skip to Main Content
16 de abril de 2021 | 10:56 am

GESTO SOLIDÁRIO EMOCIONA PACIENTES EM TRATAMENTO CONTRA O CÂNCER EM ITABUNA

Tempo de leitura: 3 minutos

A paciente Wilma corta o cabelo da amiga, a solidária Araci

O final de semana que passou foi diferente para pacientes que estavam no Centro de Radioterapia da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna. Dona Araci Alves Ferreira, de 61 anos, escolheu a sexta (16) para protagonizar um ato de apoio às mulheres que estão em tratamento quimioterápico e, como consequência, sofrem com a perda do cabelo.

Evangélica, dona Araci Alves chegou logo cedo à unidade, com sua Bíblia e acompanhada por um cabeleireiro. Mas não foi o profissional quem cortou a primeira mecha de cabelo de dona Araci. Ela escolheu Wilma Amaral dos Anjos, a amiga da família, para iniciar a tarefa.

Em tratamento contra um segundo tumor, Wilma Amaral é cunhada da filha da autora do lindo gesto de solidariedade. Essa é a segunda batalha de dona Wilma Amaral, que passou por sessões de quimioterapia e radioterapia para tratar um câncer de mama em 2017. Naquela época, dona Araci Alves decidiu dirigir-se a um salão de beleza e raspar a cabeça em apoio a amiga, mas não fez nenhum registro fotográfico. “Mas agora resolvi fazer diferente e filmar tudo”.

A FORÇA NO GESTO

Muito emocionada, dona Araci Alves esperou pacientemente que a amiga Wilma Amaral e outras três pacientes cortassem as mechas de cabelo. Em seguida, o cabeleireiro Robson Santos de Santana entrou em ação para raspar a cabeça da autora da ação de solidariedade e amor ao próximo, que mereceu muitos aplausos de quem estava na unidade.

Dona Araci, moradora do bairro de Fátima, em Itabuna, disse não ter o dom da cura, mas pode incentivar e apoiar. “Posso trazer uma palavra de apoio. Façam o tratamento corretamente, confie no Senhor, pois a última palavra quem dá é Deus. Essa é a mensagem que quero passar para todas as mulheres no mundo. Que elas se sintam abraçadas e apoiadas com essa humilde ação”, afirmou.

Dona Wilma Amaral reconheceu e agradeceu o ato de solidariedade da amiga. “Essa aqui é minha parceira. Em 2017 iniciei o tratamento de um câncer de mama, fiquei curada em 2018. Naquela oportunidade, ela raspou a cabeça junto comigo. Agora estou em tratamento do tumor no fígado e, Deus vai me curar, pois eu tenho fé”, disse.

Dona Araci e Wilma com amigas e o cabelereiro Robson

ATITUDE ELOGIADA

A ação de dona Araci Alves foi elogiada pelas pacientes do Centro de Radioterapia. Para dona Elaine Cristina Soares, a iniciativa de apoiar o tratamento da amiga é louvável e digno de aplausos. “É uma alerta para as mulheres que estão passando por isso (tratamento) não se preocupem tanto com a estética, mas com a saúde”.

A ação contou com apoio também de dona Cleunice Barbosa de Jesus, que está em tratamento desde 2016. “Peço a todas que estão nesta luta que não desistam. É um caminho difícil, mas com confiança em Deus, tudo dará certo”. Quem também elogiou a atitude foi Maria Zelia Santos de Jesus. Muito bonito esse gesto dela”. A atitude ocorre exatamente neste mês do “Outubro Rosa”, campanha que visa a conscientização e alerta sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Segundo o médico radioncologista José Bandeira Neto, da Santa Casa,a queda de cabelo não ocorre nas sessões de radioterapia. A perda acontece durante a quimioterapia, tratamento a que boa parte dos pacientes com câncer é submetido.

