skip to Main Content
25 de novembro de 2020 | 07:51 am

BAHIA PERDE MUITOS GOLS E FICA NO EMPATE COM O GOIÁS

Atacante Fessin acertou um belo chute e empatou a partida no final|| Foto Heber Gomes/AGIF
Tempo de leitura: 2 minutos

O Bahia perdeu muitos gols e não saiu de empate em 1 a 1 em duelo contra o Goiás, na noite desta sexta-feira (16), no campo do adversário. A partida foi válida pela 16ª rodada do Brasileirão. O time da casa abriu o placar com Vinícius, no início do segundo tempo. Mas, aos 49 minutos, o atacante Fessin deixou tudo igual.

Com o resultado, o Bahia deixa a zona de rebaixamento, aparecendo agora na 16ª colocação, com 16 pontos. Já o Goiás é o 20º, somando 10 pontos. Na próxima rodada, o Bahia jogará contra o líder Atlético Mineiro, que tem 31 pontos. A partida será na segunda-feira (19), em Salvador.

No primeiro com pouca criatividade, o Goiás finalizou duas vezes ao gol, contra nenhuma do Bahia. O time da casa teve também mais posse de bola, somando quase 52%.

E a rede, enfim, balançou no segundo tempo. Logo aos três minutos, Keko deu belo passe para Shaylon na esquerda, que cruzou rasteiro, na medida, para Vinícius aparecer na pequena área e completar para o fundo do gol.

Atrás no marcador, o Tricolor Baiano saiu em busca do empate, que quase veio com Elias, aos 12nin e aos 17min, mas nas duas o volante mandou por cima do gol. A situação do Bahia ficou ainda mais complicada no minuto 34, depois que Élber recebeu o cartão vermelho.

Os minutos finais foram de pressão total da equipe visitante. Na marca dos 47, Juninho Capixaba cobrou falta e só não fez porque Tadeu se esticou todo e defendeu bola que ia na gaveta.

Valente, o Bahia conseguiu o empate: aos 49, quando Fessin arriscou de fora da área, de canhota, e acertou o canto direito de Tadeu. Os jogadores e a comissão técnica do Tricolor entendem que foram prejudicados em Goiás. Eles reclamam de um pênalti em Fessin, não marcado pelo árbitro, que foi acionado pelo VAR.

DE PÊNALTI, BAHIA EMPATA NO FINALZINHO CONTRA O INTER NO RS

Nino Paraíba, do Bahia, e Patrick, do Inter, em lance de hoje || Foto Divulgação Internacional/RS
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia empatou em 2 a 2 com o Internacional de Porto Alegre, neste domingo (6), em jogo que foi decidido pelo árbitro de vídeo (VAR). O gol de empate veio aos 51 minutos do segundo tempo, de pênalti.

O tricolor saiu na frente com Rodriguinho, mas Patrick e Thiago Galhardo marcaram os gols do time gaúcho. Já no finalzinho, Clayson, cobrando pênalti, deixou tudo igual para o tricolor.

Com o resultado, o Bahia chegou aos nove pontos no Brasileirão e permaneceu na 11ª colocação. Já o Internacional somou 17 e segue na ponta na Série A.

O tricolor volta aos gramados na próxima quinta-feira (10), quando recebe o Grêmio, às 19h15min, no estádio de Pituaçu, pela 9ª rodada do Brasileirão. Com Correio24h.

GOL NO FINALZINHO MANTÉM BAHIA 100% NO BRASILEIRÃO

Bahia derrota o Bragantino em Pituaçu || Foto Felipe Oliveira/EC Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um gol do zagueiro Ernando, bem no finalzinho da partida contra o Red Bull Bragantino, manteve o Bahia com 100% de aproveitamento e colocou o time na quarta colocação do Brasileirão 2020, com um jogo a menos que outros 12 times. A partida foi disputada no Estádio de Pituaçu, em Salvador.

O Tricolor abriu o placar no primeiro tempo. Cobrança de escanteio e Juninho Capixaba usou a cabeça para estufar a rede adversária. Bahia 1, Bragantino 0, aos 25 minutos.

Os baianos recuaram ainda mais no segundo tempo. O Bragantino, que já acumulava mais posse de bola, empatou em lance de bola parada. Léo Ortiz, aos 32 minutos, aproveitou a cobrança de falta, cabeceou e Douglas deu rebote. O próprio Ortiz aproveitou: 1 a 1.

