skip to Main Content
11 de maio de 2021 | 02:17 am

COVID-19: PESSOAS COM DOENÇAS CRÔNICAS JÁ PODEM SER VACINADAS NA BAHIA

Aumenta o público prioritário para a vacina contra a Covid-19
Tempo de leitura: 2 minutos

Neste sábado (1º), a Comissão Intergestores Bipartite (CIB) autorizou a inclusão de pessoas com doenças crônicas e deficiência permanente nos grupos a serem vacinados contra a Covid-19. Em sintonia com o Programa Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde, a imunização será escalonada, por faixa etária.

De acordo com o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, a decisão será publicada no Diário Oficial da próxima terça-feira (4), mas já vale para todo o estado neste domingo (2). “Esses grupos representam mais de 1,7 milhão de baianos e, no Brasil, 28 milhões de pessoas. Diante desse quantitativo expressivo, se faz necessário escalonar, por faixa etária, a imunização desse público”, afirma o secretário.

Na primeira fase, a vacinação ocorrerá em pessoas com doenças crônicas de 59 a 55 anos e pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 59 a 55 anos. Também está autorizada a imunização das gestantes e puérperas que comprovem a existência de comorbidades, independentemente da idade, ressalvada a indicação clínica dos fabricantes dos imunobiológicos, que são para maiores de 18 anos.

CONDIÇÃO DE RISCO

É importante ressaltar que a gestante com comorbidade deverá comprovar a condição de risco, conforme recomendações do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, do Ministério da Saúde, a exemplo de exames, receitas, relatório médico, prescrição médica, dentre outros.

Adicionalmente, poderão ser usados os cadastros já existentes dentro das Unidades de Saúde. A vacinação poderá ocorrer independentemente da idade gestacional. No caso da puérpera, ao ser vacinada, na condição de lactante deverá ser orientada a não interromper o aleitamento materno.

Ainda ficou pactuado que a ampliação da faixa etária de outros públicos anteriormente aprovados, como trabalhadores da educação, forças de segurança, rodoviários, dentre outros, se dará na medida que forem vacinadas todas as pessoas com doenças crônicas e deficiência permanente com mais de 40 anos.

“ANDIARA RODRIGUES SIMBOLIZA A LUTA CONTRA A COVID-19”, AFIRMA ISAAC NERY

Empresária Andiara Rodrigues foi vítima da covid-19 || Reprodução
Tempo de leitura: 2 minutos

Isaac: homenagem à empresária Andiara Rodrigues

O médico Isaac Nery, do Hospital Costa do Cacau, disse que a empresária Andiara Rodrigues Oliveira é quem mais simboliza a luta contra o novo coronavírus no sul da Bahia. Andiara faleceu, na madrugada de sexta (30), depois de contrair o vírus e ser internada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Salvador, para onde foi transferida. Ela comandava empresas de móveis e decoração em Itabuna, o Supermercado dos Colchões e a Andiara Móveis.

Numa nota de solidariedade à família da empresária, Nery lembra que Andiara instalou garrafões de água por toda a cidade, utilizando recursos próprios, para que a população tivesse um lugar acessível para lavar as mãos e fazer a higiene sanitária. “Nenhum empresário fez tanto”, disse. “[Foi] Uma grande ação de solidariedade, de amor ao próximo”.

Isaac propôs à Câmara de Vereadores de Itabuna denominar Andiara Rodrigues a localidade de Vila Paloma onde a empresária morava. Vila Paloma está situada numa das margens da BR-101, vizinha ao bairro São Lourenço. “É uma homenagem mais que merecida a uma pessoa que fez tanto, uma guerreira, trabalhadora “, diz o médico.

NOTA

Apresento nossos sentimentos de solidariedade à família da empresária Andiara Rodrigues Oliveira, morta pela COVID 19, nesse momento de profunda tristeza para todos nós. Andiara é a pessoa que melhor simboliza a luta contra essa doença. Ela fez muito mais do que governos. Instalou por toda a cidade, com recursos próprios, garrafões para que as pessoas pudessem lavar as mãos e fazer a higiene tão necessária nestes tempos de pandemia. Nenhum empresário fez tanto quanto ela. Ação de solidariedade, de amor ao próximo. Por isso proponho que a localidade onde Andiara morava, a Vila Paloma, seja denominada Vila Andiara Rodrigues.

