevedo tomaram conhecimento das exonerações, uma série de ‘pedidos’ foram feitos ao prefeito.
Alguns argumentos não sensibilizaram o alcaide, enquanto outros, bem mais robustos, foram aceitos. Isso quer dizer que o Diário Oficial Eletrônico do Município volta a trabalhar nesta quinta-feira (16), com mais intensidade, revertendo os atos tomados pelo prefeito ontem.
Em política, dizem os entendidos, não há quem resista a determinadas conversas.
Leia mais no Cia da Notícia.

JOELMA VENCE QUEDA-DE-BRAÇO E GILSON PODE DEIXAR GOVERNO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nascimento foi um dos coordenadores da campanha de Azevedo, mas não escapou às disputas internas no governo

Às 44 exonerações de cargos de confiança determinadas nesta quarta-feira, 15, pelo prefeito de Itabuna, José Nilton Azevedo, pode se somar mais uma: a do secretário da Administração, Gilson Nascimento.
Fontes do Centro Administrativo Firmino Alves informam que as 44 dispensas foram definidas a dedo pela secretária particular do prefeito, Joelma Santos, e por outro colaborador da estrita confiança de Azevedo, o Soldado Pinheiro. Gilson chegou a ser ouvido, talvez por um resto de deferência, mas sua opinião não foi levada em conta para decidir quem sairia e quem ficaria no governo.
O episódio ampliou o mal-estar que já existia entre o secretário e o prefeito. E há informações de que ele já saiu da Prefeitura ontem com o pedido de exoneração redigido. O Pimenta tentou, sem êxito, contato com Nascimento na manhã de hoje, para confirmar se o pedido já havia sido entregue ao prefeito.
Nos corredores da Prefeitura, a informação é de que o nome do substituto (ou melhor, substituta) de Gilson Nascimento já está definido: ao que tudo indica, será a secretária do prefeito, Joelma Santos.

SUZANA CONTINUA NA FOLHA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Presa, mas perigosa, Suzana Andrade mantém prestígio no governo

Apesar de se encontrar engaiolada há 23 dias, sob acusação de homicídio, a secretária do prefeito de Itabuna, Suzana Andrade, continua lotada em seu cargo no principal gabinete do Centro Administrativo Firmino Alves.
Logicamente, a moça que a delegada Sione Porto diz ter matado com extrema frieza o próprio companheiro só despacha atualmente nas dependências do Conjunto Penal, mas estaria com o “cabide” na Prefeitura assegurado por conta do alto grau de conhecimento que possui.
Por esse conhecimento, entenda-se informações privilegiadas, cuja divulgação seria de grande inconveniência para gente poderosa… 
Outros 44 desafortunados não tiveram a quem se apegar e foram inapelavelmente descartados (confira em post mais abaixo).

QUEIMADO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O deputado federal Roberto Britto (PP) anunciou ao prefeito Capitão Azevedo (DEM) que o coordenador da sua campanha à reeleição em Itabuna será o diretor financeiro da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), Octaviano Burgos.
Azevedo não se animou com a escolha tardia. Tem lá seus motivos. Internamente, a avaliação é de que o nome não é dos melhores, pois não tem apelo popular nem desfruta de simpatia do prefeito.
Se segura, Roberto.

ALFREDO COM DATA DE VALIDADE

Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Capitão Azevedo (DEM) cedeu a mais um capricho do secretário da Fazenda, Carlos Burgos. Dará mais um brinquedinho (público) à família do secretário: a presidência da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa).
Octaviano Burgos assume o comando da empresa a partir de outubro – segundo fontes da própria Emasa – ejetando o presidente Alfredo Melo.
A “Burguesia” passa ao controle com a tarefa de acelerar o processo de privatização da Emasa.

GILSON NEGA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O secretário da Administração de Itabuna, Gilson Nascimento, negou que esteja saindo do governo, embora fontes do próprio centro administrativo sustentem que as relações entre ele e o prefeito Capitão Azevedo tenham se estremecido nos últimos dias. E o motivo são realmente divergências entre Nascimento e o secretário da Fazenda, Carlos Burgos.
Quem acompanha a briga de perto assegura que a negativa do titular da Administração é somente uma maneira de evitar que a roupa suja seja lavada fora das dependências da Prefeitura.

