skip to Main Content
13 de agosto de 2020 | 03:28 am

E POR FALAR EM SAUDADE… JÁ SE FORAM MAIS TRÊS

Tempo de leitura: 4 minutos

Abstêmio há anos, Robson participava da farra beliscando um tira-gosto e fazendo o que herdou do pai: tirar fotos, as quais eram imediatamente postadas nas redes sociais.

Walmir Rosário || wallaw2008@outlook.com

Nesses últimos dias o Pai Criador de todas as coisas deste mundo tem chamado para perto de Si uma turma boa, daquelas que já começaram a fazer muita falta aos amigos que deixaram aqui na terra. Toda a nossa amargura se reverterá na eterna – enquanto dure – saudade, pois temos que reconhecer a sabedoria Divina nas sábias escolhas que sempre faz.

Devem ter cumprido suas missões aqui pelo mundo terreno e, quem sabe, chegou a hora de darem uma mãozinha ao Criador na infinita missão de tornar melhor a humanidade, atualmente tão afastada da espiritualidade. Enquanto o materialismo campeia a passos largos, cada um segue caminhos mais que diferentes, antagônicos, em que vale mais a obediência à ideologia sectária, opressiva, que dispõe do homem apenas e tão somente como um objeto de dominação do Estado.

Em menos de um mês perdemos aqui no Sul da Bahia três pessoas que sempre foram além da conta, como o padre João Oiticica (28 de abril), um missionário que levava o nome de Deus aos ilheenses. Problemas renais o tiraram deste mundo e sequer pode receber as últimas homenagens do rebanho que apascentou por anos a fio e que lhe devotavam muito respeito e admiração.

Em pouco mais de duas semanas recebemos com pesar a notícia da morte do Bispo Emérito de Itabuna, Dom Czeslaw Stanula, acometido de pneumonia, chicungunha e neoplasia da próstata. De origem polonesa, Dom Ceslau (como passou a ser chamado) viveu as dificuldades em sua terra massacrada pela guerra e o domínio comunista e dedicou sua vida a fazer o bem à humanidade.

Em Itabuna, onde chegou em 1997, encontrou parte da diocese desviada de sua finalidade, descuidando das coisas de Deus e privilegiando sobremaneira a política partidária. Com muita sabedoria soube separar o que era de Cesar e o que era de Deus, retomando os ensinamentos de Jesus Cristo, de forma apostólica para promover a salvação do homem.

Figura carismática, Dom Ceslau pacificou ânimos com sua sabedoria. Ao entrevistá-lo, convidei-o para escrever um artigo semanal no jornal Agora, do qual era o editor, sobre assuntos litúrgicos e da Igreja, de forma geral. A cada semana nos brindava com grandes peças sobre a fé, lidos e debatidos pela comunidade católica com grande repercussão no Sul da Bahia.

Muitas das vezes, quando não recebia o e-mail no prazo do fechamento, nos comunicávamos e o encontrávamos em vários países dos diversos continentes pregando missões, embora aqui pouco soubéssemos do conceito internacional que gozava. Nos bate-papos descontraídos, quando eu comentava sobre meus tempos de seminarista capuchinho e que poderia lhe dar trabalho hoje caso tivesse me ordenado, dizia de forma risonha: “Meu filho, Deus é muito sábio e me poupou desse contratempo”.

Nesta terça-feira (19), recebo um telefonema de minha amiga jornalista Maria Antonieta (Tonet) informando da morte do amigo Robson Nascimento, com o diagnóstico de ter contraído o vírus Covid-19. Robson era um daqueles amigos inseparáveis e nos falávamos cerca de três vezes por dia, a última ligação no dia 7 de maio, quando se queixou de uma gripe e tosse – não a seca – que lhe estava causando dores de cabeça.

Recomendei sua transferência para a casa de praia, onde poderia caminhar diariamente nas areias da praia dos Lençóis e fortalecer o corpo e o espírito, notadamente o pulmão, órgão sensível ao vírus. Embora fosse ele que estivesse acamado, manifestava a toda hora os cuidados que eu e minha mulher deveríamos tomar para não ser infectado e recomendava: “Muito cuidado, não saia de casa!”. Outros telefonemas não foram atendidos, pois já se encontrava internado e eu não sabia.

