skip to Main Content
5 de agosto de 2020 | 12:59 am

HOTEL DE ITABUNA É UM DOS 4 REPRESENTANTES DA BAHIA NO MPE BRASIL

Tempo de leitura: < 1 minuto
Hotel itabunense é finalista em prêmio do Sebrae na edição estadual.

Hotel itabunense é finalista em prêmio do Sebrae.

Renata Lima | Agência Sebrae
A etapa nacional do Prêmio MPE Brasil (Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas), que acontece nessa terça-feira, 25, em Brasília, terá a presença dos empresários Eduardo Fontes Neto e Josefina Vervloet, proprietários do Tarik Fontes Plaza Hotel.
Localizado em Itabuna, no sul do estado, o empreendimento foi o vencedor estadual da premiação na categoria Turismo.
O Tarik Fontes Plaza integra o seleto grupo de quatro hotéis baianos certificados pelo selo ISO 9001, pela excelência dos serviços ao consumidor, atendendo aos viajantes do segmento turismo de negócios.
Nessa etapa nacional, 23 estados concorrem ao prêmio. “Hoje, no setor de hotelaria, se você não investe em conhecimento, não chega a lugar nenhum”, afirma Eduardo.
”O exemplo de sucesso da Rede Tarik de hotéis é uma comprovação de que investimentos em capacitação e tecnologia são fundamentais para a competitividade e sucesso das empresas”, destaca a gerente da Unidade Regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo. “Merecidamente, eles concorrem na etapa nacional do MPE, cujos indicadores avaliados são excelência na prática de gestão, em conformidade com a Fundação Nacional de Qualidade (FNQ)”, completa.

NOVO PRESIDENTE PROMETE ACI “DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA”

Tempo de leitura: < 1 minuto
Luiz Ribeiro (à esq.) substituirá Eduardo Fontes na presidência da ACI (Foto Rodrigo Bitencourt).

Luiz Ribeiro (à esq.) substituirá Eduardo Fontes na presidência da ACI (Foto Rodrigo Bitencourt).

Eleito em junho, o presidente da Associação Comercial de Itabuna (ACI), Luiz Ribeiro, prometeu gestão democrática e participativa à frente da entidade. Ribeiro substitui o empresário Eduardo Fontes. “Será uma atuação desafiadora, mas, ao mesmo tempo, estimulante”.

Prometendo dar sequência ao trabalho da entidade para conscientizar o empresariado local para o fortalecimento da entidade, do comércio, da indústria e da prestação de serviço.

– Tenho certeza que irei defender os interesses da classe empresarial e da sociedade. Será uma atuação desafiadora, mas ao mesmo tempo estimulante. A Associação tem o direito de defender todos os interesses da sociedade, tanto na saúde, educação, transporte, entre outros, e precisamos estar atentos e unidos para o fortalecimento da economia itabunense – disse.

Na despedida, o empresário Eduardo Fontes disse que, embora tenha passado por outras entidades, “a ACI foi a que mais me deu orgulho. E a Associação acerta em cheio ao eleger Luiz para presidir a entidade e tenho”. A solenidade, no Hotel Tarik, ontem (31), contou com a presença de secretários municipais, do prefeito Claudevane Leite e do prefeito de Ibicaraí e presidente da Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc), Lenildo Santana.

EDUARDO FONTES SERÁ SECRETÁRIO DE SAÚDE; VANE COBRA “DINÂMICA MELHOR” NA PASTA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Fontes é o nome escolhido para a Saúde.

Fontes é o escolhido para a Saúde.

O médico e empresário Eduardo Fontes deverá ser o secretário da Saúde de Itabuna. O nome foi discutido pelo prefeito Claudevane Leite e o PCdoB. Com a aprovação de Vane, basta apenas o “ok” do próprio convidado.

Os últimos detalhes serão acertados nesta manhã de sábado (27). Conforme apurou o PIMENTA, o nome escolhido foi um consenso entre prefeito, partido e até o ex-secretário Renan Araújo, com quem já ficou definido o processo de transição da Pasta.

Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna, Eduardo Fontes é bastante ligado ao PCdoB e ao próprio prefeito. A amizade ficou ainda mais forte durante a campanha eleitoral de 2012. Eduardo já havia sido convidado para assumir a Pasta da Indústria, Comércio e Turismo, mas declinou.

O PIMENTA entrevistou o prefeito Claudevane Leite ainda na solenidade de inauguração da sede da Bahiagás em Itabuna. O prefeito não disse qual seria o novo secretário. Apenas antecipou que poderia ser de fora do PCdoB, mas indicado pelo partido. “Precisávamos de uma dinâmica melhor, um novo rumo”, afirmou o prefeito. A íntegra da entrevista será publicada ainda hoje.

CÂMARA DISCUTE REABERTURA DE AEROPORTO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Glebão e Nadson propõem análise de proposta.

Glebão e Nadson propõem análise de proposta.

Os vereadores Nadson Monteiro e Glaby Carvalho (Glebão) anunciaram sessão especial para discutir a reabertura do Aeroporto Tertuliano Guedes de Pinho. O terminal itabunense está desativado há quase uma década e a intenção é discutir a sua viabilidade.

A sessão especial deverá ocorrer após o fim do recesso legislativo, em agosto. Na avaliação do empresário Eduardo Fontes, a reabertura do aeroporto impulsionaria a aviação regional.

Eduardo enfatiza que o Tertuliano Guedes de Pinho possui boa pista, localização geográfica privilegiada e poderá receber aviões de grande e médio portes, além de aviões cargueiros e UTI aérea.

LUIZ RIBEIRO PRESIDIRÁ A ACI

Tempo de leitura: < 1 minuto

luiz ribeiro buriti foto pimentaO empresário Luiz Ribeiro, das Lojas Buriti, foi eleito, ontem à noite (10), o novo presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI). Ele vai substituir o médico e empresário Eduardo Fontes, que comandou a entidade por dois mandatos consecutivos e não pôde disputar reeleição.
Fontes defendeu o nome de Ribeiro para a presidência da entidade. A posse da nova diretoria da associação deve ocorrer até o início de julho.

SUCESSÃO NA ACI

Tempo de leitura: < 1 minuto

luiz ribeiro buriti foto pimentaA Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (Acei) começa a viver o clima de sucessão. Eduardo Fontes não pode mais concorrer à presidência após dois mandatos consecutivos. O nome mais forte à sucessão em 2013 é o do empresário Luiz Ribeiro, dono das Lojas Buriti. Fontes trabalha para fazê-lo o seu sucessor na entidade.
O prazo para inscrição de chapas na Associação Comercial vai até o dia 3 de junho.

NOVOS EMPREENDIMENTOS HOTELEIROS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Eduardo-FontesO empresário Eduardo Fontes, do Hotel Tarik, planeja a construção de outros dois empreendimentos da área de hotelaria em Itabuna. Os empreendimentos de 3 e 4 estrelas devem ser inaugurados até 2015.
“Vamos ter um aeroporto internacional e a Ferrovia Oeste-Leste, que abrem perspectivas de novos negócios”, disse ao jornal A Tarde.
O interior do Estado tem gerado novas oportunidades na área hoteleira. De acordo com levantamento da Associação Brasileira de Indústria de Hotéis na Bahia (ABIH-BA), Itabuna, Feira de Santana, Alagoinhas e Vitória da Conquista são os principais alvos de investimentos.

ACI PLANEJA SEMINÁRIO DE MARKETING 2013

Tempo de leitura: < 1 minuto

Eduardo FontesOs dirigentes da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI) definiram a data de realização do 22º Seminário de Marketing da Bahia. O evento em 2013 será realizado de 18 a 20 de abril, no auditório central da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).
Neste ano, a ACI terá a MVU Eventos como parceira na realização do seminário. Ontem, no Tarik Plaza, houve assembleia geral da ACI para avaliar o projeto geral e programação de palestras da edição 2013 do seminário.
O presidente da Associação Comercial, Eduardo Fontes, fala em consolidação do evento como “maior evento de marketing do Norte e Nordeste do País” com a introdução de várias inovações.

