skip to Main Content
29 de setembro de 2020 | 04:57 pm

SAQUE NO COMÉRCIO COM PIX SERÁ LIBERADO NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2021

Edifício-sede do Banco Central no Setor Bancário Norte, em lote doado pela Prefeitura de Brasília, em outubro de 1967
Tempo de leitura: < 1 minuto

A partir do segundo trimestre de 2021, será possível fazer saques em estabelecimentos comerciais, utilizando o Pix, sistema de pagamento instantâneo que será lançado em novembro deste ano.

“A possibilidade de sacar em estabelecimentos comerciais vai dar mais opções de saque para toda a população, independentemente da instituição na qual os cidadãos possuam conta, além de trazer mais conveniência e capilaridade ao serviço”, disse o Banco Central (BC) no Twitter.

O novo sistema de pagamentos instantâneos entrará em vigor em 16 de novembro. A ferramenta funcionará 24 horas por dia e os pagamentos serão processados em segundos. A ideia é substituir as transações com dinheiro em espécie ou por meio de transferências bancárias (TED – Transferência Eletrônica Disponível – e DOC – Documento de Ordem de Crédito) e débitos por transações entre pessoas.

O cadastro das Chaves Pix – combinação com telefone celular, CPF, CNPJ e e-mail necessária para operar a carteira digital – está previsto para começar no 5 de outubro. Mas alguns bancos e instituições de pagamentos se anteciparam e já estão fazendo o cadastro das chaves.

As transações poderão ser feitas por meio de QR Code (versão avançada do código de barras lida pela câmera do celular) ou com base na chave cadastrada. O consumidor não precisará ter conta em banco, como ocorre com os cartões. Bastará abastecer a carteira digital do Pix para enviar e receber dinheiro.

Segundo o BC, o Pix será gratuito para pessoas físicas. O custo de R$ 0,01 para cada dez transações será assumido pelas pessoas jurídicas que aderirem ao sistema.

ITABUNA: SHOPPING E COMÉRCIO DE RUA VOLTAM A FUNCIONAR EM HORÁRIO NORMAL

Comércio de Itabuna voltará a abrir aos sábados, conforme decreto
Tempo de leitura: < 1 minuto

Decreto assinado pelo prefeito Fernando Gomes autorizou, nesta quinta (3), o avanço para a quarta fase de reabertura progressiva da economia e de igrejas. Segundo o Decreto 13.819, o funcionamento do Jequitibá Plaza Shopping no seu horário normal, das 10h às 22h. Já o comércio de rua, que já estava autorizado a abrir de segunda a sexta, das 9h às 18h, poderá também funcionar aos sábados, das 8h às 13h.

O decreto também permitirá às igrejas funcionar até as 22 horas, seguindo medidas e protocolos de segurança sanitária estabelecidos no Decreto de nº 13.738, de 8 de julho de 2020. Sobre o Toque de Recolher, passa a vigorar entre às 22h30min e 5h.

Segundo a Prefeitura, “todas as medidas estão sendo adotadas por conta dos resultados positivos em relação ao cumprimento das medidas de segurança por parte dos comerciantes, bem como por conta da queda no número de casos de pacientes com a COVID-19 no município”.

“Em tempo, é importante lembrar que a população não deve se descuidar e continuar adotando as medidas de prevenção e segurança, tais como: uso de máscara facial, evitando aglomerações e higienização das mãos”. Denúncias podem ser feitas pelo (73) 9 8118-1854 ou o disque denúncia/aglomeração 153.

SEBRAE CRIA PROTOCOLO DE FUNCIONAMENTO DE LOJAS NA PANDEMIA; CONFIRA PASSO A PASSO

Comércio deve adotar medidas para garantir segurança na reabertura || Foto Darío Neto/ASN-BA
Tempo de leitura: 3 minutos

O Sebrae anunciou a criação de série de protocolos de biossegurança para diversos segmentos da atividade econômica, principalmente lojas de rua e de shoppings. Um dos setores com maior representatividade no país, o varejo tradicional reúne mais de 2,5 milhões de pequenos negócios e respondia, antes da crise, por mais de 4 milhões de pessoas empregadas.

