skip to Main Content
18 de abril de 2021 | 12:26 pm

MOTORISTA REVELA ESQUEMA DE MÁQUINAS CAÇA-NÍQUEIS NO SUL DA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Máquinas foram apreendidas em operação na BR-415 (Foto Costa Filho/Pimenta).

A Polícia Rodoviária Estadual pode ter derrubado um esquema ilegal de fornecimento de caça-níqueis no sul da Bahia ao apreender um caminhão com 15 máquinas, no final da tarde do sábado, 16.
As máquinas eram transportadas em um caminhão VW-8150, placas JOG-0570, dirigido por Edvaldo R. dos Santos. A apreensão ocorreu em frente ao trevo de acesso ao município de Barro Preto, na BR-415.
Ao ser detido, Edvaldo confessou que as máquinas “seriam destinadas ao jogo do bicho”. De acordo com apuração da Polícia Civil, o esquema beneficiava a banca ParaTodos.
As máquinas teriam como destino o município de Ilhéus. Outra leva já havia sido descarregada em Floresta Azul.
Edvaldo estava com dois ajudantes. Os três foram conduzidos ao Complexo Policial de Itabuna, sendo liberados após os depoimentos. O motorista disse que tem costume de fazer o transporte das máquinas caça-níqueis, proibidas no Brasil.
Edvaldo revelou ao repórter Costa Filho que ganharia aproximadamente R$ 1 mil pelo serviço. A matéria completa você confere às 14h15min (horário normal) no programa Tribuna Livre, na rádio Jornal (ouça aqui).

VEREADOR DE BARRO PRETO É CASSADO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Tabuleiro.com
O presidente da Câmara Municipal de Barro Preto, vereador José Hélio dos Santos, o Dé, teve o mandato cassado pela Justiça. Ele ainda foi condenado pelo juiz Eros Cavalcanti, a devolver ao município R$ 19.371,70. Também teve os bens tornados indisponíveis.
A decisão do magistrado também torna o político inelegivél por oito anos. Com a saída de José Hélio, quem toma posse na Câmara é a suplente “Gilma”. A presidência da Câmara Municipal passa agora para o vice-presidente, vereador “Teco”.

RINDO À TOA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Jaqueline: motivos para rir.

Se o prefeito Adriano Clementino (PMDB) tem motivos de sobra para se preocupar, o mesmo não se pode dizer da sua principal adversária em Barro Preto, a enfermeira Jaqueline Mota (PTN).

De acordo com a pesquisa Logus, enquanto Jaqueline desponta com 46,5%, o prefeito é apenas o terceiro colocado no levantamento, com 11,5%. O ex-prefeito José Bonfim (DEM) é o segundo, com 17%. A pesquisa também mediu a rejeição ao governo de Adriano (confira aqui).

GUILHOTINA SUSPENSA EM BARRO PRETO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) reconsiderou pareceres das contas dos ex-prefeitos de Barro Preto, José Bonfim e José Hélio dos Santos, relativas ao exercício de 2008. Antes rejeitadas, as contas foram aprovadas parcialmente.

Os dois ex-prefeitos não haviam conseguido comprovar, antes, a aplicação de quase R$ 1,5 milhão do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) no pagamento de professores. O novo parecer foi emitido pelo conselheiro Raimundo Moreira, relator das contas.

Apesar da mudança, a relatoria manteve a multa de R$ 1,5 mil a José Bonfim e de R$ 4,5 mil a José Hélio, que hoje é vereador de Barro Preto (ele assumiu o comando do município quando o ex-prefeito se viu afastado do comando por acusação de compra de votos em 2004).

José Hélio, o Dé, também terá que meter a mão no bolso (dele, claro) para ressarcir o município em R$ 11.776,74, “em razão da diferença verificada entre o somatório dos documentos de despesa e os valores totais registrados nos balancetes”.

ADRIANO RESPONSABILIZA A PM POR VIOLÊNCIA EM BARRO PRETO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito de Barro Preto, Adriano Clementino (PMDB), culpou o comando do 15º Batalhão da Polícia Militar pela violência que imperou na festa de aniversário da cidade, no último sábado (17). Duas pessoas foram mortas nos festejos (confira aqui).

