skip to Main Content
3 de julho de 2020 | 11:04 pm

A QUARENTENA E O ISOLAMENTO TÊM LÁ SUAS VANTAGENS

Tempo de leitura: 3 minutos

Um amigo meu, cabra bem-sabido, já vendeu uma descoberta sua para uma governadora e um prefeito e descolou uma grana legal com o distanciamento dos carros no estacionamento. O prefeito gostou tanto que mandou interditar uma rua inteira.

Walmir Rosário || wallaw2008@outlook.com

Confesso que estou ainda muito confuso, mas não posso me queixar de tudo nesses dias quarentena, embora já passamos cerca de 60 dias engaiolados em casa – com exceção dos teimosos fujões – “debaixo de ordens”, como diz meu amigo Valdemar Broxinha. Às vezes chego a pensar que não “ando bem das bolas” ouvindo os poderosos da política e da imprensa afirmarem que preciso continuar no isolamento social.

Aqui pra nós, acredito que eles querem apenas me confundir. Sempre aprendi que quarentena é um período de 40 dias, mas esses dias Alberto Fiscal me disse que tem uma lei nova, feita pelo demitido Mandetta, estabelecendo que quarentena é pelo período que ele quiser. E essa tal de lei 13.979/20, que teima mandar na gente, também diz que o isolamento depende do tempo que coronavírus cismar de infectar.

Li tanto a lei que já sei de cor e salteado, mas não consegui enxergar em lugar alguns que  o Aurélio [o dicionário] tivesse sido revogado. Quem sabe nossos ministros do STF tenham dado uma canetada e inserido os costumes e tradições no nosso direito? Mas vamos ao que nos interessa, que é distinguir o joio do trigo, saber onde está a verdade: realmente estamos em quarentena e isolamento?

Nem um nem outro, pelo que observo. Em quarentena, impossível, pois não carrego comigo nenhuma presunção de contaminação, o que me deixa feliz estar acima de qualquer suspeita. Muito menos isolado, pois não convivo com nenhuma pessoa portadora do vírus. Sem esperar, o jornalista inativo Tyrone Perrucho me faz um alerta: “Ouvi o ministro falar que estamos em isolamento social” argumentou.

Grande coisa! Não vai ser um ministro qualquer que vai mandar nos meus relacionamentos sociais, já não bastam o prefeito de Canavieiras me proibir de sair da cidade, enquanto os de Ilhéus e Itabuna dizem que serei desconvidado em suas cidades. Nunca imaginei ser persona non grata nessas plagas da Nação Grapiúna, ainda mais quando estou respaldado pelo direito de ir e vir garantido por Ulysses Guimarães em nossa Carta Magna.

Pelo sim pelo não, preferi não empreender aventuras tais, dado o meu estado de quase senilidade, já quase sem forças para trocar uns bons catiripapos com esses prefeitos que confundem limites de municípios com fronteiras entre países. Daí, então, que resolvi me aquietar em casa e passar a utilizar os recursos tecnológicos que disponho para me conectar ao mundo.

Portais, blogs, facebook, twitter, whatsapp, instagram, e-mails e o telefone passaram a ser minha praia e desde que acordo já estou conectado com o mundo. Duvido até que o Google, que sempre foi metido a sabe-tudo esteja afiado como eu. Desde cedo já dou um passeio geral em tudo que é informação, classificando as melhores para repartir com os amigos de isolamento social.

Nesses dias já aprendi que se não tivermos cuidado poderemos ter outra pandemia ainda pior, que é reeleger os prefeitos, atuais por falta de candidatos. Numa pesquisa realizada por Tyrone fiquei sabendo que os egípcios foram os primeiros a colocar prostitutas sob o mesmo teto e que coube aos gregos, cinco séculos antes de Cristo, se tornarem pioneiros na fundação de bordeis, com preços e procedimentos regulamentados pelo governo.

