skip to Main Content
29 de setembro de 2020 | 08:38 am

PARTIDOS JÁ RECEBERAM R$ 1,3 BILHÃO PARA FINANCIAR CAMPANHA ELEITORAL

Tempo de leitura: 2 minutos

TSE autorizou o pagamento para 22 partidos|| Foto divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mandou pagar cerca de R$ 1,3 bilhão do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) para 22 dos 35 partidos políticos que têm direito aos recursos. Segundo TSE, DEM, Avante, PRB, Pros, PSC, PT, PTC, MDB, Patriotas, PHS, PMN, Pode, PPS, PR, PRP, PRTB, PSD, PSDB, PSL, PSOL, PV e SD receberam a verba para financiar a campanha eleitoral.
De acordo com dados do TSE, o MDB é o partido com direito a mais recursos, com R$ 230.974.29008, seguido do PT, que conta com R$ 212.244.045,51. O PSDB ficou com R$ 185.868.511,77, seguido do PP, que embolsou R$ 131.026.927,86. Veja no final do texto quanto cada partido receberá. O total de 35 partidos terá acesso aos recursos financeiros.
Mais 12 legendas – PSTU, PDT, PMB, PP, PTB, Rede, PCB, PCdoB, DC, PCO, PPL e PSB – tiveram o processo aprovado, e o TSE deve emitir as ordens de pagamento nos próximos dias. O partido Novo ainda não indicou ao TSE os critérios de distribuição do fundo para receber sua quota.Os partidos vão receber o total R$ 1,7 bilhão de Fundo Especial de Financiamento de Campanha.
O Novo já se declarou contra a aplicação de recursos públicos no financiamento dos partidos e das campanhas eleitorais. “O Novo é mantido por seus filiados e doadores, não pelos impostos, pagos pelo cidadão”, diz o partido, que tem 19.026 filiados, segundo dados disponíveis no portal do TSE.
A legenda tem direito a R$ 980.691,10 do Fundo Especial de Financiamento de Campanha. Conforme o TSE, se o Novo não requisitar sua parcela do fundo, o valor será devolvido ao Tesouro Nacional até o fim deste ano.
Para receber os recursos do fundo, os partidos têm de formalizar o pedido no TSE e mandar a ata da reunião do diretório nacional que definiu os parâmetros de distribuição da verba. Entre os critérios, obrigatoriamente está a destinação de 30% do total para o custeio das campanhas das candidatas de cada partido.

Leia Mais

DEM E PSDB CONFIRMAM ZÉ RONALDO AO GOVERNO E JUTAHY AO SENADO

Tempo de leitura: < 1 minuto

DEM e PSDB terão Zé Ronaldo como candidato ao governo do estado

Democratas e PSDB anunciaram que vão caminhar juntos nas eleições de outubro. José Ronaldo (DEM), ex-prefeito de Feira de Santana,  será o candidato a governador, enquanto o deputado federal Jutahy Magalhães Júnior (PSDB) concorrerá a uma vaga ao Senado.
A outra vaga de senador e o pré-candidato ao cargo de vice-governador serão definidos com a participação de outros partidos ou mesmo das próprias legendas. A união foi selada na presença do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), postulante inicial ao Executivo estadual, mas que decidiu cumprir o mandato à frente da capital baiana.
Lideranças políticas de todo o estado, entre prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, secretários municipais, deputados estaduais e federais participaram do encontro. Zé Ronaldo disse que a chapa está sendo formada ouvindo outros partidos e a classe política, e que até o mês de junho será divulgada a formação completa.
O prefeito ACM Neto destacou a importância do Democratas e PSDB caminharem juntos. Estamos somando apoios importantes para essa aliança e de forma democrática vamos conduzir até a formação final com a outra vaga para o Senado e vice-governador”. Do A Tarde.

ÚLTIMOS DIAS PARA REGULARIZAÇÃO DO TÍTULO ELEITORAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Últimos dias para regularização do título eleitoral

O eleitor tem até o próximo dia 9 para requerer a sua inscrição eleitoral, alterar dados cadastrais ou transferir o domicílio eleitoral. A data também será o último dia para o cadastramento biométrico em localidades como Ilhéus, Eunápolis e Salvador, onde o procedimento é obrigatório, e para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar sua transferência para seção com acessibilidade e fazer .
A inclusão e a atualização da identidade de gênero no cadastro eleitoral também devem ser feitas até o dia 9 deste mês para valer nas eleições de outubro deste ano. Travestis e transexuais podem incluir o nome social no título de eleitor e no caderno de votação das eleições desde o dia 3 de abril.
Quem perder esse prazo só poderá fazer a alteração após as eleições, para os próximos pleitos. O nome social é aquele pelo qual o transexual ou travesti é reconhecido socialmente, diferente do nome civil, que consta na certidão de nascimento. Já a identidade de gênero estabelece com que gênero a pessoa se identifica, masculino ou feminino.

