skip to Main Content
21 de fevereiro de 2020 | 08:08 pm

ITABUNA REGISTRA AUMENTO DE 26,3% NO NÚMERO DE MORTES VIOLENTAS EM JANEIRO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um dos crimes foi registrado no último dia 27, na J.S. Pinheiro

Itabuna registrou aumento de 26,3% no número de mortes violentas em janeiro deste ano em comparação com o registrado em 2019. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), foram registrados 24 homicídios em 2020 ante 19 registrado no ano passado.

A SSP-BA sustenta que não houve escalada no número de mortes violentas no município no comparativo. Por meio da assessoria, a SSP aponta que os homicídios ocorridos desde o dia 1º têm ligação com o tráfico e “serão elucidados, com os autores capturados”, informou ao PIMENTA ao ser questionado sobre os números da criminalidade no início deste ano.

POLÍCIA CUMPRE MANDADO E PRENDE AUTOR DE ESTUPROS NO EXTREMO-SUL DA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Cleber é preso por estupros no extremo-sul da Bahia || Foto PC-BA

Autor de dois estupros de vulnerável, o professor Cleber Júnior dos Santos Pereira, de 39 anos, teve a prisão preventiva cumprida, na quarta-feira (25), por policiais da Delegacia Territorial (DT), de Eunápolis, no sul do estado.

O delegado Eridelson de Sousa Bastos explica que a prisão do estuprador foi decretada a partir do trabalho investigativo da delegacia territorial. “Com o mandado, fizemos as diligências e conseguimos capturá-lo”, acrescentou o delegado.

Com o cumprimento da prisão, Cleber Junior permanece custodiado na unidade da Polícia Civil, aguardando transferência para o sistema prisional.

ITABUNA REGISTRA DOIS HOMICÍDIOS EM MENOS DE SEIS HORAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Matheus e Thiago foram executados

Itabuna registrou dois assassinatos entre o início da noite de segunda (26) e a madrugada desta terça (27). Matheus silva Santos, de 18 anos, e Tiago Silva Santos, 32, foram executados na frente de familiares. Ambos tinham passagem pela polícia, de acordo com o comando da Polícia Militar.

O primeiro homicídio ocorreu no Bairro Manoel Leão. Matheus estava na porta de casa, na Rua Euri Leão, quando os criminosos, em um veículo preto e usando máscara de palhaço, se aproximaram e executaram a vítima. O crime ocorreu por volta das 18h50min. O Samu chegou a ser acionado, mas não houve tempo para socorro.

Tiago foi morto por volta da meia-noite e meia. Os executores invadiram a casa da vítima e mataram Tiago na frente da esposa e de filhos. Nem familiares nem vizinhos deram informações sobre os autores do crime. Os disparos atingiram as costas da vítima. Tiago, segundo a PM, tinha passagens pela polícia por homicídio, roubo, furto e porte de arma de fogo.

DE BICICLETA, ATIRADOR MATA DOIS HOMENS NO BAIRRO BRASIL, EM CONQUISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A violência assusta a população de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. Há pouco, dois homens foram executados no Bairro Brasil por um homem. O atirador, ainda não identificado, estava em uma bicicleta. Ele disparou vários tiros nas vítimas, informa o Blog do Giorlando, do jornalista Giorlando Lima. Um dos alvos foi Maurício Cruz.

O comando da 78ª Companhia Independente da PM informou, por meio de nota, que os disparos ocorreram por volta das 19h30min, quando uma guarnição da PM foi deslocada para a Avenida Frei Benjamin, bairro Brasil para atender a ocorrência.

Ainda segundo a polícia, no local os agentes ficaram sabendo que um indivíduo ainda não identificado, em uma bicicleta, efetuou disparos de arma de fogo contra as duas pessoas. Acionada, equipe do Samu não teve tempo para socorro. As vítimas não resistiram aos ferimentos.

LADRA SUSPEITA DE TENTAR MATAR VÍTIMA DURANTE ASSALTO É PRESA EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Katiane foi presa preventivamente em Itabuna || Imagem PC-BA

A Polícia Civil prendeu a mulher suspeita de tentativa de latrocínio no Bairro de Fátima, há cerca de duas semanas, quando atirou na vítima ao assaltá-la ao lado da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons). Katiane Nascimento da Silva foi presa em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

Katiane foi reconhecida pela vítima, o que gerou a ordem de prisão. Anderson Silva, uma das vítimas de Katiane, levou um tiro no peito, porque não deu o celular em assalto ocorrido no dia 11 de maio. À época, chegou-se a divulgar que a identidade da assaltante era a de uma menor, também autora de vários crimes no município.

A assaltante presa ontem à tarde, assim como a menor, sempre age em dupla e utilizando moto. Em março, Tiago Argolo Ramos Santos pilotava uma moto e Katiane, armada com um revólver, atacava pedestres no Alto Maron. A polícia prendeu Katiane, mas a Justiça soltou dias depois. Tiago ficou preso (relembre aqui).