Um reconhecimento a uma guerreira. Uma homenagem muito merecida.

Isaac Nery

CORONEL BARRETO É EXTUBADO APÓS MELHORA NO TRATAMENTO DA COVID-19

Tenente-coronel Marcelo Barreto mas na UTI do Hospital Calixto Midlej
Tempo de leitura: < 1 minuto

Internado desde o início de abril no Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna, o tenente-coronel Marcelo Barreto, de 51 anos, reage bem ao tratamento contra a Covid-19.

Nesta quinta-feira (29), após melhora sustentada do seu quadro clínico, os médicos decidiram extubá-lo. O oficial da Polícia Militar ficou dez dias com o aparelho de respiração mecânica.

O estado saúde de Barreto ainda inspira cuidados. Além da doença causada pelo novo coronavírus, a intubação é um procedimento invasivo e exige ainda mais energia dos pacientes em recuperação.

STF MANDA GOVERNO FEDERAL GARANTIR INSUMOS DO KIT INTUBAÇÃO PARA A BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta quinta-feira (29), a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o governo federal apresente, no prazo de até 10 dias, plano detalhado das ações em prática e das que pretende adotar para garantir o suprimento dos insumos do kit intubação na Bahia. O kit é fundamental no tratamento de pacientes internados em leitos de terapia intensiva por causa da Covid-19.

Na decisão, a ministra estabeleceu ainda que o plano deverá contemplar, no mínimo, o nível atual dos estoques de medicamentos, bem como a forma e periodicidade de monitoramento dos estoques; a previsão de aquisição de novos medicamentos, esclarecendo os cronogramas de execução; os recursos financeiros para fazer frente às necessidades de aquisição e distribuição dos insumos, considerando o prognóstico da pandemia no território nacional; os critérios que adotará para distribuir os insumos aos estados e municípios e às unidades hospitalares; e a forma pela qual dará ampla publicidade ao planejamento e à execução das ações.

“O não endereçamento ágil e racional do problema pode multiplicar esse número de óbitos e potencializar a tragédia humanitária. Não há nada mais urgente do que o desejo de viver, mais uma vez sublinho!”, enfatizou a ministra Rosa Weber.

AÇÃO NO SUPREMO

O Governo da Bahia, por meio Procuradoria-Geral do Estado acionou o Supremo Tribunal Federal para que a União seja obrigada a adquirir e distribuir os medicamentos do kit intubação, a exemplo dos sedativos que impedem o corpo dos pacientes intubados de reagir involuntariamente contra o procedimento invasivo.

De acordo com a PGE, os medicamentos solicitados contaram com financiamento do Ministério da Saúde no ano de 2020, mas o mesmo foi suspenso em 2021 sem justa causa.

ITABUNA LIBERA BARES, RESTAURANTES E CINEMA ATÉ AS 22H, COM BEBIDA ALCOÓLICA E SOM AO VIVO

LIBEROU GERAL: Prefeitura cede a pressão de bares e restaurantes e libera funcionamento até as 22h
Tempo de leitura: 2 minutos

A Prefeitura de Itabuna cedeu à pressão de donos de bares e restaurantes e liberou a abertura destes estabelecimentos até as 22h, com venda de bebidas alcoólicas e som ambiente ao vivo. O município também liberou a reabertura das salas de cinema do Shopping Jequitibá. A decisão foi tomada em reunião nesta quinta (29) da qual nenhum representante da área de Saúde do município participou.

Negociaram com os donos de bares e restaurantes os secretários Ricardo Xavier (Indústria, Comércio, Emprego e Renda), Josué Brandão Junior (Governo) e Almir Melo Jr (Infraestrutura e Urbanismo), encarregados de receber a comissão de representantes do segmento econômico pelo prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD). Os empresários fizeram protesto saindo do Jardim do Ó até o Centro Administrativo Firmino Alves, sede da Prefeitura.

