skip to Main Content
28 de maio de 2020 | 06:19 pm

SESI BAHIA OFERECE 2,8 MIL VAGAS PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, 400 EM ILHÉUS

Unidade do Sesi em Ilhéus fica na Rodovia Ilhéus-Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Serviço Social da Indústria (Sesi Bahia) oferece oportunidade para jovens e adultos retomarem seus estudos gratuitamente. Até 30 de maio, a instituição inscreve para 2.850 vagas no Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e no Ensino Médio (1º ao 3º ano) para quem tem mais de 18 anos. As vagas são para s modalidade a Distância (EaD) nos polos EJA Sesi em Ilhéus, Juazeiro, Luís Eduardo Magalhães, Brumado, Vitória da Conquista, Teixeira de Freitas e Salvador. Em Ilhéus, são 400 vagas ofertadas.

As inscrições devem ser feitas pelo site do Sesi Bahia (www.fieb.org.br/sesi). O Sesi Bahia é a única instituição no estado que oferece o Ensino Médio e fundamental II a distância, com oferta autorizada pelo Ministério da Educação. O curso também é reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação.

Além disso, o Sesi Bahia possui a metodologia de Reconhecimento de Saberes que identifica, valida e certifica as competências e habilidades desenvolvidas nas experiências de vida e trabalho do estudante. A principal vantagem é que o reconhecimento dos conhecimentos prévios do aluno diminui o tempo de curso ao focar nas competências essenciais que o estudante precisa dominar para concluir o Ensino Fundamental ou Médio.

SESI ABRE 1,1 MIL VAGAS GRATUITAS PARA JOVENS E ADULTOS NO SUL E EXTREMO-SUL

Tempo de leitura: 2 minutos

São quase 600 vagas para o sul da Bahia

O Serviço Social da Indústria (Sesi Bahia) está com inscrições abertas para jovens e adultos retomarem os estudos gratuitamente. São 2.364 vagas para o Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e Ensino Médio (1º ao 3º ano) para quem tem mais de 18 anos. Os cursos são realizados na modalidade a Distância (EaD).

Para os municípios do sul da Bahia, são 595 vagas. Os candidatos devem se matricular na Escola Sesi Adonias Filho, no Km 13 da Rodovia Ilhéus  Itabuna (BR 415). Para se inscrever, os interessados devem levar RG, CPF, comprovante de residência e histórico escolar.

No extremo-sul, são 574 vagas para o ensino médio, sendo que 254 para a região de Eunápolis e 320 para Teixeira de Freitas. As demais vagas são para as regiões de Salvador, Vitória da Conquista e Luís Eduardo Magalhães. Os endereços das unidades e os números de telefones podem ser consultados no final da matéria.

O Sesi oferece cursos de Educação de Jovens e Adultos (EJA) desde 1996 e, a partir de 2013, passou a disponibilizar vagas para cursos a EJA a Distância. Em 2018, foram 8.643 matrículas no programa em toda a Bahia.

Leia Mais

SESI BAHIA PROMOVE SEMANA DA EJA EM ILHÉUS E OUTRAS OITO CIDADES

Tempo de leitura: < 1 minuto

Sesi realiza semana Eja em nove cidades|| Foto Ângelo Pontes

O Serviço Social da Indústria (Sesi Bahia) realiza simultaneamente em nove cidades do estado, entre os dias 13 a 17 deste mês, a III Semana da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Nesta edição do evento, o tema abordado é “EJA Interativa: articulando saberes e tecnologia”.

A expectativa é superar as edições passadas que mobilizaram mais de quatro mil alunos de todo o estado. A Semana da EJA é o momento de valorização dos trabalhos desenvolvidos e mediados pelos estudantes do Sesi Bahia. Também é uma oportunidade para que a comunidade conheça as atividades desenvolvidas.

As atividades incluirão palestras, oficinas de currículo, inclusão digital, robótica, Scracht, exposições, momento cultural e apresentações musicais. As ações serão realizadas em parceria com prefeituras, universidades e outras instituições de educação.

