skip to Main Content
12 de agosto de 2020 | 12:08 am

CAIXA CREDITA SAQUE EMERGENCIAL DO FGTS PARA NASCIDOS EM JUNHO

Saque emergencial do FGTS é liberado hoje para nascidos em junho
Tempo de leitura: 3 minutos

Cerca de 5 milhões de trabalhadores nascidos em junho começam a receber hoje (3) o crédito do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045. Serão liberados R$ 3,2 bilhões nas contas poupança digitais abertas pela Caixa Econômica Federal em nome dos beneficiários.

Instituído pela Medida Provisória 946 , o saque emergencial do FGTS pretende ajudar os trabalhadores afetados pela pandemia do novo coronavírus. Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de trabalhadores.

O valor do saque é de até R$ 1.045, considerando a soma dos valores de todas contas ativas ou inativas com saldo no FGTS. Cada trabalhador tem direito a receber até um salário mínimo (R$ 1.045) de todas as contas ativas e inativas do fundo.

Nesta fase, o dinheiro poderá ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem. A ferramenta permite o pagamento de boletos (água, luz, telefone), compras com cartão de débito virtual em sites e compras com código QR (versão avançada de código de barras) em maquininhas de cartão de lojas parceiras com débito instantâneo do saldo da poupança digital.

LIBERAÇÃO PARA SAQUE

O dinheiro só será liberado para saque ou transferência para outra conta bancária a partir de 3 de outubro, para os trabalhadores nascidos em junho. O calendário de crédito na conta poupança digital e de saques foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador.

Até agora, a Caixa creditou o saque emergencial do FGTS para os trabalhadores nascidos de janeiro a maio.

O pagamento está sendo realizado conforme calendário a seguir:

Mês de nascimento Dia do crédito na conta poupança social digital data para saque em espécie
janeiro 29 de junho 25 de julho
fevereiro 06 de julho 08 de agosto
março 13 de julho 22 de agosto
abril 20 de julho 05 de setembro
maio 27 de julho 19 de setembro
junho 03 de agosto 03 de outubro
julho 10 de agosto 17 de outubro
agosto 24 de agosto 17 de outubro
setembro 31 de agosto 31 de outubro
outubro 08 de setembro 31 de outubro
novembro 14 de setembro 14 de novembro
dezembro 21 de setembro 14 de novembro

ORIENTAÇÕES

A Caixa orienta os trabalhadores a verificar o valor do saque e a data do crédito nos canais de atendimento eletrônico do banco: aplicativo FGTS, site e telefone 111 (opção 2). Caso o trabalhador tenha direito ao saque emergencial, mas não teve a conta poupança digital aberta automaticamente, deverá acessar o aplicativo FGTS para complementar os dados e receber o dinheiro.

Leia Mais

CAIXA LANÇA LINHA DE CRÉDITO DE ANTECIPAÇÃO DO SAQUE-ANIVERSÁRIO DO FGTS

Saque emergencial do FGTS é liberado hoje para nascidos em junho
Tempo de leitura: 2 minutos

A Caixa disponibiliza, a partir de segunda-feira (27), linha de crédito de antecipação do saque-aniversário do FGTS. A nova linha oferece condições diferenciadas aos trabalhadores, que não precisarão esperar o mês de seu aniversário para terem acesso aos recursos do saque-aniversário do Fundo, segundo a instituição.

Os trabalhadores poderão antecipar até três saques a que têm direito na modalidade Saque-Aniversário. Dessa forma, além do valor que receberiam em 2020, poderão receber o benefícios correspondente ao dos próximos dois anos. A taxa de juros é a mais baixa para empréstimos a pessoas físicas, de 0,99% ao mês.

Para contratação pela Caixa, o trabalhador deve indicar o banco como instituição financeira para recebimento do crédito do FGTS quando aderir ao Saque-Aniversário ou a qualquer momento. A liberação da linha de crédito Antecipação do Saque-Aniversário poderá ser feita 100% digital, com avaliação de risco simplificada e sem consulta aos órgãos de proteção de crédito.

Além disso, a liquidação da operação de empréstimo será feita de uma só vez pelo Agente Operador, diretamente na conta FGTS do trabalhador no dia do pagamento do Saque-Aniversário, sem impactar em sua capacidade de pagamento e na possibilidade de contratar novas linhas de crédito Caixa.

