skip to Main Content
4 de julho de 2020 | 02:19 pm

HUMANIZA HOME OFERECE SERVIÇOS DE CUIDADOR DE PESSOAS NO SUL DA BAHIA

Supervisora da Humaniza garante qualidade do serviço
Tempo de leitura: 2 minutos

O sul da Bahia conta com uma empresa especializada em cuidar de pessoas em situações especiais, principalmente idosos e crianças. Formada por profissionais de saúde experientes, a Humaniza Home – Cuidadores de Pessoas investiu pesado na aquisição de equipamentos de segurança individual para proteção da saúde de seus colaboradores e clientes nesse período de pandemia do novo coronavírus.

A diretora da Humaniza Home, a enfermeira Tatiana Bezerra, explica que a empresa segue os protocolos de prevenção à Covid-19, utiliza máscaras N95, que possui a melhor capacidade de filtragem. “Além disso, os nossos cuidadores são capacitados para oferecer um serviço de qualidade. Eles estarão em constante treinamento e terão acompanhamento permanente de uma supervisora técnica”, afirma.

ASSISTÊNCIA FÍSICA E EMOCIONAL

A empresa oferece cuidadores capacitados para prestar o serviço em domicilio preservando a saúde física e emocional, conforme Tatiana Bezerra. “Nossa assistência é personalizada para atender às necessidades de cada família. Priorizamos sempre a segurança, a qualidade de vida, o comprometimento, o respeito à individualidade e à autonomia de cada cliente”, assegura.

Os cuidados poderão ser oferecidos em caráter temporário ou permanente para clientes com algum grau de dependência (transitória ou definitiva), como idosos frágeis, gestantes, recém-nascidos. O atendimento é feito baseado nas práticas recomendadas pelo Ministério da Saúde.

Os serviços são ofertados também para pessoas com necessidades especiais, com limitações físicas, em período pós-cirúrgico, em recuperação de saúde, com problema de solidão, doenças degenerativas (como Alzheimer e Parkinson), doenças psíquicas, entre outras situações.

QUALIFICAÇÃO DOS CUIDADORES

Tatiana Bezerra destaca que a contratação dos cuidadores da empresa é bastante criteriosa. Os candidatos passam por um processo de seleção que inclui checagem de antecedentes, análise de currículo e entrevista. Os selecionados passam por um processo de treinamento antes de começarem a trabalhar.

TRABALHO SUPERVISIONADO

Ela diz que o serviço é acompanhado pela enfermeira supervisora e é elaborado um plano de cuidados personalizado e adequado às necessidades do cliente e ao dia a dia da família. A enfermeira acrescenta que os cuidadores também são submetidos a testes para a Covid-19.

Tatiana Bezerra assegura que os profissionais da Humaniza Home realizam relatório diário do atendimento para manter os familiares bem informados. “A supervisora técnica acompanha o cliente constantemente para avaliar a qualidade do atendimento e passar orientações ao cuidador. Além disso, ela fica disponível em tempo integral para qualquer eventualidade”, detalha.

A diretora explica que o cliente não terá o problema de ficar sem o cuidador por motivo de doença, por exemplo, porque a empresa providenciará outro para substituí-lo imediatamente. Além disso, conforme a enfermeira, a empresa garante que os cuidadores passaram por um processo de checagem de antecedentes criminais, avaliação com psicólogo e analista comportamental.

Outra vantagem na contratação da empresa, adianta Tatiana Bezerra, é que o contratante dos serviços não terá problemas com demandas judiciais na esfera trabalhista.Saiba mais acessando o site da empresa.

ITABUNA: QUATRO CRIANÇAS RECEBEM ALTA DA UNIDADE COVID DO MANOEL NOVAES

Hospital Manoel Novaes registra grande procura de vítimas da dengue
Tempo de leitura: < 1 minuto

A semana foi de muita festa para quatro famílias do sul da Bahia.  Nos últimos dias quatro crianças receberam alta médica da Unidade COVID- Pediátrica do Hospital Manoel Novaes,em Itabuna. O primeiro a ser liberado foi um garoto de 13 anos, na quarta-feira (13).