MÉDICO PEDE AOS PACIENTES QUE NÃO SUSPENDAM O TRATAMENTO CONTRA O CÂNCER

Médico José Bandeira Neto apela para que pacientes não abandonem tratamento
Tempo de leitura: 6 minutos

Há 10 anos na equipe do Centro de Radioterapia da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna (SCMI) e formado pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA) do Rio de Janeiro, o médico radioncologista José Bandeira Neto recomenda que as pessoas não interrompam o tratamento contra o câncer por medo do novo coronavírus. 

Confira a entrevista a seguir:

Com medo de ser infectada, muita gente abandonou o tratamento na radioterapia. Quais medidas foram adotadas para evitar a transmissão da doença entre pacientes?

José Bandeira Neto – Antes mesmo da chegada da pandemia na nossa região, reforçamos todas as medidas de segurança, com a triagem e separação dos pacientes suspeitos para o novo coronavírus. Temos dois espaços para o atendimento inicial, sendo que um deles é para entrada de paciente com os sintomas gripais. Essa medida foi implantada em março, com a separação dos fluxos desde a entrada, com a instalação de toldos na área externa. Lá, sempre mantendo o distanciamento, fazemos a aferição de temperatura e anamnese (entrevista com os pacientes).

Muitas pessoas passaram pela triagem?

No período de 18 de março a 13 de maio, por exemplo, foram realizadas 3.062 consultas de triagem, sendo 19% oriundos de Itabuna e 81% de outros municípios. Do total de analisados nesse período 70 apresentavam algum sintoma do novo coronavírus, mas nenhum deu positivo. Tivemos de fazer uma avaliação bem criteriosa, porque o paciente em tratamento contra o câncer, às vezes, apresenta sintomas parecidos com os da Covid-19. Do total de monitorados, apenas uma pessoa foi encaminhada para a Vigilância Epidemiológica de Itabuna. Ele fez teste e deu negativo.

____________

Tivemos de fazer uma avaliação bem criteriosa, porque o paciente em tratamento contra o câncer, às vezes, apresenta sintomas parecidos com os da Covid-19.

_________

Esse processo de triagem foi mantido?

Sim. Mantivemos esse trabalho cuidadoso de triagem e encontramos, até o momento, um paciente que está internado e testou positivo para Covid-19. Como preveem os protocolos, ele foi colocado em isolamento e o tratamento dele na unidade foi temporariamente suspenso após análise do caso e tipo tumoral pela equipe.

E os cuidados internos para evitar a transmissão da doença?

Reduzimos a quantidade de reuniões presenciais, reorganizamos a quantidade de colaboradores em alguns espaços coletivos, como o café. A orientação é que apenas uma pessoa se dirija ao local por vez, porque é um momento que ela precisa retirar a máscara para fazer as refeições, tomar café ou água. A nossa recomendação é: se tirar a máscara, fique em local isolado, sem a presença de outras pessoas, em casos de ambientes fechados. Não é recomendado que duas ou mais pessoas façam refeições juntas porque o risco de transmissão do vírus aumenta.

O medo tem causado o afastamento de muita gente do serviço de saúde. Isso ocorreu aqui na unidade?

Aqui, na radioterapia, assim como tem ocorrido em todo o país, tivemos uma redução significativa no número de pacientes no serviço de oncologia. Em 16 de março, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica aventou a possibilidade de suspensão das cirurgias eletivas e até interrupção das cirurgias oncológicas de menor gravidade. Mas eles recomendaram que a agenda de cirurgias não fosse interrompida para os tumores biológicos mais agressivos, como de pâncreas, fígado, colo do útero, vias biliares, estômago, ovário, reto e pulmão.

____________

De acordo com a Sociedade Brasileira de Patologia e de Cirurgia Oncológica, mais de 50 mil pacientes deixaram de ter diagnóstico de câncer nos últimos quatro meses por causa da pandemia do novo coronavírus.

_________

Tem informações sobre a quantidade de atendimento?

