skip to Main Content
3 de junho de 2020 | 01:14 pm

ITABUNA VENCE JUAZEIRO E SONHA COM RETORNO À SÉRIE A

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Itabuna venceu pela primeira vez na Série B do Campeonato Baiano 2015. Já sob o comando do treinador Duzinho, o Azulino derrotou o Juazeiro por 3 a 1, no Estádio Luiz Viana Filho (Itabunão) e volta a sonhar com vaga na “elite” do Baianão em 2016.

O time itabunense fez 3 a 0 com Nem, Nildo e Renilson. Após perder várias chances de ampliar, sofreu o gol de honra do Juazeiro, marcado por Jean Carlo, no finalzinho da partida.

O resultado deixou o Azulino com 5 pontos em quatro jogos. Está, provisoriamente, na terceira colocação. O líder é o Fluminense, que perdeu por 4 a 3 par o Jequié, há pouco. O vice-líder é o Flamengo de Guanambi, próximo adversário do Itabuna, com 8 pontos em cinco jogos.

O presidente do Itabuna, Ricardo Xavier, disse que agora é hora de pensar no próximo compromisso. Domingo (25), o Azulino enfrenta o Flamengo de Guanambi, no Estádio 2 de Julho. “O Itabuna está vivo, tem chance de subir. Os jogadores brigaram até o último minuto”, disse o dirigente em entrevista à Rádio Difusora.

GRAPIÚNA É SÉTIMO

Com chances remotas de subir para a “elite”, o Grapiúna empatou em 0 a 0, ontem (16), com o Flamengo, no Itabunão. Com quatro pontos, o Bem-Te-Vi está na sétima colocação, após disputar cinco jogos. A equipe enfrenta o Botafogo, no domingo (25), fora de casa.

SÉRIE B: ITABUNA TENTA REABILITAÇÃO E COLO-COLO BUSCA LIDERANÇA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Jogador do Colo-Colo comemora gol diante do Atlético (Foto José Nazal).

Jogador do Colo-Colo comemora gol diante do Atlético (Foto José Nazal).

Os dois times sul-baianos que disputam a Série B do Baiano de Futebol voltam a campo neste domingo (23). O Itabuna buscará a primeira vitória no campeonato, enquanto o Colo-Colo mira a liderança do campeonato após estrear com triunfo.
O Azulino enfrentará o Leônico, no Estádio Luiz Viana Filho, às 16 horas deste domingo. Após perder por 2 a 1 para o Ipiranga, o técnico Gelson Fogazzi lançará time com três atacantes amanhã.
Fogazzi decidiu sacar o meia Thiago Gaúcho e escalar um terceiro atacante, Anderson. O Azulino ainda não poderá escalar o zagueiro Chicão, que ainda não foi regularizado. A previsão é de que o atleta estreie contra o Flu, no Itabunão, pela terceira rodada da Série B.
TIGRE DE OLHO NA LIDERANÇA
Já o Colo-Colo vive situação mais tranquila. Terceiro colocado ao final da primeira rodada da Série B, o Tigre Ilheense vai a Guanambi enfrentar o Flamengo, às 15h, no Estádio 2 de Julho.
O time bateu o Atlético de Alagoinhas por 2 a 0, na estreia, e pode alcançar a liderança, caso derrote o Fla de Guanambi.
A segunda rodada será aberta hoje com o confronto entre Atlético x Jequié. Amanhã, haverá mais dois jogos: Jacobina x Ipitanga (15h) e Fluminense x Ipiranga (16h).

A SINA DO ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A dez dias da estreia na Segundona do Campeonato Baiano, o Itabuna Esporte Clube ainda não encontrou patrocinador ou grande apoio na tentativa de retornar à elite (nem tão elite assim) do futebol da terrinha.

Nem mesmo a prefeitura garantiu qualquer auxílio como nos moldes anteriores, quando o município ‘pingava’ R$ 6 mil/mês na conta do clube. No máximo, liberação do estádio para treinamentos e jogos. E a Penalty, apesar de instalada aqui, já fechou as portas para o clube há muito tempo.

JUNIORES DO ITABUNA TENTAM SALVAR 2010

Tempo de leitura: < 1 minuto

Já começou a final do Baianão de Juniores, no estádio Luiz Viana Filho, em Itabuna. O Azulino tenta levar o título da categoria. Enfrenta o poderoso Bahia. Por enquanto, o placar está zerado.

Os meninos do time júnior tentam salvar o ano do Itabuna Esporte Clube. A equipe profissional fez um péssimo campeonato e acabou rebaixada para a Segunda Divisão.

OLHO NO AZULINO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Sérgio Oliveira

Após toda a polêmica gerada pela derrota para o Bahia de Feira, de goleada, dentro de casa, culminando na demissão do técnico Célio Costa, não terá desculpas para que o time do Itabuna não enfrente o time de Conquista de igual para igual neste domingo.

Se houve algum mal-estar entre o grupo e o técnico, supostamente um boicote ao cabra, este não está mais no Itabuna (inclusive, retornou ao time o jogador que afastado por ele e que teria sido a causa da suposta insatisfação do grupo).

Vamos ver o que acontece e, conforme o resultado, as desculpas que serão encontradas desta vez (de problemas psicológicos – hipótese defendida pelo radialista e vereador Roberto de Souza, no programa de rádio da Silmara Souza, logo após a derrota – até o próprio boicote, corpo mole, falta de empenho – hipótese esta levantada pelo presidente do Itabuna, Ricardo Xavier, no mesmo programa, durante sua participação, em entrevista concedida – e por aí vai).

Eu estou de olho e dizendo isso antes, ainda na noite do sábado, para que, depois do jogo, não sejam inventadas novas desculpas, pois contra fatos não há argumentos!!!

Lembro-me que, ao final do referido programa de rádio, na noite da quarta-feira pregressa, o que se dizia era o seguinte: “A diretoria e o presidente do Itabuna se reunirão, ainda esta noite, e cabeças irão rolar!”.

Vamos aguardar!

Sérgio Oliveira é professor da Uesc e torcedor-sofredor do Itabuna.

ESSE ENTENDE DO RISCADO…

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Política Etc

Intervalo do jogo Itabuna x Bahia de Feira, ontem. O time da casa ainda perdia somente de um a zero. O repórter da Rádio Difusora ouve a opinião do vereador Ricardo Bacelar, na arquibancada:

– E aí vereador, o Itabuna reage?

Bacelar não titubeou:

– Não tenho a menor dúvida. A reação vai ser forte e o resultado será 2 x 1 para o azulino.

Como se sabe, não houve reação alguma e o azulino mudou de cor, amarelou… E apanhou.

AGUENTA, BICUDO!

Tempo de leitura: < 1 minuto
Tigre, vitorioso, devora a "jaca" azulina... (Foto José Nazal).

Tigre, vitorioso, devora a "jaca" azulina... (Foto José Nazal).

Quem quer papar jaca?

Essa, talvez, tenha sido a pergunta mais feita no estádio Mário Pessoa, ontem, em Ilhéus. Era, naturalmente, uma provocação dos colo-colenses aos torcedores do Itabuna, vencidos por 2×1.

Back To Top