SAQUE-ANIVERSÁRIO

Essa nova modalidade permite a retirada de parte do saldo da conta do FGTS, anualmente, no mês do seu aniversário, em alternativa à sistemática de saque por rescisão do contrato de trabalho sem justa causa. A adesão ao Saque-Aniversário é voluntária e pode ser realizada pelo aplicativo FGTS, no site fgts.caixa.gov.br e no Internet Banking CAIXA.

COMO SOLICITAR O CRÉDITO

Após optar pelo Saque-Aniversário e informar a Caixa como instituição financeira, o cliente deverá acessar o Internet Banking Caixa, clicar na opção “Crédito” e em seguida na opção “Antecipação Saque Aniversário-FGTS”. Será gerado um pré-contrato e o valor do saldo utilizado como base para o cálculo do crédito será bloqueado no FGTS, como garantia da operação. Aqueles que ainda não forem clientes do banco poderão solicitar a antecipação do Saque-Aniversário em qualquer agência da instituição.

SENADO APROVA PROJETO DE CRÉDITO PARA PEQUENOS NEGÓCIOS

Senado Federal aprovou projeto de socorro a pequenos negócios || Foto Marcello Casal Jr./AB
Tempo de leitura: 2 minutos

O Senado aprovou nesta terça (7) o Projeto de Lei (PL) 1.282/2020 de socorro às microempresas durante o período de duração da pandemia do novo coronavírus. O projeto autoriza a concessão de crédito para microempreendedores individuais (MEI) e microempresas com risco assumido pelo Tesouro Nacional. O texto vai à Câmara dos Deputados. Se aprovado sem alterações de mérito, seguirá para sanção presidencial.

A aprovação ocorreu por unanimidade, com 78 votos favoráveis. Segundo a relatora do projeto, senadora Kátia Abreu (PP-TO), o projeto é necessário para auxiliar as empresas que mais empregam no país. “As instituições financeiras públicas e privadas possuem os recursos para empréstimos, mas não os concedem porque, temporariamente, os riscos dos tomadores de empréstimos não podem ser adequadamente calculados”.

O projeto sugere a disponibilização de um valor de R$ 10,9 bilhões, com as operações de crédito podendo ser formalizadas até o final de julho. O crédito deve ser destinado às microempresas, que têm faturamento bruto anual até R$ 360.000, com juros de 3,75% ao ano, prazo de 36 meses para o pagamento e carência de seis meses para início do pagamento. Banco do Brasil, Caixa Econômica, bancos cooperativos e cooperativas de crédito poderão participar do programa.

O texto do substitutivo, assinado por Kátia Abreu, foi costurado em acordo com a equipe econômica do governo. A ideia é garantir o apoio de todas as lideranças do Senado, tanto do governo quanto da oposição, e facilitar a aprovação no Congresso Nacional. A relatora acatou algumas emendas, dentre elas a obrigatoriedade das empresas tomadoras do financiamento em manter seus funcionários até o fim do estado de calamidade pública.

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) pediu a palavra para apoiar o projeto e incentivar, ao fim do período de calamidade, uma discussão de apoio permanente às micro e pequenas empresas. “A maioria dos empregos formais são garantidos pelo pequeno e microempresário. E são os que mais empregam mulheres no Brasil. Que este projeto sirva não apenas em caráter transitório. Quem sabe, com outros critérios, poderemos transformar esse projeto em definitivo”.

REUNIÃO DO COPOM DEFINIRÁ TAXA BÁSICA DE JUROS

Tempo de leitura: 2 minutos

Sede do Banco Central

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) inicia amanhã (19) a segunda reunião de 2019 para definir a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 6,5% ao ano. Na quarta-feira (20), após a segunda parte da reunião, será anunciada a taxa.

Instituições financeiras preveem que a Selic deve permanecer este ano no atual patamar. Para 2020, a expectativa é de aumento da taxa, encerrando o período em 8% ao ano.

O Copom reúne-se a cada 45 dias. No primeiro dia da reunião, são feitas apresentações técnicas sobre a evolução e as perspectivas das economias brasileira e mundial e o comportamento do mercado financeiro. No segundo dia, os membros do Copom, formado pela diretoria do BC, analisam as possibilidades e definem a Selic.

O Banco Central atua diariamente por meio de operações de mercado aberto – comprando e vendendo títulos públicos federais – para manter a taxa de juros próxima ao valor definido na reunião.

