skip to Main Content
28 de maio de 2020 | 01:03 am

XAVIER PROPÕE ESTUDO DA COVID-19 EM ITABUNA E PEDE AJUDA DE RUI COSTA

Xavier aponta proposta que une ciência e ampliação de leitos de UTI
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente da Câmara de Itabuna, Ricardo Xavier, encaminhou ofício ao governador Rui Costa. Pede que o Estado acelere a vistoria de 5 leitos de UTI do Hospital de Base voltados a pacientes vítimas da Covid-19. Depende desse procedimento, segundo o documento, para que o Ministério da Saúde habilite estes e outros 10 leitos de terapia intensiva do hospital.

O presidente da Câmara também fala de proposta de testagem em massa para estudos feitos pela Uesc e pela UFSB que amparem as decisões contra o avanço da Covid-19 no sul da Bahia.

A chamada à ação deve despertar o governo baiano, que, até aqui, vem maltratando Itabuna na pandemia.

Por outro lado, até agora a Prefeitura de Itabuna não apresentou um plano de ação crível para o enfrentamento à pandemia, o que é motivo de questionamentos  e críticas de especialistas e do Conselho Municipal de Saúde de Itabuna.

CÂMARA DE ITABUNA REABRE TRABALHOS NA PRÓXIMA SEGUNDA (17)

Tempo de leitura: < 1 minuto

Câmara reabre trabalhos nesta segunda-feira (17)

O ano legislativo ordinário na Câmara de Vereadores de Itabuna será aberto na próxima segunda-feira (17), às 14h, com a leitura da mensagem do Executivo. O prefeito Fernando Gomes ainda não confirmou se participará da sessão ou quem será o seu representante. Trata-se do último ano da atual legislatura.

O presidente da Casa, Ricardo Xavier (Cidadania), salienta a importância de o cidadão acompanhar o trabalho dos vereadores por ele escolhidos. Além das sessões semanais e reuniões de Comissões Técnicas, abertas ao público, informa, seguem acessíveis os canais de comunicação com o Legislativo. A ouvidoria está disponível no site https://cmvitabuna.ba.gov.br/portal/, no telefone 0800 071 7888 ou, de forma presencial, na entrada da sede da Câmara.

EM ITABUNA, MUDANÇA DE REGIME JURÍDICO DOS SERVIDORES PASSA EM 1ª VOTAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Servidores municipais e camelôs lotaram galeria do plenário da Câmara

Cerca de oito horas depois das discussões, os vereadores da base da base aliada do prefeito Fernando Gomes aprovaram, em primeira votação, o projeto que altera o regime jurídico dos servidores e servidoras municipais de Itabuna de celetista para estatutário, por 11 a 10. Para os representantes do funcionalismo, a diferença de um voto indica que “os trabalhadores e trabalhadores perderam a primeira batalha, não a guerra”. A segundo votação está marcada para a próxima segunda (10), às 14h.
A sessão começou com a votação das emendas apresentadas pelos vereadores, com a votação dos artigos que não receberam emenda logo na sequência, encerrando a sessão por volta das 22h30min.
Para a presidente do Sindicato dos Servidores e Funcionários Municipais de Itabuna (Sindserv), Wilmaci Oliveira, há espaço para derrubar a proposta do governo. “O resultado demonstra que é possível derrotar o projeto. Vamos intensificar as mobilizações para a segunda e definitiva votação, que ocorrerá segunda-feira. Convocamos todos os servidores e servidoras a ocuparem a Câmara de Vereadores para virarmos esse jogo”, afirmou Wilmaci.

