skip to Main Content
11 de maio de 2021 | 01:07 am

ILHÉUS VACINA SERVIDORES DA EDUCAÇÃO E SEGURANÇA CONTRA COVID-19 NESTA SEGUNDA (26)

Bahia já vacinou 2,3 milhões de pessoas contra a Covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau) vai vacinar profissionais da educação e das forças de segurança e salvamento contra a Covid-19, nesta segunda-feira (26), com atendimento das 8h às 16h, na Escola Municipal Heitor Dias, na Avenida Canavieiras, bairro Cidade Nova.

De acordo com a Sesau, os órgãos aos quais os servidores são ligados serão responsáveis por emitir a lista do público-alvo desta etapa da campanha, que será feita com a vacina desenvolvida pela Universidade Oxford e a Astrazeneca.

2ª DOSE DA CORONAVAC

As pessoas que ainda não tomaram a 2ª dose da Coronavac e já cumpriram o prazo de espera estabelecido no cartão de vacinas devem ir aos pontos de vacinação montados na Avenida Soares Lopes, perto do Centro de Convenções, e na Praça São João Batista, no Pontal. O atendimento ocorrerá na segunda-feira (26), das 8h às 13h, no formato drive-thru.

Na terça-feira (27), o atendimento do mesmo público continuará na Cruzada do Bem pelo Bem, próximo ao Ginásio de Esportes Herval Soledade, além das unidades do Cras, das 8h às 14h.

A secretaria explica que os pontos de vacinação são alternados para dar acesso às pessoas que comparecem aos locais com e sem veículo.

Para receber a dose de reforço, é indispensável apresentar o CPF e o cartão de vacinação constando a primeira dose, informa a Sesau.

POLICIAL MILITAR DE ITABUNA MORRE DE COVID-19 AOS 35 ANOS

João Paulo lutou por mais de um mês, mas perdeu batalha para doença || Foto Reprodução/Facebook
Tempo de leitura: < 1 minuto

O soldado João Paulo Moreira Rubim de Oliveira, da Polícia Militar da Bahia, faleceu na manhã deste sábado (24), aos 35 anos, em decorrência de complicações da Covid-19.

João estava internado desde 22 de março na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna. Precisou ser intubado para receber ventilação mecânica. Seu quadro clínico apresentou melhora significativa e ele chegou a ser extubado, mas voltou a necessitar da ajuda de um aparelho respiratório.

O soldado trabalhava no Centro Integrado de Comunicação da Região Cacaueira (Cicom), em Itabuna.

O 15º Batalhão de Polícia Militar emitiu nota de pesar pelo falecimento. Segundo o texto, “todos os policiais do 15º Batalhão lamentam a profundamente a perda de mais um excelente colega e amigo”.

EM 2020, COVID-19 MATOU 3 VEZES MAIS POLICIAIS BAIANOS DO QUE A VIOLÊNCIA

No ano passado, 33 policiais civis e militares da Bahia morreram de Covid-19, enquanto 11 foram assassinados
Tempo de leitura: < 1 minuto

Em 2020, a Bahia perdeu 33 policiais civis e militares para a Covid-19. Esse número é exatamente três vezes maior do que o de policiais assassinados nas ruas do estado no mesmo ano (11). Entre as vítimas, 22 eram militares e 11, civis.

Ao longo do último ano, a Covid-19 também afastou temporariamente 10.022 policiais baianos do trabalho. As informações são do Monitor da Violência, da equipe de jornalismo de dados do G1.

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informa que orienta todos os servidores sobre os cuidados necessários para evitar o contágio pelo coronavírus, além de oferecer as condições sanitárias para diminuir o risco de disseminação da doença.

MORRE LEVY FIDELIX, PRESIDENTE DO PRTB, VÍTIMA DA COVID-19

Fidelix tinha 69 anos e estava internado desde março num hospital de São Paulo
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente nacional do PRTB, Levy Fidelix, faleceu na noite desta sexta-feira (23), num hospital da cidade de São Paulo, onde estava internado desde março devido às complicações causadas pela Covid-19.

Ele tinha 69 anos. Foi candidato a presidente da República em 1994, 2010 e 2014. Também disputou cadeira na Câmara dos Deputados, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e na Câmara Municipal de São Paulo, sem sucesso em nenhuma das tentativas.