Donos de bares e restaurantes fizeram protesto em frente à Prefeitura

O secretário Ricardo Xavier disse que a Prefeitura vai fiscalizar para observar se as regras protocolares e o acordo estabelecido estão sendo cumpridos pelos bares e restaurantes. “A posição da Administração municipal tem sido de diálogo permanente com todos os setores econômicos que sofrem alguma consequência das medidas restritivas de circulação noturna e de venda de bebidas alcoólicas. “Na medida que houver diminuição da disseminação do vírus e vacinar a população, as coisas voltarão à normalidade”.

EMPREGOS

O titular da Secretaria da Indústria, Comércio, Emprego e Renda afirma que atualmente cerca de cinco mil pessoas dependem do funcionamento dos bares e restaurantes direta e indiretamente, envolvendo desde pessoal de cozinha e de salão, garçons e músicos. “Desejamos que a atividade empresarial e econômica se mantenha por sua importância”, ressaltou

Para Xavier, a cooperação e a conscientização também são fundamentais. “Portanto, é necessária a colaboração de todos na adoção de medidas de prevenção para o aquecimento econômico e manutenção dos empregos e sobrevivência. Por isso, fazemos um apelo para que também os consumidores cumpram as determinações sanitárias”, acrescentou.

Os empresários ouviram ainda um apelo para todos façam distanciamento social, mantenha medidas de higiene na lavagem das mãos, usem álcool gel 70% e máscaras. “Essas orientações são das autoridades sanitárias para que a propagação do novo coronavírus seja contida”, afirmou o secretário de Governo, Josué Brandão Junior.

A COVID-19 EM ITABUNA

Conforme a Vigilância Epidemiológica, Itabuna registra 383 casos ativos de covid-19 até a noite de ontem (28) de um total de 28.600 casos confirmados, dos quais 27.705 já curados e 512 óbitos. Dos 39 leitos de terapia intensiva (UTI) cadastrados no município, 10 estavam disponíveis para novas internações. Dos 41 leitos clínicos, voltado as casos leves e moderados, 25 estavam vagos.

BRASIL DEVERÁ RECEBER LOTE COM 1 MILHÃO DE DOSES DE VACINA DA PFIZER HOJE

Primeiro lote de vacinadas da Pfizer deverá ter 1 milhão de doses || Foto Dado Ruvic/Reuters/Agência Brasil
Tempo de leitura: < 1 minuto

O primeiro lote de 1 milhão de doses de vacinas da Pfizer chega hoje (29) ao Brasil. O voo está previsto para aterrissar no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), às 19h.

As doses serão distribuídas aos 26 estados e ao Distrito Federal. Segundo o Ministério da Saúde, a orientação é que sejam priorizadas as capitais devido às condições de armazenamento da vacina, que exige temperaturas muito baixas.

Conforme o Ministério da Saúde, os entes federados receberão de forma proporcional e igualitária. Os frascos serão entregues em temperaturas entre -25ºC e -15ºC, cuja conservação pode ser feita apenas durante 14 dias. Após entrar na rede de frio, com temperaturas de armazenamento entre 2ºC e 8ºC, o prazo para aplicação é de cinco dias.

Por essa razão, o ministério informou que enviará duas remessas diferentes. Cada uma delas terá 500 mil doses e será referente, respectivamente, à primeira e segunda doses que cada cidadão deverá receber.

O Ministério da Saúde comprou 100 milhões de doses do imunizante. Em março, em reunião com a farmacêutica, a pasta apresentou a previsão de que até junho seriam entregues 13,5 milhões. Informações da Agência Brasil.

ILHÉUS REGISTRA MAIS 5 MORTES POR COVID-19

71 dos 81 leitos de terapia intensiva dos hospitais da cidade estão ocupados
Tempo de leitura: < 1 minuto

O boletim epidemiológico sobre a Covid-19 em Ilhéus registrou mais 5 óbitos nesta terça-feira (27). O total de vidas perdidas para a doença no município saltou para 422.

O SUS mantém 81 leitos de terapia intensiva para tratamento da Covid-19 na cidade e 71 estão ocupados.