Robson é meu companheiro de lutas jornalísticas desde a década de 1980, quando viajava a Bahia inteira e trazia dezenas de fitas com entrevistas e reportagens para darmos o texto para o jornal Agora. No Correio da Bahia, do qual foi chefe da sucursal de Itabuna, cobríamos o Sul, Extremo Sul e Baixo Sul da Bahia para a publicação diária e o caderno Sul da Bahia, onde fiz reportagens memoráveis, com magníficas fotos dele.

De volta do Paraná e Santa Catarina, fui convidado a elaborar o projeto para transformar o semanal jornal Agora em diário, e Robson foi uma das pessoas que pedi a contratação para a direção comercial. Assim, fortaleceríamos as vendas e a torcida do Botafogo – apenas eu e Joel Filho contra os flamenguistas Kleber Torres, José Adervan e Antônio Lopes.

Edição de fim de semana fechada com mais de 100 páginas, a sexta-feira do Agora se tornou famosa pelo encontro etílico semanal na sala do presidente Adervan – dividida com Robson –, local dos comes e bebes. Abstêmio há anos, Robson participava da farra beliscando um tira-gosto e fazendo o que herdou do pai: tirar fotos, as quais eram imediatamente postadas nas redes sociais.

Por falar em encontros, fico meio ressabiado com nossos almoços promovidos pelo último grande anfitrião de Ilhéus, Carlos Farias Reis, recentemente desfalcado pelo padre João Oiticica, encarregado das orações com os pedidos de que nunca faltassem recursos e vontade de novos convites. Agora, teremos sentiremos a falta do nosso fotógrafo oficial e motorista da vez, dada sua condição de abstêmio.

Rogo a Deus que sensibilize nosso anfitrião Carlos Farias a realizar mais um almoço, desta vez para relembrarmos e homenagearmos os ausentes fisicamente José Adervan, padre João Oiticica, Robson do Nascimento, Moreia, Djalma Eutímio, dentre outros. Prometo que chegarei o mais cedo possível para ajudar a transportar a mesa da diretoria, na qual terei o merecido assento.

O tempo Urge!

Walmir Rosário é radialista, jornalista e advogado.

MORRE DOM CESLAU STANULA, BISPO EMÉRITO DA DIOCESE DE ITABUNA

Dom Ceslau Stanula faleceu nesta sexta, em Salvador
Tempo de leitura: < 1 minuto

O bispo emérito de Itabuna, Dom Ceslau Stanula, faleceu às 23h desta quinta-feira (14), após ser internado em estado grave na quarta-feira da semana passada, no Hospital Jorge Valente, em Salvador. O bispo emérito da Diocese de Itabuna havia testado positivo para chikungunya e negativo para o novo coronavírus.

Polonês, Dom Ceslau esteve à frente da Diocese de Itabuna de outubro de 1997 a março de 2017, quando renunciou ao bispado e teve o pedido aceito pelo Papa Francisco, que nomeou como substituto Dom Carlos Alberto Santos.

Devido aos protocolos em casos suspeitos de covid-19, o corpo de Dom Ceslau será sepultado no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador, nesta quinta (15), às 15h. Atualizado às 8h50min.

DOM CESLAU STANULA É CONDECORADO NA POLÔNIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Dom Ceslau é condecorado por ministro no Palácio Presidencial, em Varsóvia

Bispo após condecoração na Polônia, sua terra natal

O bispo emérito da Diocese de Itabuna, Dom Ceslau Stanula, recebeu, nesta segunda (4), as mais altas condecorações concedidas pela presidência da Polônia, a Cruz de Cavaleiro e a Estrela da Restituição da liberdade. A condecoração foi entregue no Palácio Presidencial.
A solenidade aconteceu no Palácio Presidencial em Varsóvia, com a presença de familiares e amigos do religioso, nascido na Polônia, seguida de uma missa, almoço de confraternização e visita a monumentos históricos.
Ainda ontem, em cerimônia no Senado, Dom Ceslau participou de audiência e saudação no Senado. “Foi dia de muita emoção. Desejo um radiante dia com a bênção e oração”, disse a autoridade religiosa.

ATO MARCARÁ POSSE DO NOVO BISPO DA DIOCESE DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Dom Carlos Alberto assume diocese nesta sexta.

Dom Carlos Alberto assume diocese nesta sexta.

O novo bispo da Diocese de Itabuna, Carlos Alberto dos Santos, toma posse em ato marcado para as 17 horas desta sexta-feira (7), na Catedral de São José, em substituição a Dom Ceslau Stanula. De acordo com a Diocese de Itabuna, o ato contará com a presença de bispos e arcebispos da Bahia e Sergipe.