No dia seguinte, na quinta-feira, uma garota de 11 anos e menino de um ano e oito meses foram liberados. Nesta sexta-feira (15) foi a vez de uma criança de dois anos e nove meses receber alta médica e deixar a Unidade COVID do Hospital Manoel Novaes, que é a única no sul da Bahia habilitada para internamento de pacientes pediátricos.

De acordo com a Santa Casa, os últimos três pacientes aguardam o resultado de exame específico em isolamento domiciliar. Portanto, não existe confirmação de que eles realmente foram infectados pela Covid-19.

NETFLIX LANÇA MAIS RECURSOS PARA CONTROLE DOS PAIS

Pais ganham recursos para maior controle das crianças
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Netflix lançou, nesta terça-feira (7),  uma série de recursos para controle dos pais em sua plataforma de streaming, incluindo opções para filtrar títulos selecionados e examinar o que as crianças estão assistindo.

A empresa também adicionou um recurso para proteger perfis individuais utilizando uma senha para impedir que crianças acessem conteúdo não adequado a elas. A mais nova medida da empresa visa ganhar mais confiança dos pais, que estão buscando opções para limitar o tempo de tela e escolher programas que possam ser assistidos por seus filhos.

A Netflix também disse que os pais podem remover séries ou filmes individuais nos perfis de seus filhos e examinar aqueles sob “perfil e controle dos pais” dentro das configurações de conta. A pandemia do coronavírus, que tem confinado bilhões de pessoas em todo o mundo em suas casas, tem provocado um boom no uso de plataformas de streaming.

A Netflix liderou, entre as concorrentes, com o maior número de downloads de aplicativos no primeiro trimestre, porém mais tempo foi gasto no serviço Kids do YouTube, indicando que os pais estão deixando as crianças absorverem isso por períodos mais longos, de acordo com pesquisa das empresas Apptopia e Braze divulgado na semana passada. Da Agência Brasil.

PEDIATRAS ORIENTAM COMO EVITAR ACIDENTES DURANTE A QUARENTENA

Pediatras ensinam como proteger as crianças de acidentes || Foto Valter Campanato
Tempo de leitura: 5 minutos

Medidas simples podem evitar muitos acidentes domésticos. Este é o assunto do novo documento elaborado pelo Departamento Científico de Segurança da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) para auxiliar pais e responsáveis a identificar potenciais sinais de risco que cercam crianças e adolescentes no ambiente doméstico.

Divulgada em função do atual período de quarentena vivenciado no País, a publicação destaca a importância de se estabelecer ações preventivas de acordo com a capacidade física e mental de cada faixa etária.

Segundo o SBP, atualmente, os acidentes representam a principal causa de óbitos de crianças de um a 14 anos no Brasil. Todos os anos, cerca de 3,6 mil indivíduos nesse grupo etário morrem, sendo os principais fatores os atropelamentos e afogamentos. Além disso, outras 111 mil são hospitalizadas no País, mais da metade por quedas e queimaduras. Na maioria das vezes, os acidentes acontecem no local de moradia ou no entorno.

Por isso, a SBP destaca a importância de preparar o ambiente em que vivem crianças e adolescentes, de modo que haja a possibilidade de sua exploração e descoberta, mas sem riscos para a saúde e integridade da população infantojuvenil. Acesse aqui a íntegra do documento.

ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO

O documento ressalta também a importância de entender as diferentes etapas de desenvolvimento para, assim, adotar as medidas de proteção antes que o trauma ocorra. Para crianças menores, as estratégias de proteção podem ser passivas, isto é, utilizando componentes de segurança instalados em locais de risco, como os portões para impedir acesso às escadas.

Já para as crianças maiores e adolescentes, são necessárias também as medidas ativas, como o uso de colete salva-vidas em atividades aquáticas; utilização de equipamentos de segurança adequados ao andar de bicicleta e skate; entre outros.