PROMOTORES E PROCURADORES ESCOLHEM NOMES PARA CHEFIAR MINISTÉRIO PÚBLICO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Dia de votação no Ministério Público da Bahia

Procuradores e promotores de Justiça de todo o estado estão votando, nesta segunda-feira (19), para eleger a lista tríplice da qual será escolhido, pelo governador Rui Costa, o nome do chefe do Ministério Público da Bahia para o biênio 2018/2020. O cargo é disputado pelos promotores de Justiça Alexandre Soares Cruz, Ediene Santos Lousado e Pedro Maia Souza Marques, além do procurador de Justiça Aurisvaldo Sampaio.
A votação secreta começou às 9h e prossegue até as 17h no auditório da sede do Ministério Público Estadual, na 5ª Avenida do Centro Administrativo da Bahia, em Salvador.  O colégio eleitoral do MPE é formado por 577 membros, sendo 57 procuradores de Justiça e 520 promotores de Justiça. Eles poderão votar em até três candidatos.
Os três mais votados vão compor a lista tríplice que será encaminhada ao governador do Estado, a quem caberá escolher e nomear o chefe da Instituição. O resultado da votação deverá ser divulgado ainda nesta segunda-feira (19).

ELEIÇÃO PARA O CARGO DE PROCURADOR-GERAL DO MP-BA TEM QUATRO CANDIDATOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Quatro candidatos disputam eleição para procurador-geral do MP-BA

Foi publicada, nesta segunda-feira (15), no Diário da Justiça Eletrônico a lista de candidatos que concorrerão ao cargo de procurador-geral de Justiça, biênio 2018/2020. A eleição será disputada pelos promotores de Justiça Alexandre Soares Cruz, Ediene Santos Lousado e Pedro Maia Souza Marques, além do procurador de Justiça Aurisvaldo Melo Sampaio.
Primeira mulher eleita para o cargo de procuradora-geral do Ministério Público, a promotora Ediene Lousado disputará a reeleição. Ela está no cargo desde 2016, quando substituiu o promotor Márcio Fahel. A eleição está marcada para o dia 19 de fevereiro, das 9 às 17 horas, na sede do Ministério Público da Bahia, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador.

CÂMARA DE BUERAREMA VOTA CONTAS DE GUIMA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Elinho: análise na Câmara é política

Elinho: análise na Câmara é política

A Câmara de Vereadores de Buerarema vota nesta terça (19), às 19 horas, as contas do prefeito Guima Barreto (PDT) referentes a 2013. Apesar de terem sido aprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), existe o risco de rejeição no legislativo.

“Na Câmara, a análise é política”, afirma o vereador Elinho Almeida, do PTN. Ele lembra que as contas do prefeito foram aprovadas pelo TCM com ressalvas, pois os conselheiros do tribunal identificaram irregularidades e aplicaram multa ao gestor.

A situação do prefeito é delicada. Dos 11 membros da Câmara, ele conta com apenas dois votos garantidos. Na terça-feira passada (12), a Câmara realizou sessão na qual o prefeito deveria ter apresentado defesa de suas contas, mas Guima não compareceu nem enviou representante.

Antes de colocar as contas em votação amanhã, o presidente José Raimundo (Pros) irá verificar se o prefeito indicou defensor. Com ou sem defesa, Raimundo – mais conhecido como “Raimundo Cabeleireiro” – deve submeter a matéria ao plenário.

Em jogo, está a possibilidade de Guima disputar a reeleição em outubro, já que a rejeição pela Câmara pode deixá-lo inelegível. Além dessa possibilidade com relação às contas de 2013, o prefeito já teve as de 2014 rejeitadas pelo TCM, mas pediu reconsideração.