A Selic, que serve de referência para os demais juros da economia, é a taxa média cobrada em negociações com títulos emitidos pelo Tesouro Nacional, registradas diariamente no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic).

Leia Mais

CNM: OPERADORAS DE CARTÃO NÃO PODERÃO COBRAR JURO MAIOR NO ROTATIVO

Tempo de leitura: 2 minutos

Os clientes que pagarem menos de 15% da fatura do cartão de crédito e caírem na modalidade de rotativo conhecido como não regular pagarão menos juros a partir de junho. O Conselho Monetário Nacional (CMN) limitou e padronizou os juros para essa modalidade, regulamentando decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
Hoje, o cliente que paga menos de 15% da fatura migra para o crédito rotativo não regular, que cobra juros mais altos. Quem paga a partir de 15% e menos que 100% passava para o rotativo regular, com taxas mais baixas. Na reunião desta quinta (26), o CMN extinguiu a diferenciação. Haverá apenas um único tipo de crédito rotativo.
Por decisão do STJ, os bancos podem cobrar 2% de multa (sobre a dívida total) e 1% ao mês de juros de mora em caso de inadimplência. Até agora, os bancos cobram a multa e os juros de mora mais uma taxa punitiva não padronizada de quem caía no crédito rotativo não regular.
De acordo com o diretor de Regulação do Banco Central, Otavio Damaso, a mudança resultará em juros mais baixos para quem cai no crédito rotativo. “Haverá uma migração das taxas do crédito não regular para o regular”, declarou.
Desde o ano passado, o crédito rotativo está limitado a 30 dias. Depois desse prazo, o cliente faz uma nova operação para parcelar a dívida com a operadora do cartão. Esse prazo continua valendo e não foi mudado. Da Agência Brasil.

CAIXA REDUZIRÁ JUROS DO ROTATIVO DO CARTÃO DE CRÉDITO

Tempo de leitura: 2 minutos
Rotativo do cartão de crédito pela Caixa terá novas taxas.

Rotativo do cartão pela Caixa terá novas taxas.

A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta terça (11), a redução das taxas de juros do rotativo dos cartões de crédito que, agora, variam de 8% a 11% ao mês, conforme o tipo de cartão do cliente. Antes, os juros dessa modalidade iam de 11,15% a 17,12% ao mês. O rotativo é o crédito tomado junto à instituição financeira,, quando o consumidor paga menos que o valor integral da fatura do cartão.

Segundo o banco, a redução na taxa mensal do rotativo foi de 7,7 pontos percentuais. “A medida contribuirá para a redução da inadimplência e incentivo ao consumo”, informou a Caixa, em nota.

O governo esperava redução da taxa de juros do rotativo à metade. Embora oficial, a Caixa frustrou expectativa.

Pelas novas regras para o crédito rotativo, anunciadas pelo governo no fim do ano passado e em vigor desde o dia 3 de abril, sempre que o consumidor entrar no crédito rotativo e não conseguir quitar a dívida nos primeiros 30 dias, o banco terá de oferecer um crédito parcelado do saldo devedor, com taxas menores. Na prática, isso evita que a dívida do cartão de crédito, que tem as taxas de juros mais altas do mercado, vire uma bola de neve.

Segundo a Caixa, a partir das faturas com vencimento em 3 de maio de 2017, os clientes que estiverem com saldo rotativo terão três opções: quitar a fatura total; pagar o mínimo; ou aderir à linha de crédito parcelada.

Leia Mais

OFICINAS GRATUITAS ORIENTAM DONOS DE PEQUENOS NEGÓCIOS SOBRE CRÉDITO

Tempo de leitura: < 1 minuto

dinheiro4O Sebrae abriu inscrições gratuitas para as Oficinas de Crédito no dia 18, das 18h às 22h, no Ponto de Atendimento em Itabuna, voltada aos empresários de Micro e Pequenas Empresas (MPE), e na sede da instituição em Ilhéus, para os Microempreendedores Individuais (MEI). O objetivo é orientá-los sobre como preparar o negócio para buscar crédito e os cuidados no acesso a financiamentos.

No evento, empresários de MPE poderão se atualizar sobre as linhas de crédito oferecidas pelos bancos oficiais. Através da articulação do Sebrae, representantes do Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Desenbahia vão expor aos empresários as suas linhas de crédito voltadas para o segmento.