Ilhéus tem 249 casos ativos, enquanto 243 pessoas aguardam resultado do exame para descartar ou confirmar o contágio pelo novo coronavírus.

VACINÔMETRO

De acordo com o painel da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Saeb), Ilhéus aplicou a 1ª dose da vacina contra a Covid-19 em 32.165 pessoas, sendo que 17.129 receberam também a 2ª.

DECRETO PRORROGA TOQUE DE RECOLHER E OUTRAS MEDIDAS EM ILHÉUS

Prefeitura publicou novo decreto na noite desta terça-feira (27)
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Ilhéus prorrogou a vigência do toque de recolher no município até a próxima terça-feira (4). A restrição de circulação noturna continua no mesmo horário, das 22h às 5h. As regras não se aplicam aos serviços envolvidos direta e indiretamente no combate à pandemia de Covid-19.

Os estabelecimentos comerciais e de serviços, incluindo os bares, restaurantes e similares, deverão encerrar as suas atividades até as 21h30. A venda de bebidas alcoólicas está liberada, inclusive no final de semana, das 5h às 22h.

Publicado nesta terça (27), o decreto também prorrogou até 4 de maio a proibição de atividades esportivas coletivas e amadoras e eventos, independentemente do número de participantes, tais como: cerimônias de casamento, eventos desportivos, recreativos em logradouros públicos ou privados, circos, parques, solenidades de formatura, passeatas e afins.

As academias, centros de treinamento, estúdios e similares poderão funcionar, respeitando a restrição de horário, os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19 e a capacidade máxima de lotação de 50%. O mesmo vale para os atos religiosos litúrgicos, mas com até 30% de ocupação dos espaços.

ILHÉUS AGUARDA MAIS VACINAS PARA APLICAR 2ª DOSE DA CORONAVAC

Falta de vacinas prejudica ritmo da campanha de vacinação em todo o país
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau) informou, nesta terça-feira (27), que aguarda a chegada de novos lotes para retomar a aplicação da 2ª dose da Coronavac, vacina contra a covid-19.

A falta de vacinas se deve ao atraso mais recente no cronograma de distribuição do Ministério da Saúde. O governo federal enfrenta dificuldades para disponibilizar a matéria-prima usada na fabricação da Coronovac pelo Instituto Butantan. O problema prejudica a continuidade da campanha de vacinação em todo o país

De acordo com a Sesau, até março, a orientação do Ministério da Saúde era a de que as doses não fossem retidas, ou seja, não era necessário manter a reserva da segunda dose.

O acompanhamento da eficácia da Coronavac indica que sua proteção contra a Covid-19 é maior quando a segunda dose é aplicada 28 dias após a primeira.

LEÃO SE REÚNE COM MINISTRO DA SAÚDE E DEFENDE ACELERAR VACINAÇÃO CONTRA COVID-19

Leão, ao centro, durante encontro com Queiroga, na CNI || Foto Ascom CNI
Tempo de leitura: < 1 minuto

Vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, João Leão se reuniu com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para tratar de ações de enfrentamento à pandemia e de apoio ao setor empresarial, nesta terça-feira (27), na Conferência Nacional da Indústria (CNI), no Distrito Federal.

O encontro foi mobilizado pelo presidente da Fieb, Ricardo Alban, e o presidente da CNI, Robson Andrade. O deputado federal Cacá Leão, líder do PP na Câmara, participou da reunião. “Queremos vencer a pandemia e garantir a retomada da economia. E, para isto, essa união de forças entre governos e setor privado é essencial. Na Bahia, provamos isso, no primeiro momento da crise sanitária, com diversas empresas fazendo doações para o setor público de Saúde, o apoio do Cimatec Park e o trabalho de excelência do Governo do Estado”, disse Leão.

Para o vice-governador, o encontro com Ministério da Saúde, Federação das Indústrias da Bahia, CNI, parlamento Federal e governo baiano “é outro passo importantíssimo para ampliarmos a vacinação e reestruturarmos o poderio econômico da população e dos investidores”. O vice-governador também falou que acelerar a vacinação da população será importante para iniciar grandes projetos, que envolvem a contratação de um número volumoso de funcionários, como a ponte Salvador-Itaparica.

