skip to Main Content
12 de maio de 2021 | 01:38 pm

CNJ ABRE CONCURSO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) está oferecendo 177 vagas para os cargos de analista e técnico judiciário, conforme edital divulgado nesta segunda-feira, 19. As inscrições podem ser feitas até o dia 7 de dezembro e a data provável para a realização das provas é 17 de fevereiro.

Para o cargo de técnico judiciário, que exige ensino médio, a remuneração é de R$ 4.052,00. Já o candidato a analista deve ter curso superior para disputar uma das vagas, cujo salário é de R$ 6.611,00. Todos os cargos são para atuação em Brasília.

Inscrições no site do Cespe/UNB, instituição que organiza o concurso. A taxa é de R$ 60,00 para técnico e R$ 100,00 para analista.

PIADA PRONTA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Poder Online

Pelo menos um ladrão esteve na Câmara dos Deputados na madrugada desta quinta-feira.

Ele invadiu um dos restaurantes da Casa e levou o dinheiro que estava no caixa.

A polícia legislativa interditou parcialmente o local para investigar o crime.

Já é a segunda vez, este ano, que o local é assaltado.

"NÃO INDIQUEI NINGUÉM", DIZ WAGNER SOBRE BAIANOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Jaques Wagner, que diz não gostar de pleitear cargos, procura desfazer a impressão de que a “caça aos baianos” na Esplanada dos Ministérios seja um indicativo de perda de prestígio dele.
Ao jornal A Tarde, Wagner afirmou não ter indicado nenhum dos baianos defenestrados. Segundo o governador, “(Mário) Negromonte foi para lá (Ministério das Cidades) pelo PP, Afonso Florence (Desenvolvimento Agrário) foi pelo alinhamento dele dentro do PT, e Luiza Bairros (Promoção da Igualdade) foi uma escolha da presidente”. Sobre Sérgio Gabrielli, ex-presidente da Petrobras, Wagner declarou que ele foi indicado pelo ex-presidente Lula.
Embora negue ser o pai dos filhos enjeitados, Wagner admite que não gostou das exonerações.
Para o deputado federal Josias Gomes (PT/BA), que falou com o PIMENTA sobre o caso, além da ausência da Bahia na Esplanada (apenas Luiza Bairros continua por lá), há outro indicativo de desconsideração com o Estado governado por Jaques Wagner: a Bahia praticamente não ocupa cargos de alta direção nas instituições diretamente ligadas ao fomento e infraestrutura no Nordeste, no caso, a Sudene, Codevasf, Chesf, o Denocs e o Banco do Nordeste.
No banco, tem apenas um diretor. Nos outros órgãos, nenhum.

CONCURSO DO SENADO TEM PROVAS ANULADAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Correio Braziliense
O presidente da comissão do concurso Senado Federal, Davi Anjos Paiva, publicou no começo da tarde desta segunda-feira (12/3) um balanço sobre as provas aplicadas no último domingo (11/3) a praticamente 160 mil candidatos em todo o território brasileiro. Para o presidente, as avaliações para os cargos de consultor, técnico e policial, todas aplicadas no turno da manhã, transcorreram “na mais absoluta normalidade, sem qualquer tipo de intercorrência”. Veja a nota.
No entanto, Davi Anjos Paiva reconheceu problemas com a impressão das provas para a área de Enfermagem e para as subáreas de Análise de Sistemas e de Análise de Suporte de Sistemas. A comissão confirmou a decisão, tomada junto com a Fundação Getúlio Vargas, de reaplicar as provas a todos os candidatos da área e das subáreas afetadas, em todas as capitais, de forma a garantir a isonomia da seleção. A data ainda será definida.

O IMPOSTO DEVOROU O PRÊMIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ramon Vane (na foto ao lado de Rodrigo Santoro) ficou abismado com os impostos

 
No ano passado, Ramon Vane teve seu talento reconhecido no Festival de Cinema de Brasília, como melhor ator coadjuvante pela interpretação do personagem Prafrente Brasil no filme “O homem que não dormia”, de Edgard Navarro. Apesar da alegria com o prêmio, até hoje Vane se surpreende com a voracidade do Estado que, tal qual o homem do filme, também não dorme em serviço.
Para receber o valor do prêmio, de R$ 3 mil, o ator pagou R$ 150 à Prefeitura de sua cidade natal, Buerarema (emissão da Nota Fiscal Avulsa) e teve ainda mais 30% abatidos para bancar um imposto do Distrito Federal. Considerando o dispêndio de outros R$ 150,00 para obter documentos, restaram apenas R$ 1.800,00.
Abismado, Vane resume seu sentimento num desabafo: “que Brasil o nosso!”.

