skip to Main Content
7 de junho de 2020 | 07:37 am

REDE BAHIA É UM DOS ALVOS DE PROTESTO DAS CENTRAIS SINDICAIS EM SALVADOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os ônibus urbanos e interurbanos não circularão em Salvador, no Dia Nacional de Luta, próxima quinta-feira (11), das 4h às 8h30min. As rodovias federais e estaduais também serão bloqueadas pelos manifestantes.

A partir das 11h, haverá concentração no Campo Grande e, às 15h, caminhada até a Praça da Sé. Ainda pela manhã, haverá um protesto pela “Democratização da Comunicação”. Este ato será em frente à TV Bahia, afiliada da Rede Globo.

A manifestação é convocada pelas centrais sindicais CUT, Força e CTB. Na pauta de reivindicações, dentre outros itens, 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação, 10% do Orçamento da União para a saúde.

A pauta ainda inclui redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, fim do Fator Previdenciário, reforma agrária, suspensão dos leilões do petróleo e transporte público de qualidade.

PROTESTOS EM ITABUNA

Além de Salvador, haverá protestos em quase todo o país. Em Itabuna, o ato principal será no centro da cidade. Às 14h, movimentos sociais começam a concentração no Jardim do Ó. A passeata está prevista para as 15h, tendo como percurso a Avenida do Cinquentenário e encerramento na Praça Adami. Marival Guedes, de Salvador.

PROTESTO É MARCADO POR INSULTOS À CTB E CRÍTICAS A VANE

Tempo de leitura: 2 minutos
Manifestantes interditam avenida em frente à Prefeitura e fazem críticas a Vane.

Manifestantes interditam avenida em frente à Prefeitura e fazem críticas a Vane.

A manifestação do Comando Popular de Itabuna saiu da Praça Simão Fitermann (São Caetano) com duas horas de atraso e foi marcada por insulto de ativistas contra membros da CTB e do Sindicato dos Comerciários. O ato foi encerrado na Praça Adami, na região central.
Esvaziada após protestos do grupo Juventude de Luta e de ativistas sem ligação com partidos, a manifestação “desceu” a Avenida Princesa Isabel com pouco mais de cem pessoas da Assembleia Nacional dos Estudantes (Anel), do DCE da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e entidades com vínculos com o PCdoB.
Jovens manifestantes brincam durante interdição da Avenida do Cinquentenário.

Jovens manifestantes brincam durante interdição da Avenida do Cinquentenário.

Um grupo de estudantes entoava palavras de ordem contra a CTB, chamando a entidade de “oportunista”. Líderes do Comando Popular, como Robenílson Torres, afirmam que a participação da CTB e do Sindicato dos Comerciários não havia sido aprovada em assembleia, ao contrário do que afirmou a assessoria da CTB e a presidente do Sindserv, Karla Lúcia Oliveira.
Após negociações, o grupo saiu da praça do São Caetano e seguiu pela Avenida Princesa Isabel. A primeira parada ocorreu em frente à sede da Prefeitura de Itabuna, quando as duas pistas da avenida foram interditadas e líderes do movimento criticaram o Governo Vane. Os estudantes voltaram a cobrar passe livre em Itabuna.
Na sequência, houve interdição da Ponte Carlos Lacerda (São Caetano) por cerca de 15 minutos, quando os jovens seguiram pela Cinquentenário e fizeram paradas nas praças Camacan e Adami, onde o ato foi encerrado.

CTB QUER FIM DA "CAIXA-PRETA" NO TRANSPORTE PÚBLICO EM ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos
Jorge Barbosa, da CTB, cobra transparência e fim da caixa preta.

Jorge Barbosa, da CTB, cobra transparência e fim da caixa preta em Itabuna.