Aqui, no Centro de Radioterapia, houve queda no movimento no período de março a maio. Foram 75 atendimentos em março, contra 73 no mesmo mês do ano passado. Em abril houve uma redução em torno de 30%, baixando de 97 para 67. Em maio, a queda foi de 63%, caindo de 110 para 41 atendimentos.

Por que ocorreu essa queda?

Acredito que essa redução está muito aliada à dificuldade de o paciente realizar exames, consultas e fazer biópsia. De acordo com a Sociedade Brasileira de Patologia e de Cirurgia Oncológica, mais de 50 mil pacientes deixaram de ter diagnóstico de câncer nos últimos quatro meses por causa da pandemia do novo coronavírus.

Isso retarda todo o processo de tratamento, não é mesmo, doutor?

Essa falta de diagnóstico e tratamento da doença fará com que essas pessoas cheguem às unidades com os tumores em fase mais avançada. Podem ocorrer até casos de pacientes que eram operáveis, que não poderão mais ser submetidos ao procedimento de cirurgia por causa do avanço da doença. O número de pessoas precisando de atendimento vai aumentar, neste semestre, e teremos uma maior demanda de pacientes já em estágio mais avançado da doença.

____________

O fluxo por consulta ainda está um pouco menor na comparação com o mesmo período do ano passado, mas já notamos um crescimento no movimento.

_________

A manutenção do tratamento é muito importante nessa época de pandemia?

É muito importante que os pacientes com o diagnóstico confirmado por biópsia se esforcem para ter o atendimento, porque os serviços não pararam exatamente porque são essenciais e podem salvar vidas. Nesse mês de julho já observamos um retorno de pacientes, com aumento na demanda. O fluxo por consulta ainda está um pouco menor na comparação com o mesmo período do ano passado, mas já notamos um crescimento no movimento. As pessoas que precisam de atendimento não podem esperar essa pandemia acabar. Confira outros trechos da entrevista em leia mais, abaixo.

Leia Mais

MÉDICO ALERTA PARA SINTOMAS E DIAGNÓSTICO PRECOCE DE CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO

Médico Lincoln Warley fala sobre sintomas dos cânceres de cabeça e pescoço
Tempo de leitura: 2 minutos

De acordo com a Associação de Câncer de Boca e Garganta (ACBG), uma das dificuldades no tratamento de câncer de cabeça e pescoço é o diagnóstico tardio, que ocorre em 60% dos casos e pode comprometer a qualidade de vida do paciente. Especialista no assunto, o médico Lincoln Warley Ferreira, que integra a equipe da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, explica que quanto mais cedo a descoberta dos tumores, maiores são as chances de evitar sequelas funcionais e psicológicas.

O médico cirurgião de cabeça e pescoço é uma das referências na Bahia. Segundo ele, os estudos mostram que o consumo excessivo de álcool e o tabagismo são os maiores fatores de risco para o câncer de cabeça e pescoço. “O hábito de fumar e o uso excessivo de bebidas alcoólicas estão diretamente relacionados aos tumores de boca, faringe e laringe”, afirma.

Nos últimos anos, afirma Lincoln, houve aumento de casos também relacionados ao HPV (papilomavírus humano), doença transmitida na prática do sexo oral sem uso de preservativo. “O HPV é considerado um fator emergente em câncer de cabeça e pescoço, principalmente para tumores de faringe. Em países como os Estados Unidos, o HPV é o principal fator para surgimento do câncer de faringe. Mas aqui, no Brasil, os maiores causadores de cânceres ainda são o cigarro e o álcool”, explica.

SINAIS DE CÂNCER

Outro causador de câncer de cabeça e de pescoço é a exposição ao sol por muito tempo. Por isso, deve-se evitar a exposição, sobretudo no período das 10h às 16h. Independente do horário, a pessoa deve usar o filtro solar. Os sinais de câncer de cabeça e de pescoço são ferida na boca que demora a cicatrizar, rouquidão e nódulo no pescoço. “A pessoa com esses sintomas deve procurar um especialista para que os sinais sejam investigados o mais rápido possível”, orienta o médico.

