skip to Main Content
20 de abril de 2021 | 11:46 am

OTTO ALENCAR E FÁBIO VILAS-BOAS NO “BOM DIA BAHIA” NESTE SÁBADO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O senador Otto Alencar, presidente do PSD baiano, e o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, estão entre os entrevistados da edição deste sábado (12) do Programa Bom Dia Bahia, apresentado por Ederivaldo Benedito (Bené) e Andirlei Nascimento. O programa vai ao ar das 8h às 10h30min.

O Bom Dia Bahia terá participação especial do jornalista Levi Vasconcelos, um dos maiores analistas da política baiana. Levi, Bené e Andirlei vão entrevistar o senador Otto Alencar. O partido presidido pelo senador foi o que mais ganhou prefeituras na Bahia. O Bom Dia Bahia pode ser ouvido clicando aqui.

“BOM DIA BAHIA”: REITOR DA UESC E LIDERANÇAS DEBATEM MEDIDAS CONTRA A COVID-19

Neto, do Grupo Chaves e Jequitibá, e o reitor da Uesc, Alessandro Fernandes, participam do programa
Tempo de leitura: < 1 minuto

O reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Alessandro Fernandes, e o diretor do grupo Chaves e do Shopping Jequitibá, Manoel Chaves Neto, são alguns dos entrevistados do Bom Dia Bahia deste sábado (18), a partir das 8h, na Rádio Difusora Sul da Bahia AM. Sete personalidades do mundo empresário e político do sul da Bahia vão discutir saídas para a crise, antecipa o apresentador Ederivaldo Benedito.

O Bom Dia Bahia terá também a presença do vereador Ricardo Xavier, presidente da Câmara de Itabuna; do vice-presidente do Sindicato dos Bancários de Itabuna e membro do Conselho de Saúde de Itabuna, Paulo Eduardo Santana da Silva (Paulinho); do secretário-executivo da Amurc, Luciano Veiga; e do ex-presidente da Associação Comercial de Itabuna e coordenador do Movimento Empresarial Sul da Bahia em Ação (Mesb), Ronaldo Abude, além do coordenador do Fórum Empresarial da Bahia, José Raimundo Araújo.

O programa “Bom Dia Bahia”, apresentado por Ederivaldo Benedito-Bené e pelo advogado Andirlei Nascimento. O programa vai ao ar das 8h às 10h30min, pela Rádio Difusora de Itabuna AM-640. O link da emissora é http://www.radiodifusoraam.com.br/ e os ouvintes podem participar por meio do WhatsApp – 73 98889 1909.

JORNALISTA LEVI VASCONCELOS COMENTARÁ A POLÍTICA BAIANA NO “BOM DIA BAHIA”

Jornalista Levi Vasconcelos fará comentários semanais no “Bom Dia Bahia”
Tempo de leitura: < 1 minuto

Levi Vasconcelos, um dos mais bem-informados e conceituados jornalistas políticos da Bahia, fará um balanço do que aconteceu esta semana no cenário político da capital baiana, a partir da manhã deste sábado (7), no Bom Dia Bahia. O programa semanal é apresentado pelo também jornalista Ederivaldo Benedito, na Rádio Difusora AM 640, de Itabuna.

Editor da coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, Levi Vasconcelos é também editor do site Bahia.ba. O convite para o jornalista fazer um comentário semanal no Bom Dia Bahia partiu do colega Ederivaldo Benedito, que apresenta o Bom Dia Bahia ao lado do advogado Andirlei Nascimento, das 8h às 10h30min da manhã.

“Levi, excelente profissional, é um amigo desde o início de minha carreira em 1975. Fomos colegas de redação no extinto Jornal da Bahia, na Tribuna da Bahia e em A Tarde. É um prazer tê-lo no Bom Dia Bahia, ao lado de Andirlei Nascimento e João Matheus Feitosa, noticiando, analisando e comentando os fatos da política baiana”, afirmou Ederivaldo Benedito, “Bené”.

ADVOGADO SOFRE INFARTO E MORRE EM HOTEL NO CENTRO DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Flávio sofreu infarto fulminante em um hotel no centro de Itabuna

O advogado e empresário Flávio Cavalcanti Júnior sofreu um infarto, na tarde desta segunda-feira (10), no Hotel Royal (antigo Lord), no Centro de Itabuna. Não houve tempo para socorro à vítima.