VÍTIMA DA COVID-19, MORRE O EMPRESÁRIO LÚCIO PUMAR

Lúcio Pumar faleceu após mais de dois meses internado
Tempo de leitura: < 1 minuto

O empresário itabunense Lúcio Pumar Santana é mais uma vítima do novo coronavírus. Ele faleceu nesta terça (27), após quase dois meses internado no Hospital São Rafael, onde se tratava da doença.

Lúcio estava internado desde o dia 20 de fevereiro no hospital soteropolitano, onde passou mais de 60 dias intubado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), informa o Diário Bahia.

O empresário deixa duas filhas e esposa e duas enteadas. Lúcio empreendeu em algumas áreas em Itabuna e a família tinha empreendimentos como Capri Tintas, Capri Tintas & Decor.

O GRANDE FEITO DE BOLSONARO NA CORRIDA DA VACINA

Presidente conseguiu emplacar medo de vacina num país onde o vírus contra o qual ela protege chegou a matar 4 mil pessoas num dia
Tempo de leitura: 2 minutos

Do ponto de vista de quem sabotou a compra de vacinas e discursou contra as medidas restritivas (e impopulares) de combate ao vírus, faz sentido convencer as pessoas de que não há justificativa para pressa em se proteger contra uma doença que matou mais de 3 milhões de semelhantes em 18 meses.

Thiago Dias

No segundo semestre de 2020, enquanto o mundo corria atrás de farmacêuticas para garantir a compra de vacinas entregues a tempo de salvar vidas,  o presidente da República não aceitou os termos do contrato da Pfizer, que ofereceu sua vacina contra covid-19 ao Brasil.

Feita em agosto, a oferta previa a entrega de 500 mil doses em dezembro, 3 milhões em fevereiro e 70 milhões até junho de 2021. No sábado (24), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou que o Brasil vai receber 1 milhão de doses da Pfizer até esta quinta-feira (29).

Dessa vez, o governo aceitou todas as cláusulas da fabricante, inclusive a que a isenta de responsabilização por eventuais efeitos colaterais da vacina. Essa cláusula está presente nos contratos de todos os países com a Pfizer. Um mês depois de negar a oferta, Bolsonaro não se insurgiu contra o acordo da Fiocruz com a Astrazeneca, que tem a mesma cláusula.

Segundo as associações farmacêuticas, essa isenção é regra comum há décadas, mesmo porque os países têm instituições que controlam a qualidade de vacinas e medicamentos disponibilizados à população, a exemplo da nossa Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Portanto, são as nações e seus governantes, orientados por agências especializadas, que assumem a responsabilidade inerente ao exercício do mandado político.

“E DAÍ?”

Bolsonaro age como se fosse inimputável, pois zomba da responsabilidade do cargo mais poderoso do sistema de governo presidencialista. Na sua versão distorcida sobre a competência concorrente entre os entes federativos na gestão da crise, ele não tem culpa pelo descontrole da pandemia, porque o STF teria esvaziado o poder do Executivo Federal nessa matéria. Mentira. O Supremo apenas reconheceu a autonomia de estados e municípios, sem afastar a competência da União, para legislar sobre as medidas de saúde pública. A verdade é que Bolsonaro não quis assumir a parte que lhe cabe desse latifúndio macabro.

Quem esqueceu o questionamento lapidar do ex-ministro Pazuello, feito em dezembro de 2020, quando o país beirava a marca de 200 mil mortes pela Covid-19, e jornalistas, estes idiotas, pediam o cronograma da campanha nacional de vacinação? “Pra que essa ansiedade, essa angústia?”, perguntou o auxiliar do capitão. Talvez não imaginasse que o dobro de vidas seriam perdidas quatro meses depois. Apesar do flagrante descolamento da realidade, pode ter faltado imaginação ao general de 3 estrelas.

Do ponto de vista de quem sabotou a compra de vacinas e discursou contra as medidas restritivas (e impopulares) de combate ao vírus, faz sentido convencer as pessoas de que não há justificativa para pressa em se proteger contra uma doença que matou mais de 3 milhões de semelhantes em 18 meses.