BANDO INVADE CASA E EXECUTA HOMEM NO BANCO RASO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Sandoval foi executado dentro de casa, na madrugada

Um homem foi executado com mais de 40 tiros em Itabuna. O crime ocorreu na madrugada desta quarta-feira (28), no Bairro Banco Raso. Um bando chegou  à residência da vítima em três carros.
Identificando-se como supostos policiais, conforme relatos, os integrantes do bando cortaram cadeado e invadiram a casa de Sandoval Rodrigues Ferreira, de 38 anos, executado com dezenas de tiros na cabeça, informa o Verdinho. O assassinato seria mais um ligado ao crime organizado.
Sandoval estava dormindo, quando os atiradores invadiram a casa, localizada na Rua Beira Rio. A suspeita e de que o homem estivesse fazendo parte de uma facção criminosa de Itabuna. No momento da execução, a esposa, a sogra e filha de seis anos de Sandoval estavam no imóvel.
Com a execução de Sandoval, o município atinge 15 homicídios em 28 dias, média superior a um assassinato a cada 48 horas. A maioria dos crimes tem relação com o crime organizado no município, segundo investigações da polícia.

CASO MARIELLE: CRIMES CONTINUAM SEM SOLUÇÃO 6 MESES DEPOIS

Tempo de leitura: 2 minutos

Marielle foi morta a tiros no centro do Rio de Janeiro, além do motorista dela || Reprodução

Da Agência Brasil
O assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL), 38 anos, e do motorista Anderson Pedro Gomes, 39 anos, completa hoje (14) seis meses. O crime ainda aguarda solução. As autoridades federais afirmam que até o fim deste ano as respostas virão.
Para a viúva de Marielle, Mônica Benício, parentes, amigos e ativistas, a vereadora e o motorista foram executados. Independentemente das investigações, eles preservam as bandeiras de Marielle e suas propostas em defesa de ações para a inclusão das mulheres, negros e do público LGBT.
Nos últimos meses, a Câmara Municipal do Rio aprovou vários projetos de autoria da vereadora, conhecida pela militância em defesa das minorias e direitos humanos. Em agosto, Marinete Alves, mãe de Marielle, esteve com o papa Francisco. Ela disse ter falado sobre a filha para o papa que afirmou que gostaria de tê-la conhecido.
CAMPANHA
Após seis meses da morte da vereadora e do motorista, a Anistia Internacional lança hoje a campanha na internet Quem Matou Marielle Franco?. Uma tela de LED 360º de 5 metros, instalada em um caminhão, passará mensagens em frente a instituições públicas e da Justiça criminal no Rio.
O caminhão percorrerá o Parque do Flamengo, que costuma ter movimento intenso. Jurema Werneck, diretora executiva da Anistia Internacional Brasil, e parentes de Marielle Franco, são aguardados ao longo do dia hoje no local.
No site, a Anistia Internacional pede que as pessoas apóiem uma petição de urgência das investigações do assassinato, a responsabilização dos envolvidos, proteção das testemunhas e garantias de que haverá o julgamento do caso.
O documento é destinado ao ministro da Justiça, Torquato Jardim, o secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, general Richard Fernandez Nunes, o chefe da da Polícia Civil do estado, Rivaldo Barbosa, o procurador-geral do Ministério Público (do Rio), Eduardo Gussem, à procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Macedo Duprat, e ao general Walter Souza Braga Netto, responsável pela intervenção federal na segurança no Rio.
CASO
Marielle Franco foi assassinada com quatro tiros na cabeça e seu motorista Anderson Gomes, atingido por três balas. Eles estavam saindo de um evento político-cultural, no bairro de Estácio, no centro do Rio de Janeiro, quando foram mortos, em 14 de março deste ano.
Câmeras de segurança flagraram os carros e os suspeitos. Porém, as investigações ainda não foram concluídas. Em agosto, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, reconheceu que “agentes do Estado” e “políticos” estão envolvidos no crime. Também admitiu dificuldades nas apurações.
Em julho, a Delegacia de Homicídios (DH) do Rio de Janeiro chegou a prender dois suspeitos. Segundo a polícia, os dois integravam o bando de Orlando Oliveira Araújo, conhecido como Orlando de Curicica, miliciano que está preso na penitenciária federal de Mossoró.

VALÉRIA LEAL LANÇA BOOK TRAILER DA BIOGRAFIA "O CRIME POR UM FIO"

Tempo de leitura: < 1 minuto

Valéria lança book trailer de biografia

Após pouco mais de um ano do lançamento de O crime por um Fio – biografia na área de perícia criminal -, a perita forense e fonoaudióloga Valéria Leal divulgou um book trailer da obra. O vídeo, com duração de cerca de três minutos e locução de Mariana Ximenes, é uma produção independente que tem como objetivo estimular produtoras a se interessarem pelo produto.
Na obra O crime por um fio a autora decidiu transformar alguns dos mais importantes casos policiais dos últimos anos em relatos, do ponto de vista de uma perita. Publicado pela editora Chiado, o livro tem 120 páginas, custa R$ 32,00 e pode ser adquirido nos sites das livrarias Saraiva, Cultura e Travessa.
Valéria Leal, filha do jornalista diretor do jornal A Região, Manoel Leal, covardemente assassinado em 14 janeiro de 1998 – crime até hoje impune), é fonoaudióloga graduada pela PUC-SP, especialista em voz e perita forense de vestígios em arquivos digitais. Ela também é consultora em Comunicação Humana com experiência em Análise Perceptivo-Auditiva e Acústica dos Padrões de Voz, Fala e Linguagem. Confira o book trailer.