A qualidade do transporte público em Itabuna e o aumento da tarifa estão sendo questionados por movimentos estudantis e sindicais. Amanhã, às 15h, o DCE da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e o movimento Anel promovem caminhada em protesto contra o reajuste para R$ 2,40.
Hoje, a regional da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) promoveu ato na Praça Adami. A regional da CTB, entidade ligada ao PCdoB, cobra mais transparência e qualidade no transporte urbano no município.
Uma das reivindicações é que se abra a “caixa-preta” do sistema operado por duas empresas, a Expresso Rio Cachoeira e a São Miguel, em esquema de caixa único. Para a direção da CTB, “empresas de transportes urbanos que já atuam em Itabuna nunca se preocuparam em oferecer um serviço de qualidade”. Confira íntegra da nota no “leia mais”, abaixo.

Leia Mais

CRIAÇÃO DE SINDICATO VIRA CASO DE POLÍCIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Polícia usa microfone para tentar acalmar os ânimos entre sindicalistas.

A tentativa de membros da Central Única dos Trabalhadores (CUT) de criar um sindicato regional exclusivo para servidores municipais da área da Saúde acabou em guerra, hoje, em Itabuna. Homens e viaturas da Polícia Militar foram acionadas para acalmar os ânimos entre os membros do SindservSaúde e representantes da CTB e Força Sindical.
Os defensores da criação do sindicato regional de servidores municipais da área da saúde marcaram assembleia para as 13h na sede do Sindicato dos Servidores Federais (Sintsef), na rua Floriano Peixoto.
A CTB e a Força Sindical se uniram para “melar” a assembleia. Sindicalistas das duas centrais acamparam antes da assembleia na porta do Sintsef. Parte deles invadiu a sede da entidade. A polícia militar foi acionada e conseguiu evitar o pior.
Servidora municipal, Maria das Graças Souza defende a criação do SindservSaúde e afirma que foi ameaçada durante a guerra entre membros das três centrais sindicais.
Membros da CTB e da Força Sindical dizem que a criação do SindservSaúde tem apenas objetivos políticos. Já os defensores do sindicato afirmam que os sindicatos de servidores municipais, como o Sindserv Itabuna, atendem a várias categorias dentro da área pública e não conseguem se ajustar às demandas específicas dos profissionais em saúde.
A votação estava marcada para as 13h. Os sindicalistas “invasores” acabaram realizando votação sem a presença dos idealizadores da nova entidade. E, coincidência!, o Sindserv Saúde foi rejeitado pela maioria da assembleia.
Atualizado às 23h50min

DIA DA MULHER

Tempo de leitura: < 1 minuto

A CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) decidiu antecipar as comemorações pelo Dia Internacional da Mulher. Em Itabuna, haverá ato público nesta quarta-feira, 2, a partir das 10h30min, na Praça Adami.

A programação inclui ainda palestra sobre o tema “Mulher: qual o seu papel?”, que será proferida a partir das 17 horas no auditório do Sindicato dos Bancários. A abordagem fica por conta da advogada Jurema Cintra Barreto e da secretária estadual da CTB, Patrícia Ramos.

EXCELENTE PROPOSTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma proposta apresentada pela Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) sugere incluir a revitalização do Rio Cachoeira como condicionante ao projeto de duplicação da rodovia Ilhéus – Itabuna.
A ideia, que também tem a assinatura do Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região, foi encaminhada à Secretaria do Meio Ambiente do Estado. Nos dias 9 e 10, a Sema realizou audiências públicas em Itabuna e Ilhéus para discutir o projeto de duplicação.
Está aí uma sugestão que precisa ser abraçada por todos aqueles que terão alguma influência na definição de condicionantes para a intervenção na BR-415.
Se não for agora, já era!

REUNIÃO DISCUTE SAÍDAS PARA O HBLEM

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Política Etc

Uma comissão formada por representantes da Prefeitura de Itabuna, Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, Sindicato dos Servidores, Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e Câmara de Vereadores se reúne nesta segunda-feira, 1º, às 15 horas, em Salvador, com o secretário de Saúde da Bahia, Jorge Solla.

O tema da reunião são os frequentes atrasos nos repasses financeiros para o hospital, que repercutem em descumprimento do cronograma salarial dos funcionários.

O sindicato dos servidores classifica a situação como “degradante” e exige uma solução.

Back To Top