CARA DE PAU VENDIA NOTEBOOK DE MADEIRA EM BRASÍLIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do G1:
Um homem foi preso suspeito de vender notebooks de madeira como se fossem originais, no Setor Comercial Sul, área central de Brasília. O flagrante foi feito nesta quinta-feira, 5, de acordo com a polícia, após uma vítima denunciar o golpe para uma equipe da Polícia Militar.
Com o homem foi apreendido um aparelho falsificado. A polícia informou que o rapaz assumiu a prática de estelionato e informou que comprava as réplicas por R$ 20 e as revendia por um preço 25 vezes maior, cerca de R$ 500.
Na 1ª Delegacia de Polícia, ao checar a ficha do estelionatário, foi confirmado que o acusado já possuía uma passagem pelo crime de homicídio.

QUAL O PROBLEMA DA POLÍTICA?

Tempo de leitura: 2 minutos

Valéria Ettinger | lelaettinger@hotmail.com
 

Os nossos políticos, ao serem alçados à condição de representantes, esquecem-se de que são procuradores de interesse alheio.

 
Meu primo Luiz Tinoco escreveu a seguinte frase no facebook: “o problema dos que não gostam de política, é que são governados pelos que gostam”. Mas Luizinho, será que o povo sabe o que é política?
Política no seu sentido lato é a busca do consenso como meio para viver harmonicamente em coletividade. Então, exercitamos a política em todos os segmentos de nossas vidas, por sermos seres sociais. E somos os responsáveis pela máquina que promove o consenso, tanto na condição de representantes quanto na de representados, que é o exercício pleno da democracia. Assim, política só existe no regime democrático.
Todavia, a sociedade aprendeu que a política foi feita para os políticos e só a eles foi dado a obrigação de exercê-la. Mas os nossos políticos, ao serem alçados à condição de representantes, esquecem-se de que são procuradores de interesse alheio e passam a utilizar a política para a realização de interesse próprio, bem como para a manutenção no poder. O distanciamento dos cidadãos da esfera pública fortalece a monopolização da política e os desmandos decorrentes dos acessos que ela proporciona.
A partir daí começa o jogo do vale tudo. Nada é proibido para manter-se invicto. Como alianças de supostos inimigos, benefícios, honras e dignidades aos mais fortes, promessas futuras e acessos facilitados. E o jogo da política deixa de ser a busca pela harmonia coletiva para transformar-se no melhor caminho para ter poder.
É triste saber que a política se transformou no meio mais sórdido do homem exercer o seu egoísmo e sua ambição, enquanto os destinatários da política ficam alijados dos seus direitos e impedidos de serem de fato os verdadeiros titulares do poder. O mais triste é ler a conclusão a que chegou o arquiteto Oscar Niemeyer: “Projetar Brasília para os políticos que vocês colocaram lá, foi como criar um lindo vaso de flores para vocês usarem como penico. Hoje eu vejo, tristemente, que Brasília nunca deveria ter sido projetada em forma de Avião e sim de Camburão…” Só discordo de uma coisa: o pronome deveria ser nós e não vocês, caro mestre.
Valéria Ettinger é professora universitária.

ASSUNÇÃO DEFENDE JORNALISTA, MAS NÃO PERDOA A VEJA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) tomou a palavra nesta segunda-feira, 8, em sessão na Câmara, para repudiar a agressão sofrida pelo repórter Rodrigo Rangel, da sucursal da Veja em Brasília. Na semana passada, Rangel levou uma gravata, chute na barriga e um soco que lhe arrancou um dente. O autor da sessão de pancadaria, ocorrida em um restaurante da capital da república, na frente de mais de dez testemunhas, foi o lobista Júlio Fróes, que estaria envolvido em negociatas com o Ministério da Agricultura.
Assunção condenou a violência e disse que já foi vítima de arbitrariedades.  “Eu quero me somar a todos aqueles que não concordam com isso nem aceitam qualquer tipo de agressão contra qualquer profissional”, declarou o parlamentar.
Mais adiante, o petista aproveitou a deixa para cutucar a Veja, revista em que o agredido trabalha: “nós temos que ficar indignados, mesmo sendo o jornalista de uma revista como a Veja”, tascou.

LULA PÕE OS RATOS E ELOGIA AS RATOEIRAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Samuel Celestino | Bahia Notícias
O ex-presidente Lula, responsável pela montagem do Ministério dos Transportes entregue, na partilha entre partidos, ao PR, que lá instalou o seu ninho de abutres comandado por Valdemar da Costa Neto, uma figura notória que ainda é reverenciada em Brasília (porque Brasília é assim) por ser mestre em assuntos que se referem a desvio de dinheiro público. É a encarnação do mensaleiro. Os áulicos do Partido da República ocuparam todos os espaços e as tocas do MT. Daí, foram todos se lambuzar no superfaturamento e aditivos de contratos de obras nas diretorias do Ministério, como o Dnit e a Velec. Tudo isso veio de lá, do primeiro período do governo Lula, numa imensa gatunagem de desvio de recursos das arcas do tesouro, engolindo ou devorando, como ratos saboreando queijos, o dinheiro dos contribuintes. Pois é. Lula recebeu uma homenagem nesta segunda feira da FIESP e, aproveitando a ocasião, elogiou o desempenho da presidente Dilma Rousseff para estancar a gatunagem do Ministério dos Transportes. O que é isso? Ele põe os ratos e comemora a ratoeira?

