skip to Main Content
7 de março de 2021 | 06:06 pm

ITABUNA LANÇA PLANO DE PREVENÇÃO DE DESASTRES CAUSADOS POR CHUVAS

O prefeito Augusto Castro, acompanho de agente da Defesa Civil, em visita ao bairro São Roque
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Defesa Civil de Itabuna lançou ontem (9) o plano municipal de prevenção de desastres causados por chuvas. A Operação Chuvas vai ter um grupo especial de trabalho composto por representantes de cada uma das secretarias municipais e das fundações Marimbeta e de Cultura e Cidadania (Ficc), além da Emasa.

O coordenador da Defesa Civil no município, Mário Carvalho Júnior, explicou que a proposta de mobilizar todos os setores do governo significa a união de esforços para executar ações específicas de prevenção e de socorro nas ocorrências de desastres naturais, a exemplo das que ocorrem em ocupações irregulares.

Mário Júnior informou que a proposta integra o Plano de Trabalho definido pelo prefeito Augusto Castro (PSD), que pediu à Defesa Civil para identificar todas as áreas de riscos no município. “Não vamos esperar acontecer uma tragédia para agir”,ressaltou.

O agente Carlos Alberto Silva Santos, membro da Defesa Civil, também reforça a importância do grupo de trabalho e destaca o papel da coletividade para o sucesso das estratégias de prevenção de desastres. “Defesa Civil somos todos nós”, disse.

Atualmente, a Defesa Civil de Itabuna conta com dois agentes e um coordenador.

LIVE SOLIDÁRIA DA IBT BENEFICIA 300 FAMÍLIAS DE ITABUNA

Trezentas famílias de Itabuna foram beneficiadas pela live da IBT
Tempo de leitura: < 1 minuto

Trezentas famílias foram beneficiadas com cestas básicas arrecadadas durante a Live Solidária promovida pela Igreja Batista Teosópolis (IBT) de Itabuna, no sul da Bahia. Famílias atingidas pelas recentes chuvas no São Roque, Vila da Paz, Buraco da Gia, Bananeira e mais quatro comunidades carentes foram contempladas.

A Live Solidária “O Amor Faz” foi promovida pela Igreja Batista Teosópolis, por meio da Juventude Interligados e do Ministério da Ação Social, em 24 de outubro. As lives foram transmitidas pelos canais da IBT no Youtube e no Facebbok e atraíram mais de duas mil pessoas.

Para o pastor Geraldo Meireles, que coordenou a live, com a distribuição dos donativos “a igreja cumpre o seu papel social, que é contribuir para amenizar o sofrimento das pessoas carente de Itabuna”. O pastor Ezequiel Nunes agradeceu a grande participação de colaboradores, voluntários, patrocinadores, parceiros e amigos no projeto, “apoiando e divulgando esse movimento em prol de um único bem”, além das pessoas que fizeram doações e “fizeram com que vidas fossem impactadas de forma linda”.

“Graças à união dessas forças ultrapassamos a marca de mais de 2 toneladas e meia de alimentos que foram distribuídos em 8 localidades diferentes da nossa cidade”, ressaltou pastor Ezequiel. Ele ainda citou versículo 9 do capítulo 6 do Livro de Gálatas. “Não nos cansemos de fazer o bem. No momento certo, teremos uma colheita de bênçãos, se não desistirmos”.

ITABUNA: DEFESA CIVIL EMITE ALERTA DE CHUVA INTENSA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Coordenação da Defesa Civil emitiu alerta de mais chuvas intensas nas próximas horas deste sábado (21) em Itabuna. Segundo o órgão, choveu o equivalente a 28 milímetros em apenas uma hora e são esperados mais 79 milímetros em apenas 6 horas.

“Com o alto volume de chuva, a Defesa Civil alerta que muitas localidades podem ficar com áreas propícias para deslizamentos de terras em decorrência do solo encharcado de água”, informa.