Na última eleição presidencial, em 2018, Levy Fidelix retirou sua pré-candidatura e apoiou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), cedendo espaço no PRTB ao vice-presidente Hamilton Mourão.

Na vida profissional, atuou como publicitário, empresário e jornalista.

No Twitter, o perfil oficial de Levy Fidelix lembrou que o político ficou conhecido como o “homem do aerotrem”, solução viária que defendeu em suas campanhas para interligar os municípios de São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro por meio de linhas férreas de alta velocidade. Redação com Agência Brasil e Isto É.

BAHIA REGISTRA 117 MORTES POR COVID-19 E 3.652 CASOS NOVOS

Estado se aproxima da marca de 18 mil mortes causadas pelo coronavírus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nas últimas 24 horas, a Bahia registrou mais 117 mortes por Covid-19, chegando a 17.804 no total. O boletim epidemiológico desta sexta-feira (23) também confirmou mais 3.652 casos novos da doença.

Dos 877.484 casos confirmados desde o início da pandemia, 843.954 já são considerados recuperados e 15.726 estão ativos.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.182.755 casos descartados e 194.418 em investigação.

LEITOS

Até as 12h desta sexta-feira, o estado tinha 77 pacientes adultos à espera de internação em leito de terapia intensiva para tratamento da Covid-19. Outras 52 pessoas aguardavam para entrar em leitos clínicos.

VACINÔMETRO

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) informa que 2.206.348 moradores do estado tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e 832.000 receberam também a segunda.

ESTADO E MUNICÍPIOS SE MOBILIZAM PARA VACINAR PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

Secretário estadual de Educação, Jerônimo Rodrigues, se reuniu com gestores municipais
Tempo de leitura: < 1 minuto

As secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (Sesab) realizaram, nesta quinta-feira (22), reunião virtual com secretarias municipais de Educação e Saúde, além de entidades colegiadas dos dois setores e representantes da União dos Prefeitos da Bahia (UPB). O objetivo da audiência foi articular a ampliação da campanha de vacinação contra a Covid-19 para os profissionais que atuam em escolas na Bahia.

O Governo do Estado e os municípios trabalham para fortalecer o regime de colaboração para imunizar os profissionais da faixa etária estabelecida no cronograma de cada município, a partir do recebimento das remessas dos imunizantes.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou da importância desta cooperação. “Mesmo sabendo de todos os desafios com o fraco planejamento do governo federal, temos que fazer a nossa parte e manter um fluxo de vacinações dos profissionais da Educação. Cada município tem o seu cronograma, por isso é fundamental que a mobilização seja eficaz para que a informação chegue a todos”.

Para Stela dos Santos, presidente do Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde, é necessário enfrentar os desafios com um trabalho conjunto. “É importante que os profissionais da educação entendam o processo de vacinação, porque, mesmo com doses insuficientes recebidas pela Bahia, estamos garantindo o acesso a esse grupo de profissionais”, disse.

Segundo o prefeito de Santana, Marco Aurélio, Marcão (PP), representante da UPB, a troca de informações entre Estado e municípios agiliza o trabalho, já que a Bahia tem cerca de 200 mil pessoas que trabalham em escolas.

ILHÉUS: COVID-19 MATA FILHO E MÃE EM INTERVALO DE 24 HORAS

Mãe e filho morrem de Covid-19 em Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

O coronavírus destruiu mais uma família em Ilhéus. Menos de 24 horas a família Lima perdeu dois de seus integrantes que estavam internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital no município do sul da Bahia, que desde o início da pandemia até quinta-feira (22)registrou 414 óbitos.

Entre as últimas vítimas da doença em Ilhéus estão o estudante Guilherme Farias Lima, de 24 anos, e a mãe dele, Hercília Farias, que faleceu no dia que completou 44 anos, na quinta-feira. Guilherme era aluno do curso de Direito da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e morreu na madrugada de quarta-feira (21).

O pai de Guilherme, Flávio Lima, o irmão do estudante, Gusttavo Lima, também foram infectados pelo novo coronavírus, mas conseguiram se recuperar. Ilhéus tem 71 pacientes internados em estado grave em leitos de UTI, segundo boletim da Secretaria Municipal de Saúde. Desse total, 25 são de Ilhéus e os demais são de outros municípios baianos.

Além dos 414 mortos, Ilhéus registrou, do início da pandemia até quinta-feira, 16.198 casos de Covid-19, sendo que 15.460 pessoas estão recuperadas. Há 324 casos ativos (pessoas se recuperando da doença).

