skip to Main Content
20 de fevereiro de 2020 | 10:33 am

DILMA AMPLIA VANTAGEM NO IBOPE: 57% A 43%

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do G1
Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (28) aponta Dilma Rousseff (PT) com 57% dos votos válidos e José Serra (PSDB) com 43% na disputa em segundo turno pela Presidência da República.
Como a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, Dilma pode ter entre 55% e 59%, e Serra, entre 41% e 45%. O critério de votos válidos exclui as intenções de voto em branco e nulo e os indecisos.
Na pesquisa anterior do Ibope, divulgada no último dia 20, Dilma aparecia com 56% dos votos válidos e Serra com 44%.
O Ibope entrevistou 3.010 eleitores, de 26 a 28 de outubro. A pesquisa foi encomendada ao instituto pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S. Paulo”. Está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número de protocolo 37596/2010.
Votos totais
Pelo critério de votos totais (que incluem no cálculo brancos, nulos e indecisos), Dilma Rousseff soma 52% das intenções de voto, e José Serra, 39%. As intenções de voto em branco ou nulo acumulam 5%, segundo o Ibope. Os eleitores indecisos são 4%.
Nos votos totais da pesquisa anterior do Ibope, do último dia 20, Dilma tinha 51%, e Serra, 40%. Brancos e nulos eram 5%, e indecisos, 4%.

AS COMPANHIAS DOS PRESIDENCIÁVEIS NO "DIA D"

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ilimar Franco, d´O Globo
A candidata do PT, Dilma Rousseff, vai acompanhar a apuração dos votos no Palácio da Alvorada, ao lado do presidente Lula, de dirigentes do PT e da campanha, e dos governadores Jaques Wagner (PT-BA) e Eduardo Campos (PSB-PE).
O candidato do PSDB, José Serra, ficará em sua própria casa, em São Paulo, ao lado de familiares e alguns poucos assessores.
Os demais políticos tucanos e dirigentes da campanha devem se reunir na casa do secretário de Cultura Andrea Matarazzo, também em São Paulo.
O comando do PMDB vai se concentrar na casa do presidente da Câmara e vice da chapa governista, Michel Temer (SP), em Brasília.

O FERIADÃO E A ABSTENÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

No histórico das eleições brasileiras, a abstenção sempre costuma ser maior no segundo turno. Contribui para isso o desaparecimento, nesta etapa, dos cabos eleitorais ligados aos candidatos a deputado, que resolvem sua vida no primeiro tempo.
Mas o receio é de que neste ano a abstenção seja ainda maior que em eleições anteriores, devido ao feriado de terça-feira, 2. Em muitas cidades, as prefeituras já decretaram ponto facultativo. E alguns estados, como o Rio de Janeiro, transferiram o feriado do Dia do Servidor Público (que é hoje, 28 de outubro) para segunda-feira, 1º de novembro, criando um belo de um feriadão.
Analistas estimam que a abstenção, que ficou em 18% no primeiro turno, alcance 22% neste domingo. Alguns deles acreditam que o feriado prolongado atrapalhará tanto Serra (PSDB) quanto Dilma (PT), mas a maioria dos observadores acha que a desvantagem do tucano neste particular é maior, pois ele tem a maioria dos eleitores das classes A e B.

STF: PLACAR ESTÁ 4 A 2 PELA VALIDADE DA FICHA LIMPA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Intervalo de 20 minutos na sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) e, por enquanto, o placar está 4 a 2 favorável à validade da Lei Ficha Limpa já neste ano.
Os ministros do Supremo julgam um recurso do senador Jader Barbalho (PMDB-PA). Ele foi barrado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por ter renunciado no início dos anos 2000 ao mandato de senador para não ser cassado e perder direitos políticos.
Os ministros Ricardo Lewandoski, Carlos Ayres Britto e Cármen Lúcia seguiram voto do relator, Joaquim Barbosa, contra o provimento de recurso de Jader e pela validade do Ficha Limpa.
Os ministros Marco Aurélio Mello e Dias Toffoli votaram pelo provimento do recurso de Jader – e, assim, mostram-se contrários à aplicação da nova lei nestas eleições. Quatro ministros ainda não votaram.

CNT/SENSUS: DILMA VAI A 58,6% E SERRA CAI PARA 41,4%

Tempo de leitura: < 1 minuto

A CNT/Sensus divulgou nova pesquisa sobre a corrida presidencial e revela a petista Dilma Rousseff (PT) com vantagem de 17,2 pontos percentuais sobre José Serra (PSDB) nos votos válidos. O placar está 58,6% a 41,1%. A pesquisa foi feita entre 23 e 25 de outubro e ouviu duas mil pessoas em 136 municípios e tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais.
Quando são computados os votos brancos e nulos e o percentual de eleitores indecisos, os chamados votos totais, Dilma aparece com 51,9% e Serra com 36,7%. Branco ou nulo soma 4,7% e indecisos, 6,8%.
No comparativo com a pesquisa divulgada na semana passada, Dilma subiu 5,1 pontos percentuais e Serra caiu seis pontos. Nos votos válidos, dava 52,8% a 47,2%.
A pesquisa mostra ainda aumento da rejeição de Serra e o contrário com Dilma. Ele acumula rejeição de 43% e Dilma, 32,5%.
Confira relatório da pesquisa

LÍDER DIZ QUE 20 DIRETÓRIOS ESTADUAIS DO PV ESTÃO COM PETISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Duarte: apoio do PV a Dilma (Foto Pimenta).