Hoje (6), durante a Missa da Misericórdia, Monsenhor Moizés, da Paróquia de São José, de Itabuna, disse que várias caravanas foram organizadas para a cerimônia de posse e de recepção ao novo bispo diocesano. A Diocese de Itabuna responde por 19 municípios.

O novo bispo itabunense é oriundo da Diocese Teixeira de Freitas-Caravelas, no extremo-sul baiano, onde ficou por quase 12 anos. Dom Carlos Alberto é natural de Tobias Barreto (SE), nasceu em 2 de outubro de 1955, sendo ordenado padre em 21 de maio de 1983. De acordo com a assessoria da Igreja Católica em Itabuna, o lema de Dom Carlos Alberto é Por Maria, a Eucaristia.

DESPEDIDA DE DOM CESLAU

Dom Ceslau Stanula marcou a sua despedida em concelebração ocorrida na última sexta-feira, 31 de março, na Catedral de São José. Ceslau participará do ato de posse do novo bispo. Ele segue para Salvador na próxima segunda (10). Hoje, o provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, Eric Ettinger Jr. publicou artigo em homenagem a Dom Ceslau (confira aqui).

ATÉ BREVE, DOM CESLAU!

Tempo de leitura: < 1 minuto

Dr. Eric Ettinger Junior, Provedor eleitoEric Ettinger Júnior

 

Como não se empolgar com um senhor de 77 anos dizendo que precisamos ser mais fortes que as dificuldades e que não podemos sucumbir?!

 

E essa semana termina mais triste do que as outras: chega ao fim o comando de Dom Ceslau Stanula frente à nossa diocese!

Um homem culto, inteligente e humilde, que ajudou a resgatar a igreja católica em nossa cidade. O polaco mais itabunense que existe, que se encaixou perfeitamente em nossa região defendendo os ideais cristãos, se engajando em várias frentes sociais, ajudando a nossa Santa casa de Misericórdia e fazendo muito mais do que seu papel pede. Por isso, a saudade já aperta!

Como não sentir saudades de um senhor tão jovem, com tanta garra e vontade?!

Como não se empolgar com um senhor de 77 anos dizendo que precisamos ser mais fortes que as dificuldades e que não podemos sucumbir?! Como não tirar forças de sei lá onde e fazer isso?! Esse é Dom Ceslau! Muito mais que um bispo, um amigo! Sentiremos saudades…

A Dom Carlos Alberto, que seja bem-vindo a esta terra que é conhecida por acolher bem aos que chegam. Que a luz do Divino Espírito Santo o ilumine na condução neste novo Bispado.

Eric Ettinger Jr. é provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna

DEFINIDA A POSSE DO NOVO BISPO DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Dom Carlos Alberto assume diocese em abril.

Dom Carlos Alberto assume diocese em abril.

A Igreja Católica definiu a data de posse do novo bispo da Diocese de Itabuna. No último dia 1º, o Vaticano aceitou a renúncia de Dom Ceslau Stanula e nomeou Dom Carlos Alberto dos Santos como seu sucessor.

Dom Ceslau ainda comandará o novenário e as homenagens ao padroeiro itabunense, São José. A posse do novo bispo será no dia 7 de abril. O Dia de São José é 19 de março.

Natural de Tobias Barreto, Sergipe, Dom Carlos Alberto deixa a Diocese de Teixeira de Freitas-Caravelas, no extremo-sul da Bahia, após 12 anos.

Já Dom Ceslau, renuncia ao posto depois de quase 20 anos à frente da diocese itabunense. A autoridade religiosa assumiu o posto em 26 de outubro de 1997, respondendo por 19 municípios. Atualizado às 15h20min (09.02)

DOM CESLAU CRITICA DISCURSO DA MESMICE DE PREFEITURÁVEIS

Tempo de leitura: 2 minutos
Dom Ceslau critica mesmice em discursos de prefeituráveis (Foto Arquivo).

Dom Ceslau critica mesmice em discursos (Foto Arquivo).

O bispo Dom Ceslau Stanula aconselhou os prefeituráveis de Itabuna a adotar discurso que saia da mesmice ao repetir direitos que já estão previstos na Constituição. Durante a homilia na Missa em Ação de Graças pelos 106 anos do município, o bispo diocesano apontou a necessidade de os candidatos irem além, “com uma visão global, voltada para o futuro” de Itabuna.