Flávio é filho de Flávio Cavalcanti, dono do lendário Chão de Estrelas, além de ser sobrinho de Luiz Cavalcanti, ex-presidente da OAB de Itabuna, e do ex-deputado Murilo Cavalcanti.

O jornalista Ederivaldo Benedito lamentou a perda e lembrou que ambos foram colegadas nos bancos da Faculdade de Direito, na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).

– Flavinho estava bem na carreira jurídica, entre Vitória da Conquista, Salvador e Itabuna. Sempre que vinha à cidade, ele ligava pra mim, quando não almoçávamos, colocava a conversa em dia por telefone – disse “Bené” por meio de um aplicativo de mensagem.

O BLOCO DA MUDANÇA, EM NOME DE JESUS!

Tempo de leitura: 2 minutos

Ederivaldo Benedito | ederivaldo.benedito@gmail.com
Ederivaldo Benedito-foto.

Itabuna não suporta mais lamentações. Chegou a hora de dar adeus ao provincianismo e amadurecer politicamente, discutir suas questões no atacado.

Acabou a novela do Carnaval Antecipado. Espera-se agora que tocado pelo Espírito Santo, movido pelos sentimentos de cidadania, irmandade, amor ao próximo e de solidariedade, o itabunense venha, de forma organizada, ajudar Claudevane Leite a colocar o Bloco da Mudança na rua.
Itabuna não suporta mais lamentações. Chegou a hora de dar adeus ao provincianismo e amadurecer politicamente, discutir suas questões no atacado. Buscar soluções para os eternos problemas. Apresentar sugestões no papel e na prática, ao invés de apenas se queixar que as coisas estão ruins e culpar as autoridades.
Ora, o problema não é simplesmente discutir se a Prefeitura deveria ou não patrocinar a festa momesca, ou quem apoia ou não a sua realização. O desafio é: já que o prefeito, de maneira claudicante, vacilante, decidiu não promover oficialmente o Carnaval Antecipado, ele e os itabunenses que concordam a sua decisão têm a obrigação de pensar com grandeza e apresentar projetos para os eternos problemas infraestruturais de Itabuna.
O Ministério Público, por exemplo, com apoio de grupos evangélicos, líderes partidários, blogueiros e radialistas, deve apresentar urgentemente propostas para, quem sabe, intensificar o combate à violência e criar mecanismos para o enfrentamento da criminalidade no município.
Os que se manifestaram publicamente contra a festa deveriam começar a fazer mutirões para ajudar as famílias desabrigadas e campanhas de solidariedade ajudar as populações ribeirinhas e periferias, que diariamente clamam por socorro nos programas policiais das Rádios e TVs. Poderiam, também, cruzar a cidade, do São Pedro ao Jorge Amado, do Maria Pinheiro ao Santa Inês, “conscientizando à população” e alertando-a para a iminência de um “novo surto epidêmico de dengue”. Nesses bairros, cultos seriam celebrados, em memória dos nossos irmãos-conterrâneos, vítimas da violência cotidiana.

Leia Mais

POLÊMICA NO PRESÍDIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O policial militar Bernardo Dutra foi nomeado diretor adjunto do Conjunto Penal de Itabuna. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado neste final de semana. O soldado e bacharel em Direito vai substituir o advogado Roney Franco.
Há um ano e meio, Dutra se envolveu em grande polêmica ao ser acusado de abuso de autoridade e agressão contra o jornalista Ederivaldo Benedito, durante a Parada Gay (relembre aqui). O policial negou que tenha agredido o jornalista. O caso foi parar na Justiça.

BENÉ CAIU FORA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O jornalista Ederivaldo Benedito havia anunciado retorno ao PT itabunense, mas desistiu da ideia.

– Não aguentaria ficar até novembro de 2013 [quando ocorre a eleição petista]. É muito tempo – justificou.

Enquanto Bené “dá no pé”, o grupo ligado ao deputado federal Josias Gomes se articula para tentar tomar o poder dos geraldistas.

BENÉ VIROU BLOGUEIRO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ederivaldo Benedito agora tá surfando nas ondas da internet. O jornalista e apresentador lançou nesta sexta-feira, 18, o Blog do Bené.