A FAVOR DO PROJETO CONTRA O PROJETO
ALDENES MEIRA JAIRO ARAÚJO
NINHO CHARLIANE SOUZA
ANTÔNIO CAVALCANTE ENDERSON GUINHO
RONALDÂO CHICÃO
JUNIOR DO TRATOR MANOEL JUNIOR
CHICO REIS BABÁ CEARENSE
ALEX DA OFICINA PASTOR FRANCISCO
MILTON GRAMACHO JUNIOR BRANDÃO
BETO DOURADO ZICO
RICARDO XAVIER NEL DO BAR
ROBINHO

 

MANOEL JÚNIOR ASSUME MANDATO NA CÂMARA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Manoel Júnior assume vaga na Câmara.

Manoel Júnior assume vaga na Câmara.

O sargento da Polícia Militar, Manoel Raimundo Alves Júnior, 4º suplente pela coligação PRB/PSC/ PV nas eleições municipais de 2012 para vereador, assume o mandato na Câmara de Vereadores de Itabuna nesta tarde. Ele obteve 1.107 votos.

Nos últimos dois anos e oito meses, Manoel Júnior foi responsável pelos departamentos de Fiscalização e de Educação para o Trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito (Settran). Natural de Itabuna, nascido em 12 de setembro de 1969, Manoel Junior é solteiro e tem três filhos.

O novo vereador substituirá ao Pastor Francisco Edes Batista, que acaba de ser empossado secretário da Assistência Social de Itabuna. Ambos pertencem ao Partido Republicano Brasileiro (PRB). Manoel Junior integrará a bancada de sustentação ao governo do prefeito Claudevane Leite.

CÂMARA DE ITABUNA REABRE INSCRIÇÕES EM CONCURSO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Inscrições foram prorrogadas até dia 12 de abril (Foto Pedro Augusto).

Inscrições foram prorrogadas até dia 12 de abril (Foto Pedro Augusto).

Foram reabertas na tarde desta sexta (27) as inscrições ao concurso público da Câmara de Vereadores de Itabuna, após suspensão devido a problemas técnicos. Por causa da suspensão por três dias, o prazo das inscrições foi estendido até o dia 12 de abril.

Os pedidos de isenção da taxa de inscrição por beneficiários de programas sociais do governo federal poderão ser feitos nos dias 30 e 31 (segunda e terça).

O concurso da Câmara de Vereadores oferece 47 vagas para cargos que contemplam todos os níveis de escolaridade, com salários que variam de R$ 1.100,00 a R$ 4.600,00.

Interessados em participar deverão se inscrever exclusivamente por meio do site www.msmconsultoria.com.br. A taxa de inscrição varia de R$ 50,00 (fundamental incompleto e completo) a R$ 100,00 (cargos de nível superior).

CÂMARA DE VANE?

Tempo de leitura: < 1 minuto
Sede da Câmara de Itabuna.

Área externa da sede do prédio onde funciona a Câmara de Itabuna.

Episódio absurdo ocorreu, ontem, na Câmara de Vereadores de Itabuna. Na semana passada, os nobres edis aprovaram a convocação do prefeito Claudevane Leite (PRB) para que se explicasse quanto às mazelas na Saúde.
Repetimos, foi uma convocação.
Na calada (da noite?), a convocação transformou-se em convite. E o prefeito, como revela o BA24h, acabou sendo ouvido ontem pela manhã, a portas fechadas.
Registre-se que o prefeito foi ouvido pela Casa tendo como testemunhas do depoimento apenas o chefe de gabinete do governo municipal, Silas Alves, e a secretária de Governo, Cleide Oliveira.
O episódio é lamentável e revela falta de transparência da casa chamada de espaço do povo – quando convém, claro!
A presidência da Casa terá aí uma ótima oportunidade para esclarecer esse episódio nebuloso.
O cidadão – que mantém aquela casa e paga os vereadores – precisa saber os motivos não apenas da mudança de convocação para convite e de ter sido o prefeito ouvido a portas fechadas, longe dos olhos e ouvidos do cidadão-contribuinte-eleitor, como diria o saudoso Eduardo Anunciação!

CÂMARA DE ITABUNA ABRE ANO LEGISLATIVO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Vista panorâmica do prédio que sedia a Câmara Municipal (Foto Joa Souza).

