skip to Main Content
22 de fevereiro de 2020 | 04:12 pm

ITABUNA: CINEMARK INVESTE R$ 6 MILHÕES EM COMPLEXO DE CINEMA NO SHOPPING JEQUITIBÁ

Tempo de leitura: 2 minutos

Cinemark inaugura complexo com 4 salas de cinema no Jequitibá, em Itabuna

Inaugurado na última quinta (19) no primeiro andar do Shopping Jequitibá, o Cinemark é o único complexo de cinema do sul da Bahia com salas de projeção em 3D. O investimento da Cinemark no completo com quatro salas e 745 lugares é estimado em R$ 6 milhões. É o 88º complexo da marca no país.

Nas quatro salas, são exibidos desde lançamentos e grandes sucessos do cinema até conteúdos especiais oferecidos pela rede. No saguão do complexo estão distribuídos quatro totens de autoatendimento, onde os usuários podem consultar a programação completa e adquirir ingressos e produtos com apenas alguns toques na tela. As compras também podem ser feitas pelo APP Cinemark e pelo site da Rede.

Além disso, as bilheterias contam com leitores de QR Code, para pagamento via aplicativo Mercado Pago. A parceria entre a Rede e a fintech dá R$ 10 de desconto em qualquer compra, ingressos ou itens da bomboniere, a partir de R$ 20 – benefício que pode ser aproveitado até duas vezes ao mês. Clientes Vivo Valoriza e Bradesco também têm o benefício da meia-entrada na compra de ingressos.

Para acompanhar as sessões, o público encontra no snack bar, as tradicionais e saborosas pipocas da Rede, que podem ser salgadas, doces e de sabores especiais, com coberturas como manteiga de churrasco e pipoca ‘n’ cream. No cardápio, o cliente pode também escolher entre pão de queijo, cachorro quente e os salgadinhos chicken popcorn – receita de frango crocante -, além de balas, chocolates e refrigerantes. Uma seleção de combos, que reúnem diversas comidinhas e bebidas, pode ser encontrada com preços especiais.

SECRETARIA DE AQUICULTURA COMEÇA EM 30 DIAS O RECADASTRAMENTO DE PESCADORES

Tempo de leitura: 2 minutos

Recadastramento de pescadores começa em até 30 dias

A Secretaria de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou que, iniciará em cerca 30 dias, o processo de recadastramento de Registro Geral de Pesca (RGP). O secretário Jorge Seif Junior alerta aos trabalhadores da atividade que se organizem, desde já, para apresentar toda a documentação que será exigida.

Seif explica que o registro anterior, por conter irregularidades, foi suspenso atendendo a recomendação da Controladoria-Geral da União (CGU). Além de recadastrar os pescadores, o novo Registro Geral de Pesca vai permitir a inclusão dos profissionais que pescam com protocolo desde 2015, ano em que o sistema foi suspenso.

De acordo com a Secretaria de Aquicultura e Pesca, o prazo para lançamento da ferramenta foi ampliado para atender aperfeiçoamentos que deverão evitar eventuais fraudes. O cadastro é necessário para que o pescador tenha acesso à carteira de pesca e a benefícios como o seguro defeso.

ECONOMIA DE R$ 6 MILHÕES

O descadastramento de pessoas que não tinham o direito de receber o seguro defeso já resultou, de acordo com o secretário Jorge Seif Junior, em economia de R$ 6 milhões por ano. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, disponibiliza linha para o descadastramento dos beneficiários do seguro-defeso.

O cancelamento do benefício pelo telefone 135 facilitou o desligamento voluntário por pescadores sem direito ao seguro, o que evitou a aplicação, nesses casos, de possíveis penalidades.

ESTUDANTES CARENTES DEVEM SE INSCREVER NO MAIS FUTURO A PARTIR DO DIA 15

Tempo de leitura: 2 minutos

Estudantes universitários podem inscrever a partir do dia 15

A Secretaria da Educação da Bahia publicou,nesta terça-feira (9), no Diário Oficial do Estado, o edital de inscrições para o Mais Futuro, programa de assistência estudantil. A iniciativa oferece auxílio financeiro para os estudantes das universidades Estaduais de Feira de Santana (Uefs), de Santa Cruz (Uesc), do Sudoeste da Bahia (Uesb) e da Universidade do Estado da Bahia, (Uneb).

Os beneficiários são estudantes que estejam em condições de vulnerabilidade socioeconômica, inscritos no CadÚnico. O programa também oferece oportunidades de estágio no setor público. As inscrições acontecerão de 15 a 30 de abril e poderão ser realizadas no Portal da Educação.

Lançado em 2017, o programa Mais Futuro já beneficiou 10.480 estudantes com auxilio permanência, que implicou, até o último mês de março, em um investimento superior a R$ 36 milhões. O valor da bolsa é de R$ 300 para quem estuda a até 100 quilômetros de onde mora, e de R$ 600 para os que vivem a uma distância maior, pois para estes há a necessidade de moradia temporária na cidade onde estudam.

Ainda existe a opção de uma bolsa complementar, que terá valor variável, de acordo com atos normativos de cada instituição estadual de Ensino Superior. A lista dos estudantes homologados será publicada pela Secretaria da Educação e divulgada por cada uma das Universidades em seus portais eletrônicos.

Leia Mais

INSS REVISA 2,3 MILHÕES DE BENEFÍCIOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da Agência Brasil
Um total de 2,3 milhões de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) por incapacidade ou pensões por morte (em decorrência da incapacidade) foram corrigidos. O reajuste ocorre após o instituto rever mais de 17,4 milhões de benefícios pagos entre 2002 e 2009, por causa de um acordo firmado em agosto de 2012 entre o INSS, o Ministério Público Federal e o Sindicato Nacional dos Aposentados e Pensionistas da Força Sindical, homologado pela Justiça Federal em São Paulo.
De acordo com o INSS, os números referem-se à quantidade de benefícios revisados e não de pessoas com direito à revisão, já que um segurado pode ser titular de um ou mais benefícios sucessivos. Como exemplo, uma pessoa que recebeu o auxílio-doença e, depois de um tempo, o benefício foi convertido em aposentadoria por invalidez. Desta forma, há um novo benefício, mas se trata do mesmo segurado.
Leia mais

A DIFÍCIL MISSÃO DE ACABAR COM UMA MAMATA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O deputado federal Afonso Florence (PT/BA) é relator do Projeto de Decreto Legislativo que extingue o 14º e o 15º salários na Câmara. A proposta tramita na Comissão de Finanças e Tributação e tem enfrentado vários obstáculos para se viabilizar.

O relatório de Florence, favorável à extinção do benefício, ficou pronto em julho, quando as sucessões municipais mobilizaram grande parte dos deputados e esvaziaram a Câmara. Depois, as sessões extraordinárias do plenário esvaziaram a Comissão de Finanças.

A matéria estava na pauta desta semana, mas foi retirada. O relator acabou conseguindo agendar a votação na CFD para o próximo dia 28.

Se passar na Comissão de Finanças, a proposta irá ainda para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), será discutida pelo Colégio de Líderes e finalmente, aos trancos e barrancos e com muita dificuldade, poderá chegar ao plenário.

Back To Top