skip to Main Content
1 de março de 2021 | 07:39 pm

SERVIDORES DA SAÚDE ESTÃO "ZERADOS"

Tempo de leitura: < 1 minuto

dinheiroServidores da área da Saúde em Itabuna ainda não receberam o salário de dezembro. E, naturalmente, cobram o prefeito Claudevane Leite.
Ontem (9), os funcionários fizeram assembleia e, conforme a direção do sindicato da categoria, o Sindserv, existe a possibilidade de paralisação, caso o ca$calho não pingue na conta neste final de semana.
Que é que há, Vane?
Atualização às 16h20min – A Prefeitura de Itabuna, em nota, informou que o pagamento está sendo creditado na conta dos servidores nesta tarde. E, ainda, relaciona o atraso a “pendência” no repasse de verba por parte do Fundo Municipal de Saúde.

VANE REAJUSTA IPTU EM 5,6%

Tempo de leitura: < 1 minuto
Vane assina decreto de reajuste (Foto Gabriel Oliveira).

Vane reajusta IPTU (Foto Gabriel Oliveira).

O prefeito Claudevane Leite publicou decreto no qual reajusta o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em 5,6%. A correção vale para o imposto a ser pago em 2014. Para definir o reajuste, foi aplicado o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M).

O decreto 10.707 também define a data limite para o contribuinte quitar o imposto com desconto de 15% no próximo ano.

O desconto vale para o pagamento à vista feito até o próximo dia 31 de março. O município teve incremento de 30% na receita com arrecadação de IPTU em 2013, percentual dentro do esperado pelo governo.

IPTU PREMIADO

O aumento de receita é atribuído, em parte, à campanha que premiou os contribuintes que pagaram o imposto predial em dia. Os últimos prêmios já foram entregues. A campanha sorteou dois carros zero, cinco motos, notebooks e máquinas de lavar roupa. A configuração da campanha será mantida em 2014.

GAFE INSTITUCIONAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

A festa da TV Santa Cruz, ontem à noite, registrou uma gafe institucional envolvendo o prefeito e o vice-prefeito de Itabuna.

Claudevane Leite está em São Paulo e deveria ser representado pelo vice, Wenceslau Júnior, porém o chamando à mesa de abertura do evento foi o chefe de gabinete do prefeito, Silas Alves. Wenceslau ficou uma “arara”.

A gafe foi o tititi político do evento, mas a direção da emissora está isenta. A troca de Wenceslau por Silas foi imposição do setor de comunicação da Prefeitura de Itabuna.

AUGUSTO, O PREFEITURÁVEL

Tempo de leitura: 2 minutos

marco wense1Marco Wense

O resultado da eleição para o Palácio de Ondina pode mudar o cenário eleitoral de 2016. Se ganha Geddel Vieira Lima, o ex-prefeito Fernando Gomes vira um potencial candidato pelo PMDB.

A pré-candidatura do deputado estadual Augusto Castro à sucessão do prefeito Claudevane Leite vai depender do desempenho do tucano (PSDB) na eleição de 2014.

O primeiro passo é se reeleger. A reeleição é imprescindível para que o parlamentar consiga se viabilizar como postulante ao comando do cobiçado Centro Administrativo Firmino Alves.

Mas não é só o segundo mandato que é importante. Castro pode até ter o dobro de votos do pleito anterior (31.062) e ficar sem força para disputar o processo sucessório.

Uma boa votação em Itabuna é indispensável. Em 2010, Castro obteve quase oito mil votos. Uma projeção feita por ele mesmo sem levar muito em conta as pesquisas de intenção de voto.

E qual seria a votação para credenciar Augusto Castro como pré-candidato à sucessão municipal de 2016? A resposta é não menos de 15 mil votos.

E quem seriam os adversários do tucano? A priori, salvo algum acidente de percurso, seja ele da vida ou da lei, o ex-prefeito Geraldo Simões e o atual Claudevane Leite (PRB).

Geraldo como única opção viável do PT. Claudevane buscando sua candidatura natural a um segundo mandato se não ficar impossibilitado pelo fim do instituto da reeleição.