Já os MEI conhecerão as linhas disponíveis pelas instituições de microcrédito, como Caixa Crescer; Credamigo, do Banco do Nordeste, além de Credbahia e Ceade. A proposta visa ainda orientá-los sobre como negociar com os gerentes e o uso consciente do crédito.

As inscrições podem ser feitas pelos telefones (73) 3613-9734 ou (73) 99974-2262, para Itabuna, com atendimento na Rua Paulino Vieira, 175, Centro. Já em Ilhéus é possível se inscrever pelo telefone (73) 3634-4068, com localização do ponto na praça José Marcelino, 100, térreo, Centro.

De acordo com o gerente adjunto do Sebrae na região, Michel Lima, nas duas Oficinas “serão apresentados quais os cuidados que os empresários devem ter na hora de solicitar o crédito, além de dicas para avaliarem a necessidade ou não desse recurso”, explicou.

SEBRAE CONTRATARÁ APOSENTADOS PARA ATUAR COMO CONSULTORES DE CRÉDITO

Tempo de leitura: 2 minutos

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) abriu 510 vagas para consultor de crédito destinadas a aposentados que trabalharam em instituições bancárias, nas áreas de análise de crédito a atendimento a pessoas jurídicas. Os escolhidos atenderão a micro e pequenas empresas. A seleção vai até 15 de fevereiro e será por análise de currículo e comprovação de experiência.

Se aprovados, os candidatos poderão assinar contrato com o Sebrae com duração até dezembro de 2018. O trabalho será na própria casa dos selecionados e a remuneração para os consultores será de R$ 453 por empresa atendida.
As inscrições para participar podem ser feitas pelo site da entidade. O resultado do processo seletivo será divulgado no próximo dia 9 de março.

Segundo o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, o objetivo é aproveitar a experiência dessas pessoas. “Essa é a turma que sabia dar crédito sem precisar olhar o computador, porque era olho no olho. Hoje, graças à moderna tecnologia, quem dá crédito é o computador. O gerente está absolutamente amarrado às regras. Isso faz com que 83% das pequenas empresas não tenham acesso ao crédito”, afirmou, citando estatística do próprio Sebrae.

Leia Mais

DESENBAHIA PARTICIPA DE SEMINÁRIO DE CRÉDITO EM ILHÉUS E ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

imagesO Sebrae programou Seminário de Crédito em Itabuna e em Ilhéus, numa parceria com a Desenbahia, Banco do Brasil, BNB, CEF e entidades empresariais. O evento é gratuito e acontece na próxima terça (7), em Itabuna, de 19h às 22h, no Palace Hotel, no Centro, e quarta (8), em Ilhéus, mesmo horário, no Hotel Barravento, no Malhado.

Gratuito, o objetivo é orientar os empresários sobre as linhas de crédito para investimentos mais atrativas do mercado, além da forma de acesso aos produtos oferecidos. O evento é patrocinado pelo BNDES, que vai apresentar soluções financeiras para micro e pequenas empresas. Gerentes agências de fomento estarão presentes em rodadas de crédito.

Os empresários da região Sul da Bahia podem se inscrever pela loja virtual do Sebrae, no endereço http://lojavirtual.ba.sebrae.com.br, ou presencialmente em um ponto de atendimento da instituição. Em Ilhéus, o endereço é na Praça José Marcelino 100, Centro. Em Itabuna, na rua Paulino Vieira, 175, Edf. Lizete Mendonça – Centro, ou através do telefone (73) 3613 9734.

CLIENTE COM HIPERCARD PASSA VEXAME NO BOMPREÇO

Tempo de leitura: < 1 minuto

cartao-hipercard-316x196Titulares de cartões Hipercard têm passado constrangimento na fila do supermercado Bompreço. O cartão era próprio da rede varejista, mas há algum tempo foi adquirido pelo banco Itaú, que mudou o relacionamento com os clientes e passou a cobrar anuidade.

Quem ainda tem cartões antigos, isentos da taxa anual, já começou a ver a triste mensagem “transação não autorizada” ao tentar pagar suas compras. A situação foi relatada ao blog por clientes que possuem cartões cuja validade irá expirar em 2016.

A medida é vista como uma forma de pressionar a clientela a aderir aos novos cartões emitidos pelo Itaú, com as regras que incluem o pagamento da anuidade. Gente que foi barrada no caixa pensa em entrar na justiça contra a rede pertencente ao grupo Walmart.

Back To Top