Do nascimento até o quarto mês de vida, o bebê é totalmente dependente do adulto e, no geral, os acidentes estão associados a algum descuido ou distração do responsável. “O uso cada vez maior do celular e outras telas pelos adultos tem sido causa de muita desatenção e, em consequência, de muitos acidentes, pois essas distrações deixam o bebê totalmente desprotegido”, pontuam os especialistas. Veja as recomendações clicando em leia mais.

Leia Mais

VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE COMEÇA NA SEGUNDA EM 417 MUNICÍPIOS BAIANOS

vacinação contra a gripe começa nesta segunda
Tempo de leitura: 2 minutos

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe) foi antecipada para este mês de março por conta do momento em que o mundo passa no combate ao novo coronavírus. Na Bahia, a meta é imunizar, a partir de segunda-feira (23), 90% do público alvo, formado por cerca de 4,6 milhões de pessoas.

A vacinação será iniciada em postos espalhados pelos 417 municípios baianos. Este ano, os idosos e os profissionais de saúde que atuam na linha de frente, no atendimento à população, serão os primeiros a serem imunizados. Também nesta primeira fase serão doses funcionários do sistema prisional e as populações indígena e a privada de liberdade.

A prioridade para os idosos nessa primeira etapa, de acordo com o Ministério da Saúde, mesmo diante da não eficácia da vacina de Influenza contra o coronavírus, é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid 19. Além disso, a pasta considera os estudos e dados que apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos.

A partir do dia 16 de abril, professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos portadores de doenças crônicas e outras clínicas especiais, poderão se vacinar. A partir de 9 de maio, serão as crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos,11 meses e 29 dias), mulheres grávidas, mães no pós-parto, jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa, pessoas com 55 anos ou mais e pessoas portadoras de deficiências.

Para a campanha será utilizada uma vacina segura, de vírus inativado, trivalente (proteção para três vírus: H1N1, H3N2 e Influenza B) e que não têm a capacidade de causar gripe. No estado da Bahia, em 2020, já foram confirmados 64 casos de influenza, e dentre esses, 48 foram confirmados para H1N1, com ocorrência de três óbitos pela doença.

PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS

Para evitar aglomerações nos postos de vacinação, a Secretaria da Saúde do Estado enviou orientações às secretarias municipais de saúde. Uma das propostas é realizar vacinação extramuro, por exemplo, em locais de convivência social (supermercados, centro de idosos, igrejas, escolas) em locais abertos e ventilados e, inclusive, em unidades móveis da saúde.

EUNÁPOLIS: TREINADOR DE FUTEBOL É PRESO POR ABUSO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Tempo de leitura: < 1 minuto

“Jota” foi preso com material que comprova abusos contra menores

O treinador de futebol Marisjotenes Pereira Damião, o Jota Pereira, de 54 anos, foi preso, na quinta-feira (13), em Eunápolis, por armazenamento de material pornográfico de crianças e adolescentes. Os agentes da Polícia Civil no município do extremo-sul cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa do criminoso.

Jota Pereira já vinha sendo investigado há um ano por aliciamento de menores e abusos sexuais contra alunos e jogadores de futebol. Na residência, os policiais apreenderam o celular do criminoso, onde encontraram imagens dele abusando de um adolescente de 16 anos.

De acordo com o delegado Bernardo Marques Pacheco, Jota Pereira aproveitava-se da condição de professor e técnico de futebol para praticar os crimes. “Ele tinha uma boa reputação na cidade e atraia os jovens em troca de presentes, promessas de titularidades em clubes locais e indicações para times maiores”, acrescentou o delegado, que busca identificar outras vítimas do criminoso.