ITABUNA REGISTRA 5 ROUBOS DE MOTOS EM 3 HORAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Moto modelo Honda Fan foi a mais roubada da terça (9) em Itabuna

Cinco motos foram roubadas em pouco mais de três horas em Itabuna, nesta terça (9). O primeiro veículo foi levado por bandidos em um assalto na Rua Oswaldo Cruz, no Centro, às 17h, quando dois homens, armados, ameaçaram a vítima caso ela não entregasse uma Honda XRE 300. A moto foi recuperada meia hora depois. O alarme disparou e os ladrões abandonaram o veículo em frente a um posto de combustível.
Minutos depois, ladrões assaltaram motociclista no Centro Comercial, a menos de dois quilômetros da primeira ocorrência, e levaram uma Honda Bros. Já às 19h47min, houve registro de novo roubo de moto. Uma dupla levou Honda CG 150 Fan, na Rua Henrique Alves, no Castália, região central da cidade.
A Central de Polícia foi acionada para atender a uma ocorrência no Loteamento Monte Líbano, no Bairro São Roque. Segundo a Polícia Militar, dupla de ladrões abandonou moto no Castália e tomou outra, uma Honda CG 150, fugindo em direção ao Condomínio Pedro Fontes, por volta das 20h50min. Antes, às 19h51min, um casal roubou mais uma moto Honda Fan 150, próximo à feira do Bairro de Fátima, e fugiu em direção à Califórnia.
AÇÕES PONTUAIS
O coordenador de Planejamento Operacional do 15º Batalhão da Polícia Militar, capitão Leandro Ferreira, disse que ainda não há uma explicação para o número alto e concentrado de roubos ocorridos ontem. “Mas é importante salientar que veículos também foram recuperados em janeiro”, disse ao PIMENTA. “Estamos atentos e apertando [o cerco]. O Serviço de Inteligência está atuando”.
De acordo com o militar, a corporação tem viaturas de forma ininterrupta nas ruas e sempre faz ações pontuais quando há elevação de índices. “Hoje, ficou prejudicado por causa da chuva”, explica, referindo-se às ações para coibir o roubo de veículos. Há elevação de crimes contra o patrimônio em períodos de festas e férias, segundo observa o oficial da PM.

ILHÉUS: POLÍCIA INVESTIGA RELAÇÃO ENTRE ASSASSINATOS DE MATEUS E JUNIOR SCHER

Tempo de leitura: 2 minutos
Polícia investiga relação entre mortes de Mateus e Scher || Reprodução

Polícia investiga relação entre mortes de Mateus e Scher || Reprodução

Delegada Andréa Oliveira investiga os crimes.

Delegada Andréa Oliveira preside inquéritos dos dois crimes || Foto Blog do Gusmão

A coordenadora do Núcleo de Homicídios de Ilhéus e Região, delegada Andréa Oliveira, ouviu nesta quinta-feira (17) duas testemunhas nos inquéritos que investigam os assassinatos de Ismenio Roberto de Menezes Scher Júnior, mais conhecido como Júnior Scher, 38 anos, e Mateus Gomes dos Santos, de 14 anos. Os dois foram mortos com requintes de crueldade em Ilhéus.

A delegada confirmou ao PIMENTA que Ismenio Roberto foi amarrado com os braços para trás, espancado e executado com tiros de pistola 380. Ele foi assassinado na tarde de quarta-feira (16), no Condomínio Águas de Olivença, mesma localidade onde o adolescente também foi morto.

A polícia investiga se a execução de Júnior tem relação com o assassinato do menor. O corpo do adolescente foi encontrado na terça-feira (15), com cabeça e braço decapitados. A cabeça da vítima foi encontrada em um terreno próximo de onde a outra parte do corpo foi enterrada. Ele estava desaparecido desde sexta-feira passada.

Segundo a delegada, existem rumores de que Júnior Scher estaria envolvido no assassinato de Mateus Gomes, e que aquele teria sido morto por vingança. “Mas ainda não temos elementos que confirmem a relação entre esses crimes. Por isso, estamos investigando outras hipóteses para as duas mortes. Não podemos descartar nenhuma possibilidade até elucidação dos dois crimes”, afirmou a delegada Andréa Oliveira.

BRIGAS

A delegada explicou ainda que está apurando informações de que tanto Júnior Scher, que era de Itabuna, quanto Mateus Gomes teriam se envolvido em brigas recentemente. Júnior teria se envolvido em mais de uma briga, sendo que uma delas durante festa numa casa que tomava conta em Águas de Olivença.

A delegada investiga ainda se os crimes estão relacionados ao tráfico de drogas. A policial já solicitou laudos sobre os dois crimes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus e marcou para a próxima semana novos depoimentos relacionados aos dois inquéritos.

Back To Top