A Defesa Civil de Itabuna orienta a população para que mantenha o estado de alerta para possíveis alagamentos e deslizamentos de terras em áreas vulneráveis e que informe toda e qualquer situação que coloque em risco famílias e imóveis. Para os casos de acidentes ou identificação de risco, importante entrar em contato pelo número (73) 98124 5647.

UNIÃO RECONHECE SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA EM ITABUNA, COARACI, IBICARAÍ E IBICUÍ

Chuva em Itabuna deixou cerca de 500 famílias desalojadas, principalmente no São Roque
Tempo de leitura: < 1 minuto

Itabuna, Almadina, Coaraci, Ibicaraí e Ibicuí estão entre os nove municípios baianos afetados pelas chuvas que caíram fortemente há duas semanas e obtiveram o reconhecimento federal de situação de emergência. A medida do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), publicada na edição desta quinta-feira (19) do Diário Oficial da União, permitirá que prefeituras solicitem apoio do Governo Federal para ações de socorro e assistência à população, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas danificadas.

Dos dez municípios, nove são da Bahia. Além de Almadina, Coaraci, Ibicaraí, Ibicuí e Itabuna, também tiveram situação de emergência reconhecidos Irecê, João Dourado, Juazeiro e Lapão. Na noite de 1º de novembro e a madrugada do Dia de Finados, as localidades registraram chuvas acima de 50 milímetros, com destaque para Itabuna, onde choveu 98 milímetros em apenas 5 horas, e Irecê, que registrou 150 milímetros em um período de pouco mais de 12 horas.

ESTIAGEM

Já o município de Caiçara, no Rio Grande do Sul, obteve reconhecimento da situação de emergência em decorrência da estiagem, que ainda afeta parte do estado. Com a portaria de hoje, são 19 municípios gaúchos com reconhecimento vigente em função do período prolongado de baixa ou nenhuma pluviosidade, segundo o MDR.

Para ter acesso a recursos emergenciais, estados e prefeituras devem apresentar o Plano Detalhado de Resposta (PDR), por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID). Após a análise por equipes da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), se aprovado o plano, o MDR define o valor do recurso a ser disponibilizado para ações emergenciais. O apoio federal é complementar às ações dos estados e dos municípios.

ITABUNA: IGREJA BATISTA TEOSÓPOLIS ARRECADA DONATIVOS PARA VÍTIMAS DAS CHUVAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Igreja Batista Teosópolis de Itabuna, por meio do Ministério da Ação Social, está arrecadando donativos para as vÍtimas das chuvas que atingiram a região na última semana. O objetivo é arrecadar kits de higiene pessoal, lençóis, colchões, móveis e outros materiais de necessidade básica.

De acordo com Gilson Pinheiro, do Ministério da Ação Social da Teosópolis, pelo menos 160 famílias estão desabrigadas. “Elas perderam seus móveis, suas casas, tudo isso devido ao alagamento que a cidade sofreu. Estamos passando por um momento delicado na nossa cidade”, diz o comunicado dirigido aos membros da igreja e a comunidade.

A ação de solidariedade da Igreja Batista Teosópolis envolve os fiéis e também a sociedade. As doações podem ser feitas na igreja, localizada na Avenida Félix Mendonça, 75, no bairro Conceição. A pessoa também pode entrar em contato pelo telefone 73-3212-3012 que uma equipe irá buscar o donativo.

BAHIA: GOVERNO DECLARA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA EM 9 CIDADES AFETADAS POR CHUVAS

Governo declara situação de emergência em Itabuna e mais 8 cidades
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Governo do Estado declarou situação de emergência em nove municípios baianos afetados por chuvas intensas. A decisão, assinada pelo governador Rui Costa, será publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (4) e valerá pelo prazo de 90 dias.

A situação de emergência considera os danos provocados pelas chuvas às atividades econômicas e à população dos municípios de Almadina, Coaraci, Ibicaraí, Ibicuí, Irecê, Itabuna, João Dourado, Juazeiro e Lapão.