Na estreia, o site traz como destaques uma entrevista com o bispo da Diocese de Itabuna, Dom Ceslau Stanula, e as consequências do corte orçamentário federal de R$ 50 bilhões nas pequenas cidades baianas.

Confira lá (www.bene.blog.br).

TVI BARRA BLOGUEIROS E TIRA PROGRAMA DO AR

Tempo de leitura: 3 minutos

Amâncio Barbosa: lista de vetos é extensa.

Blogueiros convidados do programa Fórum de Debates foram barrados pela direção da TVItabuna, ontem. A atração apresentada pelo jornalista Ederivaldo Benedito iria ao ar às 10h, mas acabou cancelada.

Os blogueiros João Matheus Feitosa (Políticos do Sul da Bahia) e Domingos Matos (d´O Trombone e editor do jornal Agora) iriam comentar sobre a imprensa e perspectivas para 2011.

O diretor-geral da TV Itabuna, José Amâncio Barbosa Filho, cancelou o programa e disse, textualmente, ao apresentador Ederivaldo Benedito: “não quero blogueiro na minha televisão”.

Tanto João Matheus quanto Domingos Matos foram convidados pela emissora para participar do programa e seriam entrevistadores do novo presidente da Câmara de Vereadores Itabuna, Ruy Machado. Como o vereador desistiu de ir ao Fórum de Debates, os blogueiros e o apresentador falariam sobre imprensa e cenários político e econômico para este ano.

O diretor da emissora não voltou atrás nem quando argumentado que um dos convidados, Domingos Matos, não era apenas blogueiro, mas também editor do jornal Agora. “Não”, respondeu Barbosa.

A zanga de José Amâncio Barbosa Filho com blogueiros vem desde o tempo em que foram denunciadas irregularidades trabalhistas na emissora de televisão e na rádio Nacional de Itabuna, ambas administradas pelo publicitário e jornalista.

A lista de barrados ou proibidos de dar as caras na emissora vai de blogueiros a deputados, prefeitos e secretários municipais. No caso dos políticos, a proibição tem a ver com o departamento financeiro da emissora. “Fica difícil praticar jornalismo ali”, afirma um estagiário.

Um dos casos mais rumorosos da emissora aconteceu no segundo semestre do ano passado. A apresentadora do programa Hoje em Foco , Viviane Carvalho, entrevistava o coordenador de programas sociais em Itabuna, Márcio Abreu,  e Barbosa tirou a emissora do ar, só retornando quando o entrevistado deixou a emissora.

Abreu comentava os resultados do Minha Casa, Minha Vida em Itabuna e saiu do ar porque era um representante do governo municipal. “Não houve quem conseguisse demover Barbosinha da ação que depõe contra a própria emissora”. Outro episódio foi a proibição de entrevistar a ialorixá Mãe Wanda (relembre aqui), que se encontrava no estúdio da emissora.

Dos mais conhecidos em Itabuna e proibidos de aparecer na emissora estão o prefeito Capitão Azevedo (DEM), o vice-prefeito e ex-secretário Antônio Vieira, o jornalista Ramiro Aquino e o deputado federal Geraldo Simões. O veto do diretor se estende a todo o secretariado municipal, segundo a equipe.

Os jornalistas e apresentadores da emissora, no entanto, são proibidos de divulgar notícias negativas contra a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) e a Construtora Marquise, que opera a coleta de lixo no município, por serem anunciantes da empresa.

Sobre o episódio de ontem, o PIMENTA não conseguiu falar com os blogueiros Domingos Matos e João Matheus, mas Domingos comentou em seu blog que não entende “a ojeriza de Barbosa a blogueiros”. Também assinala que o diretor da emissora foi descortês:

– Temos em mãos comunicado oficial da TVI, em papel timbrado, nos convidando para o programa e descrevendo a sua dinâmica.

O blogueiro João Matheus disse ter desistido de ir à TV quando o apresentador informou da desistência de Ruy Machado e não sabia que seria barrado. Ele ainda não sabia da ordem para barrar blogueiros.

Atualizado às 22h45min

E AGORA, PSDB?