O protocolo elaborado pelo Sebrae para esse segmento é baseado nas orientações de instituições oficiais nacionais e internacionais, tais como a Organização Mundial da Saúde (OMS), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Organização Pan Americana de Saúde (OPAS), Ministério da Economia, Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

A primeira orientação para todos os lojistas é observar os decretos estaduais e municipais, que irão estabelecer as normas gerais e específicas de funcionamento para cada tipo de estabelecimento comercial. Dadas as dimensões territoriais brasileiras e a disparidade existente no sistema de saúde, muitas vezes entre municípios do próprio estado, é fundamental o respeito às orientações das autoridades locais de saúde.

“O que o empresário precisa considerar, nesse momento de retomada, é atender a todos os requisitos dos protocolos estabelecidos pelos órgãos competentes que atuam sobre o território e o segmento que a empresa participa. Essa responsabilidade de fazer a entrega na sua totalidade é que vai dar a condição legal para que possa funcionar com toda a segurança e responsabilidade”, afirma o gerente do Sebrae em Salvador, Rogério Teixeira.

O gerente complementa ainda que os empreendedores não devem deixar de fazer promoções e criar ofertas para atrair a atenção do consumidos, mas que é preciso cuidado no atendimento. “Não deve deixar de cumprir o protocolo, mas também não deve abrir mão da segurança sanitária dos clientes e colaboradores. É possível agendar o atendimento presencial ou fazer isso de maneira remota”, completa.

PRINCIPAIS CUIDADOS

Com a reabertura de lojas em geral, o primeiro cenário a ser observado é o ambiente de trabalho dos colaboradores. Uso de máscaras e disponibilização de álcool em gel faz parte da rotina neste momento, e é compulsório a todas as lojas. Para além disso, algumas modificações são sugeridas a fim de restringir ao máximo a possibilidade de contágio. É importante criar na empresa uma área de chegada para os profissionais com álcool em gel para higienização das mãos e medidas para higienização das solas do sapato, como um borrifador com álcool 70% ou tapete com desinfetante.

Oriente as pessoas a levarem a menor quantidade possível de objetos pessoais nas bolsas, que devem ser higienizadas e guardadas em local específico. Mesas, superfícies e objetos de trabalho também devem ser higienizados com desinfetante de hora em hora. Quanto mais arejado o local de trabalho, melhor.

Leia Mais

PORTO SEGURO LIBERA BANHO DE PRAIA E FUNCIONAMENTO DE BARRACAS E RESTAURANTES

Praias de Porto Seguro são liberadas
Tempo de leitura: 2 minutos

A Prefeitura de Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia, liberou para banho as praias e prática esportiva individual. As barracas de praia, assim como os restaurantes que já possuem o selo do Programa Porto Mais Seguro, também poderão voltar a receber seus clientes, com 50% da sua capacidade e conforme autorização da Vigilância Sanitária.

O novo decreto autoriza também o funcionamento de bares, lanchonetes, pizzarias, sorveterias, com no máximo de 50% da sua capacidade e com o devido respeito às regras de higiene e distanciamento estabelecidas pela Vigilância Sanitária.

Os serviços de buffet também poderão ser retomados, sob a orientação da Vigilância Sanitária e autorização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Planejamento, sendo que a solicitação não poderá ser inferior a 10 dias da abertura e com controle do número de pessoas que não poderá exceder a 50 clientes.

Porto Seguro tem 1.896 casos de novo coronavírus confirmados e 1.655 curados.  Há 198 pessoas com os sintomas da doença se recuperando da doença, 12 internados e  31 óbitos. Além disso, 43 pessoas aguardam o resultado do exame.

Leia Mais

ILHÉUS AVANÇARÁ PARA QUARTA FASE DE REABERTURA DO COMÉRCIO

Comércio de Ilhéus deve reabrir todos os segmentos || Foto Maurício Maron/JBO
Tempo de leitura: < 1 minuto

A decisão já está tomada. Falta publicar, no Diário Oficial, através de um novo decreto. A quarta fase de reabertura gradual do comércio de Ilhéus será anunciada nas próximas horas.

A decisão foi tomada após uma reunião realizada no fim da tarde desta terça-feira (4), onde foram apresentados protocolos de segurança de alguns segmentos.

Com a medida, entre os estabelecimentos autorizados a reabrir estarão salões de beleza, academias e cabanas de praia.

Somente ontem (4), o município registrou setenta e nove novos casos da Covid-19. Desde o início da pandemia, Ilhéus já registrou 154 óbitos. Confira tudo no Jornal Bahia Online.