Diagnóstico precoce é importante para sucesso no tratamento deste tipo de câncer

O médico esclarece que o primeiro exame para possível detecção da doença, sem dúvida, é o olhar de um profissional, principalmente se o paciente tiver uma ferida que persiste por mais de 15 dias. “Caso suspeite de que a lesão seja maligna, deve ser feita biópsia. Coleta-se um fragmento e envia para ser diagnosticado. Em laringe existe o indicativo da rouquidão por um período de 15 dias”, diz.

EVITE FUMAR

No caso do câncer de boca e área digestiva, assegura Lincoln, a melhor prevenção é não fumar nem consumir bebidas alcoólicas em excesso. Deve, ainda, ter uma alimentação saudável, rica em frutas e verduras, e praticar atividades físicas.

No sul da Bahia, a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna é referência no tratamento de câncer, com oferta de serviços especializados em oncologia. A instituição disponibiliza serviços de radioterapia, quimioterapia, além de cirurgia oncológica.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil registra cerca de 41 mil novos casos de câncer de cabeça e pescoço a cada ano. Na próxima segunda-feira (27) será celebrado o Dia Mundial de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço.

MÉDICOS RECOMENDAM ATIVIDADE FÍSICA NA PREVENÇÃO AO CÂNCER

Tempo de leitura: 2 minutos

Caminhadas são apontadas como método para prevenir câncer || Foto Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Da Agência Brasil

O hábito de realizar atividade física faz diferença na prevenção do câncer. Não é preciso frequentar academia ou procurar um esporte de impacto ou grande esforço físico. Vinte minutos de caminhada por dia, por exemplo, são recomendados pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC).

Hoje (4) é o Dia Mundial de Combate ao Câncer. A data foi instituída em 2008 pela União Internacional Contra o Câncer (UICC), para aumentar a conscientização sobre a doença e estimular a preservação.

“A prática de atividade física melhora a imunidade do corpo e reduz a produção de mediadores inflamatórios, fenômenos que minimizam as mudanças celulares e, consequentemente, os riscos de desenvolvimento da doença. Estudos mostram que a atividade física regular reduz de fato o risco de desenvolvimento de câncer de mama, cólon e endométrio”, explica o oncologista Duílio Rocha Filho, ligado à SBOC.

Segundo nota distribuída pela sociedade médica à imprensa, 30% a 50% dos casos de câncer podem ser prevenidos a partir de mudanças no estilo de vida: além de praticar atividade física, “não fumar, preferir alimentos naturais, manter uma dieta equilibrada, se vacinar e reduzir o consumo de bebidas alcoólicas.”

Apesar de recomendações simples, a SBOC encontra dificuldade para que as pessoas mudem suas rotinas e adotem comportamentos mais saudáveis. “Ao contrário do caso do cigarro, em que a relação com o câncer de pulmão é direta, os impactos do estilo de vida na saúde são pouco palpáveis para a maioria das pessoas, pois é muito difícil dizer com precisão o que originou o tumor; se foi o consumo de álcool ou de carnes processadas.”

Em pesquisa feita pela SBOC em 2017, com 1.500 pessoas em todo o país, metade declarou que não faz exercício físico. Uma em cada quatro pessoas entrevistadas não vê a obesidade como problema relacionado ao câncer.

ITABUNA: PACIENTE BATE O SINO E COMEMORA FIM DO TRATAMENTO CONTRA O CÂNCER

Tempo de leitura: < 1 minuto

Gildo e a esposa comemoram o fim do tratamento contra o câncer || Foto Karina Lins

Após seis meses de tratamento, o paciente Gildo do Sacramento Cunha pôde bater o sino no setor de Quimioterapia da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna. O soar do sino significa o fim do tratamento contra o câncer.

