skip to Main Content
26 de novembro de 2020 | 12:51 am

UFSB ABRE 395 VAGAS EM 11 NOVOS CURSOS NOS TRÊS CAMPI

UFSB abre vagas em novos cursos
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB)deve publicar, na segunda-feira (14), edital de seleção para novos cursos no segundo ciclo nos campi de Itabuna, Teixeira de Freitas e Porto Seguro. Serão ofertadas 395 vagas.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, os estudantes terão as aulas iniciadas em  22 de fevereiro de 2021, conforme calendário acadêmico suplementar excepcional de 2020. As vagas são em 11 novos de bacharelados (confira a lista desses cursos e suas respectivas vagas em leia mais).

Além das vagas, os critérios para concorrência aos cursos novos também foram aprovados. A exigência de que o estudante tenha concluído um dos cursos interdisciplinares de primeiro ciclo da UFSB foi adotada pela maioria dos cursos de 2o ciclo, abrindo um leque maior de possibilidades para os candidatos dos bacharelados (BIs) e das Licenciaturas (LIs).

Apenas três cursos possuem critérios de seleção mais específicos (Biomedicina, Engenharia de Aquicultura e Recursos Hídricos e Engenharia Sanitária e Ambiental), em função das exigências da área de formação.

Leia Mais

UFBA OFERECE 850 VAGAS EM CURSOS DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA

Ufba oferece vagas em curso de graduação a distância
Tempo de leitura: < 1 minuto

Últimos dias para inscrições em três cursos de graduação na modalidade Educação a Distância (EAD) na Universidade Federal da Bahia (UFBA). São 700 vagas para o bacharelado em Biblioteconomia (200), licenciatura em Matemática (200) e 150 licenciatura em Teatro (150). Além disso, há 150 vagas destinadas a professores da rede pública e servidores da educação.

As vagas são para os polos de Alagoinhas, Brumado, Feira de Santana, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Juazeiro, Santo Amaro e Vitória da Conquista. Para o polo de Ilhéus, as vagas são destinadas a servidores públicos no curso de Biblioteconomia. As inscrições podem ser feitas até o próximo dia 31 pela internet, no site. A inscrição custa R$ 85.

De acordo com o edital, para o público em geral, os candidatos precisam ter concluído o ensino médio e ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em qualquer edição de 2015 a 2019.  Já os professores e profissionais da administração pública devem ter vínculo e exercício da docência na rede pública de ensino ou vínculo e exercício na administração pública.

MIGUEL ARROYO, TERESA LEITÃO E PAULO GABRIEL DEBATEM PROPOSTAS PARA A EDUCAÇÃO DE ITABUNA

Discussão reuniu teóricos da educação, dirigentes petistas e o pré-candidato Geraldo Simões
Tempo de leitura: 2 minutos

A construção do Programa de Governo para a Educação do município de Itabuna foi o tema debatido, neste final de semana, como parte do Programa de Governo Participativo (PGP) do Partido dos Trabalhadores. As discussões foram transmitidas pelo canal TV PT Itabuna, no YouTube, e reuniu os educadores Miguel Arroyo, Teresa Leitão e Paulo Gabriel, com participação do pré-candidato a prefeito pelo PT, Geraldo Simões.

Geraldo lembrou suas gestões, a contribuição de grandes educadores, como o próprio Miguel Arroyo, Esther Grossi e o patrono da Educação, Paulo Freire. Ele afirmou que considera essa reunião como a mais importante de todo o processo do PGP. “Na minha avaliação, a educação pública municipal é a maior responsabilidades dos governos, especialmente dos municípios”.

Miguel Arroyo já iniciou sua palestra propondo a politização da educação. “Nesse momento de negação, a politização é o caminho para garantir a realização do direito à educação, em um estado que nega os direitos aos seus cidadãos”.

Ele se disse preocupado com o que se passou a chamar de “novo normal”. “Lutamos pela educação como direito, em um estado que já não é de direitos, é do mercado, que já não garante o direito à vida a todos. O ‘novo normal’ será novo para todos? Ou os oprimidos seguirão com a anormalidade como regra? Os oprimidos sempre tiveram, nessa anormalidade, negados os direitos à vida, ao trabalho, à educação, à saúde, até à diversidade”.

Já a educadora Teresa Leitão afirmou que a experiência da busca ativa dos estudantes será fundamental no pós-pandemia, que vai demandar essa ação mais do que nunca. “Será muito importante. Haverá um grande abandono escolar, como consequência da pandemia. A busca ativa será fundamental”.