O líder do PV na Câmara Federal, Edson Duarte, apelou ao emocional ao justificar a decisão do diretório baiano dos verdes em apoiar à eleição da ex-ministra Dilma Rousseff (PT).
Duarte afirmou que 20 dos 27 diretórios estaduais do Partido Verde fecharam com Dilma:
– Não poderíamos estar em outra estrada que não essa. Nossas conquistas foram às custas de muito suor.
Duarte relembrou a sua visita ao município do sudoeste baiano no primeiro turno, ao lado da ex-presidenciável Marina Silva. Agora, retornava para pedir votos para a petista numa disputa entre dois projetos diferentes. Marina obteve 26.880 votos em Conquista.
O deputado federal destacou o fato de vencer as cinco outras eleições das quais participou. Neste ano, candidatou-se a uma das duas vagas ao Senado Federal pela Bahia. Ele perdeu, mas se dizia honrado pela escolha dos baianos, que elegeram Lídice da Mata (PSB) e Walter Pinheiro (PT).
O anúncio em público ocorreu quando Dilma Rousseff ainda estava chegando a Conquista. Com a petista no palanque, o governador Jaques Wagner tratou de informar o apoio dos verdes na Bahia, algo decidido ainda na segunda, 25.

PARA AÉCIO, O PT TENTA "REESCREVER A HISTÓRIA"

Tempo de leitura: < 1 minuto

Encontro de tucanos e democratas em Salvador

O ex-governador e senador eleito pelo PSDB de Minas Gerais, Aécio Neves, esteve nesta terça-feira, 26, na Bahia, e procurou animar a militância serrista para esta reta final do segundo turno. Aécio foi recebido por lideranças do PSDB,DEM, PPS,PR,PTN e PRP, em um evento no Fiesta Convention Center, em Salvador.
No encontro, o tucano manifestou opinião pessoal de que há uma faixa de 20% de eleitores ainda inseguros com relação ao voto no próximo dia 31, embora a última pesquisa Datafolha, divulgada nesta terça, aponte 6% de indecisos. E outros levantamentos têm indicado que quase 90% dos eleitores não pretendem mudar o voto.
Aécio disse ainda que o PT tenta reescrever a história. “Um desavisado que chega ao país e assiste à propaganda da nossa adversária, pensa que o Brasil foi descoberto pelo PT”, alfinetou o mineiro.
Entre outras lideranças, participaram do evento com o senador eleito o ex-governador Paulo Souto, o senador ACM Júnior e os deputados federais ACM Neto, Jutahy Jr. e João Almeida.

"EU NÃO VOU ERRAR", PROMETE DILMA EM CONQUISTA

Tempo de leitura: 2 minutos

Dilma pede votos em palanque com Wagner, deputados e prefeitos aliados (Foto Pimenta).

Com discurso de pouco mais de 15 minutos, a presidenciável Dilma Rousseff (PT) encerrou há pouco o comício na praça Barão do Rio Branco, em Vitória da Conquista. O ato político reuniu cerca de sete mil pessoas e a presidenciável investiu na comparação dos projetos políticos petista e tucano e no discurso de gênero, a toda hora citando o papel da mulher no mundo e a chance de tornar-se a primeira presidenta do Brasil.
Sobre os ataques vindos de religiosos e os boatos espalhados na internet, ela foi… sutil:
– O povo vai responder a esse ódio com a esperança e o amor, amor de quem é capaz de reduzir a desigualdade no Brasil, de garantir conquistas que vamos aprofundar na área da saúde, segurança e da moradia, para homens e mulheres deste país.
Ela lembrou discurso do presidente Lula quando tomou posse e afirmava que não poderia errar, pois eliminaria a chance de qualquer outro trabalhador ou representante do povo chegar novamente à presidência da República. E citando Deus, prometeu uma administração “assertiva”.
– Eu não vou errar. Eu represento milhões de mulheres e que pela primeira vez chegam a pleitear o maior cargo da (presidência) República.
E encerrou o discurso citando Deus e o “axé” baiano. “A vitória nós vamos comemorar juntos no dia 31, também. Com a graça de Deus e o voto de cada homem e cada mulher. Agradeço de coração a essa manifestação de carinho, de amor”, disse em discurso que foi interrompido por três vezes aos gritos de “Dilma, Dilma!”.

WAGNER ATACA DE ANIMADOR DE COMÍCIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Wagner: animador de comício.

O voo da ex-ministra e presidenciável Dilma Rousseff (PT) chegará com, pelo menos, duas hora de atraso e, há pouco, o governador Jaques Wagner atacava de animador de comício.
– Quem é Dilma aqui? – perguntava ao público, pedindo resposta “mais forte” para quando a petista chegar.
A previsão do governador é de que a presidenciável chegue a Vitória da Conquista apenas às 20 horas. Há pouco, Wagner puxou uma grande carreata pelas principais avenidas e bairros do município do sudoeste.
Dilma saiu há menos de 30 minutos de Pernambuco, onde participou de carreata em Caruaru. O governador comentava a vitória da presidenciável no primeiro turno e conclamou os eleitores de Marina (“que são mais próximos do PT”) a votar na petista neste segundo turno.
A escolhida do presidente Lula escolheu Vitória da Conquista para o comício porque foi um dos dois municípios baianos onde ela foi derrotada pelo tucano José Serra no primeiro turno. O placar eleitoral foi 59.420 a 56.780 votos. Marina Silva (PV) obteve 26.880 votos. É este eleitorado da “verde” que o PT e o governador miram.
Atualizado às 23h59min

Back To Top