Bom mesmo para Castro é o ex-alcaide José Azevedo ficar inelegível. Confirmada a inelegibilidade, o tucano teria o apoio de dois ex-gestores: o próprio Azevedo e Ubaldo Dantas.

O resultado da eleição para o Palácio de Ondina pode mudar o cenário eleitoral de 2016. Se ganha Geddel Vieira Lima, o ex-prefeito Fernando Gomes vira um potencial candidato pelo PMDB.

Uma coisa é certa: Augusto Castro dorme, acorda e, de tanto sonhar com a prefeitura de Itabuna, termina se esquecendo de escovar os dentes.

O REI DO CARLISMO

,,,

Moncorvo, de blusa branca, em homenagem a Luís Eduardo Magalhães.

Onde anda Vivaldo Moncorvo? Como anda sua saúde? Vivaldo é natural de Senhor do Bonfim. Por iniciativa do então vereador Ely Barbosa, recebeu o título de cidadão itabunense (1995).

Moncorvo era o pefelista dos pefelistas. O mais fiel carlista da história política de Itabuna. Conheceu o então deputado federal Antonio Carlos Magalhães por intermédio de Ângelo Magalhães (irmão de ACM).

Do Poder Legislativo, Vivaldo Moncorvo recebeu o título de cidadão itabunense. Da modesta Coluna Wense, o “Rei do Carlismo”.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

VANE SEGURA O PEPINO…

Tempo de leitura: < 1 minuto

Vane do Renascer pepino na Roça do Povo
Ontem à tarde, o prefeito Claudevane Leite e um séquito foram à vila agrícola Roça do Povo para a entrega de uma ambulância. No contato com os agricultores familiares não resistiu a um pepino gigante produzido na comunidade. Posou para foto do vice Wenceslau Júnior. E, de presente, levou o pepino para casa, mas prometeu compartilhá-lo com o vice…

COMUNISTAS ERRAM NA DOSE E OUVEM ELOGIOS A GERALDO

Tempo de leitura: 2 minutos
Geraldo (de pé) era o alvo das vais de sindicalistas e comissionados ligados ao PCdoB (Foto Pimenta).

Geraldo era o alvo das vais de sindicalistas e comissionados ligados ao PCdoB (Foto Pimenta).

Comunistas ligados a sindicatos e ocupantes de cargos comissionados na Prefeitura de Itabuna erraram na dose, hoje, contra o deputado Geraldo Simões. Foi durante a solenidade que oficializou o retorno da Gestão Plena da Saúde, no Sest-Senat.

O grupo formado por aproximadamente 10 pessoas vaiou o deputado quando este foi convidado para compor a mesa do evento e no momento em que discursava. Em vez do revide, o petista preferiu a diplomacia, elogiando o prefeito itabunense:

– Itabuna fica devendo o retorno da Plena ao prefeito Claudevane Leite. Quero agradecer a [Jorge Solla] e parabenizar o prefeito Vane – disse Geraldo, que ganhou aplausos do auditório.

O grupo de comunistas não desistiu da estratégia nem mesmo com o secretário estadual de Saúde, Jorge Solla. Primeiro, o secretário afirmou que ali não era espaço para vaias. E, ressalvando que homem público é suscetível a vaia e ele corria esse risco, fez elogios a Geraldo:

– A melhor gestão da Saúde de Itabuna foi a de Geraldo. Pode ser que me vaiem, mas, no passado, não há registro de outra [gestão] – afirmou, enfatizando que torcia para que o município tenha, na saúde, gestores ainda melhores.

Para completar, mencionou o diretor do Hospital de Base de Itabuna, Paulo Bicalho. E completou lembrando que o colega “fez parte da grande equipe de Geraldo Simões na saúde”. Mais aplausos. E a sensação de que os comunistas erraram na dose no evento que contava com o comunista e pré-candidato Davidson Magalhães.

O evento também foi de desagravo ao ex-secretário da Saúde de Itabuna, Renan Araújo. O comunista de quatro costados foi um dos nomes mais aplaudidos durante a solenidade. Solla também fez o desagravo, lembrando do esforço de Renan para que Itabuna retomasse a, como disse ele, “Dona Plena”.