Já gravei todas as passagens da vida da deputada Joyce, dos governadores João Dória, Wilson Witzel, dos ministros do STF, sem falar em Rodrigo Maia e Alcolumbre, Ronaldo Caiado e Rui Costa. Há, se fosse nos meus tempos de menino me candidataria ao Programa o Céu é o Limite, para responder sobre a vida de qualquer um deles. Num piscar de olhos tomaria aquele um milhão de Jota Silvestre.

Pelos meus cálculos, estou pronto para ser aprovado com distinção e louvor em qualquer doutorado ou pós-doutorado de medicina, mais precisamente na especialidade de infectologia, de tando conhecimento acumulado nesses dias. Em geografia já me falaram que sou PhD, pois sei explicar sem recorrer a livros ou ao Google os países acometidos pelo Covid-19, bem como conheço a China na palma de minha mão.

Com todo esse conhecimento adquirido nesses tempos de pandemia só me falta atualizar minha agenda de contatos para tratar diretamente com ministros, governadores e prefeitos. Um amigo meu, cabra bem-sabido, já vendeu uma descoberta sua para uma governadora e um prefeito e descolou uma grana legal com o distanciamento dos carros no estacionamento. O prefeito gostou tanto que mandou interditar uma rua inteira.

Se não me der sono antes da meia-noite, amanhã levantarei todo o imbróglio da deputada Joice Hasselman e seu ex-assessor, o pedreiro da Juju, e as gravações telefônicas de Sérgio Moro desde que deixou o ministério. Mas antes preciso de uma orientação de especialista sobre os feriados que estamos perdendo em casa e serão repostos depois da epidemia.

Essa vida e isolamento social me cansa.

Walmir Rosário é radialista, jornalista e advogado.

EM TEMPOS DE REDE SOCIAL, QUEM TEM VOZ NA POLÍTICA É O POVO

Tempo de leitura: 2 minutos

 

Será um salve-se quem puder! E que Deus, aqui pra nós, nos acuda, porque nunca vi tanta gente despreparada querendo “salvar Tabocas Ville” junta!

 

Manuela Berbert || manuelaberbert@yahoo.com.br

Dois mil e vinte acabou de bater na porta. Não sei se por conta da combinação inusitada dos números envolvidos, ou por se tratar de ano eleitoral mesmo, é fevereiro, o carnaval ainda não passou, e já estamos com a sensação de que já vivemos um ano inteiro, praticamente.

A agilidade da notícia tem trazido uma infinidade de sentimentos. Acontece o fato, alguém fotografa, narra, e aquilo toma corpo de manchete em segundos. Quando a pauta chega às redações dos blogs e/ou jornais e TVs, e acontece (ou não) a apuração mais real do caso, já estamos extasiados de imagens, áudios, fotos e vídeos. Daí, aqui para nós, pouca gente se interessa por ler uma matéria na íntegra, refletir e discutir a veracidade daquilo tudo. Já estamos, minutos depois, sedentos pelo próximo assunto. E assim vai seguindo o baile do dia.

Lembro, com um pouco de saudade até, das campanhas eleitorais no comecinho disso tudo. Em 2012, por exemplo, tempo em que começamos a acessar o facebook pelos smartphones e tablets, e a trocar mensagens instantâneas. Ainda que já conectados, acabávamos tendo um tempinho entre o fato político, a pulverização dele com o mundo, e o resultado. “Impactou? Passou uma mensagem positiva ou negativa? Podemos reverter isso aí? De que forma?” E assim iniciavam as longas reuniões nos QGs das campanhas eleitorais, que geralmente iam madrugada adentro.

Prevejo que 2020 não será para amadores. Ainda é fevereiro e já estamos acompanhando o troca-troca de partidos e lados políticos, a boataria baixa, e a resposta instantânea. “Você viu? O pré-candidato respondeu ao blog X no grupo Y! A pré-candidata bateu boca no whatsapp com uma liderança da oposição!” Será um salve-se quem puder! E que Deus, aqui pra nós, nos acuda, porque nunca vi tanta gente despreparada querendo “salvar Tabocas Ville” junta!