Jogando em casa, o Bahia teve que abandonar a postura mais defensiva após o gol do Bragantino. Clayson perdeu um gol “feito” no cara a cara com o goleiro adversário minutos depois do time sofreu o primeiro gol no Brasileirão deste ano.

Aos 47 minutos da etapa final, vitória sacramentada. Cobrança de escanteio e o zagueiro Ernando cabeceia, certeiro, para decretar o 2 a 1 em Pituaçu. Seis pontos na conta e alívio para, na próxima quinta (20), no Morumbi, às 20 horas, enfrentar o São Paulo em crise.

BAHIA DERROTA O CORITIBA NA ESTREIA NO BRASILEIRÃO

Bahia bate o Coritiba, em Pituaçu, e agora espera o Bragantino || Foto Felipe Oliveira EC Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia estreou com o pé direito no Brasileirão 2020 ao derrotar o Coritiba, por 1 a 0, nesta quarta-feira (12), no Estádio de Pituaçu, em Salvador. Numa cavadinha em cobrança de pênalti, o Tricolor deu números finais ao placar ainda no primeiro tempo, com Rodriguinho.

A equipe volta a campo, no próximo domingo (16), para enfrentar o Red Bull Bragantino, novamente no Estádio de Pituaçu. A equipe de Bragança Paulista empatou nos dois primeiros jogos pelo Brasileirão. No domingo, 1 a 1 contra o Santos. Hoje, repetiu o placar, desta vez contra o Botafogo (RJ).

CBF ANUNCIA NOVO CALENDÁRIO DO FUTEBOL BRASILEIRO

Competições nacionais serão retomadas a partir de agosto || Foto Lívia Vilas Boas/CBF
Tempo de leitura: 2 minutos

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta quinta (9) a atualização do calendário das competições administradas pela entidade, que foram suspensas ou adiadas por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Mas, mesmo com as mudanças de datas, os regulamentos foram mantidos. Agora, todas as disputas em nível nacional começarão nos meses de agosto e setembro, e encerrarão somente no ano que vem.

O Brasileirão (Série A) começa em 9 de agosto de 2020 e vai até 24 de fevereiro de 2021. Já a Série B inicia em 8 de agosto de 2020 e encerra em 30 de janeiro de 2021. A Série C dá o pontapé inicial em 9 de agosto, com final em 31 de janeiro. Esta temporada marca a estreia do novo sistema de disputa da competição, aprovado por todos os 20 clubes participantes no Conselho Técnico de março deste ano. Por fim, a Série D começa em 6 de setembro de 2020 e termina em 7 de fevereiro de 2021.

A Copa do Brasil, que já começou, e foi interrompida na terceira fase, reinicia em 26 de agosto e encerra em 10 de fevereiro. O presidente da CBF, Rogério Caboclo, diz que as alterações foram necessárias para concluir as competições impactadas pela pandemia. “Este redesenho é a forma que encontramos para entregar o calendário integralmente e garantir o cumprimento dos compromissos assumidos pelos clubes com os detentores de direitos televisivos, patrocinadores e apoiadores”.

Com o calendário apertado por causa do longo período de inatividade das competições gerenciadas pela CBF (entre março e agosto), este ano haverá jogos em datas atípicas no futebol brasileiro. As semifinais da Copa do Brasil serão disputadas em 23 de dezembro e 30 de dezembro. No ano que vem, também haverá novidades, na primeira quinzena de janeiro serão realizadas partidas pelas quatro séries do Campeonato Brasileiro. Este intervalo, geralmente, integram o período de férias e pré-temporada dos jogadores que atuam no Brasil. Porém, o direito constitucional dos atletas foram antecipados para abril, o que permitiu esta alteração no cronograma.

COPA DO NORDESTE

A competição regional, que foi interrompida em março durante a oitava e última rodada da fase de grupos, retornará em 21 de julho. As finais serão disputadas nos dias 1° e 4 de agosto. Já as quartas e semifinais serão definidas em jogos únicos. Os jogos restantes da competição serão disputados em sede única, no estado da Bahia.

A Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana ainda não têm datas de retorno. A decisão pela retomada das duas competições é de responsabilidade da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), que ainda não divulgou a atualização do cronograma dos jogos. A entidade internacional completa 104 anos de existência, e a CBF aproveitou para parabenizar a confederação continental.

Back To Top