De acordo com o decreto, “fica autorizada a mobilização de todos os órgãos estaduais, no âmbito das suas competências, para envidar esforços no intuito de apoiar as ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução”.

ITABUNA: PREFEITURA DECRETA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Chuva arrastou carros e deixou centenas de famílias desabrigadas

O prefeito Fernando Gomes decretou situação de emergência em Itabuna devido aos estragos causados pela chuva que caiu no município desde a tarde do último domingo (1º). O Decreto 13.860, desta terça (3), reforça que o forte temporal deixou cerca de 500 famílias desalojadas.

Segundo a Defesa Civil do Município, choveu 90 milímetros em Itabuna em apenas quatro horas e 130 milímetros em 30 horas. “Tal situação provocou destruição de casas, pavimentações, calçadas, entupimento de canais e bueiros, alagamento de ruas e casas, queda de encostas e deixando prejuízos para comerciantes e famílias que tiveram que ser transferidas para abrigos temporários”, informa o município em nota.

ITABUNA: NÍVEL DO RIO CACHOEIRA SOBE MAIS DE 8 METROS, INFORMA DEFESA CIVIL

Governo declara situação de emergência em Itabuna e mais 8 cidades
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nível do Rio Cachoeira subiu mais de 8 metros em Itabuna

O nível do Rio Cachoeira subiu oito metros nas últimas horas em Itabuna, segundo informou a Coordenadoria de Defesa Civil do município. Itabuna registrou mais de 100 milímetros de chuva desde a noite de domingo. O volume era mais que o esperado para o mês de novembro.

As chuvas deixaram mais de 500 famílias desalojadas no município em avaliação parcial da Prefeitura de Itabuna. Moradores dos bairros São Roque e Antique, principalmente os ribeirinhos do Rio Água Branca, perderam móveis e foram obrigados a deixar suas casas.

A Defesa Civil pediu máximo alerta a pessoas que moram próximo ao Rio Cachoeira. Os telefones para contatos com o órgão é o 73 98833-3499 ou 98124-5647. Mais abaixo, confira mais informações sobre os estragos causados pelo temporal em Itabuna.

FORTE CHUVA CAUSA ALAGAMENTOS EM ITABUNA

Chuvas causam alagamentos em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

A chuva forte que cai na noite desta terça-feira (27) está causando alagamentos na região central e em vários bairros de Itabuna. Os problemas em decorrência do temporal são registrados em trechos das avenidas Ilhéus, Amélia Amado e Cinquentenário, no centro;  Manoel Chaves e Princesa Isabel, no bairro São Caetano; J.S. Pinheiro, entre o Centro Comercial e Lomanto Júnior.

De acordo com relatos de moradores, há trechos de alagamento também em bairros como Santo Antônio, Fátima, Califórnia, Pontalzinho, Lomanto, São João, Fátima Parque  Boa Vista, São Roque, São Caetano, Jaçanã, Santa Clara e João Soares. Já são quase duas horas de chuva, acompanhada de fortes trovões e relâmpagos.

VENTOS FORTES E CHUVAS CAUSAM DESTRUIÇÃO EM PORTO SEGURO

Destruição em Porto Seguro
Tempo de leitura: < 1 minuto

Ventos fortes e chuvas provocaram destruição, nesta sexta-feira (23),  em Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia. O prejuízo foi enorme na região da Praça do Relógio, com destruição de barracas e quiosques. O temporal também levou o telhado de um supermercado, no bairro Baianão, e de uma quadra poliesportiva.

Um trecho da rua foi interditado por causa dos estragos provocados pelo temporal

De acordo com a coordenadoria de Defesa Civil de Porto Seguro, os prejuízos foram provocados por um redemoinho que se formou no mar e chegou até a costa. Além da destruição dos tetos dos estabelecimentos comerciais, o vendaval arrastou mesas e cadeiras.