Manuela Berbert é publicitária.

O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM ITABUNA?

Tempo de leitura: 2 minutos

Diana SantanaDiana Santana

Passado o susto e depois de dar conta dos problemas e dissabores gerados, consigo falar sobre uma ocorrência da semana passada. Na última quinta-feira, dia 11, meus pais, donos do Bar Katikero, localizado no bairro Pontalzinho, em Itabuna, comércio em funcionamento há 39 anos, foram surpreendidos por uma situação que jamais imaginaram passar na vida: um ataque a tiros (relembre aqui).

Apesar dos blogs e rádios terem noticiado um tiroteio, afirmo que o ocorreu foi um ataque. Sim, porque um tiroteio pressupõe um revide, troca de balas, e o que ocorreu nem passou perto disso. Não houve tempo e nem havia cidadãos armados para sequer pensar em reagir (que bom!). Quem espera estar sentado num tradicional bar, no centro da cidade, no meio da semana e virar alvo de uma violência? Tudo ocorreu por volta das 21 horas, quando dois homens passaram numa moto e atiraram a esmo, para todos os lados. Mais de 15 tiros! Uma mulher e um homem foram atingidos; por sorte, os ferimentos não foram letais. Outros tiros atingiram portas e paredes de estabelecimentos e o carro de meus pais. As marcas ainda estão lá. Um terror.

Mas isso acho que todos sabem. Os blogs e as redes sociais replicaram as notícias e fotos. O que ninguém sabe é o porquê. Violência generalizada, eu sei. Mas por que Itabuna está sofrendo tanto com isso? Para além da crise hídrica e da epidemia do aedes aegypti, somos notícia nacional devido ao índice elevadíssimo de assassinatos, principalmente de jovens.

Um ataque dessa natureza hoje, na nossa cidade, pode acontecer com qualquer um, em qualquer lugar, a qualquer hora. É fato! É espantoso! E outro fato me chamou atenção: blogs e rádios tem a preocupação em noticiar o ocorrido, mas só dão a manchete, sem fazer uma análise, sem fazer uma cobrança às autoridades, sem provocar uma reflexão, sem convocar a população para o debate e para a ação.

Em que pese a violência e suas estatísticas absurdas terem sido banalizadas e virarem sensacionalismo em inúmeros programas policialescos, nada disso é normal!

Dessa vez meus pais foram surpreendidos (apesar de não ser esta a primeira vez que foram vítimas de violência), e nossa família, amigos e clientes ficamos todos consternados. Mas é a cidade que agoniza. É notório que há um clima de tensão permanente, boatos sobre toque de recolher e etc. Tá, sei que o Brasil, que o planeta todo está meio descontrolado, mas estamos todos esperando que os responsáveis pela cidade, o poder público ou a polícia responda: o que está acontecendo com Itabuna?

PS: Como contribuição para uma reflexão deixo um texto, muito pertinente, de um professor grapiúna, que li outro dia aqui. Contundente, como a situação merece.

ARAÚJO E O DIA DO BLOGUEIRO

Tempo de leitura: < 1 minuto

cosme araujoPor meio de sua assessoria, o vereador ilheense Cosme Araújo (PDT) explica que o projeto sobre o Dia do Blogueiro, de sua autoria, é fruto de solicitação dos profissionais da mídia eletrônica. A data escolhida, 4 de abril, faz alusão ao surgimento do R2C Press, do jornalista Roberto Rabat, precursor da blogosfera regional.

A ideia, aliás, tende a se multiplicar. Segundo Araújo, um vereador de Itabuna já solicitou cópia de seu projeto para replicá-lo no município.

“É importante esse projeto, pois os blogueiros, inclusive o pessoal de Itabuna, a exemplo do Pimenta, tem sido importantíssimo para a publicização da informação e da notícia”, justifica o criador da efeméride.