GILSON DE SAÍDA DA PREFEITURA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Diário Bahia, ontem

Nascimento: de saída.

A situação não anda nada boa na Prefeitura de Itabuna, em função de desentendimentos internos. Ontem, por exemplo, o secretário de Administração, Gilson Nascimento, teve uma tensa conversa com o prefeito José Nilton Azevedo, quando se disse insatisfeito com alguns acontecimentos dentro do governo.
Gilson está tão descontente que deixou Azevedo à vontade para procurar outro secretário, pois garantiu que entregará o cargo logo após as eleições de outubro. Ele faz parte do grupo que “bate testa” com o Secretário da Fazenda, Carlos Burgos, apontado como o pivô de todas as intrigas dentro da Prefeitura.

MÁ NOTÍCIA PARA SUZANA ANDRADE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Suzana foi presa no dia 23 de agosto, na antessala do prefeito de Itabuna (foto Fábio Roberto / Pimenta)

Presa há 13 dias no Conjunto Penal de Itabuna, a secretária do prefeito Capitão Azevedo, Suzana Andrade, deve amargar mais tempo na cadeia do que previa o seu advogado, Carlos Burgos.
O advogado, que é também o secretário da Fazenda do município, passou quatro dias em Salvador tentando obter liminar num pedido de habeas corpus em favor de Suzana. De acordo com o site Cia da Notícia, a missão não logrou êxito.
A disposição do TJ é definir-se sobre a preventiva da secretária somente num julgamento de mérito, e não em sede de liminar.
Suzana Andrade é apontada como a autora dos dois tiros que mataram seu próprio companheiro, Alex Santos. O crime foi cometido no dia 21 de novembro do ano passado.

O EQUILIBRISTA DO PREFEITO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Burgos "faz o quatro" enquanto segura a bandeira (foto Fábio Roberto/Pimenta)

O prefeito de Itabuna, que anda na corda bamba entre diversas correntes políticas, tem no Centro Administrativo um grande professor de equilibrismo. É o seu secretário da Fazenda, Carlos Burgos.
Durante a carreata de Paulo Souto, Burgos, de bandeira em punho e “montado” numa caminhonete, exibia alta performance e segurança, mesmo quando o carro caía num dos inúmeros buracos existentes nas ruas da cidade.
Esnobe que só ele, o secretário chegou a “fazer o quatro” enquanto segurava o estandarte de seu candidato. Se lhe oferecessem uma bola, ele ainda faria embaixadinhas…

AO SABOR DO VENTO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), é cada vez mais comparado a uma biruta de aeroporto, aquele equipamento que serve para indicar a direção do vento, pois se move de acordo com o mesmo.
Como já foi amplamente divulgado, o prefeito namorou com as candidaturas do PT e do PMDB ao Governo da Bahia e sempre procurou manter uma “distância regulamentar” do candidato de seu partido, Paulo Souto, de quem guarda mágoas surgidas na disputa eleitoral de 2008.
Ocorre que Azevedo não aguenta pressão e por isso fica com um e com outro, sem efetivamente estar com ninguém.
Para se ter uma ideia, na manhã desta sexta-feira havia até secretário do governo local na carreata  de Jaques Wagner em Itabuna. Entre os membros do governo local que se fizeram presentes, o mais animado era Gilson Nascimento, secretário da Administração, que incorporou-se à carreta no bloco do deputado estadual Luiz Argôlo, candidato a vaga na Câmara Federal.
Agora à tarde, carreata de Paulo Souto e (pasme!) Azevedo exigiu que os secretários e ocupantes de cargos em escalões inferiores participassem do cortejo do Democratas. Alguns ficaram sem entender a instabilidade do alcaide, mas outros mais informados asseguram que Azevedo tomou a decisão após levar um “puxão de orelha” da presidente local do DEM, Maria Alice Pereira.

Back To Top