skip to Main Content
5 de junho de 2020 | 02:52 pm

PEIXE E BOICOTE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Clóvis diz que foi boicotado.

Clóvis diz que foi boicotado.

As primeiras fraturas na relação Claudevane Leite e o seu vice, Wenceslau Júnior, começam a aparecer. E logo na Semana Santa. Tudo por causa de uns quilinhos de corvina.
O prefeito havia decidido que a distribuição das senhas para que famílias pobres recebem o peixe da Semana Santa seria coordenada pelos presidentes das associações de moradores.
Ex-candidato a vereador e ligado ao vice-prefeito Wenceslau Júnior, Clóvis Santos diz que foi alijado da distribuição tanto da distribuição da senha como do pescado.
Segundo ele, as senhas foram entregues, ontem à noite, por pessoas diretamente ligada ao prefeito Vane. “Os assessores [de prenome] Roberto e Júnior vieram aqui e distribuíram [as senhas] e ficaram me criticando, falando da sujeira nas ruas do bairro”, disse Clóvis. “Quem cuida de limpeza pública é a prefeitura. Minha parte eu fiz, pedindo obras e serviços para o bairro”, defende-se.
Clóvis, se por mágoa ou não, diz que muita gente ficou insatisfeita, pois faltou peixe. “Eles não conhecem quem são as pessoas que precisam”, completa.

Back To Top