Tempo de leitura: 3 minutos

Marco Wense
Os tiros deflagrados pela campanha do tucano José Serra, tendo como alvo Dilma Rousseff, candidata do PT à presidência da República, estão saindo pela culatra. Nenhum deles, até agora, nem de raspão atingiu a petista.
O problema é que Dilma Rousseff vem se transformando em uma inesperada surpresa, até mesmo para o presidente Lula. Os oposicionistas estão sobressaltados com o desempenho da ex-ministra no processo eleitoral.
Dilma, para o desespero do tucanato, está mais solta. Vem conquistando o seu próprio espaço. Já não depende tanto da “garupa” – palavra usada pela oposição – do maior cabo eleitoral da história republicana, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Uma fatia do eleitorado, que faz sua opção de voto sem a influência de quem esteja apoiando o candidato, começa a caminhar em direção a Dilma. Para esses eleitores, que antes eram considerados indecisos, a petista tem luz própria.
Os marqueteiros da campanha de Serra estão perdidos diante de uma Dilma cada vez mais surpreendente, andando com seus próprios pés e com uma disposição para liquidar a fatura logo no primeiro turno.
Além de ter que enfrentar o impressionante poder de transferência de votos do presidente Lula, os tucanos se deparam com uma Dilma mais Dilma e menos Lula. Uma Dilma mostrando que tem competência para governar o Brasil.
SIGILO

De início é bom dizer que é preciso colocar na cadeia os responsáveis pela quebra do sigilo fiscal da filha do presidenciável José Serra (PSDB).
Os tucanos, no entanto, irresponsavelmente, ficam insinuando que o PT e a candidata da legenda ao Palácio do Planalto, a ex-ministra Dilma Rousseff, têm participação no escabroso caso.
Se ficar comprovado que o PT não tem nada com esse neo-escândalo, o candidato José Serra vai ficar na história da República como protagonista da maior surra eleitoral de todos os tempos.
Vale lembrar que a figura do “aloprado”, expressão usada pelo presidente Lula, é inerente a qualquer agremiação partidária. Os mensalões da vida estão aí, envolvendo os aloprados do PT, DEM, PMDB e PSDB.
O POLÊMICO BENÉ
Até as freiras do Convento das Carmelitas sabem que o jornalista Ederivaldo Benedito, mais conhecido como Bené, é um adepto fervoroso da polemicidade e da irreverência.
Sobre o imbróglio na Câmara de Vereadores de Itabuna, o polêmico Bené, na frente do programa “Bom Dia Bahia”, Rádio Nacional, tem três bombásticas opiniões: 1) o vereador Roberto de Souza, primeiro secretário da Mesa, busca o apoio político de Geddel e Fernando Gomes na tentativa de salvar seu mandato. 2) a futura presidência do Legislativo caminha para as mãos de Claudevane Leite, o Vane do Renascer. 3) Roberto de Souza só tem o apoio dos vereadores Raimundo Pólvora e do comunista Wenceslau Júnior.
A expectativa fica por conta de outras declarações de Bené em relação a outros vereadores e, principalmente, sobre a Comissão Especial de Inquérito (CEI), presidida por Milton Gramacho, da base aliada do prefeito José Nilton Azevedo (DEM)
Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

CACHIMBO DA PAZ

Tempo de leitura: < 1 minuto

Durante audiência na Sessão de Crimes de Menor Potencial Ofensivo (Secrimpo), ontem, o Ederivaldo Benedito e o diretor do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), Antônio Costa, entraram em acordo e a queixas registradas contra o jornalista, por invasão do hospital e ameaça de morte, foram retiradas.
Bené e Costa foram ouvidos pela delegada Maria das Graças Valadares em depoimento que durou cerca de duas horas. De acordo com o jornalista, o assessor Antônio Geovanni Cerqueira teria sido o autor da queixa por ameaça de morte. “Não ameacei nem é do meu feitio ameaçar ninguém de morte”, observou Benedito.
Ainda na manhã de sexta-feira (20), a regional sul-baiana do Sinjorba havia emitido nota pública condenando tanto a proibição à reportagem da TVI, na segunda-feira (16), de produzir matéria sobre o sucateamento do Hblem como as queixas registradas na polícia civil por parte da direção do hospital, algo considerado uma tentativa de intimidação ao exercício do bom jornalismo.