CIDADES INCLUÍDAS

As cidades incluídas na programação da Semana da EJA são Salvador, Feira de Santana, Ilhéus, Juazeiro (programação acontece na última semana de maio), Eunápolis, Luís Eduardo Magalhães, Vitória da Conquista, Jequié e Brumado.

O Sesi Bahia oferece cursos gratuitos de Educação de Jovens e Adultos em todo o estado. Em 2018, a entidade registrou mais de oito mil alunos matriculados na EJA, que é oferecida em modalidade a distância, com 20% de aulas presenciais.

ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL EM ITAJUÍPE INICIA MATRÍCULAS PARA 2018

Tempo de leitura: < 1 minuto

Grupo escolar abre matrículas para novos alunos|| Foto Cláudio Santos

Os pais ou responsáveis já podem garantir a matrícula das crianças e adolescentes na Escola Municipal Doutor Pedro Catalão, em Itajuípe. São oferecidas vagas do 6º ao 9º ano, nos turnos matutino e vespertino, além de Educação de Jovens e Adultos (EJA), no período noturno. A matrícula pode ser feita de terça a quinta-feira, das 8 às 12 horas e das 13 às 18 horas.
No caso de novos alunos, no ato da matrícula, devem ser apresentados cópia do RG do candidato a vaga, cartão SUS, atestado escolar, uma foto 3/4, comprovante de residência, CPF do pai ou responsável, uma pasta individual, além do cartão do Bolsa Família, se beneficiário do programa do governo federal. A matrícula deve ser feita diretamente na secretaria da escola, na Praça Misael Tavares, no centro de Itajuípe.
A diretora Tânia Regina Cruz alerta aos interessados para não deixar para fazer a matrícula na última hora. “Porque nos últimos anos, as vagas na escola têm sido muito disputadas por causa das atividades extracurriculares desenvolvidas com os estudantes”, explica a professora. Na escola funciona o programa de Ensino Integral, com o Mais Educação, onde são desenvolvidas atividades como capoeira, atletismo, oficina de leitura.

PREFEITA ADMITE “ARRUMAÇÃO CONTÁBIL” COM VERBA DO EJA

Tempo de leitura: 2 minutos
Prefeita precisa explica onde foi parar a verba do Programa de Educação de Jovens e Adultos

Gilnay comparou operação a um empréstimo entre irmãos

Quase um mês após publicação de nota sobre a transferência de verba de conta específica do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), a prefeita de Ibicuí, Ginay Santana, comentou o assunto em entrevista concedida à FM Vida Nova, daquela cidade.

Para relembrar, no dia 19 de junho, dois dias após a morte do então prefeito Cornélio Morais, sua sucessora autorizou a transferência de R$ 120 mil da conta  do programa. A verba, proveniente do Ministério da Educação, deveria ser destinada à formação de novas turmas do EJA. Parte já havia sido usada no início do ano para a contratação de uma empresa que faria o treinamento dos professores.

Na entrevista concedida à rádio, neste sábado, 5, Gilnay disse que o dinheiro do programa educacional foi utilizado para cobrir despesas com a folha de pagamento. Segundo ela, a folha de junho já estava sendo paga com o comprometimento da receita do mês seguinte.

A prefeita comparou a transferência de recursos a um empréstimo entre irmãos e disse que se tratou de uma arrumação contábil para atender uma necessidade específica. “Todos os prefeitos, contadores e pessoas esclarecidas sabem (como isso funciona)”, disse Gilnay. Segundo ela, esse tipo de manipulação de verbas ocorre em “todas as prefeituras”.

Em setembro, uma professora observou ao PIMENTA que os recursos destinados aos programas da área de educação ficam em uma conta específica para que haja maior transparência e controle na forma como são aplicados. O uso feito em Ibicuí é considerado irregular, mas a Prefeita se defende, alegando que os recursos já foram devolvidos à conta de origem.

 

Back To Top