MORRE A MÃE DO PREFEITO DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Maria Dalva Moreira, mãe do prefeito de Itabuna, Claudevane Moreira Leite - Álbum de FamíliaA mãe do prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer), Maria Dalva Moreira Leite, de 75 anos, faleceu às 6 horas desta terça-feira (29). Dona Dalva foi vitimada por um câncer.  A assessoria de comunicação da Prefeitura de Itabuna divulgou nota confirmando o falecimento da aposentada.

O corpo está sendo velado no SAF, na Rua Juca Leão, em frente ao Grapiúna Tênis Clube. O enterro está marcado para as 16 horas, no Cemitério Campo Santo, em Itabuna.

A batalha de Dona Dalva contra o câncer durou dois anos. A saúde da mãe do prefeito Vane ficou ainda mais debilitada a partir de agosto do ano passado, quando esteve internada em um hospital do Distrito Federal.

Por várias vezes, o então candidato a prefeito deixou as atividades de campanha para acompanhar a mãe, que estava morando no DF. Dona Dalva teve quatro filhos do casamento com Manoel Fortunato Leite.

Atualizada às 12h07min

VANE ESCULHAMBOU A ESCULHAMBAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Calçada é tomada por distribuidora de bebidas bem no centro da cidade (Foto Cia da Notícia).

Calçada na Joaquim José Ribeiro é tomada por distribuidora de bebidas bem no centro de Itabuna (Foto Cia da Notícia).

Cia da Notícia

O prefeito de Itabuna, Vane Renascer, que prometeu na semana passada fechar a prefeitura e entregar as chaves a alguém, parece que resolveu esculhambar a cidade de vez. Se já não fazia nada para melhorar a vida dos itabunenses, agora abandonou Itabuna por definitivo.

Cada um faz o que quer e ocupa ruas, praças e passeios ao seu bel prazer, sem qualquer reação do poder público. Um dos exemplos pode ser verificado no centro da cidade, na rua Joaquim José Ribeiro (ex-Avenida Garcia), entre as ruas Quintino Bocaiúva e Almirante Barroso, em frente aos edifícios Cândido Portinari e Leonardo da Vinci.

Um dono de uma birosca resolveu fechar o passeio com um cercado de ferro cheio de pregos, no qual pendura bananas, vasilhames de água mineral, entre outras bugigangas. Os transeuntes têm que andar pelo meio da rua, pois o “dono” do passeio resolveu fazer um cercadinho para ele, tudo às vistas da Prefeitura.

Como não tem ninguém para mandar nos serviços públicos municipais, os pedestres têm que se arriscar entre os carros para seguir o caminho. A invasão do dono da birosca só não foi maior porque os vizinhos deram “um chega pra lá” no indivíduo, que pretendia também ocupar os passeios.

Leia a íntegra clicando aqui

VANE DESCARTA CONTRATAÇÃO DE JANICE, MAS FARÁ MUDANÇAS NA ÁREA DE LICITAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Vane descarta contratar Janice (Foto Pimenta).

Vane descarta Janice (Foto Pimenta).

O prefeito Claudevane Leite afirmou ao PIMENTA que o setor de licitação “deverá passar por adequações”, mas descartou intenção de contratar Janice Borges.

Dentro do governo, especulava-se a possibilidade de contratação da pregoeira do Governo Azevedo. Segundo Vane, as mudanças terão a finalidade de imprimir “celeridade e dinamismo”. Atualmente, a Comissão de Licitação é presidida por Celso Ataulfo.

Vane disse reconhecer “que não há mais tempo a perder e é mais que urgente atender às muitas e legítimas demandas da população”. O prefeito também desautorizou a sua equipe a falar em mudanças “em qualquer setor da administração”.

O prefeito negou haver um “conselhão” em seu governo.

VANE “PUNE” SERVIDORES CONCURSADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Montado no Capitão, o touro, Vane se exibe na Expoita 2013 (Foto Políticos do S da Bahia).

Montado no touro Capitão, Vane se exibe na Expoita 2013 (Foto Facebook).

Uma revolta silenciosa toma conta da Prefeitura de Itabuna. Após o discurso de austeridade e “congelamento” das contratações de cargos comissionados, o prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer), afrouxou. E acabou estourando nas costas dos servidores efetivos.