CHUVAS CAUSAM ESTRAGOS E DEIXAM 800 FAMÍLIAS DESABRIGADAS NO SUL DA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Pelo menos 800 famílias tiveram suas casas inundadas pela água de um riacho e do rio Gongogi, que cortam a cidade de Dário Meira e subiram mais de três metros na noite de sábado (11). Moradores relatam que perderam geladeiras, fogões, cama, televisores, computadores, guarda-roupas, sofás e até os produtos que seriam usados no preparo da alimentação da família.

Os atingidos relatam que água do rio e do riacho subiu rapidamente e não tiveram como salvar móveis e eletrodomésticos. Outros tiveram que abandonar os imóveis apenas com a roupa do corpo. O estrago foi grande em quase toda a cidade, que ruas intransitáveis.

Segundo o prefeito Alemão, mais de 800 famílias estão desabrigadas|| Fotos Giro Ipiaú

O prefeito Willian de Alemão vai decretar Situação de Emergência e espera receber ajuda financeira do Governo do Estado para amenizar a situação dos desabrigados. Para piorar a situação, as famílias não puderam ser abrigadas em escolas e outros prédios municipais por causa do novo coronavírus.

A Superintendência da Defesa Civil do Estado anunciou o envio de colchões e cestas básicas para as famílias. Muitas delas já retornaram para o que restou dos imóveis. Outras estão abrigadas em casas de familiares e amigos.

Desde a semana passada que as fortes chuvas causam estragos em municípios do sul, extremo-sul e sudoeste da Bahia. Entre as localidades que contabilizam prejuízos estão Camacan, Jussari e Jitaúna, onde a estrada que liga ao município de Jequié chegou a ser interdita por causa da queda de encosta.

MORADORES DO SANTO ANTÔNIO DENUNCIAM FALTA DE MANUTENÇÃO DE CANAL

Canal de macrodrenagem não é limpo há mais de 4 anos
Tempo de leitura: 2 minutos

Moradores do Bairro Santo Antônio, em Itabuna, cobram a manutenção do canal de macrodrenagem que corta o bairro. Com as chuvas dos últimos dias, aumentou ainda mais o drama dos moradores de áreas próximas ao canal, que, em boa parte, ainda está descoberto, principalmente na região mais povoada, nas transversais da Avenida Itajuípe no trecho mais próximo da BR-101.

– Estamos com problema em nossas residências pelo canal cheio de mato e sem manutenção – narra uma moradora, que reside numa das transversais da Avenida Itajuípe.

Com boa parte da rede de esgoto entupida por falta de manutenção do canal, os moradores se veem em situação ainda mais dramática. “Quando chove, além de ratos, cobras e baratas, temos que lutar com o avanço do esgoto em nossas casas. É uma situação lastimável e que nos tira a dignidade”, relata uma enfermeira, desesperada.

Ao longo das transversais e na própria Avenida Itajuípe, trecho próximo à Unidade de Saúde do bairro, a água não tem como escoar e, a exemplo do esgoto, torna ainda mais dramática a situação de moradores em tempos chuvosos. “Temos moradores de todas as idades e donas de casa que já são idosas. Quando a prefeitura vai olhar por nós?”, questiona a dona de casa Maria José Santos.

Última limpeza do canal foi feita em 2016 || Foto Gabriel Oliveira/Arquivo

SEM MANUTENÇÃO HÁ 4 ANOS

Uma manicure enfrentou problemas de saúde ao fazer a limpeza de casa depois de ter a residência invadida pelo esgoto. Teve complicações numa das pernas. “Dói que a Prefeitura não faça nada aqui, apesar da gente morar ao lado de um posto de saúde”, narra uma técnica em enfermagem. A última vez que o canal passou por manutenção e limpeza foi em março de 2016. “São quatro anos no abandono, moço”, relata uma idosa que preferiu não se identificar para a nossa reportagem.

Os moradores não escondem o medo com a possibilidade de o canal levar mais doenças para a comunidade devido à falta de manutenção. Doenças como dengue e zika vírus estão entre as preocupações dos moradores, aliadas ao novo coronavírus. Água acumulada e o avanço do mato ao longo do canal representam focos de proliferação de arboviroses como a dengue, a chikungunya e zika vírus.