ELEIÇÃO DO CONSELHO TUTELAR DE ILHÉUS MARCADA POR CONFUSÕES

Tempo de leitura: < 1 minuto

A eleição do Conselho Tutelar de Ilhéus, realizada neste domingo (4), vai gerar comentários por muito tempo. As três seções estavam lotadas de gente e com poucos mesários. No antigo colégio Estadual, no Malhado, além da grande quantidade de pessoas, faltava nome de candidato na cédula de votação.

Unificado com o nacional, o pleito na cidade teve 40 candidatos a conselheiro, que devem zelar pelo cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes e intervir em situações de vulnerabilidade, além de receber salário de R$ 1.700,00.

Essa última atribuição pode ter feito o número de candidatos disparar esse ano, assim como a quantidade de problemas. De acordo com o repórter Ciro Zatele (Santa Cruz AM), ônibus e carros particulares transportavam eleitores até as seções. Em muitos casos, quem ia votar já chegava com a cédula de votação na mão.

As irregularidades levaram à suspensão do pleito na zona centro/oeste, no Malhado, de onde deveriam sair cinco conselheiros eleitos.

Até a manhã desta segunda-feira (5), não havia resultado ainda da votação, mesmo com as urnas tendo sido abertas na noite de ontem.

WENCESLAU ADMITE CANDIDATURA A PREFEITO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Wenceslau2 coletiva www.pimenta.blog.brO vice-prefeito de Itabuna, Wenceslau Júnior (PCdoB), admitiu hoje, em entrevista ao programa Resenha da Cidade (Rádio Difusora), a possibilidade de ser candidato a prefeito em 2016. A candidatura comunista, segundo ele, está condicionada a uma eventual decisão do prefeito Claudevane Leite (PRB) de não tentar a reeleição.

Segundo o vice, a primeira opção do PCdoB é reconduzir o gestor municipal para um novo mandato. Porém, se Claudevane refugar, o comuna se apresenta como substituto natural.

Nos bastidores, circula a informação de que o prefeito já teria sinalizado o desejo de pendurar as chuteiras em dezembro do ano que vem. Diante disso, Claudevane chegou a fazer um apelo para que os comunistas e evangélicos que coabitam no centro administrativo busquem uma harmonia em prol da sucessão.

SIMPI PROMOVE ELEIÇÃO NO DIA 30

Tempo de leitura: < 1 minuto
Carminha (à esq.) disputa reeleição e enfrenta a professora Rita de Cássia (de branco, na segunda foto)

Carminha (à esq.) disputa reeleição e enfrenta chapa que combate o continuísmo no Simpi

Duas chapas disputam o comando do Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna (Simpi). De um lado, está o grupo que comanda a entidade desde sua criação, há nove anos, tendo à frente a professora Maria do Carmo Oliveira (Carminha); do outro, a professora Rita de Cássia Teixeira, que representa a parcela da categoria que defende a renovação do Simpi.
O processo eleitoral enfrentou percalços com a Justiça do Trabalho, devido a irregularidades no edital de convocação. Corrigida a falha, a eleição ficou marcada para o próximo dia 30, com uma urna fixa na sede do Simpi e três urnas itinerantes. Dos cerca de mil professores da rede pública municipal, 655 estão aptos a votar.
As principais propostas da chapa 1 são valorização da categoria, reformulação do plano de carreira, cumprimento do piso nacional com redução de um terço da jornada de trabalho e construção da sede social do sindicato.
A pauta da chapa 2 também contempla a revisão do plano de carreira, além da contratação de plano de saúde, reconhecimento das certificações obtidas em cursos realizados pelos professores e melhoria das condições de trabalho da categoria. Segundo Rita de Cássia, “muitas escolas se encontram em situação precária e há professores adoecendo por isso”.

JUSTIÇA BARRA ELEIÇÃO DO SIMPI

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Justiça do Trabalho anulou edital de convocação para a eleição da nova diretoria do Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna (Simpi). A decisão foi da juíza Eloína Barbosa Machado, em liminar que reconheceu irregularidades no edital.
De acordo com a magistrada, o edital desrespeita o estatuto do Simpi. A irregularidade foi detectada na previsão de uma segunda convocação de eleitores para o caso de quórum insuficiente. Pelo regimento do Simpi, tal hipótese exigiria a convocação de uma assembleia geral extraordinária.
A eleição do sindicato seria realizada no dia 1º de outubro. A entidade pode recorrer da liminar ou, simplesmente, reformular o edital.

Back To Top