O prefeito esclareceu que enviou ao comando, “a tempo e hora”, ofício comunicando a realização da festa e, também, a necessidade de policiamento. O ofício foi recebido pela PM às 13h35min do dia 14, conforme fac-símile.

Os crimes ocorridos no final de semana, afirma Clementino, colocaram em risco também a sua integridade física e a da sua família, pois a população, comovida, teria atribuído ao prefeito a responsabilidade pelas mortes de Ricardo Souza Santos e uma outra pessoa de prenome Pedro.

Adriano Clementino lamenta os crimes e observa que o seu governo colabora sempre com a polícia, oferecendo combustível para viatura e casa de apoio e alimentação para policiais militares.

TRÊS ASSASSINATOS NA FESTA DE BARRO PRETO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um clima de horror e violência tomou conta da cidade de Barro Preto neste fim de semana, em momentos que coincidiram com o início e o término dos festejos comemorativos à emancipação política do município.

Na sexta-feira (16), Juarez Borges da Silva, de 23 anos, utilizou uma garrafa quebrada para ferir outro jovem, Joabson Santos da Silva, de 18 anos. A vítima foi levada para o hospital, onde já chegou sem vida.

A violência continuou, culminando na madrugada deste domingo (18), quando dois homens foram assassinados na Praça Getúlio Vargas, onde acontecia a festa de Barro Preto. Segundo as primeiras informações, um homem não identificado, que ocupava a garupa de uma moto, passou pela praça atirando a esmo.  

As balas atingiram Ricardo Souza Santos, o “Gagui”, e outro identificado como “Pedrinho”. Parentes e amigos asseguram que nenhum dos dois tinha envolvimento com o crime.

Várias pessoas criticaram o prefeito Adriano Clementino por não ter pedido reforço policial para a festa, visto que o clima já estava pesado desde dexta-feira. Apesar de ser uma cidade pequena e de poucos habitantes, Barro Preto enfrenta um período atípico e é identificada como uma das rotas do tráfico de drogas no sul da Bahia.

Na quarta-feira (14), o policial civil Heider Cruz, que atuava em Barro Preto, foi preso, acusado de associação ao tráfico, extorsão e assassinatos.

POLICIAL É TRANSFERIDO PARA SALVADOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Heider é transferido para a capital (Foto Radar Notícias).

O policial civil Heider Cruz foi transferido para a corregedoria da Polícia Civil em Salvador, no início desta tarde. Ele foi preso nas primeiras horas da manhã desta quarta, em Buerarema, quando se preparava para se deslocar até Barro Preto.

Policiais da equipe do delegado regional Moisés Damasceno efetuaram a prisão de Heider, em cumprimento a mandado do juiz da Comarca de Barro Preto, Eros Cavalcanti. Heider é acusado de se associar ao tráfico, prática extorsão e, também, de extermínio.

O agente foi flagrado em escutas telefônicas da Operação Dalila, desenvolvida pela Polícia Civil em Itabuna e Barro Preto. Ao conceder entrevista no complexo policial em Itabuna, Heider Cruz fez questão de esconder as algemas com um capote.

SEIS FOGEM DA CADEIA DE BARRO PRETO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta madrugada, seis presos fugiram da cadeia pública de Barro Preto, no sul da Bahia. Cinco são envolvidos com o tráfico de drogas e um é acusado de homicídio. De acordo com moradores, a cadeia não tem carcereiro nem policiais civis para fazer a custódia dos presos.

Nesta madrugada, parte dos presos se sentiu à vontade para tomar o caminho da rua. Seis preferiram ficar. De acordo com o repórter João Ailton, os fugitivos são Adenildo Vargem Barbosa, Lenomar Bernardes Oliveira, Carleandro Silva, Cléber Dias Cerqueira, Fábio Silva e Gildeon de Jesus.