Jota Pereira está à disposição da Justiça e vai responder por crime de armazenamento de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

PASSEATA MOBILIZA PROTEÇÃO A CRIANÇAS E ADOLESCENTES CONTRA EXPLORAÇÃO SEXUAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Crianças e adolescentes participaram de evento em Ubaitaba

Dezenas de crianças e adolescentes da rede municipal de ensino de Ubaitaba caminharam pelas avenidas e ruas centrais de Ubaitaba para alertar a sociedade sobre o abuso e exploração sexual.  O evento foi promovido pela Prefeitura, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), vinculado à Secretaria de Assistência Social, Promoção e Trabalho (Seast).

 A caminhada integrou as ações da Campanha de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em parceria com o Conselho Tutelar e demais instituições da rede de proteção à criança e ao adolescente.

PRÉ-ESCOLA: BRASIL PRECISA INCLUIR 18,6% DAS CRIANÇAS DE 4 E 5 ANOS

Tempo de leitura: 3 minutos
Brasil ainda precisa incluir mais de 18,6% na pré-escola, de acordo com MEC (Foto Elza Fiúza/AB).

Brasil ainda precisa incluir mais de 18,6% na pré-escola, de acordo com MEC (Foto Elza Fiúza/AB).

Mônica Tokarnia | Agência Brasil

No ano que vem, a educação infantil, para crianças de 4 e 5 anos, será obrigatória no Brasil e o país deverá ofertar vagas a todos os que têm essa idade e estão fora da escola. Para cumprir a meta de universalização da pré-escola, que está no Plano Nacional de Educação (PNE), o país tem de incluir  18,6% das crianças nessa faixa etária, conforme dados disponíveis no portal Planejando a Próxima Década, do Ministério da Educação (MEC).

“Os números mostram evolução e, mesmo assim, preocupam”, diz a coordenadora-geral do movimento Todos pela Educação, Alejandra Meraz Velasco. De acordo com o movimento, em números absolutos, é preciso ainda incluir aproximadamente 790 mil crianças dessa faixa etária na pré-escola – responsabilidade que cabe aos municípios, com apoio dos estados e da União, e às famílias, que têm de matricular as crianças.

Segundo Alejandra, para além de simplesmente incluir, é preciso ofertar educação de qualidade às crianças. “É recente a passagem da primeira infância para a educação, em alguns locais ainda se mantém a ideia de que o ensino infantil é simplesmente um local onde as crianças ficam. Nesse momento de expansão. é importante reforçar a proposta pedagógica da etapa.”

O QUE ENSINAR

“É preciso que a criança na pré-escola tenha um ambiente acolhedor, que possibilite a leitura em rodas de conversa, onde possa recontar uma história que o educador está contando para ela, onde possa interagir”, afirma o gerente de programas da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Eduardo Marino.

Para Marino, a rotina da criança deve incluir jogos focalizados, leituras, brincadeiras. Não é como as demais etapas com disciplinas e com estudantes sentados em fileiras. Também é importante que se tenha um educador como referência, e não vários professores. “É importante que a criança tenha contato com música, ritmo, que se prepare bem na fase da pré-alfabetização, na iniciação de raciocínio lógico e matemático.”

A professora e pesquisadora da Universidade de São Paulo (USP) Zilma de Moraes Ramos de Oliveira destaca a importância do contato com outras crianças e também com outros ambientes e materiais, respeitando o cuidado com a segurança.

“Uma criança em casa pode brincar de faz de conta, mas quanto está em um ambiente que propicia isso, pode brincar de faz de conta de coisas novas. As outras crianças podem acenar com possibilidades”, diz. Ela acrescenta que o contato com a diversidade também é importante nessa fase. “A criança vê que o outro não pensa como ela, tem costumes diferentes e passa a ter uma maior abertura”, diz.

Quanto ao papel do professor, Zilma diz que o educador deve aprender a interagir com a criança e escutar o que ela está falando. “Pode às vezes parecer engraçado e parecer que está falando de coisas diferentes, mas quando se estuda e se para para pensar, faz todo sentido o que a criança está falando. Frases que pareciam confusas ou engraçadas merecem ser observadas. E, quando se trata de bebês, é nas minúcias que estão as pistas do que está acontecendo com eles.”