Os concursados que têm direito a função gratificada (FG) sofreram redução de salário nos dois últimos meses, a pretexto de aperto necessária para fazer frente à ligeira queda de arrecadação. Quem tinha 100% de FG sofreu corte para 75% e os que recebiam 75% de gratificação viram o percentual cair para 50%.

Na outra ponta, no entanto, o prefeito avançou na contratação de comissionados, aqueles sem concurso público. Os números finais estão sendo apurados. Os servidores preparam resposta à contradição vanista. Afora isso, há muito desvio de função com comissionado ocupando postos incompatíveis com a função que desempenha. A jogada é para deixar o contracheque do beneficiado mais “recheado”, conforme efetivos ouvidos pelo PIMENTA.

PCdoB REBATE CRÍTICAS DE EX-SECRETÁRIO CONTRA VANE

Tempo de leitura: 4 minutos
Renan fez críticas ao prefeito Vane.

Renan fez críticas ao prefeito Vane.

Uma nota assinada pela “comissão política” do diretório itabunense do PCdoB desautorizou as críticas de Renan Araújo, ex-secretário de Saúde, ao prefeito Claudevane Leite. Renan é quadro histórico do partido e as críticas em entrevista na qual falou dos problemas na saúde e da demora para o retorno da Gestão Plena geraram desconforto na relação Vane-PCdoB.

Para Renan, o prefeito é o culpado pela falta de dinheiro na saúde. O ex-secretário disse que trabalhou para que o município retomasse a gestão dos recursos da média e alta complexidade em agosto deste ano. A estimativa é de que estes recursos representem cerca de R$ 120 milhões anuais de receita para a saúde. O ex-secretário foi exonerado por Vane no dia 26 de julho (relembre aqui).

Na nota, a comissão “esclarece que as opiniões manifestadas por ele não representam o pensamento do partido, nos pontos que se referem à administração do prefeito Claudevane Leite”. Para a direção local do partido, o prefeito tem atuado com “sabedoria” para que o município retome a Plena (Comando Único do SUS) e primado “pelo respeito ao Conselho Municipal de Saúde”.

Ainda em nota, a comissão faz afago em Renan, lembrando do seu papel para reorganizar a Secretaria da Saúde, mas ressalta “a posição é de alinhamento e de respeito a seus pares, cabendo-nos, neste momento, manifestar nosso total apoio à condução que o gestor maior do município vem dando ao processo de reconquista da Plena”. A entrevista com Renan foi publicada no Políticos do Sul da Bahia e repercutida pelo PIMENTA. Confira a íntegra da nota no “leia mais”

Leia Mais

PREFEITO COMPRA PATRULHAS MECÂNICAS, MAS GASTA R$ 1,4 MILHÃO EM LOCAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Máquinas adquiridas pelo município foram apresentadas há duas semanas (Foto Pedro Augusto).

Máquinas adquiridas pelo município foram apresentadas há duas semanas (Foto Pedro Augusto).

Apesar de ter investido R$ 2,667 milhões na aquisição de duas patrulhas mecânicas completas, a Prefeitura de Itabuna vai gastar R$ 1,4 milhão na locação do mesmo tipo de maquinário.

O valor está expresso em contrato assinado pelo município com a MAM Construção e Locação, vencedora de pregão presencial do qual também participou a Cacau Carrocerias, que acabou desclassificada.

MAM é o nome fantasia da Terramam Terraplenagem, de acordo com certidão da Receita Federal. A licitação acabou homologada pelo prefeito Claudevane Leite em 22 de julho.

Um dia depois o valor integral de R$ 1,4 milhão estava empenhado em favor da empresa, conforme levantamento feito pelo PIMENTA. O número do empenho é o 44/2013.

Dias antes, exatamente em 16 de julho, o governo assinava contrato para a compra das máquinas pesadas semelhantes às locadas pelo valor milionário.

MAM CONTRATADA SEM LICITAÇÃO

A MAM ganhou R$ 400 mil na locação do mesmo tipo de maquinário no início do ano. Ganhou é o termo, pois houve dispensa de licitação no negócio (confira aqui).