PRESENTE DE CARLOS FREITAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O pessoal do blog “Amaladireta” registrou esse curioso protesto de moradores da rua Castro Alves, no bairro do Pontal, em Ilhéus. Inconformados com o descaso da Prefeitura, eles “agradeceram” ao secretário de Desenvolvimento Urbano, Carlos Freitas, por mais um buraco na via pública.
Eta secretário generoso!

GUY VALÉRIO APONTA O CAMINHO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Diante dos inúmeros problemas políticos e administrativos enfrentados pelo governo ilheense, o irreverente Guy Valério, do blog Sarrafo, aponta o caminho para a administração Newton Lima.
O PIMENTA clicou o blogueiro indicando a alternativa que, segundo ele, é a única para o prefeito.

PRESIDENTE DA CÂMARA DESTRATA HOMENAGEADO COM TÍTULO DE CIDADÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Bacelar entrega o título a João Matheus. Machado não quis ver

O presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Ruy Machado (PRP), imprimiu uma nota negativa na cerimônia de outorga do título de cidadão itabunense, realizada na noite desta quinta-feira, 28, na sede da AABB.
Um dos agraciados com a homenagem foi o blogueiro natural de Itapetinga, João Matheus Feitosa, indicação do vereador Ricardo Bacelar (PSB). Por conta de uma antipatia pessoal com o blogueiro, Machado providenciou para que o seu título fosse o último a ser entregue, recusou-se a ler o decreto que formaliza a honraria e levantou-se da mesa no momento em que João Matheus a recebeu.
O fato gerou mal-estar que foi registrado pelo blogueiro em sua página na internet. Segundo João Matheus, “Ruy Machado foi bastante deselegante e mostrou que não está preparado para ser presidente da Câmara”.

CRIADA A ASSOCIAÇÃO BAIANA DE JORNALISMO DIGITAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Responsáveis por sites e blogs de toda da Bahia se reuniram nesta sexta-feira, 25, em Salvador, para formalizar a criação da Associação Baiana de Jornalismo Digital (ABJD). A entidade nasce com o objetivo de defender os interesses dos profissionais que atuam neste segmento da mídia, além de oferecer assistência jurídica e promover cursos e palestras com profissionais de webjornalismo.

A ABJD será presidida pelo sócio-executivo do site Bahia Notícias, Ricardo Luzbel, e terá como vice-presidente o jornalista Raul Monteiro, do Política Livre. O Conselho de Ética será coordenado por Tasso Franco, do site Bahia Já.

Também fazem parte da diretoria da associação, na qualidade de  membros fundadores, os seguintes profissionais: Ricardo Ribeiro (Pimenta na Muqueca), Gusmão Neto (Teia de Notícias), Ronildo Brito (Teixeira News), Fernando Henrique Chagas (RBR Notícias), José Eduardo Gordiano (Andaiá Notícias), Dilton Coutinho (Acorda Cidade), João Coelho (Aratu Notícias), Chico Kertész (Portal da Metrópole), Anderson Oliveira (Blog do Anderson), Lenilde Pacheco (Bahia Toda Hora), Geraldo José (Blog do Geraldo José), Léo Valente (Blog do Valente) e Valdemir Junior (Calila Notícias).

BLOGUEIRO RECEBE AMEAÇAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O blogueiro Afonso Mendes, do Notícias de Ipiaú, vem recebendo ameaças via email e pelo mural de recados de sua própria página na internet. Receoso com o que possa vir a acontecer, Mendes informou à Polícia Federal sobre as tentativas de intimidação, inclusive registrando o Ip do computador de onde partiu um dos “avisos”.

O recado anônimo foi postado exatamente às 11h53min desta segunda-feira, 31, a partir do Ip número 201.38.164.114, e dizia o seguinte: “Você esta brincando com fogo denegrindo muitas pessoas que não conhece, você não tem peito de ferro, mamãe não vai apara as balas que estão guardando para você ande com colete, menininho da mamãe”.