Em relação à qualidade na educação, ela alertou que “não é a qualidade técnica, nem a qualidade quantitativa ou mesmo a indicada no ranking e nos índices. Buscamos a qualidade social, que faz a inclusão de todos e todas, que acolhe, que não discrimina”.

Nessa linha, Arroyo também fez sugestão. “Sugiro que vocês, em seu plano de governo, destaquem o direito a todas as diversidades. Resgatem as memórias gloriosas que vocês têm na gestão da Educação em Itabuna, como a Escola Grapiúna, mas também busquem garantir o direito à educação para todos e todas”.

CIDADE EDUCADORA

Paulo Gabriel, ex-reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (URFB), lembrou que Itabuna tem todas as condições de se firmar em um polo educacional, uma Cidade Educadora. “Itabuna é uma referência na Educação, sempre que discutimos esse tema em todo o país”.

Ele citou diversos nomes de educadores locais, a exemplo das professoras Norma Vídero, Dinalva Melo e Adeum Sauer, para dizer que Itabuna tem todas as ferramentas e pessoas para reconstruir a Educação no município. “Temos tudo para fazer de Itabuna uma Cidade Educadora. Conte comigo nessa missão”. Participaram do evento, ainda, o presidente do PT, Jackson Moreira, e a coordenadora do PGP, Célia Watanabe, bem como os coordenadores setoriais Jorge Almeida e Valter Nascimento.

MORRE EM ITABUNA A PROFESSORA APOSENTADA OFÉLIA GOMES

Professora faleceu na noite deste sábado (15).
Tempo de leitura: < 1 minuto

A professora aposentada Ofélia Gomes Santos, que estava internada em um hospital de Itabuna, faleceu na noite deste sábado (15). Durante muitos anos, a educadora atuou no Instituto Municipal de Educação  Aziz Maron (Imeam) e na rede estadual, no Centro Integrado Oscar Marinho Falcão (Ciomf).

Muito  querida por professores e ex-alunos, Ofélia Gomes ajudou na formação de milhares de estudantes, sempre atuando na área das exatas. Não haverá velório e o corpo será sepultado às 10h, sem aglomerações. Ainda não foram confirmados as causas da morte.

A Secretaria Municipal da Educação (SME) divulgou, há pouco, nota lamentando o falecimento lamentado a morte da professora Ofélia Gomes, que é de uma família de educadores. A irmã dela, a professora Odélia Gomes Campos, é diretora da Escola Municipal Três Irmãos, no bairro Pedro Jerônimo.

DEPUTADOS CONHECERÃO PROTOCOLO DE RETORNO DAS AULAS NA BAHIA

Rosemberg Pinto e o secretário estadual de Educação, Jerônimo Rodrigues
Tempo de leitura: < 1 minuto

O líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Rosemberg Pinto (PT), reunirá remotamente, nesta quarta-feira (5), membros-líderes integrantes da bancada da Maioria e da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) para um encontro com o secretário estadual de Educação, Jerônimo Rodrigues, quando será apresentado o protocolo para um possível retorno das atividades escolares no estado.

“O esforço do governador Rui Costa, do secretário Jerônimo Rodrigues e de toda sua equipe é no sentido de, na primeira oportunidade, com garantia de segurança necessária para os alunos, retornar as aulas para garantir o período de aprendizagem, porque é muito caro para os estudantes perder a oportunidade de dialogar conhecimento”, defendeu o líder governista.

Em entrevista hoje à rádio A Tarde FM, o secretário Jerônimo Rodrigues afirmou que ainda não há uma data prevista para retomada das aulas na Rede Estadual de Ensino, e os protocolos de segurança elaborados visam garantir um retorno, de forma segura, em todas as unidades escolares.

“A data quem vai dizer são os sinais, dos dados e indicadores da saúde para professores, estudantes e funcionários”, pontuou o chefe da pasta.

O decreto estadual que determina a suspensão das aulas nas escolas das redes pública e privada de todo o estado, prorrogado na semana passada, é válido até o próximo dia 14 de agosto.

MEC AUTORIZA AULAS A DISTÂNCIA EM ESCOLAS TÉCNICAS FEDERAIS

Tempo de leitura: 2 minutos

O Ministério da Educação autorizou as instituições federais de ensino médio técnico e profissional a suspenderem as aulas presenciais ou substituí-las por atividades à distância até 31 de dezembro de 2020, em razão da pandemia de covid-19. A portaria de autorização foi publicada hoje (4) no Diário Oficial da União e entra em vigor amanhã (5).

As instituições que optarem pela suspensão das aulas presenciais deverão repô-las integralmente, para cumprimento da carga horária total do curso, e poderão alterar os seus calendários escolares, inclusive os de recessos e de férias.