Gildo iniciou o tratamento de colo retal em 8 de janeiro e foi liberado em 16 de julho. Ao lado da esposa, o paciente agradece a toda a equipe no período em que ficou em tratamento.

– A fé em Deus foi muito grande. Fui muito bem recebido e quero agradecer a toda equipe do hospital que me acolheu – disse Gildo, emocionado.

Logo após bater o sino, Gildo recebeu o abraço coletivo de toda a equipe da Quimioterapia. Os profissionais ressaltam que são histórias com a de Gildo que levam a instituição a cumprir a missão de servir, com excelência, a experiência do cuidar.

MORRE O JORNALISTA MARCELO REZENDE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rezende lutava contra o câncer.

Marcelo Rezende lutava contra o câncer.

O jornalista Marcelo Rezende morreu neste sábado (16), aos 65 anos, na zona sul de São Paulo. Um dos maiores nomes do jornalismo brasileiro, o apresentador da Record TV lutava contra um câncer no pâncreas e no fígado desde o final de abril. A informação foi confirmada pelo Hospital Moriah, onde estava internado desde terça-feira (12).

Ainda não foram divulgadas informações sobre velório e enterro.

Com a coragem que o acompanhou ao longo da vida, o jornalista anunciou em rede nacional que estava com a doença. Durante uma entrevista ao Domingo Espetacular no início de maio, horas antes de ser internado pela primeira vez, Rezende disse que encararia a doença de frente.

O câncer agressivo o obrigou a deixar repentinamente o comando do Cidade Alerta, jornalístico que apresentava desde 2012. Foi nessa última etapa da carreira que Marcelo Rezende se reinventou como apresentador. Do R7.com

RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA LEVA SERVIÇOS PARA MORADORAS DE URUÇUCA

Tempo de leitura: 2 minutos
Programa inicia atendimento em Uruçuca

Programa inicia atendimento em Uruçuca nesta quinta-feira (24)

O programa Saúde sem Fronteira Rastreamento do Câncer de Mama atende as moradoras de Uruçuca desta quinta-feira (24) a 1º de setembro. De acordo com a secretária de Saúde do município, Domilene Borges, a meta é atender 1.169 mulheres, na faixa etária de 50 a 69 anos.

Na sede, o procedimento será feito em uma unidade móvel, na Praça Régis Pacheco, até o dia 31 deste mês. Na Vila de Serra Grande, o mutirão será nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, na Praça Pedro Gomes. O horário de atendimento será das 7h às 12h e das 14h às 17h.

O prefeito Moacyr Leite Júnior destaca que a realização do exame é muito importante. “Eu fico muito feliz em poder fazer parcerias que proporcionem melhor qualidade de vida para nossa população”, disse o prefeito. Para ser atendida, a mulher deve levar um documento de identidade, Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e comprovante de endereço.

TRATAMENTO

O Saúde sem Fronteiras é um programa que tem como diferencial o acompanhamento das mulheres com mamografias inconclusivas, com a oferta de exames complementares para o diagnóstico e o encaminhamento ao tratamento, visando à integralidade do atendimento.

Para as mulheres com diagnóstico positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia. O programa é uma ferramenta de acesso da mulher às ações de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama.

644 CABRAS MACHOS ATENDIDOS

Tempo de leitura: < 1 minuto
cabra macho2

Homens assistem palestra sobre necessidade de se prevenir o câncer da próstata

A campanha “Cabra Macho”, realizada pelo quarto ano seguido pela Igreja Batista Teosópolis, em Itabuna, atendeu 644 homens, que puderam se submeter gratuitamente a exames preventivos do câncer de próstata.  O número superou a meta, que era de 600 atendimentos.

A ação aconteceu no último fim de semana, no Colégio Batista Teosópolis, anexo à IBT. No sábado (18), os homens assistiram a uma palestra sobre a necessidade de se prevenir o câncer de próstata. Já os exames aconteceram no domingo.