SOBE PARA 414 TOTAL DE VIDAS PERDIDAS PARA COVID-19 EM ILHÉUS

Município já registrou 32 óbitos por Covid-19 apenas em abril
Tempo de leitura: < 1 minuto

O coronavírus matou 414 moradores de Ilhéus desde o início da pandemia, informa o boletim epidemiológico desta quarta-feira (21) da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). Já são 34 óbitos registrados apenas no mês atual.

Até o momento, o município confirmou 16.175 casos da doença, sendo 15.410 os recuperados.

Ilhéus tem 351 casos ativos, enquanto 300 pessoas aguardam resultado do exame para descartar ou confirmar a suspeita de contágio.

O SUS mantém 81 leitos de terapia intensiva para tratamento da Covid-19 nos hospitais de Ilhéus e 72 estão ocupados.

VACINÔMETRO

De acordo com o painel da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), 30.836 pessoas tomaram pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19 em Ilhéus e 14.278 receberam também a segunda.

BUTANTAN COMEÇA A PRODUZIR MAIS 5 MILHÕES DE DOSES DA VACINA CORONAVAC

Mais doses da Coronavac são produzidas pelo Butantan || Foto Rafael Henrique/Getty Images
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Instituto Butantan já começou a produção de mais 5 milhões de doses da vacina CoronaVac, imunizante contra a covid-19. Na última segunda-feira (19), a instituição recebeu 3 mil litros de insumo farmacêutico ativo (IFA) enviados da China.

Segundo o Butantan, o trabalho acontece de forma ininterrupta, 24 horas por dia e 7 dias por semana em uma linha de produção automatizada. Na fábrica do instituto, o medicamento é envasado, rotulado e passa por inspeções de qualidade.

Desde janeiro, já foram fornecidas 41,4 milhões de doses de CoronaVac para serem aplicadas em todo o país.

O Butantan informou, também, que espera receber nas próximas semanas mais um carregamento com 3 mil litros de IFA, que permitirão a produção de mais 5 milhões de doses. O material aguarda autorização para ser embarcado para o Brasil.

O estado de São Paulo ultrapassou hoje (22) a marca das 10 milhões de doses de vacinas contra o coronavírus aplicadas, sendo 3,4 milhões da segunda dose.

ESTUDANTE DE DIREITO DA UESC MORRE DE COVID-19 AOS 24 ANOS

Guilherme Farias faleceu ontem
Tempo de leitura: < 1 minuto

O aluno do curso de Direito da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Guilherme Farias Lima, de 24 anos, é mais um jovem no sul da Bahia diagnosticado com o novo coronavírus (Covid-19) que não resistiu. O estudante  morreu, na quarta-feira (21), depois de um período internado, em estado grave, em um leito da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em Ilhéus.

Guilherme Farias era considerado uma pessoa tranquila e muito querida pelos amigos e colegas, que lamentaram o seu falecimento.   “É com imenso pesar que a Turma LVII de Direito se despede, com o mais profundo sentimento, do colega e amigo Guilherme Farias”, publicaram os colegas. Ao contrário do que informamos inicialmente, o jovem não é filho do vereador ilheense Luca Lima (PSDB).

O Departamento de Ciências Jurídicas e o Colegiado de Direito também lamentaram, por meio de nota, a morte do jovem, que foi o segundo estudante do curso que faleceu, neste ano, por complicações provocadas pelo novo coronavírus. A outra vítima foi a estudante Margarete de Oliveira Cruz Macedo, de 51 anos. Atualizado às 19h27min.

DIRETOR DE TRIBUTOS DA PREFEITURA DE ITABUNA MORRE DE COVID-19

Servidor público morreu nesta quarta-feira (21)
Tempo de leitura: 2 minutos

O diretor de Tributos da Prefeitura de Itabuna, Anatoly Cunha Sudislowsky, entrou para triste estatística de vítimas do novo coronavírus. O servidor público faleceu nesta quarta-feira (21) depois ser diagnosticado e internado em estado grave com os sintomas da Covid-19. Ele ficou hospitalizado por cerca de dois meses.

Anatoly deixa esposa, Calica, e um filho de nove anos, João Pedro. Ele ingressou na Prefeitura, por meio de concurso público, em 2008. Antes de ser diagnosticado com o novo coronavírus, ocupava o cargo de diretor de Tributos da Prefeitura de Itabuna.

