skip to Main Content
16 de abril de 2021 | 01:46 pm

ELEIÇÕES 2020: TRE TERÁ PLANTÃO DA BIOMETRIA EM ITACARÉ NESTE FINAL DE SEMANA

Tempo de leitura: 2 minutos

O Tribunal Regional Eleitoral(TRE) promoverá neste sábado e domingo (dias 14 e 15), em Itacaré, o Plantão da Biometria para atender os eleitores do município que ainda não fizeram o cadastramento eleitoral. O atendimento será das 8h às 14h, no Posto do Tribunal Regional Eleitoral, situado na Rua Ruy Barbosa, ao lado da Câmara de Vereadores. O objetivo é recadastrar o maior número possível de eleitores com a biometria já para as eleições de 2020.

De acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral, existem ainda milhares eleitores de Itacaré que ainda não fizeram o recadastramento eleitoral. E além do Mutirão da Biometria, os eleitores ainda podem agendar o atendimento previamente, evitando pegar filas. O agendamento pode ser feito através do telefone 0800 071 6505, pelo WhatsApp 71 3373-7223, ou no site agendamento.tre-ba.jus.br.

O cadastramento da biometria é obrigatório e evita problemas judiciais. Caso o documento seja cancelado, o eleitor perde a chance de escolher seus representantes políticos, receber benefícios sociais, como bolsa família e aposentadorias, obter empréstimos, fazer matrícula em universidades, tirar passaporte e assumir cargos públicos.

DOCUMENTAÇÃO

Dentre os documentos oficiais aceitos pelos postos e cartórios da Justiça Eleitoral estão: carteira de identidade (RG), carteira emitida pelos órgãos criados por lei federal controladores do exercício profissional (ex.: OAB, CREA,CRM, etc.), passaporte ou carteira de trabalho e previdência social (CTPS). Aqueles que tiveram os dados cadastrais alterados, por entre outros motivos, casamento ou separação, devem levar um documento comprobatório para que seja também feita a alteração das informações contidas no cadastro eleitoral.

Leia Mais

CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO PARA ELEITORES DE ITABUNA, ITAPÉ E JUSSARI VAI ATÉ FEVEREIRO

Tempo de leitura: 2 minutos

Cadastramento biométrico obrigatório começa em Itabuna e 43 municípios

Eleitores de Itabuna, de Itapé e de outros 42 colégios eleitorais baianos terão somente até 22 de fevereiro de 2019 para fazer o cadastramento biométrico obrigatório. A Justiça Eleitoral retomou o cadastramento nestas localidades (veja relação mais abaixo) exatamente hoje (5).
Os eleitores devem comparecer aos cartórios com documento oficial de identificação com foto e comprovante de residência no próprio nome ou de alguém que seja, comprovadamente, parente. Se for o primeiro título, a pessoa deve apresentar quitação de serviço militar sendo homem e tendo de 18 a 45 anos. Em Itabuna, os cartórios das duas zonas eleitorais estão localizados na Rua Francisco Ribeiro Júnior (Beira-Rio), Centro, próximo ao Atlanta Center e ao canal da Amélia Amado.
LISTA DE DOCUMENTOS EXIGIDOS
O novo ciclo de cadastramento está dividido em quatro fases. Nesta, eleitores de Itabuna, Itapé, Jussari, Teixeira de Freitas, Medeiros Neto, Itarantim, Água Fria, Anagé, Anguera, Barra do Choça, Candeias, Caraíbas, Catu, Cravolândia, Crisópolis, Dias D´Ávila, Glória, Ibirapuã, Irará, Itanagra, Itapicuru, Lajedão, Lauro de Freitas e Maetinga fazem o título na forma biometrizada.
Além destas localidades, também eleitores dos municípios de Mata de São João, Olindina, Ouriçangas, Paulo Afonso, Planalto, Potiraguá, Santa Brígida, Santa Inês, Santanópolis, Santo Amaro, Saubara, Serra Preta, Simões Filho e Ubaíra estão obrigados a fazer o cadastramento. Também são obrigados eleitores para os quais o voto é facultativo, mas estes desejarem continuar a exercer o direito ao voto – analfabetos; eleitores na faixa dos 16 e dos 17 anos e os maiores de 70 anos de idade).
O cidadão que não atender à convocação da Justiça Eleitoral terá o título cancelado e não poderá, por exemplo, obter passaporte, tomar posse em concurso público, renovar matrícula em instituição de ensino, entre outros impedimentos previstos no art. 7º do Código Eleitoral. Os eleitores não cadastrados de Itabuna, Itapé e Jussari deverão comparecer à rua Francisco Ribeiro Júnior, no centro de Itabuna.