A campanha “Cabra Macho” é coordenada pelo Ministério de Ação Social da igreja e envolve um grande número de voluntários, entre eles cinco médicos com especialização em urologia.

EXAME DE PRÓSTATA É COISA DE CABRA MACHO

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Igreja Batista Teosópolis, de Itabuna, realiza pelo quarto ano consecutivo a campanha “Cabra Macho, Sim Senhor”, que oferece exames de próstata gratuitos. A ação acontece nos dias 18 e 19 de junho, no Colégio Batista, e o público-alvo desta edição será formado por homens com idade a partir dos 50 anos. Serão distribuídas 600 senhas.

De acordo com o Ministério de Comunicação da IBT, a ideia de usar a figura nordestina do “cabra macho” tem a intenção de quebrar o preconceito existente em torno do tema e enfatizar que todo homem precisa fazer o exame de próstata na idade indicada.

A campanha é coordenada por Onalgísio Pinheiro, do Ministério de Ação Social da IBT, juntamente com o médico urologista João Correia e o biomédico Michel Matos. A programação começa às 19h30 do dia 18 (sábado), com palestra de conscientização; já no domingo, 19, os atendimentos começam às 6 horas da manhã, com exame de sangue e, na sequência, o teste da próstata.

Mais informações podem ser obtidas na sede da IBT, que fica na Avenida Félix Mendonça, 75, Bairro da Conceição; pelos telefones (73) 3212-3012 / 3613-7236 ou ainda pelo email ibteosopolis@gmail.com. cabra macho

DIA MUNDIAL SEM TABACO: OMS DEFENDE EMBALAGENS PADRONIZADAS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Fumar causa diversos prejuízos à saúde (foto Marcelo Camargo / Agência Brasil)

Fumar causa diversos prejuízos à saúde (foto Marcelo Camargo / Agência Brasil)

No Dia Mundial sem Tabaco, lembrado hoje (31), a Organização Mundial da Saúde (OMS) defendeu a adoção por países-membros de embalagens padronizadas de cigarro e correlatos. A ideia é que todas as embalagens desse tipo de produto passem a ser iguais, seguindo um padrão definido e que determine forma, tamanho, modo de abertura, cor e fonte, mantendo-se apenas o nome da marca.

Ainda de acordo com a proposta, as embalagens padronizadas de cigarro e derivados do tabaco não devem conter logotipos, cores e imagens específicas, designcaracterístico ou textos promocionais. Seriam mantidas, no país, apenas as advertências sanitárias que tratam dos malefícios provocados pelo tabagismo – atualmente exigidas no Brasil pelo Ministério da Saúde – e o selo da Receita Federal.

Em nota, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) definiu as embalagens de cigarro como um grande instrumento de publicidade utilizado pela indústria, que investe em seu aprimoramento visual, formato e localização estratégica em pontos de venda. “Lançadas em edições limitadas, com brindes, em diferentes formatos, as embalagens de produtos de tabaco estão cada vez mais sedutoras”, destacou o órgão. Da Agência Brasil

PRESUNTO, BACON E SALSICHA SÃO CANCERÍGENOS, SEGUNDO OMS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Presente em sanduíches e pratos frios, presunto é considerado cancerígeno.

Presente em sanduíches e pratos frios, presunto é considerado cancerígeno.

Carnes processadas – como salsicha, presunto, linguiça, hambúrguer e bacon – foram classificadas como alimentos cancerígenos para seres humanos, conforme divulgado nesta segunda-feira (26) pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Já a carne vermelha, incluindo partes do boi, porco, carneiro, bode e cavalo, foi classificada como alimento de provável risco cancerígeno.