SHOPPING JEQUITIBÁ ADIA REABERTURA PARA A PRÓXIMA SEGUNDA (3)

Shopping Jequitibá reabre na próxima segunda-feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Decreto 13.762, publicado pela Prefeitura de Itabuna ontem (30), amplia a reabertura gradual das atividades comerciais já a partir desta sexta-feira (dia 31), mas por motivos operacionais o Shopping Jequitibá reabrirá na próxima segunda-feira, 3 de agosto.

“Reforçamos mais uma vez que estamos preparados para esse “novo normal”, e que nesses tortuosos quatro meses e meio fechados, investimos o nosso tempo para melhorar a nossa gestão em Shopping Center e revisitamos também nossos valores, que constitui a nossa marca nesses 20 anos de atuação na região sul da Bahia”, diz um trecho do documento distribuído aos lojistas.

Com a autorização da reabertura, o Shopping Jequitibá funcionará de segunda a sexta-feira, das 11h às 19h, o hipermercado, a drogaria Velanes e Lotérica, que são considerados serviços essenciais, das 8h às 20h e a Academia das 5h às 19h. O cinema e a Zig Zag por enquanto, permanecem fechados.

ITABUNA: FERNANDO AUTORIZA ABERTURA DE SHOPPING, ACADEMIAS E SALÕES

Justiça extingue mandato de Fernando e manda dar posse ao vice-prefeito
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Fernando Gomes autorizou, nesta quinta (30), a abertura do Shopping Jequitibá, de academias de ginástica e de salões de beleza e barbearias já nesta sexta (31). A autorização está no Decreto 13.762, publicado há pouco e significa avanço para a fase 3 do plano de flexibilização das atividades econômicas durante a pandemia.

Mudanças no horário do funcionamento também ocorreram. A partir de amanhã, o comércio poderá abrir das 09 às 18h, enquanto o Shopping funcionará das 12 às 20h. As academias de musculação, dança e ginástica poderão funcionar das 5 às 19h, obedecendo o protocolo de medidas sanitárias e condições específicas estabelecidas para cada setor. O comércio poderá abrir somente de segunda a sexta-feira. No período, fica proibida a realização de liquidações e promoções que estimulem aglomerações. Já sobre o Toque de Recolher, passar a vigorar das 20h às 5h.

“O fechamento do comércio tem impactado diretamente na quantidade de postos de trabalho, causando prejuízos na ordem de R$ 500 milhões e o encerramento definitivo de 39 empresas”, destacou o prefeito Fernando Gomes. Ele lembra que qualquer medida de ampliação ou restrição referente ao funcionamento do comércio poderá ocorrer, caso ocorra crescimento da taxa de pessoas infectadas pela Covid-19.

ITABUNA: TJ-BA AUTORIZA E COMÉRCIO REABRE NESTA QUINTA (30)

Comércio de Itabuna voltará a abrir aos sábados, conforme decreto
Tempo de leitura: < 1 minuto

O desembargador Raimundo Sérgio Sales Cafezeiro, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), concedeu efeito suspensivo contra decisão de primeira instância e autorizou, na noite de ontem (29), a reabertura das atividades consideradas não essenciais do comércio de Itabuna.

Com isso, o município poderá voltar à fase dois do plano de flexibilização do comércio, que havia sido reaberta no dia 9 e foi suspensa na última terça (28), por decisão do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna, Ulisses Maynard Salgado, após pedido do Ministério Público Estadual (MP-BA).

A Prefeitura de Itabuna entrou com recurso contra a decisão do magistrado da Comarca de Itabuna. Ainda ontem (29), entraram em operação mais oito leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base de Itabuna, conforme anúncio feito pelo Município.

Na concessão do efeito suspensivo, o desembargador Raimundo Sérgio Sales Cafezeiro anotou: “Ao que transparece, o Município não está sendo precipitado, nem leviano nas medidas que estão sendo tomadas, havendo uma conjugação entre a necessidade de imprimir um fôlego à economia, sem que se negligencie a saúde da sua população”.