Vista panorâmica do prédio que sedia a Câmara Municipal (Foto Joa Souza).

A Câmara de Vereadores de Itabuna abre nesta segunda (17) o período de sessões ordinárias de 2014. A sessão está prevista para começar às 14h, presidida por Aldenes Meira (PCdoB).
A assessoria do governo itabunense confirmou a presença do prefeito Claudevane Leite, que fará a leitura da mensagem ao legislativo com as perspectivas para 2014.
O período extraordinário foi encerrado na sexta passada, quando, por 15 a 1, a Câmara aprovou proposta de reforma administrativa que cria a Pasta da Comunicação, turbina a Secretaria de Governo com oito cargos de direção e extingue a agência de regulação de serviços públicos, a Arsepi.

ALDENES FARÁ AUDITORIA NA CÂMARA E CONCURSO PÚBLICO AINDA EM 2013

Tempo de leitura: < 1 minuto
Aldenes (de frente) abraça Ruy Machado durante posse na presidência: pepino (Foto Arquivo Pimenta).

Aldenes (de frente) abraça Ruy durante posse na presidência: pepino (Foto PIMENTA 01/01/2012).

O novo presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Aldenes Meira (PCdoB), disse que fará auditoria dos R$ 600 mil gastos na terraplenagem do espaço escolhido para construir a sede do legislativo local, no São Caetano e encontrou dívidas. “A situação não está bonitinha”, afirmou ao PIMENTA.
Aldenes disse ter recebido as contas bancárias da Câmara “zeradas” e débito de mais de R$ 200 mil em restos a pagar, embora o ex-presidente Ruy Machado (PTB) tenha preferido devolver R$ 540 mil à prefeitura no final do ano passado.
Licitações para aquisição de equipamentos e serviços também não foram homologadas, o que, segundo Aldenes, complicou a situação da nova Mesa Diretora. Ele decidiu reduzir para 50% o comprometimento dos recursos públicos com a folha de pagamento. O limite de gasto com pessoal para o legisaltivo é de 70% do valor do duodécimo.
CONCURSO PÚBLICO
O presidente da Câmara também afirmou que irá abrir, ainda neste semestre, licitação para realizar concurso público na Casa. A previsão é de que o certame seja realizado no segundo semestre deste ano. Atualmente, mais de 90% do quadro de servidores da Câmara não é concursado.

SUPLENTE, ACILINO SE RECUSA A ASSUMIR VAGA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Acilino se recusou a assumir vaga.

Emanoel Acilino, do PT, abriu mão de assumir vaga na Câmara de Vereadores. Ele é um dos suplentes da coligação formada em 2008 por PT e PR. “Não gostaria de participar de uma legislatura como essa, desacreditada nacionalmente”, justifica. Será substituído pelo professor Beto Dourado, hoje no PSDB.

Acilino também lembrou que o tempo é curto para desenvolver alguma ação moralizadora. “A gente não sabe se o afastamento dos vereadores dura noventa dias ou apenas dois”, disse. Ontem, a Justiça determinou o afastamento preventivo dos vereadores para investigar uso de diárias no período de 2011 e 2012.

Para o suplente e ex-vereador, não se pode fazer juízo de valor quanto a todos os afastados. “Não há prejulgamento”. Ele comentou, ainda, a renovação da Câmara, quando apenas um dos oito vereadores foi reeleito. “Limpeza foi feita pelas urnas”, disse. Além de Acilino, outro suplente que se recusou a assumir mandato foi Del Gally, do PTdoB.

Gally e Acilino disputaram eleição neste ano, mas não obtiveram sucesso nas urnas. Acilino diz que tem sido cada vez mais difícil ser eleito fazendo campanha limpa, sem compra de votos. “Sempre fiz campanha limpa e não iria aderir [à compra de votos]”.

Back To Top