A decisão foi tomada pela Agência Internacional de Pesquisa do Câncer (IARC, na sigla em inglês) e levou em consideração evidências de que o alto e frequente consumo de carne processada provoca câncer colorretal. “Especialistas concluíram que, para cada porção de 50 gramas desse tipo de carne consumida todos os dias, o risco de câncer colorretal aumenta em 18%”, alertou a agência.

As classificações foram definidas com base em mais de 800 estudos que tratam da associação de cerca de 12 tipos de câncer ao consumo de carne vermelha ou de carne processada em países e populações de dietas variadas. As evidências mais fortes, segundo a IARC, vieram de um grupo de estudo conduzido nos últimos 20 anos.

Ainda de acordo com a agência, braço da OMS, as descobertas reforçam a orientação do consumo limitado de carne entre humanos, sem deixar de levar em consideração que o alimento tem valores nutricionais.

PÍLULA DA USP USADA EM TRATAMENTO CONTRA O CÂNCER DIVIDE OPINIÕES

Tempo de leitura: 6 minutos
Pílula contra o câncer divide especialistas (Foto Marcello Casal Jr.)

Pílula contra o câncer divide especialistas (Foto Marcello Casal Jr.)

Camila Boehm | Agência Brasil

Decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) trouxe à tona uma discussão envolvendo médicos, advogados e pacientes sobre o uso da fosfoetanolamina sintética para o tratamento do câncer. O presidente do TJSP, desembargador José Renato Nalini, liberou, no último dia 9, a entrega da substância produzida no Instituto de Química de São Carlos (IQSC), da Universidade de São Paulo (USP), para os pacientes que solicitaram judicialmente acesso à droga. A substância não tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A fosfoetanolamina sintética foi estudada pelo professor Gilberto Orivaldo Chierice, hoje aposentado, enquanto ele ainda era ligado ao Grupo de Química Analítica e Tecnologia de Polímeros da USP. Algumas pessoas tiveram acesso às cápsulas contendo a substância, produzidas pelo professor, que usaram como medicamento contra o câncer. O instituto disse, em nota, que a produção da droga foi um “ato oriundo de decisão pessoal” de Chierice.

Em junho de 2014, a USP reforçou a proibição de produção de qualquer tipo de substância que não tenha registro, caso das fosfoetanolamina sintética. O instituto editou portaria determinando que “tais tipos de substâncias só poderão ser produzidas e distribuídas pelos pesquisadores do IQSC mediante a prévia apresentação das devidas licenças e dos registros expedidos pelos órgãos competentes determinados na legislação [do Ministério da Saúde e da Anvisa]”. De acordo com a instituição, desde a edição da medida, não foram apresentados registros ou licenças que permitissem a produção das cápsulas para uso como medicamento.

JUDICIALIZAÇÃO

Desde então, pacientes que tinham conhecimento das pesquisas passaram a recorrer à Justiça para ter acesso à fosfoetanolamina sintética. De acordo com a advogada Cárita Almeida, que representa pacientes interessados na droga, mais de 1,5 mil pedidos de liminares para ter acesso à substância já foram apresentados à Justiça.

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) já havia impedido que uma paciente tivesse acesso ao produto. Diante do posicionamento do tribunal, ela apresentou um recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) que foi analisado pelo ministro Edson Fachin. No dia 8 deste mês, ele suspendeu a determinação do TJSP, liberando o acesso dessa paciente às cápsulas.

Após a decisão do ministro do STF, o presidente do TJSP, desembargador José Renato Nalini, estendeu os efeitos da liminar para todas as pessoas que solicitaram o acesso à mesma substância na Justiça. “Conquanto legalidade e saúde sejam ambos princípios igualmente fundamentais, na atual circunstância, o maior risco de perecimento é mesmo o da garantia à saúde. Por essa linha de raciocínio, que deve ter sido também a que conduziu a decisão do STF, é possível a liberação da entrega da substância”, decidiu Nalini.