Leia Mais

MAIS DE 40 MIL ELEITORES DE ITABUNA FIZERAM CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO; PRAZO ATÉ 2020

Tempo de leitura: < 1 minuto

Cartórios eleitorais de Itabuna fazem cadastramento até 2020

Tudo indica que os eleitores de Itabuna estão fugindo do sofrimento vivido por moradores de municípios como Ilhéus, Eunápolis e Salvador, que deixaram o cadastramento biométrico para os últimos meses e enfrentaram filas quilométricas. Nessas localidades, milhares de eleitores tiveram que passar à noite na fila para fazer o procedimento. Muitos não conseguiram, mas ganharam uma nova chance em março, informou hoje o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).
Em Itabuna, o cadastramento biométrico ainda não é obrigatório, mas o eleitor parece disposto a desmoralizar a máxima de “que brasileiro deixa tudo para última hora”. Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atualizados nesta quinta-feira (1º) mostram que 41.532 eleitores já fizeram o procedimento no município que possui 151.547 pessoas aptas a votar.
ITAPÉ E JUSSARI
Quem também não perdeu tempo foram os eleitores de Itapé. Mais de 50% das pessoas aptas a votar no município estão com a biometria feita.  São 4.854 eleitores que já passaram pelo procedimento. Itapé conta com 9.485 eleitores registrados no TSE. O cadastramento também não é obrigatório para eles.
Já os moradores de Jussari decidiram  que só vão se deslocar para os cartórios mais adiante.  Dos 4.895 eleitores aptos, somente 693 fizeram cadastramento biométrico. O procedimento também não é obrigatório no município.  O cadastramento em Itabuna, Itapé e Jussari prossegue até 2020, mas não custa nada fugir das filas quilométricas.

MAIS DE 38 MIL ELEITORES DE ILHÉUS AINDA NÃO FIZERAM CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO

Tempo de leitura: 2 minutos

Cadastramento biométrico em Ilhéus é obrigatório se encerra no próximo dia 31

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ilhéus está entre os municípios baianos que não devem atingir 100% dos eleitores cadastrados para votação no sistema biométrico. O prazo se encerra no próximo dia 31. Dos 138.076 eleitores aptos, cerca de 100 mil regularizaram a situação e estão livres de possíveis punições.
O cadastramento está sendo feito no Fórum Eleitoral, na Avenida Governador Roberto Santos,  no bairro Esperança, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas; na Biblioteca Pública, das 8 às 19 horas; no  SAC (somente por agendamento), das 7h30min, às 15h30min; na Faculdade de Ilhéus, na Rodovia Ilhéus – Olivença, com atendimento das 9 às 19 horas.
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) manterá plantão no próximo dia 27 para o cadastramento biométrico no posto instalado na Biblioteca Pública Municipal, localizada na Praça Castro Alves, centro histórico da cidade, no horário das 8 às 18 horas.
Assim como ocorre em outros municípios baianos, milhares de eleitores em Ilhéus deixaram para fazer o cadastramento nos últimos dias. Por isso, as filas em todos os postos de atendimento vêm sendo quilométrica nos últimos dias.
OUTROS MUNICÍPIOS
Além de Ilhéus, estão abaixo de 80% de eleitores cadastrados para biometria os municípios de Camaçari (61,57%), Itaparica (61,62%), Biritinga (64,32%), Salvador (65,15%), Santa Cruz Cabrália (65,17%), Ourolândia (66,74%) e Aracatu (68,85%).
De acordo com dados do TSE, o município com maior percentual de eleitores cadastrados no processo biométrico é Candiba (91,07%), seguida por Ipecaetá (87,26%), Lafaiete Coutinho (86,35%), Manoel Vitorino (85,21%) e São Gabriel (83,73%).   Em Itabuna, o cadastramento não é obrigatório e processo só encerra em 2020, mas os eleitores não devem deixar para última hora.