OUTRO LADO

O espaço está aberto para que as secretarias de Administração e de Desenvolvimento Urbano de Itabuna informem quais soluções podem apresentar aos moradores de áreas ao longo do canal do Santo Antônio.

NORDESTE DEVE REGISTRAR CHUVAS ACIMA DA MÉDIA NESTE OUTONO, PREVÊ A METEOROLOGIA

Previsão é de chuva acima da média no Nordeste
Tempo de leitura: < 1 minuto

De acordo com informações do Prognóstico Climático de Outono do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a probabilidade de chuva deve ficar entre a média e acima da média em boa parte do Brasil durante a nova estação. A previsão do modelo estatístico do Inmet para o outono indica chuvas acima da média em grande parte da Região Nordeste. O outono termina no dia 20 de junho.

De acordo com a previsão, até meados de abril as chuvas devem persistir sobre a parte norte desta área, devido à permanência da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) em sua posição climatológica. Além disto, o aumento da temperatura das águas próximas à costa nordestina pode aumentar as chances de chuvas até o final do outono.

No leste do Nordeste, normalmente existe um aumento gradativo das chuvas entre as estações de outono e inverno, devido a evolução dos Distúrbios Ondulatórios de Leste (DOL).

A previsão também indica chuva próxima a média ou ligeiramente abaixo sobre a parte centro-oeste da Bahia, assim como temperaturas mais elevadas. Nas demais áreas, as temperaturas deverão ser dentro da faixa normal climatológica para os meses de abril a junho.

TEMPORAL PROVOCA ALAGAMENTOS E GERA PREJUÍZOS NO SUL E EXTREMO-SUL DA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Moradores de municípios do sul e extremo-sul da Bahia contabilizam os prejuízos com o temporal que cai neste quarta-feira (22).Em Coaraci, entre os pontos mais atingidos estão a rua J.J. Seabra e Avenida Itapitanga, que tiveram centenas de casas e estabelecimentos comerciais alagados no meio da tarde de hoje.

Em Itabuna, houve vários pontos de alagamento nas avenidas J.S. Pinheiro, Ilhéus,   Cinquentenário, Amélia Amado, Manoel Chaves, além de ruas em bairros como Fátima, Santo Antônio, Sarinha, Califórnia, São Caetano, Pontalzinho, Carlos Silva e Morumbi. Em Ipiaú, foram registrados alagamentos em localidades como Rua do Sapo, Manoel Souza Chaves, Praça do Cinquentenário e Avenida Getúlio.

Leia Mais

TEMPORAL E VENTANIA PROVOCAM ESTRAGOS EM ILHÉUS E EM ITABUNA NESTA SEXTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ruas alagadas só permitiam tráfego de veículos na Avenida Petrobras

O temporal e forte ventania que atingem cidades do sul e do sudoeste do Estado provocaram estragos nas duas maiores cidades do sul da Bahia. Além de toda a estrutura da cobertura da área de apoio de um posto de gasolina desabar em Itabuna, foram registrados alagamentos de rua na região central de Ilhéus e interdição dos dois sentidos da Rodovia Ilhéus-Itabuna, no quilômetro 22, próximo ao Atacadão. Até há pouco, às 12h49min, a rodovia continuava interditada.

Queda de árvore interdita a Rodovia Ilhéus-Itabuna

Pedestres não puderam circular em ruas do Centro e num dos principais acessos à Litorânea Norte, em Ilhéus, a Avenida Petrobras, que ficou totalmente alagada e veículos trafegavam com grande lentidão. Na região próximo ao Calçadão da Marquês de Paranaguá, no Centro Histórico, pedestres não circulavam por causa dos alagamentos.

Veja ainda

http://157.230.186.12/2020/01/03/ventania-interdita-br-415-e-derruba-teto-de-posto-de-combustivel-em-itabuna/

Back To Top