Ele lembrou que “a substância pedida não é medicamento, já que assim não está registrada. Não se trata tampouco de droga regularmente comercializada, mas de um experimento da Universidade de São Paulo”. Ele afirmou que não há possível falha do Estado em não disponibilizar a substância aos pacientes, mas acrescentou que não se pode ignorar os relatos de pacientes que apontaram melhora em seu quadro clínico após uso da droga.

Apesar da liberação, o desembargador disse que “caberá à USP e à Fazenda, para garantia da publicidade e regularidade do processo de pesquisa, alertar os interessados da inexistência de registros oficiais de eficácia da substância”.

Ontem, em evento na capital paulista, o ministro Fachin disse que a decisão de liberar o acesso à fosfoetalonamina a uma paciente com câncer foi excepcional. “Tratava-se de uma senhora que estava em estado terminal, com alguns dias de vida, e que buscava o fornecimento dessas cápsulas, que já estavam sendo fornecidas como um lenitivo da dor”, disse.

Leia Mais

MORRE EX-SECRETÁRIO DE SAÚDE DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
O médico Eduardo Galvão com a esposa, Maria Fernanda (Foto Arquivo pessoal).

O médico Eduardo Galvão com a esposa, Maria Fernanda (Foto Arquivo pessoal).

O corpo do médico Carlos Eduardo Andrade Galvão será sepultado na manhã de sexta-feira (26), no Cemitério Campo Santo, em Itabuna. O clínico geral e angiologista faleceu nesta quarta de São João (24) em São Paulo.

O médico estava internado há mais de duas semanas no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. Eduardo Galvão lutava contra câncer há cerca de oito anos.

A previsão é de que o corpo do ex-secretário de Saúde de Itabuna chegue ao município no início da tarde de amanhã. O voo que trará o corpo tem previsão de pouso em Ilhéus às 13h04min desta quinta. O velório será no SAF, ao lado do Grapiúna Tênis Clube.

O médio Eduardo Galvão foi diretor do Hospital de Base de Itabuna e comandou a Secretaria de Saúde de Itabuna na terceira gestão do ex-prefeito Fernando Gomes (1997-2000). Ele tinha 65 anos e deixa esposa, Maria Fernanda Galvão, e dois filhos, Maria Eduarda Galvão e Carlos Galvão Neto.

AOS 67 ANOS, MORRE PRESIDENTE DA FIEB

Tempo de leitura: < 1 minuto
Carlos Gilberto Farias faleceu em São Paulo.

Carlos Gilberto Farias faleceu em São Paulo (Foto Rafael Martins).

O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Carlos Gilberto Farias, de 67 anos, faleceu nesta quarta-feira (5). O empresário sofreu complicações após cirurgia corretiva. Ele sofria de câncer e tratava quadro infeccioso. O procedimento foi feito no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Antonio Carlos Alban assumirá a presidência da entidade.
Políticos e líderes empresariais lamentaram a perda do diretor da Agrovale, indústria do Vale do São Francisco. “É com pesar que recebemos a notícia do falecimento do empresário e presidente da Federação das Indústrias da Bahia (Fieb), Carlos Gilberto Farias. Aos familiares, nossos sinceros sentimentos e a certeza de que Deus dará forças para superar esse momento”, disse, em nota, o governador eleito da Bahia, Rui Costa.

EXAME DE PRÓSTATA É COISA DE CABRA MACHO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Com bom humor, a Igreja Batista Teosópolis tenta quebrar as barreiras do preconceito e convencer os marmanjos de mais de 45 anos a fazer o exame de próstata. A campanha, realizada pelo segundo ano consecutivo, tem a meta de atender gratuitamente até 500 homens, no próximo dia 15 de junho, a partir das 6 horas da manhã.
Os exames serão realizados em uma área especialmente preparada na própria Teosópolis. Na véspera, a partir das 19 horas, haverá palestra sobre o tema com o médico João Correia.
Assista abaixo o vídeo bem legal que foi produzido para divulgar a campanha:

Back To Top