PRAZO PARA CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO EM PORTO, ILHÉUS E EUNÁPOLIS TERMINA DIA 31

Tempo de leitura: 2 minutos

Cadastramento biométrico se encerra dia 31 em Ilhéus, Porto e Eunápolis|| Foto divulgação TRE-BA

Milhares de eleitores dos municípios de Ilhéus, Porto Seguro, Eunápolis, Itagimirim, Itapebi e Santa Cruz Cabrália precisam correr para fazer o cadastramento biométrico. O procedimento é obrigatório nessas localidades e o prazo se encerra no dia 31 deste mês, conforme o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).
Em Ilhéus, o cadastramento biométrico pode ser feito no Fórum Eleitoral, na Avenida Governador Santos, no bairro Esperança, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Os eleitores também podem buscar atendimento na Biblioteca Pública, das 8 às 19 horas, ou no Posto do SAC, das 7h30min às 15h30min. O município conta com 135.635 eleitores.
EUNÁPOLIS/PORTO SEGURO
Em Porto Seguro, o cadastramento biométrico é feito de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 17 horas, no Fórum Eleitoral (Rua da Jaqueira, Tabapiri) e no SAC (Avenida 22 de Abril, no centro), das 8 às 13 horas. Em Santa Cruz Cabrália, o serviço está disponível, das 8 às 14 horas, no posto de atendimento, na rua Presidente Vargas. Juntos, os municípios de Cabrália e Porto somam 108.133 eleitores. O cidadão pode tirar dúvidas por meio dos números (73) 3268-5510 e (73) 3288-5660.
Em Eunápolis, o cadastramento biométrico é feito no Fórum Eleitoral, na Avenida Alexandria, no Dinah Borges. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 horas. O município possui 77.840 eleitores. Já em Itagimirim e Itapebi o procedimento é feito nos postos de atendimento. As dúvidas podem ser tiradas por meio dos números (73) 3261-5117 e 3261-7559.
O Tribunal Regional Eleitoral alerta que as pessoas com direito a voto facultativo, como jovens com 16 e menos de 18 anos, não alfabetizados e maiores de 70 anos, também são obrigados a fazer o cadastramento biométrico. Depois de encerrado o prazo para o procedimento, o título de eleitor será cancelado.

MAIS DE 75 MIL ELEITORES ILHEENSES AINDA NÃO FIZERAM CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Faltando menos de 60 dias para o encerramento do cadastramento biométrico para a votação a partir do próximo ano, muitos ilheenses ainda não fizeram o procedimento, que é obrigatório no município. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ilhéus possui 134.466 eleitores aptos, mas só 59 mil atenderam à convocação para atualizar os dados. O prazo se encera no dia 31 de janeiro.

Em Ilhéus, quem não fizer o cadastramento terá o título cancelado. O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) informou que o eleitor que ficar sem o documento enfrentará dificuldade para receber o benefício Bolsa Família,  manter o passaporte, receber aposentadoria ou pensão paga pelo Governo Federal, além de não realizar matrícula em instituição de ensino superior e tomar posse em cargo público.

Os eleitores ilheenses podem fazer o cadastramento biométrico, de segunda a sexta-feira, na Avenida Governador Roberto Santos, no Fórum Eleitoral (das 8h às 18h); na Biblioteca Pública (das 8h às 18h). Outra opção é o posto da Justiça Eleitoral no SAC, que funciona das 7h30 às 15h30. Mais informações podem ser obtidas por meio dos números (73) 3634-5074 /3596.