A PF já está investigando a origem das ameaças, que podem inclusive ser obra de algum moleque sem o que fazer.

TVI BARRA BLOGUEIROS E TIRA PROGRAMA DO AR

Tempo de leitura: 3 minutos

Amâncio Barbosa: lista de vetos é extensa.

Blogueiros convidados do programa Fórum de Debates foram barrados pela direção da TVItabuna, ontem. A atração apresentada pelo jornalista Ederivaldo Benedito iria ao ar às 10h, mas acabou cancelada.

Os blogueiros João Matheus Feitosa (Políticos do Sul da Bahia) e Domingos Matos (d´O Trombone e editor do jornal Agora) iriam comentar sobre a imprensa e perspectivas para 2011.

O diretor-geral da TV Itabuna, José Amâncio Barbosa Filho, cancelou o programa e disse, textualmente, ao apresentador Ederivaldo Benedito: “não quero blogueiro na minha televisão”.

Tanto João Matheus quanto Domingos Matos foram convidados pela emissora para participar do programa e seriam entrevistadores do novo presidente da Câmara de Vereadores Itabuna, Ruy Machado. Como o vereador desistiu de ir ao Fórum de Debates, os blogueiros e o apresentador falariam sobre imprensa e cenários político e econômico para este ano.

O diretor da emissora não voltou atrás nem quando argumentado que um dos convidados, Domingos Matos, não era apenas blogueiro, mas também editor do jornal Agora. “Não”, respondeu Barbosa.

A zanga de José Amâncio Barbosa Filho com blogueiros vem desde o tempo em que foram denunciadas irregularidades trabalhistas na emissora de televisão e na rádio Nacional de Itabuna, ambas administradas pelo publicitário e jornalista.

A lista de barrados ou proibidos de dar as caras na emissora vai de blogueiros a deputados, prefeitos e secretários municipais. No caso dos políticos, a proibição tem a ver com o departamento financeiro da emissora. “Fica difícil praticar jornalismo ali”, afirma um estagiário.

Um dos casos mais rumorosos da emissora aconteceu no segundo semestre do ano passado. A apresentadora do programa Hoje em Foco , Viviane Carvalho, entrevistava o coordenador de programas sociais em Itabuna, Márcio Abreu,  e Barbosa tirou a emissora do ar, só retornando quando o entrevistado deixou a emissora.

Abreu comentava os resultados do Minha Casa, Minha Vida em Itabuna e saiu do ar porque era um representante do governo municipal. “Não houve quem conseguisse demover Barbosinha da ação que depõe contra a própria emissora”. Outro episódio foi a proibição de entrevistar a ialorixá Mãe Wanda (relembre aqui), que se encontrava no estúdio da emissora.

Dos mais conhecidos em Itabuna e proibidos de aparecer na emissora estão o prefeito Capitão Azevedo (DEM), o vice-prefeito e ex-secretário Antônio Vieira, o jornalista Ramiro Aquino e o deputado federal Geraldo Simões. O veto do diretor se estende a todo o secretariado municipal, segundo a equipe.

Os jornalistas e apresentadores da emissora, no entanto, são proibidos de divulgar notícias negativas contra a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) e a Construtora Marquise, que opera a coleta de lixo no município, por serem anunciantes da empresa.

Sobre o episódio de ontem, o PIMENTA não conseguiu falar com os blogueiros Domingos Matos e João Matheus, mas Domingos comentou em seu blog que não entende “a ojeriza de Barbosa a blogueiros”. Também assinala que o diretor da emissora foi descortês:

– Temos em mãos comunicado oficial da TVI, em papel timbrado, nos convidando para o programa e descrevendo a sua dinâmica.

O blogueiro João Matheus disse ter desistido de ir à TV quando o apresentador informou da desistência de Ruy Machado e não sabia que seria barrado. Ele ainda não sabia da ordem para barrar blogueiros.

Atualizado às 22h45min

Back To Top