Anatoly Cunha é o segundo servidor do setor de Tributos do município que falece, neste ano, por complicações provocadas pelo novo coronavírus. A primeira funcionária vítima da doença foi Maria das Graças, que morreu no dia 27 de janeiro deste ano.

EXEMPLO COMO SERVIDOR

O secretário municipal da Fazenda e Orçamento, Davi Dultra, lamentou, em nota, a morte de Anatoly Cunha. “Deus sabe de todas as coisas, de todas. Anatoly cumpriu a missão dele aqui na terra, foi bom homem, bom esposo, bom pai e bom amigo, além de um excelente profissional. Perdemos um companheiro importante na nossa missão, mas Deus tem um propósito ainda maior para ele”, disse.

“Precisamos agora orar por ele, para que fique em paz, para que sinta-se bem lá no céu. Por aqui, ficará a lembrança boa de um cabra aguerrido, comprometido, correto e de bom relacionamento com todos. Ficará para todos nós bons exemplos de um ser humano e um profissional bacana. À família desejo força e muita sintonia cm o Pai Celestial”, acrescentou.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais também emitiu nota lamentamdo a morte de Anatoly Cunha. “Mais um guerreiro, servidor público municipal, que perdemos para a Covid-19, o segundo no Setor de Tributos. Neste momento de grande dor, nos solidarizamos com familiares e amigos”, disse.

Por causa do falecimento de Anatoly Cunha, o Setor de Tributos não terá expediente nesta quinta-feira (22).

ANVISA LIBERA USO EMERGENCIAL DE REMÉDIOS CONTRA A COVID-19

Agência anunciou decisão na tarde desta terça-feira (20)
Tempo de leitura: 3 minutos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou hoje (20), em Brasília, a liberação para uso emergencial de dois medicamentos experimentais da farmacêutica suíça Roche contra a covid-19, desenvolvidos em parceria com a empresa de biotecnologia americana Regeneron.

Os remédios, contendo casirivimabe e imdevimabe (REGN-COV-2), atuam em ligação com a coroa do vírus de forma a impedir sua entrada nas células ainda não infectadas para replicar o material genético, controlando a doença.

A medicação é indicada especialmente para pacientes que estão em idade avançada, obesos, que tenham doença cardiovascular, hipertensão, doença pulmonar crônica, aids, diabetes, doenças respiratórias, doença renal crônica e doença hepática, entre outras comorbidades e que apresentam alto risco de desenvolver progressão para um quadro grave da covid-19.

Segundo a Anvisa, o medicamento será de uso restrito a hospitais, para uso ambulatorial, ou seja, para pacientes que apresentam sintomas leves da doença, sendo administrado somente com prescrição médica. O medicamento não é recomendado para uso precoce ou preventivo. Também não será permitida a sua comercialização ou venda em farmácias.

O coquetel foi liberado para ser administrado em pacientes a partir de 12 anos, que pesem mais de 40 kg, que não necessitem de suplementação de oxigênio e não apresentem o quadro grave da doença. A aplicação é intravenosa e deve ser administrada logo após a confirmação, por meio de teste viral, até dez dias após o início dos sintomas.

Segundo o gerente-geral de Medicamentos e Produtos Biológicos da Anvisa, Gustavo Silva Santos, o coquetel usa dois anticorpos monoclonais que trabalham para neutralizar o vírus, fornecendo “anticorpos extras” para os pacientes.

“A ideia desse produto é que nesses pacientes se mimetize o que seria a resposta imune natural dos anticorpos produzidos em células e que essa produção extra-humana de anticorpos ajude a promover a ação imunológica”, disse.

“[Mas] esse produto não é recomendado para quem já está na situação grave da doença. Para aqueles que já estão internados se observa uma piora no desfecho clínico quando administrado em pacientes hospitalizados com covid-19 que necessitam de suplementação de oxigênio de alto fluxo ou ventilação mecânica”, acrescentou.

RESULTADOS PRELIMINARES 

Santos apresentou dados das pesquisas dos medicamentos e disse que os resultados preliminares em pacientes ambulatoriais, desde o diagnóstico da doença até 29 dias após início do tratamento, mostraram uma redução de 70,4% na hospitalização ou morte relacionadas com a covid-19.