ITABUNA, 110 ANOS: ENCARAR DESAFIOS, SUPERAR CRISES E SE REINVENTAR ESTÁ NO DNA GRAPIÚNA

Itabuna completa 110 anos de emancipação com o DNA da superação || Foto José Nazal
Tempo de leitura: 5 minutos

Daniel Thame

Itabuna chega aos 110 anos de emancipação no momento em que o mundo vive uma das piores crises sanitárias de sua história, com impactos devastadores na economia. Por causa da pandemia da Covid-19, a cidade paralisou as atividades comerciais e empresariais não essenciais por mais de cem dias e só agora inicia um processo gradual de reabertura, seguindo rígidos protocolos de segurança determinados pela Organização Mundial de Saúde.

A crise afeta diversos segmentos de Itabuna, mas a capacidade de se reinventar, superar crises e dar a volta por cima, está no DNA do itabunense, desde os pioneiros que iniciaram a transformação da então Vila de Tabocas na Itabuna com ares de metrópole, até os tempos atuais, em que o espírito empreendedor prevalece em meio a dificuldades que estão aí para serem superadas.

Fernando diz acreditar na capacidade de superação do itabunense

Itabuna atravessou as crises cíclicas do cacau, encarou a pior das crises até então, com o apocalipse gerado pela vassoura-de-bruxa e as crises econômicas nacionais. Mas sempre se superou, como vai superar os impactos ainda não mensuráveis da Covid-19 no sul da Bahia.

É assim, por exemplo, que pensa o prefeito Fernando Gomes, em seu quinto mandato à frente do município. Mesmo com foco na saúde, para preservar vidas. “Ao assumir a Prefeitura de Itabuna decidi olhar para frente e não reclamar do passado. E assim fiz e tenho feito. Confio na força de trabalho dos itabunenses, acredito na capacidade de superação e tenho confiança no futuro, porque Itabuna é uma cidade que sempre superou obstáculos para se consolidar como um dos polos da Bahia e do Nordeste” afirma.

ESPÍRITO EMPREENDEDOR

Duas gerações de empreendedores, Helenilson e o filho Manoel Chaves Neto

Implantar em Itabuna o primeiro shopping do Sul da Bahia no ano 2000, em meio a uma crise devastadora provocada pela vassoura-de-bruxa, parecia algo impensável. Não para Helenilson Chaves, visionário e empreendedor nato, um apaixonado pela cidade, que fez nascer um shopping que se transformaria num marco da consolidação da Itabuna como o maior polo comercial, prestador de serviços, lazer/entretenimento, saúde e ensino superior da região.

Jequitibá é um dos símbolos do comércio sul-baiano

Aos 20 anos, o Shopping Jequitibá, hoje dirigido por Manoel Chaves Neto, passa por um processo permanente de ampliação, modernização e ampliação do mix de produtos/serviços. Mesmo com o shopping fechado por 120 dias por causa da pandemia, Neto mantém o otimismo. “Quando ocorreu o fechamento das operações do Jequitibá por força da pandemia, decidimos encarar a avassaladora consequência da Covid-19, com foco na adequação do shopping ao novo normal, buscando alternativas e soluções para o empreendimento como um todo”.

“Reabriremos o Jequitibá com seis novos projetos sendo implementados. Essas ações são um exemplo da educação e ensinamentos de meu pai e a nossa eterna crença na capacidade de Itabuna superar crises. Continuamos e estamos convictos do potencial mercadológico de Itabuna, do sul da Bahia e por contar disto, em breve vamos anunciar relevantes novidades” ressalta Manoel Chaves Neto.

Leahy: comércio unido na travessia

A FORÇA DO COMÉRCIO

Além do comércio, Itabuna também se consolidou como polo regional de serviços na área da saúde, com centenas de leitos hospitalares, de clínicas e consultórios médicos das mais diversas especialidades, e no setor educacional, com universidades públicas e centros universitários privados. Seu raio de influência atinge 120 municípios e uma população superior a um milhão de habitantes.

Carlos Leahy, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna fala do otimismo e esperança nos 110 anos do município. “Itabuna sempre foi um celeiro de grandes empresários, com um comércio de abrangência regional. Vamos atravessar juntos essa situação inesperada e unidos vamos dar a volta por cima, saindo mais fortalecidos, porque essa essas são marcas do itabunense, empreender, não desistir nunca e olhar para o futuro com otimismo”.