Já aquelas que optarem por atividades não presenciais deverão disponibilizar aos estudantes o acesso às ferramentas e materiais de apoio e às orientações para a continuidade dos estudos “com maior autonomia intelectual”. As atividades poderão ser mediadas ou não por tecnologias digitais.

De acordo com a portaria, os estágios e práticas de laboratórios também poderão ocorrer à distância desde que garantam a replicação do ambiente de atividade prática ou de trabalho, propiciem o desenvolvimento das habilidades e competências esperadas no perfil profissional do técnico, estejam de acordo com a Lei do Estágio sejam passíveis de avaliação de desempenho e aprovadas pela instituição de ensino.

Os estudantes de cada curso deverão ser comunicados sobre o plano de atividades com antecedência mínima de quarenta e oito horas da execução das atividades.

Em julho, o Ministério da Educação já havia estendido a autorização de aulas a distância em instituições federais de ensino superior até 31 de dezembro de 2020. A medida também flexibilizava os estágios e as práticas em laboratório, que podem ser feitos a distância nesse período, exceto nos cursos da área de saúde.

MORRE O PROFESSOR E POETA BAIANO JORGE PORTUGAL

A Bahia perde um de seus grandes talentos, o professor e poeta Jorge Portugal
Tempo de leitura: 2 minutos

A Bahia encerra esta segunda-feira (3) de período pandêmico ainda mais triste com a perda do professor, poeta e ex-secretário estadual de Cultura Jorge Portugal. O educador faleceu há pouco, por falência cardíaca aguda, no Hospital Roberto Santos, em Salvador.

Jorge Portugal deu entrada no Hospital com quadro de insuficiência respiratória, encaminhado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Segundo a equipe médica, o professor sofreu parada cardiorrespiratória durante o trajeto para o HGE. O quadro foi estabilizado, mas, por volta das 20h15min, o professor e poeta faleceu.

Poeta, compositor, professor e apresentador de TV, Jorge Portugal era dos grandes mestre da língua-mãe no estado onde nasceu o Brasil. No primeiro mandato do governador Rui Costa, foi secretário estadual da Cultura, no período de 2015 a 2017, quando pediu exoneração em setembro daquele ano, alegado questões pessoais e profissionais.

Jorge Portugal nasceu em Santo Amaro da Purificação, no recôncavo baiano. Fez parcerias com grandes nomes da música baiana e ajudou na formação de milhares não apenas em sala de aula, mas por meio da telinha, apresentando Aprovado, programa semanal transmitido pela TV Bahia e afiliadas da Rede Bahia.

LUTO OFICIAL NA BAHIA

Há pouco, o governador Rui Costa lamentou a perda para a Bahia, principalmente nos setores educacional e cultural. O mandatário baiano também decretou luto oficial no estado nesta terça (4). “Imensamente entristecidos, lamentamos a morte do ex-secretário de Cultura do Estado Jorge Portugal. Educador, poeta, compositor, Jorge era um homem de múltiplos talentos, exercidos com a energia e a simpatia que inspirava todos à sua volta”, expressou.

E continuou:

– Era, antes de tudo, um homem apaixonado pela Bahia e pelo seu povo, que estiveram sempre no centro do seu trabalho, fosse como administrador público, professor e artista. Como diz um dos seus versos: ‘Uma nação diferente, toda prosa e poesia, tudo isso finalmente, só se vê, só se vê na Bahia’. Nossos sentimentos para seus amigos e familiares por essa grande perda.

ROSEMBERG: “A CULTURA ESTÁ DE LUTO”

Amigo do poeta e escritor, o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) disse que havia conversado com outro grande amigo de Portugal, o músico Roberto Mendes, para um encontro. “Não deu tempo. Muito triste. Como ele falava em momentos difíceis: “a Cultura está de luto”. Realmente está!”, escreveu Rosemberg.

O presidente da Assembleia Legislativa baiana, deputado Nelson Leal (PP), lembrou que o poeta e escritor completaria 64 anos na próxima quarta (5) e foi um professor que encantou gerações estudantis com as suas aulas lúdicas e animadas. “Estou muito abalado com a notícia que acabo de receber e, nesse momento, só posso externar o meu abraço solidário aos familiares, nas pessoas de seus filhos, Thiago, Caetano Ignácio e Bárbara Bela”, afirmou. Atualizado às 22h50min.

FIES: INSCRIÇÕES COMEÇAM NESTA TERÇA (28)

Tempo de leitura: 2 minutos

Começam nesta terça-feira (28) e seguem até 31 de julho, pelo site as inscrições no processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), para o 2º semestre de 2020. O resultado será divulgado no dia 4 de agosto. Pelo cronograma, o período para complementação da inscrição dos candidatos pré-selecionados será do dia 4 até 6 de agosto.