DEPOIS DE EXPULSAR, DIREÇÃO DO HBLEM PRESTA QUEIXA CONTRA EQUIPE DA TVI

Tempo de leitura: < 1 minuto

Parece que a direção do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem) não digeriu bem a tentativa de uma equipe de tevê revelar o sucateamento da principal unidade médico-hospitalar de Itabuna.
Antônio Costa, presidente da fundação que mantém o hospital municipal, e um assessor, Antônio Giovani Cerqueira, prestaram queixa no Complexo Policial contra o jornalista Ederivaldo Benedito, que comandava a equipe de reportagem da TV Itabuna.
A equipe iniciava o registro de imagens do hospital sucateado quando foi repreendida por dois assessores da direção do hospital, de nomes Leonardo Soussa e Antônio Giovanni (relembre o caso). Este último é cunhado do secretário de Saúde, Antônio Vieira.
A intimação foi entregue na TVI e solicita ao diretor da emissora, José Amâncio Barbosa , Barbosinha, a apresentar  o jornalista Ederivaldo Benedito à sessão de crimes de menor potencial ofensivo, amanhã, dia 20, às 15 horas. “Bené” lembra que não agrediu nenhum servidor e não entende o porquê da queixa de Costa e Giovanni.
– Se eles estão me acusando, quem tem de prestar contas são eles. Eu vi cobras e ratos dentro do Hospital de Base. Tem muita sujeira lá dentro (do hospital). Tentaram quebrar nosso equipamento, tomar material e ameaçou a nossa estagiária.

EQUIPE DE TV É PROIBIDA DE MOSTRAR SUCATEAMENTO DO HOSPITAL DE BASE

Tempo de leitura: 2 minutos

Uma equipe da TV Itabuna foi barrada no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), quando fazia reportagem sobre o sucateamento da unidade médico-hospitalar, nesta manhã de segunda-feira.
A direção do Hblem chamou a polícia militar e a Guarda Municipal para expulsar a equipe formada pelo jornalista Ederivaldo Benedito, a estagiária Ingrid Bárbara e o cinegrafista Léo Brandão.
Os jornalistas viram de tudo e boa parte não puderam registrar. Desde cobra no hospital a macas enferrujadas, pacientes usando talas improvisadas com pedaços de papelão, matagal e lixo.
Ederivaldo Benedito definia o cenário como “degradante”, algo que o estimulou a (tentar) fazer a reportagem.
Um batalhão de assessores do hospital e da Secretaria Municipal de Saúde foi acionado para barrar a equipe. Houve ameaça de agressão física com a tentativa de tomar, a força, as imagens gravadas no hospital.
O jornalista Ederivaldo Benedito conta que a ação repressiva dos assessores identificados como Leonardo e Giovani começou logo após contato com o diretor do Hospital de Base, Antônio Costa. Apesar de ter agendado entrevista com a produção da tevê, Costa teria refugado diante da câmera.
A equipe de reportagem esteve na sala do dirigente e este disse que não concederia entrevista gravada. Enquanto falava com Benedito, Costa mirava o cinegrafista Leo Brandão e desconfiava que estivesse sendo filmado. “Você tá me filmando, não quero dar entrevista”, disse.
Embora o chefe da reportagem o tranquilizasse de que não estava gravando, Costa não arredou pé. Benedito, conta, despediu-se do diretor e informou que iria colher imagens do hospital.
Nem bem começou a filmar o cenário de guerra no Hblem e a equipe recebeu dois leões-de-chácara, que tentaram afanar o conteúdo gravado. A polícia e até o prefeito Capitão Azevedo foram acionados.
Benedito conta que não suportou a ameaça de “polícia”:
– Leonardo [Soussa] disse que iria chamar polícia pra mim, respondi: “Chame a polícia para outros que estão aí na área”.
Referia-se a um esquema de superfaturamento de produtos do hospital.

BENÉ E LOIOLA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Clóvis Loiola (PPS), conseguiu bater um recorde próprio. Em pouco mais de um ano, parte para o oitavo assessor de imprensa. Quem aceitou a empreitada, desta vez, foi o experiente jornalista Ederivaldo Benedito.

O homem apareceu cheio de projetos para o mandato do vereador de Itabuna. Outros chegaram e (logo) partiram. Terá Benedito um final feliz com o polêmico Loiola?

Back To Top