skip to Main Content
14 de agosto de 2020 | 02:16 am

CANDIDATOS DECLARAM MENOS DO QUE POSSUEM

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nota publicada pelo site Bahia Notícias revela que os três principais candidatos ao governo da Bahia declararam ao TSE um patrimônio inferior ao que realmente possuem.
A discrepância mais gritante está na declaração do peemedebista Geddel Vieira Lima. A fazenda Santa Rita, de 2.212 hectares, em Itapebi –  pertencente a Geddel e aos irmãos Lúcio e Afrísio Filho – foi declarada como se valesse apenas R$ 109 mil. Porém, a estimativa de corretores ouvidos pelo BN é de que o imóvel está avaliado em no mínimo R$ 4,4 milhões.
Paulo Souto (DEM) tem 16 propriedades rurais, a maioria nos municípios de Canavieiras e Santa Luzia, no sul do Estado. Informou que o conjunto de imóveis vale R$ 309 mil, enquanto a análise de especialistas no mercado imobiliário aponta R$ 3 milhões como o preço real.
O petista Jaques Wagner foi beneficiado com a valorização de seus dois imóveis, um apartamento na Federação e um terreno na Vila de Abrantes, em Camaçari. O primeiro foi adquirido por R$ 150 mil, mas valeria hoje R$ 750 mil; o segundo ele comprou por R$ 28 mil, mas já estaria na casa dos R$ 60 mil. No entanto, os bens do atual governador foram declarados segundo o valor antigo.

Back To Top