Ceslau citou problemas econômicos, políticos e sociais do país e os reflexos desta crise no município. “Não somos uma ilha”, observou. O bispo também falou de esperança na homilia e a importância da sucessão municipal. “[É] mais importante que a do presidente da República”.

O líder religioso também mencionou a Encíclica Papal sobre meio ambiente. O lugar onde vivemos, disse Dom Ceslau, é um dom de Deus, o que exige responsabilidade de cada um. Fez apelo aos homens para que não se isolem de Deus. “Maldito o homem que confia em outro homem”, disse ele, repetindo trecho bíblico extraído do Livro de Jeremias.

VANE: “MINHA PALAVRA É DE GRATIDÃO”

Vane: relação com igreja melhorou.

Vane: relação com igreja melhorou.

O prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer) pode falar aos fiéis presentes à missa pelos 106 anos do município. “Minha palavra é de gratidão”, disse ele, sem acrescentar que deixa o mandato mais perto da Igreja Católica. “Nossa relação melhorou muito”, testemunhou. Na concepção de Vane, a cidade também melhorou. Para isso, citou prêmios obtidos pela cidade durante sua gestão.

Vane ainda pediu aos fiéis que orem pela eleição e fez citação a pré-candidatos. Na missa, estavam presentes o ex-prefeito Fernando Gomes (DEM) e o deputado estadual Augusto Castro (PSDB). Ambos, incendiaram a política itabunense, na semana passada, após Fernando acusar o parlamentar de traição (relembre aqui).

FESTA CATÓLICA NO CONCEIÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Católicas celebram Dia de Nossa Senhora da Conceição (Foto Fábio Mota).

Católicas celebram Dia de Nossa Senhora da Conceição (Foto Fábio Mota).

Centenas de católicos participam, neste início de noite de terça (8), de homenagens a Nossa Senhora da Conceição em Itabuna. Como já é tradição, uma missa é celebrada em frente à igreja católica do Conceição. O bispo diocesano Dom Ceslau Stanula e o pároco Frei Calazans conduzem a celebração. Os fiéis encerram os festejos com procissão pelas principais ruas do bairro, um dos mais tradicionais de Itabuna.

Centenas acompanham procissão em homenagem a Nossa Senhora (Foto Fábio Mota).

Centenas acompanham procissão em homenagem a Nossa Senhora (Foto Fábio Mota).

DEVOÇÃO E FÉ

Tempo de leitura: < 1 minuto
Dom Ceslau Stanula preside homenagens na praça (Foto Luiz Conceição).

Dom Ceslau Stanula preside homenagens (Foto Luiz Conceição).

Centenas de fiéis católicos e devotos de Nossa Senhora da Conceição participam de missa na Praça dos Capuchinhos, neste início de noite, em Itabuna.
A missa é celebrada pelo Frei Calazans e Bispo Dom Ceslau Stanula mais dois padres da diocese itabunense.
Às 19h, os fiéis seguem em procissão pelo Bairro Conceição, encerrando os festejos em homenagem à santa.
Católicos participam de homenagem a padroeira do Conceição (Foto Fábio Mota).

Católicos participam de homenagem a padroeira do Conceição (Foto Fábio Mota).

Católicos participam de homenagem a Nossa Senhora (Foto Fábio Mota).

Católicos participam de homenagem a Nossa Senhora (Foto Fábio Mota).

HOMENAGEM A DOM CESLAU REUNIRÁ 15 BISPOS E ARCEBISPOS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Dom Ceslau completará 50 anos de ordenação sacerdotal (Foto Pimenta).

Dom Ceslau completará 50 anos de ordenação (Foto Pimenta).

A celebração pelos 50 anos de ordenação sacerdotal e 25 anos de bispado de Dom Ceslau Stanula na próxima sexta (22) reunirá, pelo menos, 15 bispos e arcebispos do Nordeste, segundo a assessoria da Diocese de Itabuna. Dentre as presenças confirmadas, o arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger. A celebração ocorrerá na Catedral de São José.
A celebração é organizada por uma comissão composta por membros do clero diocesano, agentes de pastorais e representantes da sociedade. A festa terá um coro de 50 vozes (Voz que Clama), integrado por corais e grupos das paróquias de Santa Maria Goretti, Nossa Senhora da Conceição e da Catedral de São José.
As homenagens começarão na quinta (21), às 19h, com celebração eucarística. Musicistas e corpo de dança do Ballet Tchu e Cia farão apresentações especiais.

Back To Top