skip to Main Content
25 de janeiro de 2021 | 01:08 am

FLAGRADO COM DINHEIRO NAS NÁDEGAS, SENADOR DEIXA VICE-LIDERANÇA DO GOVERNO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Chico era vice-líder do Governo Bolsonaro no Senado

O presidente Jair Bolsonaro pediu hoje (15) o afastamento do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) da função de vice-líder do governo no Senado. A mensagem aos membros da Casa foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. De acordo com o texto, a dispensa foi a pedido do próprio senador.

Ontem (14), a Polícia Federal (PF) e a Controladoria-Geral da União (CGU) deflagraram a Operação Desvid-19, para investigar desvios de aproximadamente R$ 20 milhões em recursos públicos provenientes de emendas parlamentares, que seriam destinados à Secretaria de Saúde de Roraima para o combate à pandemia de covid-19.

Rodrigues foi um dos alvos da ação e, durante as buscas e apreensões em Boa Vista, os agentes encontraram dinheiro vivo em posse do senador. Parte dos mais de R$ 100 mil encontrados na residência do político era escondido na cueca do senador. Segundo publicou a Revista Crusoé, Rodrigues carregava a grana “entre as nádegas”.

PF ACHOU DINHEIRO ENTRE AS NÁDEGAS DE VICE-LÍDER DO GOVERNO BOLSONARO, DIZ REVISTA

PF encontra dinheiro nas nádegas de Senador
Tempo de leitura: < 1 minuto

Alvo de mandado de busca e apreensão, o vice-líder do governo Bolsonaro, senador Chico Rodrigues (DEM-RR), teria sido flagrado pela Polícia Federal (PF) com dinheiro escondido entre as nádegas.

De acordo com a revista Crusoé, fontes que atuam no caso afirmaram à reportagem que os investigadores encontraram e apreenderam dinheiro em espécie. No entanto, não informaram onde as quantias estavam escondidas.

O parlamentar foi revistado em operação da PF deflagrada em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU) na manhã desta quarta-feira (14). Chico é suspeito de supostamente promover desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia da covid-19. Os mandados foram cumpridos em Boa Vista, capital de Roraima.

O parlamentar está na mira da Operação Desvid-19, que investiga um esquema de desvio de aproximadamente R$ 20 milhões em emendas parlamentares destinados à Secretaria de Saúde de Roraima para o combate do novo coronavírus. Ao todo, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão. Leia mais aqui.

Back To Top