SITUAÇÃO NOS MUNICÍPIOS

“Está sendo feito um grande esforço para aumentar a oferta de vagas”, afirma o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Alessio Costa Lima. “Por mais que em 2016 não venhamos a atingir 100% de inclusão, sabemos que possivelmente não atingiremos, mas o percentual de crianças não atendidas será pequeno”, acrescenta.

Ele diz ainda que a atual situação econômica do país impossibilita os municípios de aumentar os investimentos em educação. “As redes não estavam preparadas para atender à demanda existente.

O Ministério da Educação (MEC) informa que presta ajuda suplementar, por meio de repasses do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Quanto ao que é ensinado, a Base Nacional Comum Curricular incluirá os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento da educação infantil. A proposta preliminar da base será publicada em 15 de setembro. O MEC diz que irá se reunir também com as Undimes estaduais para organização do debate com as redes municipais e apoio ao calendário que vem sendo construído com os estados.

SEMANA DA EDUCAÇÃO INFANTIL

Desde abril de 2012, a semana do dia 25 de agosto passou a ser considerada a Semana Nacional da Educação Infantil e o dia 25, o Dia da Educação Infantil. As datas foram instituídas por lei sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em homenagem ao aniversário da médica Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança. Zilda Arns foi uma das vítimas do terremoto que devastou o Haiti, em janeiro de 2010.

BRINQUEDOS QUEBRADOS EXPÕEM CRIANÇAS AO PERIGO NA PRAÇA CAMACÃ

Tempo de leitura: 2 minutos
Falta escada e proteção na casinha infantil do parque (Foto Jorge Bitencourt).

Faltam escada e proteção na casinha infantil do parque da Praça Camacã(Foto Jorge Bitencourt).

Os pais ou responsáveis devem ficar atentos ao levar crianças para diversão em algumas das praças públicas de Itabuna. Brinquedos quebrados expõem os pequenos ao risco de acidentes em parques infantis como o da Praça Otávio Mangabeira (Camacã), no centro da cidade.

Gangorras-balanço quebradas, sem assentos ou com pregos expostos aumentam os riscos de acidentes com os menores. O problema é antigo e a promessa de solução, também. Recentemente, as estruturas de ferro foram substituídas por material produzido a partir de madeira.

Gangorra balanço está sem assento, mas não foi interditada (Foto Jorge Bitencourt).

Gangorra balanço está sem assento, mas não foi interditada (Foto Jorge Bitencourt).

Os brinquedos do parque infantil da Praça Camacã são os mais utilizados. A falta de manutenção é a maior queixa de pais que aproveitam o parque para a recreação das crianças.

Outra queixa é a circulação em pontes centrais, como a do Marabá, onde a fiação elétrica está exposta. “O risco de uma tragédia é grande”, assinala Cláudia Silva, que costuma levar filha e sobrinhos também à Praça Rio Cachoeira. As duas praças estão distantes menos de 300 metros. A ponte é a ligação mais próxima entre ambas.

Brinquedos estão abandonados e não há faixa de interdição (Foto Jorge Bitencourt).

Maioria dos brinquedos está quebrada e não há sinalização na área (Foto Jorge Bitencourt).

HOSPITAL COMEMORA DIA DA CRIANÇA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Hospital Manoel Novaes, da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, desenvolve ao longo desta semana o projeto “Brincando de Coisa Séria”, idealizado para marcar, conjuntamente, a passagem do Dia da Criança e a Semana do Aleitamento Materno.

Nesta quarta-feira, 9, a partir das 15h30, a ação terá brincadeiras, apresentação de balé e do grupo musical As Sapecas. À noite, com início programado para as 19 horas, será ministrada a palestra “Formação de grupos de apoio ao aleitamento materno”, seguida de debate em torno do tema “Aleitamento materno e nutrição na primeira infância”.

Para esta quinta, dia 10, estão programadas atividades lúdicas no pavilhão Wilson Maron. O projeto será encerrado sexta-feira, envolvendo crianças internadas e filhos de funcionários da instituição.

 

Back To Top