No meio desse terror, o presidente conseguiu emplacar o medo de vacina. Alguém, neste exato momento, está sendo surpreendido por outro alguém dizendo-lhe que não quer ser vacinado, e o mérito desse grande feito de convencimento contra a razão é, em grande parte, de Jair. Um grande feito, como se sabe, não é necessariamente bom. O adjetivo dimensiona o substantivo, mas seu produto pode ser uma catástrofe. É esse o caso da obra de Bolsonaro, o protagonista de uma tragédia nacional.

Thiago Dias é repórter e comentarista do PIMENTA.

99,9% DOS VACINADOS CONTRA COVID-19 NA BAHIA NÃO PRECISARAM DE INTERNAÇÃO

Dos 2,2 milhões de vacinados, apenas 382 foram internados em hospitais, informa Sesab
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) informar que 99,9% dos 2,2 milhões de vacinados contra a Covid-19 na Bahia não contraíram a doença após a imunização ou, se infectados, não precisaram ser internados em hospitais. O levantamento considera os dados epidemiológicos obtidos até o último sábado (24).

De acordo com a Sesab, apenas 382 pacientes imunizados evoluíram para quadro de saúde que exigiu internação hospitalar. Isto representa 2,14% das 17.786 notificações de internações por Covid-19 no período de 1º de janeiro até 24 de abril. Destes 382 pacientes, 281 tinham tomado somente a primeira dose e 99 também a segunda. Em outras duas notificações, não constavam a informação de quantas doses tinham sido aplicadas.

Das 382 notificações, 172 foram de residentes em Salvador, 21 de Vitória da Conquista, 11 de Lauro de Freitas e os demais de outros 105 municípios.

Segundo o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, dados como estes reforçam a importância da vacinação para que haja uma queda sustentada do número de solicitações de internamento. “Já temos três meses de vacinação e podemos observar, por exemplo, uma queda na solicitação de UTIs para idosos acima de 70 anos, que é um público que está com a vacinação bem avançada”, afirma.

Para a diretora da Vigilância Epidemiológica, Márcia São Pedro, ainda que os números apontem a eficiência da estratégia de vacinação, é importante manter as medidas de controle da pandemia. “Mesmo as pessoas que já foram imunizadas precisam continuar usando máscaras, manter o distanciamento social e evitar aglomerações”, ressalta.

95% DOS LEITOS DE UTI COVID DE ILHÉUS ESTÃO OCUPADOS

Município já perdeu 417 vidas para a doença
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau) informa que 77 dos 81 leitos de UTI Covid mantidos pelo SUS no município estão ocupados, o que representa taxa de ocupação de 95,06%.

Até o momento, o município registrou 16.390 casos da doença, 417 óbitos e 15.723 recuperados.

De acordo com o boletim epidemiológico deste domingo (25), Ilhéus tem 250 casos ativos de Covid-19, enquanto 157 pessoas aguardam resultado do exame para confirmar ou descartar o contágio.

ANVISA AVALIA HOJE PEDIDO DE IMPORTAÇÃO DE DOSES DA VACINA SPUTNIK V

A vacina russa Sputnik V || Foto Yalcin Sonat
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) marcou para hoje (26), às 18h, uma reunião extraordinária da diretoria colegiada para avaliar os pedidos de estados e municípios para importação da vacina Sputnik V, usada na imunização contra a covid-19. O imunizante é produzido pelo Instituto Gamaleya, da Rússia.

A reunião de deliberação foi marcada dentro do prazo estipulado pela lei e de acordo com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, que determinou a análise da questão dentro do prazo de 30 dias.

Amanhã (27), a Anvisa deve analisar o pedido de uso emergencial da combinação dos medicamentos banlanivimabe e etesevimabe para o tratamento da covid-19. Os remédios são produzidos pela farmacêutica Eli Lilly do Brasil. O pedido foi protocolado no dia 30 de março.

Na quinta-feira (29), a diretoria colegiada também vai se reunir para a 8ª reunião ordinária, na qual serão discutidas pautas relacionadas às áreas de regulação da agência. Com Agência Brasil.

Back To Top