UBATÃ DE OLHO NO TRE

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) novamente analisará o processo que resultou no afastamento do prefeito eleito de Ubatã, Agilson Muniz (PCdoB), em sessão programada para esta segunda (28). Há um ano a cidade é administrada pelo segundo colocado no pleito de 2008, o ex-deputado Edson Neves (DEM).

Agilson foi afastado em 2010 sob a acusação de compra de votos e abuso de poder econômico. Na época, ele recorreu ao pleno do tribunal contra a decisão. Amanhã será o dia D: ou Agilson volta ou terá como última esperança uma reviravolta em Brasília, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

SUMIU

Tempo de leitura: < 1 minuto

Desde quando votou contra o governo na questão do salário mínimo, o deputado federal Luiz Argôlo (PP-BA) sumiu do mapa. Desde a última quinta-feira (17) que o PIMENTA tenta ouvi-lo para ter a versão do deputado sobre o voto que poderá provocar desgastes na sua relação com o governo. Na quinta, a assessoria do nobre parlamentar disse que ele estava em trânsito e retornaria o contato o mais rápido possível. Até agora…

Ok. Ainda deve estar de cabeça inchada. Ou procurando a melhor desculpa para a derrapada na estreia no Congresso Nacional. Para amigos mais próximos, Argôlo teria dito que não pretendia votar com os tucanos. Se assim procedeu, foi por que apertou a tecla errada na hora de votar. “Tiriricou” o voto…

HOMEM TENTA INVADIR PALÁCIO DA ALVORADA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nathalia Passarinho Do G1, em Brasília

Um homem tentou invadir de carro o Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, na madrugada desta terça-feira (18). De acordo com o Gabinete de Segurança Institucional, seguranças detiveram o indivíduo e o levaram para prestar depoimento na Polícia Federal. Ele continuava detido até as 18h30 desta terça.

“Por volta de 2h15 ocorreu uma tentativa de invasão do Palácio da Alvorada por um indivíduo conduzindo veículo motorizado. O incidente provocou reação imediata da equipe de serviço que realizou a detenção do condutor do veículo”, disse o GSI, em nota.

A assessoria da Polícia Federal disse que o homem tem 32 anos e estava dirigindo uma Pajero preta TR4. Ele destruiu o portão principal do palácio e resistiu à prisão. Segundo a PF, os seguranças chegaram a disparar tiros de advertência. Ainda de acordo com a PF, o homem disse ter problemas psiquiátricos e tomar medicamento controlado.

Leia texto completo.

WAGNER TRATA DO PORTO SUL EM BRASÍLIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador da Bahia, Jaques Wagner, teve encontro em Brasília nesta quarta-feira, 12, com o secretário especial de Portos, Leônidas Cristino. No encontro, foi abordada a prioridade que os governos estadual e federal pretendem dar ao Complexo Intermodal Porto Sul.

Parte do projeto (a  Ferrovia da Integração Oeste-Leste) já teve as ordens de serviço assinadas e deve começar a fase de execução neste mês. Já o porto em Ilhéus, sul do Estado, aguarda a licença do Ibama para os próximos meses. Se depender do governador, a liberação sai o mais breve possível.

Outro assunto que Wagner levou a Brasília foram as obras de requalificação do Porto de Salvador, já em andamento. Na capital federal, o governador teve ainda um encontro com o ministro das Cidades, Mário Negromonte.

FELIZ ANO NOVO: DEPUTADOS TERÃO SALÁRIO DE R$ 26,7 MIL EM 2011

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira projeto de autoria da Mesa Diretora que aumenta em 61,8% o salário dos parlamentares. Congressistas, que hoje embolsam R$ 16,5 mil, ganharão a partir de primeiro de fevereiro R$ 26,7 mil, o teto do funcionalismo – equivalente ao que recebe um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).
A matéria foi aprovada em votação simbólica. Isso foi possível devido a um requerimento de urgência aprovado mais cedo com 279 votos favoráveis. O projeto segue agora para o Senado, onde pode ser referendado ainda nesta quarta-feira. Informações do Portal IG.

QUEBRA DE SIGILO: SERRA USARÁ EPISÓDIO NA TV

Tempo de leitura: < 1 minuto

O comando de campanha de José Serra à Presidência vai explorar a quebra do sigilo de sua filha, Veronica, no programa eleitoral.
Na tentativa de chegar ao segundo turno, a intenção é, mais uma vez, apresentar a eleição de Dilma Rousseff (PT) como uma ameaça às instituições, e Serra, como vítima de armação.
As cenas, com manchetes de jornais, devem ir ao ar já no programa de hoje.
No PSDB, a descoberta de violação do sigilo de Veronica reacendeu a esperança de segundo turno, a exemplo do que aconteceu em 2006, em meio ao escândalo dos aloprados. A aposta é que a exposição de manchetes e da procuração falsa abale o eleitor de Dilma.
Serra é tão ligado à filha que, segundo seus interlocutores, a quebra de sigilo deu gana ao candidato. Informações da Folha.

Back To Top