Margotto fala de aspirações e força do itabunense

Para Edimar Margotto Junior, advogado, empresário e agropecuarista, “a terra de Jorge Amado, de Firmino Rocha, de Candinha Doria, de Cyro de Mattos, de Zélia Lessa e de Valdirene Borges” tem tudo para surfar a onda do desenvolvimento sustentável. “Superamos a vassoura-de-bruxa e somos referência pujante em comércio e em tecnologia, a 8ª economia da Bahia, com mais de 5.000 empresas e um PIB anual superior a R$ 3 bilhões”, afirma.

Segundo Margotto, com um orçamento anual que supera os R$ 600 milhões, Itabuna pode viver dias melhores, com direito a educação de qualidade e em tempo integral, com saneamento básico e despoluição do Rio Cachoeira, com ambiente propício ao empreendedorismo, um plano de mobilidade urbana”. “Podemos vivenciar um novo momento, com uma cidade mais humana e mais justa, sobretudo para as pessoas mais necessitadas”, finaliza.

Rafael Andrade: superação e mutirão que é exemplo para o mundo

EXEMPLO DE SOLIDARIEDADE

Idealizador e coordenador do Mutirão do Diabetes de Itabuna, maior evento de prevenção e tratamento da doença no mundo, o médico oftalmologista Rafael Andrade, do Hospital Beira Rio, afirma que uma importante característica da cidade é se superar perante grandes adversidades, com o que ela tem de melhor, a sua gente. “Quantas crises passamos e quantos vezes nos levantamos, ainda mais fortes?”. “Enchentes, secas, crises da vassoura-de-bruxa, muitas crises econômicas, mesmo assim seguimos em frente com este povo de fé que não se entrega” diz.

“Minha história é a prova deste solo fértil grapiúna. Aqui nasceu, cresceu e se expandiu para todo o Brasil, o Mutirão do Diabetes, que se mistura com a história da minha vida, que começou em 2004 atendendo pouco menos de 200 pessoas, e durante 15 anos vem atendendo dezenas de milhares de pessoas.”

Julius Kaeser, ex-diretor da Nestlé em Itabuna, fala da avidez do grapiúna em aprender

HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO

Julius Kaeser, que foi diretor da Nestlé em Itabuna no período de 1985 a 1998, hoje radicado em Portugal, testemunhou a bonança provocada pela alta do cacau e também da crise gerada pela vassoura-de-bruxa. “Algo que sempre me chamou positivamente a atenção com relação a comunidade grapiúna foi a forma fraternal no tratamento com as pessoas, o espírito empreendedor. A formação profissional dos colaboradores que trabalhavam na empresa também foi surpreendente. A avidez de querer aprender cada vez mais e se superar era até comovente”, diz.

“Foi um enorme prazer poder ter tido a oportunidade de liderar um grupo de pessoas tão motivadas. Foi uma lição de vida para mim e tenho a certeza de que mais uma vez a cidade vai ser recuperar e sair ainda mais fortalecida”, ressalta.

ITABUNA: PREFEITURA RECORRERÁ DE DECISÃO QUE MANDA FECHAR COMÉRCIO NÃO ESSENCIAL

Comércio de Itabuna voltará a abrir aos sábados, conforme decreto
Tempo de leitura: < 1 minuto

Por meio de nota, a Prefeitura de Itabuna informou, há pouco, que irá recorrer da decisão do juiz da 1ª Vara Fazenda Pública de Itabuna, Ulysses Maynard Salgado. O magistrado determinou o fechamento de atividades comerciais não essenciais no município, após pedido do Ministério Público Estadual (MP-BA).

Ainda na nota, a Prefeitura ressalta que todas as medidas de flexibilização foram definidas após análises da equipe técnica. “A Prefeitura esclarece ainda que a taxa de ocupação dos leitos inclui também pacientes de outros municípios. No Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, dos leitos de UTI que estão ocupados nesta segunda-feira (27), 38% são pacientes de outros municípios, 62% são pacientes de Itabuna. Já em relação aos leitos clínicos ocupados, 25% são pacientes de outros municípios, e 75% correspondem a pacientes de Itabuna. Vale salientar que há vagas disponíveis de leito clínico e de UTI”.

o município também aponta rotatividade dos leitos: “é grande, e que os dados mudam a todo momento”. A decisão liminar foi divulgada nesta segunda e determina o fechamento das atividades não essenciais.

Back To Top