BARRO PRETO

Tempo de leitura: < 1 minuto

A pequena Barro Preto (ex-Governador Lomanto Júnior), no sul da Bahia, fará 48 anos, no próximo sábado, 17, quando recebe, além do secretário de Saúde do Estado, Jorge Solla, o ex-ministro e pré-candidato ao governo baiano, Geddel Vieira Lima (PMDB).

Solla vai ao município inaugurar duas unidades do Programa Saúde da Família (PSF). Já o pré-candidato Geddel, confere a quantas anda o seu prestígio com o eleitorado. O peemedebista ainda fará tour por vários municípios sul-baianos.

(O prefeito Adriano Clementino, do PMDB, decidiu que a festa do aniversário, que terá quarto bandas, começará às 14h e será encerrada às 22h. A decisão tem a ver com a onda de violência e o avanço do tráfico de drogas na cidade de pouco mais de seis mil habitantes).

PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GARANTE COMARCA DE BARRO PRETO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Márcio, Jaqueline e Veloso com a presidente do TJ-BA (Foto Divulgação).

A presidenta do Tribunal de Justiça da Bahia, Telma Brito, deu uma informação que agradou a ex-candidata à prefeitura de Barro Preto, Jaqueline Mota. Ela foi recebida em audiência pela desembargadora, juntamente com o deputado federal Raymundo Veloso (PMDB) e o filho dele, Márcio Veloso, que é pré-candidato a deputado estadual.

Aos visitantes, Telma Brito informou que a comarca não será desativada, pelo menos de imediato. O fechamento ocorreria em função da pouca movimentação, o que levaria os feitos judiciais de Barro Preto serem transferidos para Itapé.

“A comarca de Barro Preto está completa, cumpre suas obrigações e não tem déficit de serventuários”, teria dito a desembargadora. Ela informou, no entanto, que existem na Bahia 272 comarcas que serão desativadas e agregadas a comarcas maiores, devido à falta de movimento. Informações do Política Etc.

FLAMENGO (OU VASCO) ATÉ MORRER…

Tempo de leitura: < 1 minuto

De olho nos lucros, funerárias criam caixões personalizados.

“Uma vez Flamengo, Flamengo até morrer”, já dizia aquele hino de Lamartine Babo para o mais querido (e odiado) do Brasil.

Agora, alguém já imaginou ‘partir dessa pra melhor’ em um caixão personalizado com as cores e escudo do time preferido?

Se o torcedor for daqueles fanáticos, a “gracinha” já é possível. Pelo menos para quem mora em cidades como Barro Preto, no sul da Bahia.

A ‘parada’ fica, por assim dizer, pela hora da morte: R$ 3 mil, valor 10% acima do cobrado para caixões menos extravagantes (mas quem vai ligar pra isso, não é mesmo?). O dono do negócio, Carlos Ribeiro Lima, diz que a sombria atrai curiosos à empresa e virou motivos de brincadeira entre amigos.

Os dois exemplares disponíveis são ‘homenagens’ aos times preferidos do torcedor barropretense: Flamengo e Vasco (necessariamente nessa ordem). “O povo pede bandeira do time, essas coisas nessas horas. Agora, nem precisa”, diz o sorridente e desconfiado Carlos Lima.

Em tempo de semifinais da Taça Guanabara, aquele mais desapegado (e cheio) do vil metal pode até comprar um dos exemplares para fazer o enterro do time adversário (o Vasco já está na final, o Fla disputa a segunda vaga hoje, contra o Botafogo).

“DALILA” MANDA SETE PARA A PRISÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
"Shara", Deco e Luan (atrás, cabeça raspada) foram presos em Itabuna (Foto Xilindró).

"Shara", Deco e Luan (atrás, cabeça raspada) foram presos em Itabuna (Foto Xilindró).

Uma operação que envolveu as polícias de Itabuna, Barro Preto, Ilhéus e Maraú mandou para a prisão sete acusados de tráfico de drogas residentes em Barro Preto e Itabuna, na madrugada desta sexta-feira, 8. Os policiais civis cumpriram mandados de prisão expedidos pelo juiz Eros Cavalcanti, titular da Comarca de Barro Preto, informa o blog Xilindroweb.