Inicialmente, as inscrições no programa eram esperadas para a semana passada, mas foram adiadas depois que o Ministério da Educação (MEC) identificou inconsistências no processamento da distribuição das vagas ofertadas pelas instituições de ensino superior. Segundo o MEC, a medida foi importante para assegurar “a lisura e a transparência do processo seletivo”.

LISTA DE ESPERA

Os candidatos não pré-selecionados na chamada única do Fies podem disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera. Diferentemente dos processos seletivos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade Para Todos (Prouni), para participar da lista de espera do Fies não é necessário manifestar interesse. Todos os não pré-selecionados na chamada única serão, automaticamente, incluídos na lista de espera. O prazo de convocação por meio da lista de espera é do dia 4 até às 23h59 de 31 de agosto.

Leia Mais

“INCLUSÃO DO FUNDEB NA CONSTITUIÇÃO É MOMENTO HISTÓRICO”, AFIRMA LÍDICE

Lídice comemora aprovação da PEC do Fundeb na Câmara
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (21), em dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que torna o Fundeb permanente e aumenta a participação de recursos da União para Estados e municípios, gradativamente, até 2026. O dispositivo relatado pela deputada Professora Dorinha (DEM) agora segue para votação também em dois turnos no Senado para garantir na Constituição que os recursos não sejam tirados do orçamento. Para a deputada federal baiana Lídice da Mata (PSB), a votação é um momento histórico e foi resultado da luta dos parlamentares que defendem a educação pública de qualidade.

– Foi um momento histórico e emocionante na Câmara dos Deputados que conseguiu aprovar o texto do Fundeb que foi fruto de uma grande negociação. Foram cinco anos em debate desta matéria na Casa, um ano e meio de negociação intensiva – afirma Lídice, que foi autora da PEC do Fundeb no Senado Federal.

A aprovação, observa a deputada, conseguiu trazer novos ganhos e introduzir, por exemplo, a inclusão da Primeira Infância nos benefícios do Fundo, a inclusão das creches. “Sem falar nos profissionais de educação. Segundo a proposta, a margem de cálculo para pagamento de professores que é de 60% passa para 70% com o novo texto”, pontuou.

A proposta que renova o Fundeb – fundo que financia a educação básica – amplia gradualmente a participação da União, até o patamar de 23% a partir de 2026. A proposta foi aprovada por 499 votos favoráveis e 7 contrários no primeiro turno e por 492 a 6 no segundo. Por se tratar de uma alteração constitucional, eram necessários pelo menos 308 votos a favor da matéria em cada turno.

CÂMARA DOS DEPUTADOS PODE VOTAR A PEC DO NOVO FUNDEB NESTA TERÇA-FEIRA

PEC da Educação deve ser votada nesta terça-feira
Tempo de leitura: 2 minutos

O Plenário da Câmara dos Deputados pode votar, nesta terça-feira (21), a partir das 13h55min, a criação do novo Fundo de Desenvolvimento e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A relatora da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 15/15, deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), apresentará novo parecer, após ter recebido diversas sugestões do governo.

O Fundeb é um dos principais mecanismos de financiamento da educação e será extinto em dezembro de 2020, a não ser que seja aprovada a proposta que o torna uma política pública permanente.

O governo sugeriu que o fundo seja restabelecido apenas em 2022 e que parte dos recursos sejam destinados à transferência direta de renda, o programa Renda Brasil, que substituirá o Bolsa Família. As sugestões foram criticadas pela oposição nesta segunda-feira (20).

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu o diálogo com o governo federal. “O governo está dialogando, quer apresentar uma proposta, e é um direito do governo”, afirmou. Para o presidente da comissão especial do Fundeb, deputado Bacelar (Pode-BA), a votação da proposta deveria ter iniciado nesta segunda-feira.

DE ONDE VEM OS RECURSOS DO FUNDEB

Composto pela arrecadação de impostos estaduais, municipais e federais, o Fundeb corresponde a 63% dos recursos para o financiamento da educação básica pública brasileira. O parecer preliminar da relatora, deputada Professora Dorinha, aumenta a participação do governo federal na composição do fundo.

Segundo parecer preliminar, divulgado na última sexta-feira (17), os valores colocados atualmente pelo governo federal no Fundeb aumentarão ao longo dos próximos seis anos: 12,5% em 2021; 15% em 2022; 16,5% em 2023; 18% em 2024; 19% em 2025; e 20% em 2026.

Leia Mais
Back To Top