AUMENTOS EXTORSIVOS DO ALVARÁ E DO IPTU AMEAÇAM INVESTIMENTOS PRIVADOS EM ITABUNA

Tempo de leitura: 3 minutos

Empresários planejam forte reação contra aumento extorsivo (Foto Pimenta).

A economia de Itabuna poderá sofrer já neste início de ano os impactos da alta carga tributária imposta pelo governo municipal. Empresários veem um cenário de fuga de investimentos e perda de receitas com as distorções geradas pela implementação do novo Código Tributário, que impõe aumento de até 6.000% do alvará de funcionamento (TFF) e de 250% do IPTU.

Dezenas de empresários participaram de uma reunião da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI) nesta noite de segunda-feira (31) e defenderam uma revisão do código, além de medidas de protesto, a exemplo do fechamento de lojas por duas horas, e Mandado de Segurança contra a validade do Código Tributário.

“Se tivéssemos empresário lá dentro [da prefeitura], a situação não estaria assim”, bradou o presidente da ACI, Eduardo Fontes, que ainda crê na possibilidade de diálogo com o município. Uma reunião definitiva está marcada para a próxima quinta-feira, 3, com a participação de representantes do setor, do secretário Carlos Leahy (Indústria e Comércio) e do prefeito Capitão Azevedo (DEM).

EMPURRANDO COM A BARRIGA

Jorge Braga, da CDL.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna (CDLI), Jorge Braga, está propondo à prefeitura a revisão completa do Código Tributário, embora revele desconfiança neste ponto. “O governo diz que existe disposição para o diálogo, mas não estou vendo ação. Prometeram prorrogar o vencimento do alvará [de funcionamento, a TFF], mas até agora não existe nada”, reclama Braga.

O dirigente da CDL revelou ao PIMENTA o seu temor de que o IPTU seja outra bomba a estourar neste início de ano. O tributo municipal terá os valores revistos em relação a 2010. Os carnês ainda não foram lançados. O imposto terá aumento médio de 250%, segundo cálculos de especialistas que conseguiram analisar a lei de reforma do Código Tributário.

SUBSERVIÊNCIA DA CÂMARA

Fontes: reclama contra desrespeito do governo (Foto Geraldo Borges).

As mudanças tributárias foram aprovadas pela Câmara de Vereadores em outubro do ano passado. O presidente da Associação Comercial de Itabuna lembra como foi o processo. “Nós não fomos ouvidos. Fomos desrespeitados. Chegamos lá e estava o secretário de Finanças conversando com os vereadores. Foi triste”, enfatiza.

A sessão que aprovou o código extorsivo ocorreu na sala das comissões técnicas da Câmara. Os vereadores votaram sob a pressão do ex-secretário de Finanças, Carlos Burgos. O presidente do Sindicato do Comércio (Sindicom), José Adauto Vieira, vê a reunião da próxima quinta-feira, 3, como decisiva para definir qual será o comportamento do empresariado em relação ao governo.

EXEMPLO DE ARROCHO

Poucas vezes se viu o empresariado tão enfurecido com o governo local como agora. Almir Oliveira Silva é dono de uma distribuidora de gás de cozinha. O faturamento bruto da empresa em 2010 foi de R$ 496 mil, mas a sua empresa ficando com apenas R$ 72 mil. A taxa do alvará de funcionamento (TFF), no entanto, saltou de R$ 51,23 no ano passado para R$ 1.500,00 neste ano.

Leia Mais

EMPRESÁRIOS DEBATEM AUMENTO EXTORSIVO DO ALVARÁ

Tempo de leitura: < 1 minuto

Empresários decidiram ir ao ataque contra os abusos da prefeitura de Itabuna, que aumentou a Taxa de Funcionamento e Fiscalização (TFF) em até 6.000%. O assunto será debatido nesta segunda, às 19h, na Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACEI).

O empresário Eduardo Fontes, presidente da ACEI, afirma que esta é mais uma oportunidade para a prefeitura se posicionar diante das reclamações e fazer uma correção isonômica do aumento da taxa cobrada pelo alvará de funcionamento, a TFF.

Na classe empresarial, a opinião uníssona é que a prefeitura está praticando uma extorsão contra a iniciativa privada. De fato, 6.000% de aumento não pode ter outra definição que não esta.

Back To Top