QUASE 60% DOS ELEITORES DE ILHÉUS NÃO FIZERAM O CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO

Tempo de leitura: 2 minutos
Cadastramento biométrico em Ilhéus segue lento

Cadastramento biométrico em Ilhéus segue lento

Apesar do apelo do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA), milhares de ilheenses devem confirmar a velha máxima de que “ o brasileiro deixa tudo para última hora”.  O último levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que somente 53.608 pessoas no município do sul da Bahia já fizeram a inclusão dos dados no sistema informatizado para votação biométrica.

De acordo com o TRE/BA,  Ilhéus conta com  136.095 eleitores, sendo que 60%  ainda não  fizeram o processo de cadastramento biométrico e o prazo se encerra em pouco mais de três meses.   O procedimento é obrigatório não só para os ilheenses, mas também para os eleitores de Ibirapitanga e Ubatã. Nesses dois municípios o prazo termina no próximo dia 31.

Em Ibirapitanga, quase 5 mil eleitores ainda não fizeram o cadastramento e correm o risco de cancelamento do documento.  O município conta com 15.123 pessoas com títulos ativos no TSE. Em Ubatã, a situação é parecida: dos 13.804 eleitores,  pouco mais de 8 mil regularizaram a situação.

MAIS DE 2,4 MILHÕES PODEM PERDER O TÍTULO ELEITORAL

No estado,  são mais de 2,4 milhões de eleitores que correm o risco de perder o título. Eles estão espalhados por 51 municípios, que possuem 4.326.884 eleitores, porém apenas 1.880.273 (43,46%) estão cadastrados biometricamente.  Outros 2.446.611 cidadãos ainda precisam informar seus dados biométricos à Justiça Eleitoral.

O cadastramento nesses municípios biométrico é obrigatório para todos os eleitores, inclusive aqueles cujo voto é facultativo (analfabetos, com idade entre 16 e 18 anos e os maiores de 70 anos de idade). Para os eleitores facultativos, no entanto, o cancelamento do título não deverá gerar outras implicações uma vez que, deles, não poderá ser exigida a quitação eleitoral.

EM ITABUNA, FALHAS EM MÁQUINAS ATRASAM CADASTRAMENTO ELEITORAL BIOMÉTRICO

Tempo de leitura: 2 minutos
Procedimento inclui coleta de digitais de eleitor e fotografia e leva entre 15 e 30 minutos.

Procedimento inclui coleta de digitais de eleitor e fotografia e leva entre 15 e 30 minutos.

Falhas em máquinas estão provocando maior lentidão no processo de cadastramento biométrico de eleitores em Itabuna. Com equipamentos em manutenção, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) faz média de 30 atendimentos por dia no município, quando poderia fazer até 50.

Ontem, o atendimento teve que ser suspenso devido à manutenção de máquinas, conforme explicou ao Pimenta a analista judiciário Marta Paternostro Figueiredo, da 27ª Zona Eleitoral. “As máquinas não estão 100%”, disse, observando que duas delas estão em manutenção. O TRE enviou novo equipamento para reduzir a espera.

Das três máquinas que atendem as duas zonas eleitorais (27ª e 28ª), apenas uma funciona, o que reduz bastante a capacidade de atendimento. O processo de cadastramento biométrico leva, em média, de 15 a 20 minutos para ser concluído, mas pode chegar a 30 minutos, pois depende das condições das digitais do eleitor, além de fotografar o eleitor.

O alívio para quem não quer enfrentar fila é que o cadastramento biométrico em Itabuna terá prazo mais elástico. Ainda em 2016, o eleitor itabunense poderá votar apresentando o título de eleitor. Mas o processo biométrico será obrigatório, para o próximo ano, no caso de novo eleitor ou para quem teve título cancelado e precisa tirar um novo. “Aqui, o cadastramento é ordinário”, reforça a analista judiciário.

Para o recadastramento ou novo título, o eleitor deve apresentar documento de identificação pessoal com foto e comprovante de residência atualizado. Para os municípios que passam por revisão, o eleitor terá até maio do próximo ano para fazer o cadastro biométrico, o que não é o caso de Itabuna.

Back To Top