skip to Main Content
25 de fevereiro de 2021 | 04:35 am

VITÓRIA DERROTA O OESTE E FICA A UM PONTO DO G-4

Vitória derruba o Oeste no Barradão || Foto Pietro Carpi/ECV
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Vitória venceu hoje (26) o Oeste, de virada, por 3 a 1, no Barradão, em Salvador. Com o triunfo, válido pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o rubro-negro chegou à sexta posição e fica a um ponto do G4.

O time paulista abriu o placar logo no início dos jogo, aos três minutos, com o atacante Bobô. O Vitória respondeu nos acréscimos do primeiro tempo, aos 50 minutos, com o atacante Léo Ceará. No segundo período, o Leão dominou a partida e conseguiu os dois gols da virada, com Léo Ceará novamente, aos 21, e o zagueiro João Victor, aos 34.

Agora, o Vitória entra em campo na terça-feira (29), às 19h15, contra o CSA. O confronto será mais uma vez em casa, no Barradão. Do Metro1.

PARA ROMÁRIO, PRISÃO DE MARIN É INÍCIO DE MUDANÇAS NO FUTEBOL

Tempo de leitura: 2 minutos
Romário diz que prisão de Marin é início de mudanças no futebol (Foto Marcelo Camargo/ABr).

Romário diz que prisão de Marin é início de mudanças no futebol (Foto Marcelo Camargo/ABr).

O senador Romário (PSB-RJ) comemorou hoje (27) a prisão do ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) José Maria Marin, na Suíça. Crítico das ações do dirigente na confederação, o parlamentar destacou que a ação da polícia, em Zurique (Suíça), pode significar o início de mudanças no futebol brasileiro.

“Corruptos e ladrões que fazem mal ao futebol foram presos, inclusive José Maria Marin. Ladrão tem que ir para cadeia. Parabéns ao FBI [Polícia Federal norte-americana]. Infelizmente não foi a gente [polícia brasileira] quem prendeu”, disse em audiência pública na Comissão de Educação do Senado que debate a situação do futebol feminino no país.

Romário disse ainda que a situação atual do futebol resulta da atuação de pessoas que não estão interessadas em ajudar, mas só em dinheiro, e chamou de “ladrão, safado e ordinário” o atual presidente da CBF, Marco Polo Del Nero. “Suas contas fora do país estão recheadas”, afirmou.

Além de Marin, seis altos dirigentes da Fifa foram detidos na manhã desta quarta-feira (27) pela polícia de Zurique a pedido das autoridades dos Estados Unidos. A lista de 14 investigados por um tribunal de Nova York, por corrupção, tem outros dois brasileiros, José Hawilla, dono da empresa de marketing esportivo Traffic, e José Margulies, dirigente da empresa Valente Corp. and Somerton. A Agência Brasil entrou em contato com a CBF e aguarda retorno.

Back To Top