Adílio Santos Cerqueira, o Deco, Luan Rodrigues e Scharalua Cardoso Mota, a Shara, foram presos em Itabuna. Outros quatro suspeitos de tráfico caíram no xilindró na operação em Barro Preto. São eles Kátia Cilene Cerqueira, de 46 anos, Damiana Alves Dias, Charles Cerqueira Gusmão e Luane Pereira dos Santos.

A ação teve o apoio do Centro de Operações Especiais da Civil, em Salvador, e revelou o quanto o tráfico de drogas já alcançou adolescentes. Três deles foram apreendidos na operação deflagrada em Barro Preto, pequeno município de pouco mais de seis mil habitantes. Leia mais no Xilindró.

ÁGUA MINERAL NAS TORNEIRAS…

Tempo de leitura: < 1 minuto

A água que abastece os lares de Barro Preto nasce na Pedra Lascada, área de serra do município sul-baiano. Nesses dias de novembro, a população barropretense ficou em dúvida se a prefeitura local realizou algum estudo que indique propriedades de água mineral para o líquido que pinga nas torneiras de lá.

A curiosidade surgiu após conferir a fatura enviada às residências pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), órgão municipal responsável pelo abastecimento da cidade. A conta chegou com aumento de 20%. Sem nenhum aviso.

Todos foram pegos de surpresa. Nem mesmo a bancada governista na Câmara soube explicar o reajuste bem acima da inflação e de ‘veneta’. Por lá, a piada é que a água virou mineral, está batizada e o prefeito Adriano Clementino (PMDB) pirou de vez. Só pode.

PROTESTO INTERDITA BR-415

Tempo de leitura: 2 minutos
Protesto interditou BR-415 por mais de 40 minutos (Foto Leandro Queirozz).

Protesto interditou BR-415 por mais de 40 minutos (Fotos Leandro Queirozz).

O trecho Itabuna-Ibicaraí da rodovia BR-415 ficou interditado por quase uma hora na manhã desta quarta-feira (4). Era um protesto contra a medida do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), que determinou a extinção da Comarca de Barro Preto a partir de 1º de janeiro. A pista ficou interdita na altura do entroncamento de acesso ao município afetado pela decisão do tribunal.

A medida é considerada um retrocesso por políticos e advogados do município sul-baiano. O Tribunal de Justiça alega economia com a medida. Os processos do judiciário local – que opera com vara única – serão redistribuídos na comarca de Itabuna ou Itajuípe, município que já responde pelo eleitoral de Barro Preto (ex-Governador Lomanto Júnior).

A mobilização desta quarta tenta demover a presidência do TJ do ato fatal. Uma das alternativas é que a comarca barropretense também assuma processos da vizinha Itapé, cuja demanda é hoje atendida em Itabuna. A proposta é defendida pelo advogado Ruy Correa e pelo juiz Eros Cavalcanti, titular da comarca, além do prefeito Adriano Clementino e vereadores.

Pista interditada causou irritação em motoristas alheios ao protesto.

Pista interditada causou irritação em motoristas alheios ao protesto.

BARRO PRETO PROTESTA CONTRA FIM DE COMARCA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Política Etc

O Tribunal de Justiça da Bahia computou os números e concluiu: arelação custo-benefício da comarca de Barro Preto é desvantajosa para o Estado. Ou seja, a comarca custa muito e produz pouco, no entendimento da Corregedoria do TJB.

Feita a análise fria dos números, o comando do judiciário baiano determinou o fechamento da comarca, a partir de janeiro de 2010. No caso, o fórum de Barro Preto será absorvido pela comarca de Itajuípe, que já responde pelos feitos eleitorais daquele município.

Mas a população barropretense não pretende ficar quieta diante da mudança anunciada. Nesta quarta-feira, 4,  em protesto, moradores vão interditar a rodovia que liga a BR-415 a Barro Preto. A manifestação terá início às sete da manhã e a disposição é manter o tráfego interrompido por pelo menos uma hora.

Confira mais sobre o assunto clicando aqui.

Back To Top