“O que a gente percebeu foi uma redução significativa e clinicamente relevante de 70,4% no número de pacientes hospitalizados ou morte por quaisquer causas quando comparado com o placebo”, disse. “Ele foi muito bem tolerado, tem um perfil de segurança aceitável.

O pedido para o uso dos medicamentos foi feito pela Roche em 1º de abril. A diretora da Anvisa e relatora do processo de liberação do medicamento, Meire Sousa Freitas, lembrou que ele já foi aprovado para uso emergencial pela Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora dos Estados Unidos, após apresentar bons resultados em pacientes com sintomas leves e moderados da covid-19.

A Anvisa aprovou um prazo de validade de 12 meses para os medicamentos, por se tratar de uso emergencial. A relatora lembrou que a agência também já liberou, em março, o uso do antiviral Remdesivir, produzido pela biofarmacêutica Gilead Sciences, para o tratamento da covid-19, e que a nova autorização vai ajudar a aliviar o sistema de saúde do país.

“A autorização emergencial desses anticorpos monoclonais oferece aos profissionais de saúde mais uma ferramenta no combate a essa pandemia”, disse.

Meire lembrou que a autorização é de uso emergencial, por se tratar de um medicamento ainda em desenvolvimento, e que o processo de aprovação do registro definitivo ainda precisa de mais pesquisas e investigação clínica.

Ela alertou ainda que não há pesquisas tratando da aplicação de vacinas contra a covid-19 em pacientes que foram submetidos ao novo medicamento e que a recomendação é de que o paciente deve aguardar um período de 90 dias após a administração do medicamento para tomar a vacina.

“Atualmente não há dados sobre a segurança e eficácia das vacinas autorizadas pela Anvisa em pessoas que receberam esses anticorpos monoclonais como parte do tratamento da covid-19. Portanto, antes de se vacinar o paciente deve ser avaliado pelo médico”, finalizou. Agência Brasil.

HOSPITAIS DE ILHÉUS TÊM 97,5% DOS LEITOS DE UTI COVID OCUPADOS

Doença já matou 408 moradores do município
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Sistema Único de Saúde (SUS) mantém 81 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento da covid-19 nos hospitais de Ilhéus e 79 deles estão ocupados, ou seja, 97,5%.

Segundo o boletim epidemiológico mais recente da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), divulgado no último sábado (18), 21 dos 79 pacientes internados em leitos de terapia intensiva são de Ilhéus. Contudo, o boletim não informa se há pacientes do município em hospital de outra cidade.

Até o momento, a doença matou 408 moradores de Ilhéus. Outras 15.360 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus e se recuperaram da infecção.

Ilhéus tem 313 pacientes ativos, enquanto 288 aguardam resultado do exame para descartar ou confirmar o contágio.

MORADOR DE ILHÉUS MORRE DE COVID-19 APÓS PERDER ESPOSA E SOGRA PARA DOENÇA

Carlos Moreno e Thyarê Araújo || Foto Reprodução/Facebook
Tempo de leitura: < 1 minuto

Faleceu neste domingo (18), em Ilhéus, o gestor de redes sociais Carlos Moreno Junior, vítima da Covid-19. Há menos de um mês, ele havia perdido a esposa e a sogra para a doença – veja aqui.

Carlos tinha 36 anos e estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São José. Sedado por causa da intubação, ele morreu sem saber que o coronavírus vitimou também sua companheira, a professora Thyarê Araújo, além da mãe e da avó dela, Silvana e Dona Manoca.

O casal deixou uma filha de seis meses, a pequena Agnes, que está sob os cuidados das tias Kelly e Maiquele.

INTERNADO COM COVID-19, CORONEL BARRETO É INTUBADO NA UTI DO CALIXTO

Tenente-coronel Marcelo Barreto mas na UTI do Hospital Calixto Midlej
Tempo de leitura: < 1 minuto

O tenente-coronel Marcelo Barreto, da Polícia Militar da Bahia, está internado desde sábado (17) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Calixto Midlej, em Itabuna, para tratamento da Covid-19. Neste domingo (18), a equipe médica decidiu intubá-lo para melhorar seus níveis de oxigenação.

Barreto tem 51 anos e é muito conhecido na região sul do estado, sobretudo em Ilhéus, onde é sócio de um lava-jato. Recentemente, atuou também na Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia (Seap).

Back To Top