skip to Main Content
29 de novembro de 2020 | 01:56 am

HOMEM É FILMADO ESPANCANDO MULHER EM ILHÉUS

Acusado de espancar ex-namorada é denunciado pelo Ministério Público
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um homem foi flagrado agredindo uma mulher, na noite de terça-feira (13), no bairro Nelson Costa, em Ilhéus. O acusado foi identificado como Carlos Samuel Freitas Costa Filho, o “Carlinhos Freitas”, de 33 anos, que aparece nas imagens desferindo socos no rosto da vítima.

A jovem, que seria namorada de Carlinhos Freitas,  não chegou a prestar queixa, mas a Delegacia Especializada de Atenção à Mulher (DEAM) instaurou inquérito para investigar o caso. O acusado já foi intimado pela polícia. Até o início da noite desta quarta-feira (14) ele não havia comparecido para prestar esclarecimentos.

De acordo com a polícia, essa não é a primeira vez que Carlinhos Freitas é acusado do crime. Ele foi indiciado em, pelo menos, 10 inquéritos, a maioria por agressão a mulheres, inclusive contra familiares, segundo a polícia.

Nas filmagens que circulam nas redes sociais, o homem e a vítima estão próximos a um carro, em frente de um imóvel. Por diversas,  ela implora para que o homem deixe o local, mas ele não atende e ainda ameaça uma pessoa que faz filmagem a distância.

PORTEIRO ACUSADO DE ESTUPRO É PRESO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Geraldo está preso (Foto Radar).

O porteiro acusado de estuprar uma criança foi preso ontem e encaminhado para o Conjunto Penal de Itabuna.  Geraldo Veloso Santos, 26, trabalhava na escola municipal Rainha da Paz, no Monte Cristo, há três anos.
O estupro ocorreu no ano passado e o caso foi denunciado à polícia neste ano, quando a criança teve condições de contar o caso aos pais e enfrentar as ameaças de morte feitas pelo porteiro (relembre aqui).
O porteiro foi reconhecido e confessou o estupro em depoimento prestado à polícia no dia 14 de junho. A prisão ocorreu por volta das 18h de ontem, informa o site Radar Notícias. A ordem judicial foi cumprida por agentes da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), comandada pela delegada Ivete Santana.
Conforme a delegada contou ao PIMENTA em junho, o porteiro abordou a criança enquanto ela passava em frente à escola. Ele era visto como uma pessoa tranquila e tinha a confiança da direção da escola. Ele também tinha acesso às residências da diretora e vice da escola Rainha da Paz, que reagiram com um misto de revolta e incredulidade quando Geraldo Veloso Santos confessou o estupro em depoimento à polícia. Geraldo está afastado da escola desde o mês passado (reveja aqui).

Back To Top