No período, o prefeito Vane do Renascer (PRB) havia decretado situação de emergência no município por 90 dias, o que possibilitou realizar muitas contratações sem licitação.

RENAN ARAÚJO CAIU POR BARRAR ACORDO DE R$ 4 MILHÕES, DIZ BLOG

Tempo de leitura: 2 minutos
Renan caiu por se opor a negociação suspeita.

Renan teria caído por se opor a negociação suspeita.

A revelação é feita pelo Cia da Notícia: não foram os problemas na atenção básica que resultaram na queda do médico Renan Araújo do comando da Secretaria de Saúde de Itabuna.

Segundo a publicação, o desgaste de Renan no Governo Vane começou quando ele se opôs a pagar uma suposta dívida de R$ 4 milhões da Prefeitura de Itabuna com a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna.

Renan, informa o Cia da Notícia, “descartou a possibilidade de realizar o acordo” por entender que o seu pagamento era temerário. “Uma semana após a conversa, o secretário foi exonerado pelo prefeito durante uma entrevista à imprensa”, anota a publicação.

Dentro do governo, vem sendo dito que tanto o prefeito Claudevane Leite como o vice-prefeito Wenceslau Júnior são favoráveis ao pagamento, daí a exoneração de Renan.

Uma ação judicial perdura desde a gestão do ex-prefeito Fernando Gomes, em 2008. O prefeito foi orientado a não pagar a dívida. A razão principal: a ação movida pela Santa Casa era frágil, pois não apresentava documentos de prova como a prestação dos serviços, a origem dos procedimentos e quais os pacientes beneficiados.

O sucessor, Capitão Azevedo, também foi pelo mesmo caminho. Será que o prefeito Claudevane Leite vai pagar? E o novo secretário, Plínio Adry, terá também essa intenção? E o vice-prefeito Wenceslau Júnior, seria mesmo favorável a pagar uma dívida da qual, conforme a denúncia, não se tem comprovação?

Em tempo: o novo titular da Saúde, Plínio Adry, toma posse amanhã, às 17h, em solenidade na sede da secretaria, na Rua Barão do Rio Branco, no Alto Mirante.

A propósito, o ex-secretário deverá prestar consultoria para a Prefeitura de Itabuna. O entendimento é que Renan seria muito útil ao município nas áreas de maior complexidade e na captação de recursos com atração de procedimentos de maior remuneração na saúde.

GOVERNO FECHA ACORDO NO MP E NOVA LEI DO CONSELHO DE SAÚDE DEVE SER REVOGADA

Tempo de leitura: 2 minutos
Após acordo, Vane revogará lei (Foto Pimenta).

Após acordo, Vane revoga decreto (Foto Pimenta).

Aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pelo prefeito Claudevane Leite, a polêmica lei de adequação do Conselho Municipal de Saúde de Itabuna (CMSI) deverá ser revogada.

O acordo foi fechado por membros da comissão executiva do conselho, da Procuradoria-Geral do Município e do Ministério Público da Bahia, ontem, em reunião coordenada pelo promotor público Clodoaldo da Anunciação. O promotor deverá mediar reuniões do conselho com o legislativo neste sentido.

O acordo se tornou possível a partir do entendimento de que a lei sancionada pelo prefeito no dia 21 de junho contém vícios e usurparia o papel de controle social do CMSI.

Os erros ocorreram já na tramitação do projeto na Câmara de Vereadores, quando os conselheiros de saúde não puderam opinar – o que era uma imposição da lei anterior, de 1997.

Seguindo uma recomendação do Ministério Público, uma nova lei será elaborada, desta vez seguindo dispositivos e resoluções nacionais, ou serão adicionadas emendas à já existente. O acordo foi fechado em ambiente amigável.

Enquanto a nova lei não for elaborada, o prefeito Claudevane Leite deverá manter os conselheiros que representam entidades que possuem assento no colegiado. Para isso, ficou acordado que o prefeito revogará decreto que suspendia a posse dos membros permanentes.

Uma eleição do conselho, baseada na nova lei, havia sido marcada para o último dia 20. Acabou sendo cancelada devido a recomendações do MP (relembre aqui) e uma ação judicial movida no dia 19. Atualizado às 16h58min.

Back To Top